Conecte-se agora

Mulher que morreu com suspeita de Covid-19 gravou áudio indignada por falta de atendimento

Publicado

em

A mulher de 49 anos que pode ter se tornado a sexta vítima fatal do novo coronavírus no Acre [o Centro de Infectologia Charles Mérieuex ainda aguarda o resultado do segundo teste] gravou um áudio três dias antes de ter piora em seu quadro de saúde e falecer na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) em Rio Branco. No áudio, Missionária Clemilda, como era conhecida, se disse indignada com a falta de comprometimento do serviço de saúde de Plácido de castro para com os casos suspeitos da doença na cidade.

Preocupada com os sintomas que lhe acometiam, ela falou: “Já faz 20 dias que estou quarentena, só dizem para a gente ficar em quarentena e não fazem o exame. A gente tem que se deslocar e ir até o hospital, correndo risco de se contaminar [ela estava com suspeita da doença] ou infectar outras pessoas porque ninguém se disponibiliza para ir à nossa casa”, gravou.

A mulher disse ainda que teve de aguardar muitos dias para chegada dos insumos para fazer o exame, pois não tinha em seu município. “Sinto febre, tosse, dor no corpo, perdi o paladar, crise de falta de ar”, explicou, reclamando que, mesmo assim, sentia demora em seu atendimento.

“Só diziam para aguardar que quando tiver o aparelho é para eu ir para o hospital fazer [o exame]”, pontuou. Ela finalizou questionando a suposta preocupação da saúde municipal em conter a proliferação do vírus. “Pra que essa preocupação? Pra gente ficar em casa? Minha indignação é contra o que estão fazendo em Plácido de Castro”.

A Secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre) informou que uma mulher deu entrada na UPA do Segundo Distrito na tarde desta quinta-feira, 16, em estado grave, com sintomas compatíveis de infecção por coronavírus.

“De imediato, a paciente recebeu os primeiros socorros, sendo entubada e testada para Covid-19, por médicos plantonistas e equipe. Mas faleceu. A Sesacre informa ainda que a paciente já havia testado pela primeira vez para a doença, no seu município de origem e que esse segundo teste, feito nesta quinta-feira, também foi encaminhado para o Centro de Infectologia Charles Mérieuex, aguardando o resultado”, afirma a Sesacre.

No Acre, até o momento, foram notificados 1.258 casos, sendo que desses, 901 já foram descartados, enquanto que 242 seguem em análise. O número de mortes pela doença é de seis casos, enquanto que 53 pessoas foram curadas.

OUÇA O ÁUDIO:

Anúncios

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Mais lidas