fbpx
Conecte-se agora

Rocha convoca embaixada do Brasil no Peru para cobrar desburocratização no comércio

Publicado

em

FOTOS: SÉRGIO VALE - ac24horas 

Pela primeira vez, os empresários acreanos que estiveram numa missão em Ucayali, no Peru, e se encheram de esperança. Isso porque a comitiva apoiada pelo governo do Acre convidou o embaixador do Brasil no país vizinho para ouvir críticas e sugestões de como melhorar a relação comercial entre Acre e Peru diante de algumas burocracias e empecilhos. A reunião do empresariado e governo acreano ocorreu na noite dessa segunda-feira, 10, durante o Encontro Empresarial Ucayali-Acre 2020, que acontece na capital Pucallpa.

O vice-governador Major Rocha explicou que, inclusive, já assinou um termo de cooperação com o governo de Ucayali no ano passado visando facilitar a mediação entre os dois países por meio do Vale do Juruá. Para ele, esta é a principal solução econômica para ambas as regiões.

FOTOS: SÉRGIO VALE – ac24horas

“O Acre é a porta de entrada do Brasil nessa região. Enalteço a presença dos empresários nesse encontro, pois uma das alternativas para progresso do nosso estado é a exportação e a abertura desse mercado é uma grande oportunidade”, disse o vice-governador diante da comitiva composta por empresários e políticos.

Leia também: Comitiva acreana é recebida com festa por empresários e políticos peruanos

Rocha também destacou o apoio do governador Gladson Cameli para com esta causa. “É uma necessidade e vejo que os empresários se sentiram animados com a presença do embaixador nesse encontro. Nossa intenção é esta: desburocratizar”, afirmou.

O diplomata Rodrigo de Lima Soares garantiu ao Acre que tudo que lhe foi dito será repassado ao Palácio Itamaraty, em Brasília. O diálogo entre a comitiva acreana com a Embaixada buscou esmiuçar o que, de fato, ocorre na região fronteiriça com relação ao intercâmbio comercial.

Para os participantes, a reunião significou uma luz no fim do túnel. De acordo com Soares, como já existe um acordo entre o Acre e Ucayali, a ideia agora é ouvir a lamentação dos empresários e fazer um anexo a esse acordo incorporando novas medidas. A Embaixada se dispôs a ajudar. “Queremos ser uma complementação aos esforços do Acre”, disse o embaixador. Segundo ele, o Peru tem grande interesse no ramo têxtil, de móveis, bebidas e principalmente no mercado de alimentos do Acre.

O que disseram os empresários

O presidente da Federação das Indústrias no Acre (Fieac), José Adriano, expôs as dificuldades encontradas pelo setor. Adriano afirmou a necessidade de se formalizar um documento destacando os pontos que estão atrapalhando. “E levar a demanda aos nossos parlamentares. Essa visita é para isso, fazer uma prospecção da atividade econômica local, subsidiando a construção do estado de forma organizada”, disse.

De acordo com o presidente, a proposta do encontro com a embaixada também é de estimular os empresários acreanos. “Colocar na cabeça dos empresários que eles podem sim pensar em exportação e produzir em larga escala. É um trabalho difícil, mas estamos conseguindo”.

FOTOS: SÉRGIO VALE – ac24horas

Adriano garantiu que o ofício contendo os tópicos principais colocados em discussão à Embaixada será enviado ao Itamaraty. “Queremos transformar esse diálogo numa cultura e não numa política momentânea, porque essa conexão com Ucayali é muito importante”, afirmou.

A Associação do Comércio de Cruzeiro do Sul também se manifestou ao diplomata. “Queremos que o Aeroporto de Cruzeiro do Sul volte a ser internacional. Essa integração ajuda muito o Vale do Juruá, é bom para o Acre e para o Brasil inteiro”.

O prefeito Ilderlei Cordeiro reiterou o pedido à Embaixada. “Precisamos do voo internacional. O governo peruano quer, nós queremos. Então estendemos essa cobrança para o valor da tarifa aeroportuária peruana”, explicou Cordeiro. Para o prefeito, baixar essa tarifa já é um avanço muito importante e ajudará na exportação e importação de produtos entre o Acre e Ucayali.

FOTOS: SÉRGIO VALE – ac24horas

Os deputados estaduais Luiz Gonzaga e Cadmiel Bonfim representaram a Assembleia Legislativa do Acre (Aleac) no encontro com a Embaixada do Brasil no Peru e levantaram a importância de integrar as duas regiões. “Nós precisamos desse intercâmbio”, disse Gonzaga.

FOTOS: SÉRGIO VALE – ac24horas

Um dos empresários que esteve na reunião, afirmou que desta vez realmente está confiante na integração Acre-Ucayali. “Desta vez, o projeto está em boas mãos e em boa gestão. Sinal de que essa situação vai, sim, melhorar”. O Embaixador garantiu que o governo federal já está empenhado com relação a isso e as propostas já estão avançando, mesmo diante de alguns obstáculos.

FOTOS: SÉRGIO VALE – ac24horas 

Este slideshow necessita de JavaScript.

Propaganda

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Mais lidas