Conecte-se agora

Como abrir mercearia?

Publicado

em

A mercearia tem como principal objetivo vender produtos que atendam as mais diversas necessidades do lar, são encontradas em mercadinhos e em supermercados, sempre com uma diversidade de marcas e produtos para satisfazer o cliente.

Sendo um dos modelos mais antigos de venda de produtos, a mercearia é essencial no dia a dia de todos. Sendo assim, é essencial saber como abrir uma mercearia, especialmente em locais pequenos que atendem bairros, por exemplo.

Pensando nisso, selecionamos o que você precisa saber antes de abrir uma mercearia, como planejar e escolher bebidas e alimentos. Continue lendo e saiba mais!

O que é uma mercearia?

A mercearia é um setor em supermercados, no qual é possível encontrar diferentes produtos para o lar, no entanto, elas também podem ser pequenas vendas em cidades pequenas, que fazem a venda de produtos básicos (como os encontrados em cestas básicas.

É um dos setores mais lucrativos na venda a varejo, por isso, é fundamental que você que está pensando em abrir uma mercearia, saiba exatamente como fazer o planejamento, compra de produtos e a escolha de fornecedores de cerveja e outras bebidas.

Planejamento

O planejamento, especialmente para negócios pequenos é a chave para o sucesso de vendas, o planejamento gera resultados positivos para seu estabelecimento e evita muitas dores de cabeça. Coloque no papel todos os pontos, como o dinheiro que você quer investir, os alimentos, jornada de trabalho e principalmente, quem serão seus clientes.

Além disso, considere:

– Localização do estabelecimento;

– Divulgação da mercearia;

– Exigências legais para abrir uma mercearia;

– Estrutura do local;

– Equipamentos como gôndolas;

– Forma de pagamento.

Ao escolher os produtos que você irá vender em sua mercearia, escolha estabelecimentos que façam a venda de atacado de doces e outros itens essenciais, assim você compra em grande quantidade e com um preço mais acessível.

Produtos escolhidos para uma mercearia

Lembre-se que sua mercearia deve sempre atender as principais necessidades dos clientes, selecionamos os produtos mais procurados:

Alimentos

Os alimentos mais básicos, como os encontrados em cestas básicas são fundamentais:

– Arroz;

– Feijão;

– Macarrão;

– Óleo;

-Azeite;

– Farinhas e farofas;

– Bebidas alcoólicas e não alcoólicas.

Além disso, alimentos congelados, doces e alimentos de padaria também são indispensáveis.

Bebidas

Os itens mais procurados são:

– Água;

– Leite;

– Refrigerantes;

– Sucos;

– Iogurtes;

– Cerveja.

E outras bebidas alcoólicas de sua preferência.

Não é preciso ter todos os produtos que se encontram em um supermercado, contudo, se atente a qualidade dos produtos e escolha as marcas mais tradicionais e conhecidas pelos seus clientes!

Anúncios

Cidades

Internações por Covid-19 reduzem no Hospital de Campanha em Cruzeiro do Sul

Publicado

em

Em Cruzeiro do Sul, nesta segunda-feira, 23, há 10 pacientes com Covid-19 internados no Hospital de Campanha, que recebe pessoas de 8 cidades, incluindo Guajará, no Amazonas. Dois pacientes estão na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e uma morte de um paciente de Feijó foi registrada. Oito pessoas tiveram alta.

Na última sexta-feira, havia 18 pacientes internados e não houve óbitos. As informações são do diretor da unidade hospitalar, médico Marcos Lima. Cruzeiro do Sul está enquadrado na fase laranja pelo Comitê Estadual Acre sem Covid, que estabelece o fechamento de igrejas e academias e restrições ao comércio.

O prefeito de Cruzeiro do Sul, Clodoaldo Rodrigues já garantiu a pastores de igrejas evangélicas e comerciantes que só editará o Decreto de fechamento se receber determinação da justiça. A prefeitura, por meio da secretaria Municipal de Saúde, lançou uma campanha de conscientização na tentativa de redução de casos de coronavírus.

Quarenta pessoas, incluindo policiais militares, estão nas ruas visitando comércios e verificando a oferta de álcool em gel, o uso de máscaras e o respeito ao distanciamento social. A ação prossegue até o dia 30 de novembro.

“Nesse momento precisamos caminhar juntos para diminuirmos o número de casos, então é importante o apoio de todos”, citou a secretária de saúde de Cruzeiro do Sul, Janaína Negreiros. Em todo o Estado, a redução de mortes por Covid-19 é de 38%.

Continuar lendo

Destaque 2

Para 49% dos rio-branquenses, gastos nesta Black Friday serão menores que em 2019

Publicado

em

Para 49% da população rio-branquense, os gastos nesta Black Friday serão menores que os registrados em 2019. A avaliação foi do Sistema Fecomércio-Sesc-Senac/AC, após colaboração espontânea de 65 consumidores entre os últimos dias 9 e 16 de novembro, de forma remota.

O levantamento apontou ainda outra parcela de 37%, que demonstrou disposição para gastos mais elevados; o restante não soube ou não quis opinar.

Diante a expectativa de gastos da população na Black Friday, 20% expressou o desejo em aparelho de televisão; outra parcela maior (38%), manifestou interesse sobre itens diversos de consumo. Enquanto 54% da população empregada não revelou interesse em gastos na Black Friday contando com o 13º salário, para 38%, há essa alternativa, ou seja, de comprometimento antecipado do 13º salário com gastos de consumo.

O estudo também avaliou o controle financeiro doméstico relacionado ao desejo de gastos na Black Friday e, para 78% dos entrevistados, gastos serão limitados às condições de liquidez dos respectivos ganhos correntes. Porém, 14% não demonstraram essa preocupação, discutindo a possibilidade de extrapolação de limites de pagamentos.

Sobre o valor médio dos gastos para compras na próxima Black Friday, 36% da população afirmou planejamento para valores acima de R$ 800; outras 40% estimaram gastos entre R$ 101 e R$ R$800 e; 24%, entre R$50 a R$100.

Segundo Thiago de Paula, gerente de uma rede de lojas de departamentos localizada no shopping da capital, a Black Friday deste ano será particular. “Estamos apostando nos eletrônicos como nosso carro-chefe. Por isso, a empresa está se preparando com estoque, que garante um preço mais acessível a todos”, explicou, reiterando que a expectativa é de mais vendas em 2020.

“Tivemos um aumento de 40% nas vendas em novembro, quando comparado ao mesmo período do ano passado; e, por isso, estamos nos movimentando quanto às formas de venda: utilizaremos serviços de WhatsApp para podermos nos comunicar com aqueles clientes que desejam comprar por delivery ou drive thru; estabelecer a quantidade de até 150 pessoas por vez na loja e a atenção a todas as normas de biossegurança necessárias”, finalizou.

Continuar lendo

Acre 01

MPAC denunciou quase 2 mil membros de facções criminosas em cerca de dois anos

Publicado

em

Através do Grupo de Apoio Especial no Combate ao Crime Organizado GAECO, o Ministério Público do Acre estima que já levou à responsabilização mais de 1,7 mil pessoas identificadas como integrantes de facções criminosas no estado do Acre, entre 2018 e 2020. Na última ação, o MPAC participou nos dias 18 e 19 de novembro, de audiência de instrução na qual pediu a condenação de 45 réus presos na “Operação Calebe”, pelo crime de participação na organização criminosa “Bonde dos 13 (B13)”, a maioria no município de Feijó.

O promotor de Justiça Ildon Maximiniano, representante o MPAC na audiência, pediu a condenação de todos os réus ouvidos. A Operação Calebe foi deflagrada em Julho de 2020, por meio da Delegacia de Polícia Civil de Feijó, trabalho coordenado pelo delegado Valdinei Soares da Costa.

“Na audiência, ficou comprovada a atuação dos réus na Organização Criminosa Bonde dos Treze, No momento resta, ainda, a alegação de dois advogados de defesa, para, então, aguardarmos a sentença do juiz”, explicou o promotor de Justiça Ildon Maximiniano.

Continuar lendo

Cotidiano

Inscrições em editais da Lei Aldir Blanc se encerram nesta segunda-feira (23)

Publicado

em

Foto: Ascom/PMRB

Encerram-se nesta segunda-feira, 23, as inscrições de pessoas físicas e pessoas jurídicas para os editais da lei federal nº 14.017 de 29 de junho de 2020, a Lei Aldir Blanc. Os proponentes têm até as 23h59 de hoje para submeter as propostas e documentos necessários nos endereços de e-mail informados em cada edital, que estão disponíveis no site da Fundação de Cultura Elias Mansour (FEM). Já as inscrições presenciais ficam abertas durante o horário de funcionamento dos endereços indicados também em cada edital específico.

Os chamamentos públicos estão divididos em sete editais, sendo: Arte e Patrimônio, Formação, Audiovisual, Produção e Eventos Consolidados, Cultura Afro-Brasileira, Culturas Tradicionais e Populares e Povos Originários. É imprescindível que as propostas inscritas promovam a valorização das artes, a preservação e o aproveitamento do patrimônio cultural, material e imaterial do Estado do Acre.

Segundo o presidente da FEM, Manoel Pedro de Souza, o Correinha, os editais são o resultado do esforço da equipe de governo que buscou lançar instrumentos públicos que atendam da maneira mais justa possível as necessidades do setor cultural.

“Cada etapa do processo de elaboração desses editais foi realizada com muito cuidado e responsabilidade, visando atender ao que é exigido pela legislação e pelos procedimentos da administração pública, e também ao que foi apresentado como demanda dos segmentos culturais do nosso estado. Nossa expectativa é que esse recurso que está sendo aplicado beneficie o maior número possível de profissionais, fomentando a nossa cultura e fortalecendo a economia criativa”, explica.

A lista provisória de inscrições deferidas e indeferidas estará disponível na quarta-feira, 25, no Diário Oficial do Estado.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas