Conecte-se agora

Com motores velhos, balsa que faz travessia do Rio Acre em Xapuri causa transtornos

Publicado

em

Usuários do serviço de travessia entre os dois lados da cidade protestaram nas redes sociais, na tarde desta terça-feira, 17, contra a demora para ir da área central ao bairro Sibéria em razão de problemas com os motores da balsa que faz o transporte.

Um morador relatou que esperou das 14 às 16 horas para fazer a travessia que em condições normais (quando não há congestionamento) não leva mais do que 10 minutos. O motivo, segundo a mesma fonte, é o estado de conservação dos motores.

O ac24horas manteve contato com a coordenação local do Departamento Estadual de Estradas de Rodagem do Acre (Deracre), que é o responsável pelo funcionamento da embarcação que faz a travessia de veículos e pedestres.

Eriédson Soares, encarregado do órgão no município, afirmou que a balsa tem 4 motores, dos quais um está em manutenção, em Rio Branco, e os outros três estão bons, mas explicou que um apresentou perda de força nesta tarde, a razão do problema relatado.

“São motores reformados, apenas um chegou novo nessa gestão. Acho que aguentam muito”, diz Soares, informando que um mecânico foi acionado para resolver o problema ocorrido na tarde desta terça-feira.

A travessia do Rio Acre em Xapuri é um problema antigo que causa transtornos à população e que gera reclamações contra as administrações estadual e municipal. Em vários momentos, as duas esferas mantiveram parcerias na oferta do serviço.

A dificuldade de travessia pela balsa alimenta as reivindicações pela construção de uma ponte, o que resolveria de maneira definitiva o problema que afeta diretamente cerca de duas mil pessoas que fazem o uso frequente do serviço.

Um pouco antes da eleição, na sua última estada em Xapuri, o governador Gladson Cameli prometeu que construirá a ponte nos próximos dois anos, apresentou o projeto no papel e disse que mudará de nome se a obra não sair.

A garantia não foi suficiente para que a candidata do governador à prefeitura do município fosse eleita – Carla Mendonça (PP) perdeu para o petista Bira Vasconcelos por quase 1.500 votos de diferença – mas deixou a população bastante otimista com a promessa.

Anúncios

Cotidiano

Aplicativo da ANA vai facilitar declaração da água utilizada pelos consumidores

Publicado

em

Com o objetivo de simplificar a vida dos usuários de recursos hídricos na hora de declarar o volume de água que utilizam, a Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA) está lançando o aplicativo gratuito Declara Água. A ferramenta, que está disponível para os sistemas Android e iOS, também é um canal de comunicação entre consumidores de recursos hídricos com a agência ou com o órgão gestor estadual.

De acordo com a ANA, o aplicativo vai permitir que o usuário registre seu consumo de água por meio de celular ou tablet. A ferramenta deve facilitar o autogerenciamento do uso dos recursos hídricos, para não exceder os limites previstos nos normativos legais. Já os órgãos gestores estaduais vão ter na plataforma um volume grande de dados, graças à maior participação dos usuários. Isso deve facilitar a gestão e fiscalização do uso da água, o que pode até resultar no aumento da disponibilidade hídrica de uma região.

O usuário pode acessar seu consumo cadastrado no sistema do CNARH ou seu registro no Cadastro do Governo Federal (gov.br). Para mais informações, acesse: gov.br/ana

Continuar lendo

Cotidiano

Funasa publica convênio com o Acre para tratamento de água em comunidades

Publicado

em

A Fundação Nacional de Saúde (Funasa) publicou extrato de convênio com o Governo do Acre para implantação de projetos de tratamento de água em comunidades especiais usando o sistema conhecido como Salta-z. O acordo deve ser implementado através da Secretaria de Produção e Agronegócio.

A tecnologia Salta-z é uma solução alternativa coletiva simplificada de tratamento de água para consumo humano, e que, está em conformidade com a definição preconizada em portaria federal.

A Salta-z utiliza processo convencional para tratar a água, por meio de uma estrutura física simplificada, e fazendo uso de filtro e dosadores de características artesanais. Adicionalmente, é de fácil aplicação, instalação e apropriação pelo município e comunidades, com potencial transformador social e ambiental.

Há eficácia na produção de água potável e, portanto, com resultados compatíveis com as exigências do Ministério da Saúde. As partes básicas que compõem a Salta-z são adutora para recalque da água bruta por meio de bombeamento ao reservatório; dosador para coagulante; dosador para cloro; filtro; efluente filtrado; Dreno de sedimentos; caixa com leito filtrante para retenção do sedimento.

 

Continuar lendo

Cotidiano

Ifac inicia terceira fase de obras em seu novo campus na antiga Escola da Floresta

Publicado

em

O Instituto Federal do Acre (Ifac) iniciou a terceira fase das obras de seu novo campus, localizado na antiga Escola da Floresta. A etapa, que se encontra em fase de licitação, contará com a construção de estrutura de abastecimento de água e subestação de tratamento de esgoto. O local, que foi doado pelo Governo do Estado ao Ifac, funcionará o Campus Avançado Baixada do Sol.

Com cerca de 450 hectares, a área do novo campus contará com salas de aulas, auditório, laboratórios, biblioteca, depósitos, salas administrativas, salas multiuso, dormitórios, estacionamento, além de área experimental, que será utilizada nas atividades práticas dos cursos técnicos subsequentes de Agroecologia, Recursos Pesqueiros, Zootecnia, e do curso de pós-graduação em Agricultura Familiar.

Com a reforma e ampliação da estrutura, a unidade poderá aumentar a oferta de cursos e matrículas, por exemplo, podendo receber até 1,2 mil estudantes. A expectativa é de que as obras da terceira fase, que terão custo de cerca de R$ 210 mil, sejam iniciadas já em 2021.

O espaço administrativo, reformado na primeira e segunda fases, já está em funcionamento, o que possibilitou o atendimento do pedido da Justiça Eleitoral para instalação de três seções durante as eleições municipais. A reitora Rosana Cavalcante dos Santos visitou as obras de reforma, acompanhada pelo diretor da unidade, Sérgio Guimarães da Costa Flórido, e pela equipe de engenharia do Ifac.

Conforme explica a diretora de Obras e Infraestrutura do Ifac, Janara Alexandre da Silva Vasconcelos, o novo campus do Ifac já contou com reformas e ampliações, totalizando investimento superior a R$ 1 milhão. Ela reforça ainda que o trabalho desenvolvido no local tem sido realizado de forma planejada.

“A estrutura da Escola da Floresta é muito antiga. Quando recebemos o espaço, foi preciso realizar uma análise minuciosa de todos os ambientes, quando foram detectados problemas estruturais. E isso nos preocupou. Com isso, reforçamos nosso trabalho, atenção e precaução em relação ao que necessitava ser executado. Dessa forma, temos trabalhado de forma responsável e garantindo que toda a estrutura tenha a segurança necessária para receber nossos professores, técnicos, estudantes e a comunidade”, destacou Janara Vasconcelos.

A obra ainda contará com a quarta etapa, quando serão contemplados alojamento, blocos de sala de aula e biblioteca. Queremos finalizar esses espaços para que tenhamos uma estrutura para atender o campus Baixada do Sol.

Conforme explica a reitora do Ifac, Rosana Cavalcante dos Santos, o trabalho que vem sendo desenvolvido no local tem como base a transparência, segurança e responsabilidade com a comunidade acreana. “Sempre foi prioridade para o Ifac a transparência e desenvolvimento de um trabalho responsável. Quando recebemos a Escola da Floresta, fizemos um levantamento minucioso de análise da estrutura, visto que esse era um espaço extenso. Analisamos tudo de forma que pudéssemos compreender o que o novo campus Avançado Baixada do Sol precisava para funcionar adequadamente”.

Paralelo ao trabalho de engenharia, o Instituto Federal do Acre, por meio da direção geral do campus Avançado Baixada do Sol, tem atuado de forma a compreender as demandas locais em relação à educação, pesquisa e extensão. Nesse sentido, o diretor da unidade, Sérgio Flórido, tem feito contato com escolas próximas da região, que já confirmaram apoio ao Ifac.

“Somos uma unidade que tem foco na área agrícola. Com a instalação do Ifac na antiga Escola da Floresta poderemos garantir uma educação ainda mais adequada para o desenvolvimento de pesquisa, extensão e ensino. A ideia é que, ao ocuparmos o local seja mantida e respeita a história da antiga Escola da Floresta. Para isso, temos mantido contato com algumas escolas já existentes na Transacreana, para entender ainda mais o contexto local e trabalhar de forma que novos cursos sejam abertos na unidade avançada Baixada do Sol”, finalizou Sérgio Flórido

Continuar lendo

Cotidiano

MEC prorroga até fevereiro de 2021 análise de autorização de cursos técnicos

Publicado

em

O Ministério da Educação editou portaria que prorroga, até 28 de fevereiro de 2021, o prazo para análise dos pedidos de autorização de cursos técnicos recebidos entre 1º de julho e 31 de agosto de 2020.

A divulgação dos pedidos deferidos, bem como o lançamento do parecer final no Sistema Nacional de Informações da Educação Profissional e Tecnológica (Sistec), será feita na primeira semana de março de 2021.

Entre outros motivos, a prorrogação leva em conta o contexto sanitário nacional.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas