Conecte-se agora

Mentiras sobre urna eletrônica são disparadas por mais de 3.000 perfis no Brasil

Publicado

em

Uma pesquisa inédita lançada nesta quinta-feira (12) pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) em parceria com a Fundação Getúlio Vargas mostra o panorama das notícias falsas que questionam a integridade do sistema eleitoral. Intitulado “Desinformação On-line e Eleições no Brasil: A circulação de links sobre desconfiança no sistema eleitoral brasileiro no Facebook e no YouTube (2014-2020)”, o estudo analisou mais de 3 mil conteúdos relacionados ao pleito nacional.

A FGV analisou a circulação de conteúdos que incentivam a existência de fraude nas urnas eletrônicas e a manipulação nas eleições brasileiras, tanto no Facebook quanto no YouTube, de 2014 a 2020.

Em quase sete anos de análise, 337.204 publicações questionavam as eleições brasileiras, sendo que 335.169 foram publicadas no Facebook e somaram pouco mais de 16 milhões de interações on-line. Outros 2.035 posts publicados no YouTube tiveram quase 24 milhões de visualizações.

A pesquisa revela que a disseminação de informações falsas sobre o processo eleitoral brasileiro tem sido uma prática constante desde 2014, com aumento expressivo nos anos em que ocorrem os pleitos, mas mantendo estabilidade os anos não eleitorais.

O tema com maior engajamento tanto no Facebook quanto no YouTube, entre 2014 e 2020, foi o funcionamento e o questionamento sobre possíveis fraudes nas urnas eletrônicas.

A FGV observou ainda o aumento do número de convites compartilhados via WhatsApp para grupos e páginas do Facebook próximo às eleições de 2018 e de 2020. A pesquisa identificou que 97,2% das pouco mais de 11 milhões de mensagens enviadas em 868 grupos públicos foram transmitidas por números de telefones nacionais. Com isso, foi contabilizado um engajamento de 9.263 pessoas no período de janeiro de 2019 a outubro de 2020.

Com os resultados do estudo, o Tribunal Superior Eleitoral busca fortalecer o programa de enfrentamento à desinformação com mais dados para toda sociedade construir ações de maneira mais transparente e ágil. Assim, como buscamos reforçar a necessidade de uma política específica sobre as eleições brasileiras nas plataformas digitais.

Anúncios

Cotidiano

Após quatro dias de ataque hacker, portal da Justiça Federal do Acre volta a funcionar

Publicado

em

O portal do Tribunal Regional Federal da 1a Região (TRF1) que abriga a Justiça Federal do Acre, está informando que nesta segunda-feira, 30 de novembro, foram liberados o Portal da Justiça Federal, o Sistema PJe de Primeiro e Segundo Graus, o Sistema de Processos Administrativos Eletrônicos SEI, a Consulta Processual e o Sistema de Requisições de Pagamentos Judiciais utilizado pelos Tribunais de Justiça em relação à competência delegada, além de outros sistemas de uso interno.

“Ao longo dos próximos dias, outros sistemas e serviços serão restabelecidos, à medida que forem criteriosamente analisados quanto à sua segurança”, informa o TRF1, em nota.

NOTA

Administração do Tribunal Regional Federal da 1ª Região, por meio da Secretaria de Tecnologia da Informação, atualiza a situação referente ao “incidente de segurança da informação ocorrido em 26/11/2020” -invasão de hackers no portal. Partes do serviço estão restabelecidas.

Nos últimos dias, a equipe de resposta a incidentes de segurança do TRF 1ª Região vem trabalhando para revisar as eventuais vulnerabilidades dos serviços e sistemas da JF1 mais estratégicos para permitir a sua liberação com segurança.

Dando sequência à liberação gradual dos sistemas, nesta segunda-feira, 30 de novembro, foram liberados o Portal da Justiça Federal, o Sistema PJe de Primeiro e Segundo Graus, o Sistema de Processos Administrativos Eletrônicos SEI, a Consulta Processual e o Sistema de Requisições de Pagamentos Judiciais utilizado pelos Tribunais de Justiça em relação à competência delegada, além de outros sistemas de uso interno.

Ao longo dos próximos dias, outros sistemas e serviços serão restabelecidos, à medida que forem criteriosamente analisados quanto à sua segurança.

Assessoria de Comunicação Social
Tribunal Regional Federal da 1ª Região

Continuar lendo

Cotidiano

Cresce o número de testes para Covid-19 nas farmácias com resultado positivo

Publicado

em

Um alto número de testes rápidos para o novo coronavírus (Covid-19) foi registrado entre os dias 16 e 22 de novembro nas farmácias do Brasil, segundo uma pesquisa da Associação Brasileira de Redes de Farmácias e Drogarias (Abrafarma). Além disso, foi registrado também o maior percentual de casos confirmados.

Os Estados com maiores registros casos positivos são o Acre com 27,28% de resultados positivos; Amazonas (26,68%) e o Amapá (25,81%). No Sudeste do Brasil, o Rio de Janeiro tem a maior taxa de positivos (21,05%), seguido por Minas com (14,84%), Espírito Santo (14,41%) e por último São Paulo (12,63%).

O estudo mostrou que na semana de 16 a 22 de novembro oram realizados 77.031 testes, contra 62.062 da semana anterior, entre os dias 9 a 15 de novembro e 48.345 exames no período de 2 a 8 de novembro.

O percentual de resultados positivos também foi o maior registrado, desde que as drogarias começaram a fazer os testes, em 28 de abril. Entre 16 e 22 de novembro foram confirmados 12.790 casos (16,6% do total de testes), na semana anterior foram 8.775 (14,14%) e no começo do mês 6.912 (14,3%).

(Abrafarma)

Continuar lendo

Cotidiano

Bocalom abre apuração de votos à frente de Socorro Neri

Publicado

em

Foto: Sérgio Vale/ac24horas

Após o fechamento de todas as urnas eletrônicas em Rio Branco, o candidato a prefeito Tião Bocalom (PP) começa a apuração dos votos à frente de Socorro Neri (PSB), assim como ocorreu no primeiro turno das eleições municipais de 2020.

A mais recente parcial divulgada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) mostra que Bocalom tem 61, 55% da preferência com quase 25% das urnas apuradas, o que significa e 25.228 votos.

Neri começa marcando 38, 45% somando 15.763 votos. Um total de 42. 978 votos foram apurados por enquanto.

Continuar lendo

Cotidiano

Militante de Socorro Neri foge do Gaeco após apreensão de material de campanha

Publicado

em

Um apoiador de campanha da candidata à reeleição pela prefeitura de Rio Branco, Socorro Neri (PSB), fugiu do Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público do Estado do Acre (MPAC) no início da tarde deste domingo (29).

Uma equipe do Gaeco foi acionada até a frente da Escola Henrique Lima, localizada no bairro Calafate, onde estaria ocorrendo a possível distribuidora de material gráfico e realização de boca de urna.

Um vídeo gravado e compartilhado nas redes sociais mostra o momento da ação onde o Gaeco apreende material da candidata Socorro Neri que estava num carro modelo Voyage de cor preta, próximo à parada final de ônibus.

A assessoria de comunicação do Ministério Público informou ao ac24horas que todo o material apreendido foi levado par a sede do órgão, enquanto que o acusado de promover a distribuição fugiu. O material será encaminhado à Polícia Federal.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas