Conecte-se agora

Tião Bocalom diz que instituto nunca acertou uma no Acre

Publicado

em

Foto: Sérgio Vale/ac24horas

Os números divulgados da pesquisa Ibope, encomendados pela TV Acre, afiliada Rede Amazônica e Rede Globo, na noite desta terça-feira, 10, faltando cinco dias para o dia das eleições 2020 em Rio Branco balançou as estruturas da política partidária nos bastidores.

Mesmo liderando a pesquisa nos cenários estimulados com 28% e votos válidos com 31%, o progressista Tião Bocalom afirmou ao ac24horas que não acredita na pesquisa e enfatizou que o Instituto sempre errou no Acre. “Eu continuo pensando a mesma coisa do Ibope que eu sempre pensei. Ibope nunca acertou nada aqui no Acre, apesar de está me botando na frente, mas eu não tenho dúvida nenhuma que nós temos muito mais que isso. Vocês vão ver na hora que aparecer uma pesquisa mais séria aí, que os números são outros. Mas vamos deixar pra lá. O importante é o que eu tenho dito constantemente. O que eu ouço na rua é Bocalom agora chegou a sua vez, Bocalom vamos ganhar no primeiro turno. Esses números ai do Ibope ainda são pequenos”, disse.

Outro que também discorda dos números é o petista Daniel Zen, que aparece com 6% na simulação estimulada. “O sentimento que colhemos nas ruas, todos os dias, é bastante distinto dos resultados da pesquisa. Mas, não brigo com números. Sigo fazendo nossa campanha pé no chão e confiando na verdadeira pesquisa: a do dia das urnas”, frisou.

O emedebista Roberto Duarte reafirmou que não briga com números e pesquisas. “Agora o sentimento das ruas demonstram um resultado completamente diferente desses números. Seguiremos nossa jornada dia a dia levando nossas propostas para a população”, destacou.

O candidato Jarbas Soster (Avante) afirmou que a pesquisa Ibope não mostra a realidade do eleitor. “Recebemos essa pesquisa, com o mesmo sentimento da anterior, pois estamos nas ruas e vemos que a população quer o novo! Esse é o sentimento da população. Cansados da velha política, algo que já vem sendo feito a mais de 30 anos, o cidadão rio-branquense clama por renovação! Infelizmente, essas pesquisas não estão demonstrando a verdadeira realidade do eleitor. Estamos nos bairros e a opinião pública está bem diferente desse resultado. Contudo, seguimos confiantes de que o segundo já é uma realidade”, disse.

Já a candidata a reeleição, Socorro Neri (PSB) se diz confiante mesmo aparecendo com 22%, empatada com o outro adversário Minoru Kinpara (PSDB). “O que vemos nas ruas de Rio Branco é o reconhecimento por tudo que fizemos nesses dois anos e a confiança de que faremos muito mais. Seguirei fazendo uma campanha limpa, mostrando nosso trabalho e apresentando nossas propostas, confiante de que teremos a oportunidade de continuar cuidando da população de Rio Branco, transformando vidas e fazendo da nossa cidade um lugar cada vez melhor”, destacou.

Até o fechamento desta reportagem, os candidatos Minoru Kinpara (PSDB) e Jamyl Asfury (PSC) não se manifestaram publicamente sobre a pesquisa.

Anúncios

Acre

Acre teve mais de 2,4 mil casos de Covid-19 entre o 1º e o 2º turno

Publicado

em

Apontada como uma das causas para o aumento da infecção pelo novo coronavírus no Acre, as eleições 2020 chegam ao final neste domingo, 29.

As aglomerações, promovidas pelas caminhadas, adesivaços e bandeiraços de seus candidatos e cabos eleitorais durante o primeiro turno do pleito eleitoral, foram bem mais intensas. Como os primeiros sintomas só se manifestam em média 5 dias após a transmissão, o ac24horas fez uma conta.

No período entre os dois turnos da eleição, sem contabilizar ainda os números deste sábado e domingo, o aumento da doença é assustador.

Em 16 de novembro, um dia após a realização do 1º turno, o Acre registrava 33.295 pessoas infectadas. De acordo como boletim divulgado pela Secretaria Estadual de Saúde (Sesacre), nesta sexta-feira, 27, ou seja, 11 dias depois, o número total de casos chega a 2.461.

O crescimento aponta para uma média diária de novos casos neste período de 223,72 pessoas infectadas por dia. Um crescimento de mais de 185%, já que outubro fechou com média de 78,3 pessoas infectadas por dia.

Apesar do aumento de casos, o aumento nas mortes pela pandemia foi bem menor. Nos últimos 11 dias, de acordo com as informações oficiais da Sesacre, 14 pessoas morreram vítima da Covid-19. O número representa um índice de 1,27 mortes diárias.

Continuar lendo

Acre

“Nos tratam como criminoso”, diz despachante sobre o Detran

Publicado

em

Os despachantes e donos de autoescola estão revoltados com a exigência do Departamento Estadual de Trânsito do Acre (Detran/AC) que passou a cobrar uma procuração reconhecida em cartório para que as empresas representem seus clientes. Desde o ano 2009, que uma portaria da própria autarquia dispensava o reconhecimento de firma.

A mudança provocou a bronca dos empresários. “Eu costumo dizer que somos um funcionário do Detran sem ônus para o órgão. O cliente nos procura, eu monto todo o processo, gasto o meu papel, a minha impressora, o meu funcionário e o Detran só confere se tá tudo certo. Os despachantes ajudam a desafogar o órgão. Ocorre que nessa atual gestão, nós, despachantes, parece que estamos sendo vistos como criminosos”, afirma um dos mais tradicionais empresários do ramo que, por meto de retaliação, prefere não ter o nome identificado, mas que diz falar em nome da categoria.

De acordo com o empresário, o Detran está indo contra a lei de desburocratização, levando prejuízo à todos. “Essa exigência está indo na contramão de uma lei federal que busca desburocratizar o serviço público. A nossa procuração é algo simples, apenas para buscar e retirar documento. Além disso, mandar esses clientes irem todos ao cartório é provocar aglomeração. Em mais de 30 anos de serviço, isso nunca foi exigido pelo Detran, apenas nesta atual gestão”, afirma o empresário.

O ac24horas procurou o Detran. Por meio de sua assessoria, que todas as decisões do Conselho Diretor sobre a atuação dos despachantes estão amparadas juridicamente.

Também de acordo com a assessoria, a atual gestão do Detran tem outro entendimento baseado na lei e que resolver os entraves burocráticos dos clientes é uma das atribuições dos despachantes.

Continuar lendo

Acre

Rosana inicia processo de transição na prefeitura de Senador Guiomard

Publicado

em

A prefeita eleita de Senador Guiomard, Rosana Gomes, iniciou nesta semana o processo protocolar para a transição de cargos e assumir de fato a prefeitura da cidade no dia 1º de janeiro. Esta foi a primeira vez que a candidata eleita esteve na prefeitura após o período de eleição no município.

No encontro com o atual prefeito, André Maia, Rosana fez questão de deixar claro sua intenção em controlar os gastos públicos. “Pensando sempre no melhor para a população Guiomaense”, afirma.

Gomes garante não abrir mão de honrar todos os compromissos assumidos durante a campanha. “É uma questão de honra”, disse. Ainda sobre esse assunto, Rosana Gomes deixou claro que, primeiramente, irá pensar políticas públicas aos mais pobres.

A candidata eleita também destacou um desejo: esquecer todas as críticas recebidas durante a campanha e pensar no futuro. “Fique despreocupado” disse ela a André Maia.

Continuar lendo

Acre

TJAC é premiado com Selo Ouro por desempenho aos serviços prestados

Publicado

em

Prêmio CNJ de Qualidade reconhece os tribunais que se destacaram no último ano. Presidente do TJAC agradeceu a todos os servidores pela conquista

O Tribunal de Justiça do Acre (TJAC) conquistou um feito inédito, pois em meio a pandemia aumentou a qualidade do serviço e conquistou Selo Ouro no prêmio ‘CNJ de Qualidade 2020’, do Conselho Nacional de Justiça. O anúncio foi feito, nesta sexta-feira, 27, durante o XIV Encontro Nacional do Poder Judiciário, que ocorre de forma virtual, com a presença da administração judiciária.

O Prêmio CNJ de Qualidade reconhece os tribunais que se destacaram no último ano, pela gestão estratégica, governança, produtividade, transparência, gestão de dados e tecnologia, resultando na melhoria da qualidade da prestação jurisdicional.

“Esse prêmio é fruto do desempenho de todos aqueles que fazem o Poder Judiciário, destacando-se, neste particular, os componentes da administração, os desembargadores Laudivon Nogueira, Júnior Alberto e Roberto Barros”, disse o presidente do Tribunal de Justiça do Acre, desembargador Francisco Djalma.

O presidente também citou a colaboração sempre eficiente dos demais membros da corte, as desembargadoras Eva Evangelista, Denise Bonfim, Waldirene Cordeiro, Regina Ferrari, e os desembargadores Samuel Evangelista, Pedro Ranzi, Élcio Mendes e Luiz Camolez, além do desempenho dos juízes-auxiliares Andrea Brito, Leandro Gross e Lois Arruda que, para ele, foi fundamental para o alcance desse prêmio.

“Agradeço imensamente aos nossos servidores, sem os quais não  teríamos chegado ao Prêmio Ouro. São a alma da instituição. Parabéns  a todos nós e que no próximo ano estejamos num patamar bem melhor”, finalizou.

O Prêmio CNJ de Qualidade para o ano de 2020, de acordo com a Portaria CNJ nº 88 de 8 de junho de 2020, apresentou avanços em relação ao ano anterior, tendo sido implementadas mudanças nos critérios de pontuação e avaliação a pedido dos tribunais. Também foi considerada a situação emergencial do país e, consequentemente, do Poder Judiciário, com o enfrentamento à pandemia da COVID-19.

Todos os 91 tribunais brasileiros participaram do Prêmio CNJ de Qualidade, incluindo os tribunais superiores. A premiação foi criada em 2019, em substituição ao antigo Selo Justiça em Números, implementado desde 2013.

O encontro também teve na pauta as metas nacionais e específicas que deverão pautar a atuação da Justiça em 2021.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas