Conecte-se agora

Escolha de Perpétua para o senado foi por medo de perder

Tião_documento_seloRay Melo – Da editoria de política

Apontado pela oposição como “o senador sem votos”, a postura de Aníbal Diniz foi bastante elogiada por Sebastião Viana, que não esconde que foi o articulador da candidatura de Perpétua Almeida (PCdoB), preterindo a candidatura natural de Diniz em favor da unidade e da permanência do PCdoB na FPA.

“Durante os quatro anos de mandato, eu avisei ao Aníbal, que a avenida estava aberta, mas precisaria se aproximar das pessoas. Era preciso criar uma identidade de mandato. Ele fez um mandato nota 10, integro de alta qualidade e de grande responsabilidade politica, mas faltou a inserção”, diz Viana.

Segundo o governador, “Aníbal fez um mandato nota 10, integro de alta qualidade e de grande responsabilidade politica no parlamento, mas a interação movimentos sociais não foi da mesma proporção. Isso permitiu ao PCdoB – o legitimo direito de reivindicar a vaga, com um nome com maior viabilidade”.

Viana revela que os líderes da FPA chegaram a temer pela saída do PCdoB, da FPA. “Vocês acham que o PCdoB não foi paquerado fortemente pelo Petecão, pelo Márcio Bittar? Vocês acham que o PCdoB ingressando na oposição, nós teríamos chegado a uma vitória nas eleições? Acredito que seria diferente. Eu pensei nisso. Queria ganhar o governo e sem o PCdoB seria muito mais difícil. A escolha da Perpétua foi um estratégia que usei para ganhar”.

Perpétua escudo1

A justificativa para preterir a candidatura de Aníbal, seria a unidade da FPA. “Mais do que as pretensões pessoais e o direito adquirido de candidatura, foi observada a viabilizar do projeto da FPA. Aníbal compreendeu, como homem maduro e companheiro. É um grande quadro que tem um grande futuro”.

Para Sebastião, “O PCdoB poderia ter feito a diferença se saísse da FPA. Os números apontavam a vitória no primeiro turno com 54%. Nós temos um controle diário dos números. O fenômeno compra de votos atrapalhou. Graças a Deus, a maioria do povo do Acre tem identidade cultural e ideológica”.

Mas o governador reeleito não comentou que sua decisão reduziu a pó o PCdoB no Acre.

botao_voltar

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required