Conecte-se agora

Alessandra Marques usa ironia e ensina receita de bolo

Publicado

em

A Promotora de Justiça, Alessandra Marques, é conhecida pelo pavio curto, característica de quem não leva desaforo para casa. Mas ironizou depois de chamada atenção, em redes sociais, pela Procuradoria-Geral de Justiça do Acre, Katia Rejane.

Alessandra se posicionou, via face, ser à favor do uso da Cloroquina no tratamento da Covid-19. E de imediato recebeu uma reprimenda. A respota veio da mesma forma. Por meio de uma nota, a PGM disse que “membros do MP não possuem capacidade técnica ou conhecimento para indicar ou prescrever uso da cloroquina ou qualquer outro medicamento para o tratamento do novo coronavírus Sars-CoV-2 (Covid-19)”.

E disse mais a dra. Kátia Rejane: “O MPAC reforça que cabe, tão somente, às autoridades de saúde e, notadamente, à sua comunidade científica nacional e internacional, fazer orientações e recomendações quanto ao uso de qualquer medicamento e seus protocolos de tratamento”.

Neste sábado, em uma rede social, Alessandra atualizou a capa de seu Facebook com o mesmo texto em que defende o uso da Cloroquina e declarou: “A todos que me leem, deixo pela milésima vez claro que este perfil é meu, pessoa e cidadã Alessandra Garcia Marques. Direitos fundamentais são irrenunciáveis. Dos meus direitos jamais, em tempo algum, abrirei mão, nem por nada nem por ninguém. Espero ter sido clara! Abraço a todos!”.

Se citar nomes, Alessandra usou a ironia ao publicar uma receita de bolo. Sem citar nomes ou direcionar a publicação, a promotora afirma que a receita de bolo se chama “pega marido”.

Confira abaixo:

Anúncios

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Mais lidas