Conecte-se agora

TSE diz que 2º turno das eleições será disputado em Rio Branco e outras 56 cidades

Publicado

em

Haverá 2º turno em Rio Branco e outras 56 cidades brasileiras em 2020, segundo balanço divulgado nesta terça-feira (17) pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE.

A Prefeitura de Rio Branco terá o novo prefeito conhecido apenas no dia 29 de novembro. Tião Bocalom (PP) e Socorro Neri (PSB) disputarão 2º turno. O candidato do PP foi o mais votado e contabilizou 87.987 votos (49,58% dos votos válidos), contra 40.250 (22,68%) votos recebidos pela segunda colocada Socorro Neri.

Eleitores de 18 capitais brasileiras vão definir prefeitos e vice-prefeitos apenas no segundo turno das Eleições Municipais 2020, que ocorrerá no dia 29 de novembro. Além dessas capitais, outras 39 cidades levaram a disputa da Prefeitura para o segundo turno, totalizando 57 cidades.

A região Nordeste é que tem a maior quantidade de capitais (sete) que ainda não definiram o chefe do Executivo: Maceió, Fortaleza, São Luís, João Pessoa, Recife, Teresina e Aracaju. Na sequência, vem a Região Norte, com cinco capitais no segundo turno: Rio Branco, Manaus, Belém, Porto Velho e Boa Vista.

Os eleitores de Vitória (ES), Rio de Janeiro (RJ) e São Paulo (SP) também terão de comparecer às urnas no próximo dia 29.

Cuiabá (MT) e Goiânia (GO) são as duas únicas capitais no Centro-Oeste brasileiro a disputar o segundo turno das eleições. No Sul, apenas Porto Alegre (RS) terá disputa no último domingo do mês.

Anúncios

Cotidiano

Após sair da Universal, Andressa desabafa: “Só não me mato porque tenho filho para criar”

Publicado

em

Por

Foto: Reprodução/Instagram 

Andressa Urach está reerguendo sua vida após se decepcionar com a Igreja Universal. A modelo foi demitida da Rede Record de forma inesperada, o que abalou sua saúde mental. “Só não me mato porque tenho um filho para criar. Se eu não tivesse passado pela experiência de quase morte em 2014, eu teria virado ateia”, desabafou ela.

“Eu estava muito mal na semana passada, estou à base de calmantes. Julgar todo mundo sabe, agora estar na minha pele… Ninguém sabe o que estou sentindo. Graças a Deus, tenho bons amigos que estão me ajudando nessa fase delicada da minha vida”, afirmou Andressa.

A modelo contou que teve uma crise de ansiedade e depressão após ser dispensada da Record e teve que voltar a fazer tratamento psiquiátrico. Segundo ela, sua mãe precisou levá-la a um hospital por causa de um pico de pressão alta e como ela e a família não tem plano de saúde, todos recorrem ao Sistema Único de Saúde (SUS).

Fonte: Metrópoles/Leo Dias

Continuar lendo

Cotidiano

Dirigida a servidores, oficina compatibiliza dinheiro em meio à crise da Covid-19 no Acre

Publicado

em

O Governo do Acre apoia a realização da 7ª Semana Nacional de Educação Financeira realizando a oficina “É possível ficar de boas com seu dinheiro em meio a essa crise?”.

O evento será em formato online no dia 1º de dezembro. As inscrições podem ser feitas pelo link rb.gy/zvqaew. A Semana é promovida pelo Governo Federal por meio dos membros do Fórum Brasileiro de Educação Financeira (FBEF).

Esta edição tem como tema “Resiliência financeira: como atravessar a crise?”.

Com a Covid-19, muitas pessoas tiveram suas vidas afetadas não só pela doença, mas também financeiramente, por isso, curso é direcionado aos servidores públicos e a plataforma possui apenas 100 vagas disponíveis. Neste momento de crise, o planejamento das finanças familiares deve ser um assunto que alcance do servidor, pois estando bem informado poderá tomar as melhores decisões financeiras.

Continuar lendo

Cotidiano

Fim das coligações reduziu em 25% representação partidária na Câmara de Rio Branco

Publicado

em

O fim das coligações para eleições de cargos proporcionais provocou mudanças importantes nas Câmaras de Vereadores pelo país. Em Rio Branco não foi diferente, segundo levantamento feito pelo G1 com base nos resultados das disputas em mais de 5 mil municípios mostra que, em 73% deles, houve redução no número de partidos com representação nos Legislativos municipais.

No total, diz o levantamento, 11 capitais -entre elas Rio Branco -apresentaram queda de um a cinco partidos com representação. Quatro capitais mantiveram o número de partidos no Legislativo, enquanto outras dez apresentaram aumento, entre uma e quatro legendas.

A capital do Acre saiu de 12 para 9 partidos em representação na Câmara Municipal, redução de 25% neste novo cenário.

No geral, Câmaras com até seis partidos, que até 2016 representavam 50% dos municípios, agora são 82% do total. Em contrapartida, caiu a quantidade de municípios com mais de seis legendas nos Legislativos locais. Em 2016, essas cidades representavam 50% do total; agora, são apenas 18%.

Continuar lendo

Cotidiano

Alunos do Ifac de Rio Branco representam o Acre em final de olimpíada nacional

Publicado

em

O campus Rio Branco do Instituto Federal do Acre (Ifac) teve duas equipes representando o estado na etapa final da Olimpíada Nacional em História do Brasil (ONHB), realizada em novembro. A competição contou com a participação de mais de 17 mil equipes de todo o país, sendo 71 do Acre.

A fase final da olimpíada teve 421 equipes classificadas sendo somente duas do estado do Acre, a “IFHIS Dino” e a “Iluministas Lunashawn” que terminaram com a medalha de Honra ao Mérito. Ao todo, foram entregues 40 medalhas de bronze, 30 de prata, 20 de ouro e medalhas de cristal (honra ao mérito) para todas as outras 331 finalistas.

No Ifac, o campus Rio Branco entrou na 12ª ONHB com 25 equipes, conforme explicou a professora de história, Flávia Alves, responsável pelas equipes. Ela comentou sobre a importância do evento para o aprendizado dos alunos.

“A ONHB é um projeto incrível, os alunos se envolvem, pesquisam, debatem e se encantam pela História brasileira. As provas são riquíssimas em informações, nos possibilitam uma ampla reflexão histórica e isso provoca um grande amadurecimento nos discentes.”

A 12ª ONHB ocorreu entre os meses de setembro e novembro de 2020, com 69,8 mil inscritos de todo país. Assim como vem ocorrendo com a maioria dos eventos, devido à pandemia, nessa edição todas as fases foram realizadas on-line, com a premiação transmitida pelo Youtube.

“Estou muito feliz por ter participado dessa edição, por ter conseguido estar entre os finalistas e também pela grande experiência e conhecimento que a olimpíada me proporcionou. Em nome da minha equipe, digo que estamos mais que lisonjeadas com todos esses meses de estudos e debates e com a nossa classificação!”, compartilhou a aluna Franceline Amorim, integrante dos “Iluministas Lunashawn”.

A estudante Janyne de Lima participou da competição pela primeira vez. Ela integrou a equipe “IFHIS Dino” e disse que chegar na final foi uma surpresa. “Foi uma experiência gratificante e ficamos alegres com nosso resultado e por representar o Acre. Valeu a pena o esforço e experiência, só temos a agradecer nossa professora Flávia pelo incentivo e ajuda.”

Os alunos finalistas estudam nos cursos técnicos Integrados ao Ensino Médio em Edificações e em Redes de Computadores do Ifac.

A ONHB é um projeto de extensão da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), com apoio do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Telecomunicações (MCTIC), por meio do edital de Olimpíadas Científicas do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas