Conecte-se agora

Viana revela que recebeu dinheiro da família Cameli durante as eleições deste ano

Tião_documento_seloMarcos Venícios – Editor-chefe de ac24horas

Pelo que se viu e ouviu durante a campanha eleitoral da Frente Popular do Acre deste ano, onde o candidato que concorria ao senado pela oposição, Gladson Cameli (PP) recebeu como o adjetivo menos violento o alcunha de “riquinho”, era de se esperar que a aliança comandada por Sebastião Viana tivesse recusado todos os recursos provenientes da família Cameli e por consequência, o Amazonas. O Sobrinho de Orleir [ex-governador já falecido] foi acusado do começo ao fim do período eleitoral de que o seu dinheiro de campanha tinha origem no Amazonas e por isso seria o quarto senador do Estado vizinho.

Mas o assunto “doação de campanha” não passou em branco. No final da entrevista, quando todos se preparavam para deixar o gabinete, o editor de política do ac24horas, Ray Melo, perguntou ao governador se ele teria recebido recursos financeiros do pai do senador eleito, Gladson Cameli, para custear a campanha ao governo do Acre este ano.

Sebastião grana

Demonstrando despreocupação com o assunto, o governador foi taxativo:
– Não, sabe porque? Até foi alertado se eu receberia, ai eu falei ao César (Messias, vice-governador e deputado federal eleito), diga ao Eládio que por razões éticas e por ser adversário do filho dele, eu agradeço a oferta de me ajudar, mas eu não vou aceitar. Eu falei isso pra ele. O Eládio sempre me respeitou, é meu amigo, eu tenho muito respeito por ele. Inclusive eu vou ligar pra ele e deixar um abraço e falar que terei a mesma consideração como ele sempre -, explica Sebastião.

E pelo visto não há nenhuma contestação no que o governador contou sobre a doação financeira de campanha dos “Camelis”, pois procurado pela reportagem, o deputado federal Gladson Cameli não quis se pronunciar. E quem cala, consente!

Apesar de negar que tenha recebido dinheiro da Construtora de Eládio Cameli, Sebastião confidenciou aos jornalistas de ac24horas que recebeu ajuda financeira dos filhos de Orleir Cameli. “Eu recebi ajuda deles e isso estará registrado em nossa prestação de contas”, disse.

Na oportunidade, Sebastião afirmou que a principal ponte que liga Cruzeiro do Sul ao restante do Estado será batizada com o nome de Orleir Cameli. “Ele era meu amigo e fez muito pelo Acre, tenho um respeito muito grande pela família”. E pelo visto os filhos de Orleir não participaram da campanha no Acre, pois mesmo o primo sofrendo na carne as mais sórdidas acusações, eles ainda sorriram e foram generosos com os petistas.

Mas não adiantou: a campanha difamatória contra Gladson, na qual foram usados o prefeito de Rio Branco, Marcus Viana, o senador Jorge Viana, o próprio governador, entre outros, rendeu ao jovem politico do Juruá o cargo de senador mais jovem do Brasil. E como prova de que “ataques” e acusações infundadas não funcionam, além de vencer Perpétua Almeida por uma diferença de mais de 80 mil votos, ele ainda ganhou o prêmio bola de ouro, ao colocar mais de mais de 10 mil votos de vantagem sobre o candidato a governadordo PT no primeiro turno.

 

botao_voltar

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web