Conecte-se agora

Evandro Cordeiro quer reabrir o Restaurante Popular como vereador de Rio Branco

Publicado

em

Hoje teólogo e psicopedagogo, o jornalista de longa data Evandro Cordeiro se apresenta agora como candidato a vereador em Rio Branco pelo PP. Cordeiro coleciona prêmios jornalísticos, como o Chalub Leite e a Bola de Ouro, que ganhou duas vezes.

Uma de suas bandeiras como postulante ao cargo de vereador é auxiliar aos moradores menos favorecidos social e economicamente. “O Restaurante Popular, na Baixada da Sobral, está fechado. Reabri-lo é uma bandeira minha e luto por isso”, afirma.

O candidato garante ser acostumado ao batente desde menino e também pretende reduzir as férias dos vereadores caso eleito, “além de atuar para retomar as sessões da Câmara de Vereadores de Rio Branco ao período da manhã para que a imprensa tenha melhor condição de horário na cobertura dos trabalhos legislativos”, destaca.

Filho do gráfico  Osmar Cordeiro, com  quem conheceu o universo da imprensa e da funcionária pública Maria de Lourdes, Evandro se orgulha em dizer onde nasceu no “Ramal Piçarreira”, onde desde cedo sonhava ser radialista, uma conquista que  chegou  em 1987.

“Antes, porém, fui dobrador de camisetas do Primo Líbio, um dos maiores pintores de farda escolar da época, depois encadernador de jornal, nas oficinas do jornal O Rio Branco”, relata Evandro Cordeiro, que uma década depois prestou concurso no antigo banco Bamerindus e ficou dois anos trabalhando como bancário.

 

 

 

Anúncios

Cotidiano

Mecânico, empregada doméstica e contador: veja as 35 vagas do SINE desta segunda

Publicado

em

Nesta segunda-feira (23) o Sistema Nacional de Emprego do Acre (Sine) está disponibilizando 35 vagas de emprego em diversas áreas para a capital Rio Branco. Os candidatos podem verificar se a vaga ainda está disponível através do telefone 0800 647 8182 ou 68 3224-5094.

Para se candidatar a uma das vagas, é necessário estar com o cadastro no Sine atualizado. Lembrando que, os interessados devem entrar no portal Emprega Brasil, do Ministério do Trabalho, através do link https://empregabrasil.mte.gov.br/ e clicar em cadastrar. Lá você cria sua conta e consegue acessar todos os serviços digitais do governo, inclusive o Sine.

Continuar lendo

Cotidiano

Programa Casa Verde Amarela vai ter mais recursos do FGTS até o fim do ano

Publicado

em

O programa habitacional do Governo Federal, Casa Verde e Amarela, contará com mais recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) até o final deste ano. O Conselho Curador do FGTS aprovou um aporte de R$ 5,5 bilhões para ações no setor, desempenhadas pelo Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR). Ao todo, o montante disponibilizado para as políticas públicas de habitação chegará a R$ 62 bilhões em 2020, de um total de R$ 68,9 bilhões.

O novo programa de habitação vai substituir o Minha Casa Minha Vida, herança do governo Lula (PT), com juros mínimos de 4,25% ao ano e condições diferenciadas para o Norte e Nordeste, além da possibilidade de renegociação de dívidas com os programas para os beneficiários de mais baixa renda.

Segundo o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, os recursos do FGTS são essenciais para que o governo dê continuidade às políticas públicas de habitação, impulsionando e dando mais fôlego ao programa.

A promessa de execução é construir mais unidades habitacionais com menos dinheiro. “Nós demos um impacto maior na diminuição da prestação no Nordeste para que o maior número de famílias tenham acesso naquela região, onde a demanda reprimida é muito maior em função da dificuldade financeira das famílias”, explicou o ministro.

O Conselho Curador do FGTS aprovou também a proposta orçamentária para a utilização do Fundo em políticas públicas federais para 2021 e o Plano Plurianual de 2022 a 2024. No ano que vem, esse valor também será de R$ 68,9 bilhões. A previsão é que o setor habitacional tenha acesso a R$ 56,5 bilhões; o de saneamento, R$ 4 bilhões; o de infraestrutura urbana, R$ 5 bilhões; e outros R$ 3,447 bilhões para o FGTS-Saúde.

O novo programa passa a dividir o público alvo em três grupos e, além de financiamento de imóveis, prevê ações voltadas à regularização fundiária, reforma de imóveis e retomada de obras.

O programa habitacional foi criado pela Medida Provisória (MP) 996/2020. O texto, que já entrou em vigor, ainda precisa ser votado pela Câmara e pelo Senado para ser transformado definitivamente em lei.

Continuar lendo

Cotidiano

Aplicativo da ANA vai facilitar declaração da água utilizada pelos consumidores

Publicado

em

Com o objetivo de simplificar a vida dos usuários de recursos hídricos na hora de declarar o volume de água que utilizam, a Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA) está lançando o aplicativo gratuito Declara Água. A ferramenta, que está disponível para os sistemas Android e iOS, também é um canal de comunicação entre consumidores de recursos hídricos com a agência ou com o órgão gestor estadual.

De acordo com a ANA, o aplicativo vai permitir que o usuário registre seu consumo de água por meio de celular ou tablet. A ferramenta deve facilitar o autogerenciamento do uso dos recursos hídricos, para não exceder os limites previstos nos normativos legais. Já os órgãos gestores estaduais vão ter na plataforma um volume grande de dados, graças à maior participação dos usuários. Isso deve facilitar a gestão e fiscalização do uso da água, o que pode até resultar no aumento da disponibilidade hídrica de uma região.

O usuário pode acessar seu consumo cadastrado no sistema do CNARH ou seu registro no Cadastro do Governo Federal (gov.br). Para mais informações, acesse: gov.br/ana

Continuar lendo

Cotidiano

Funasa publica convênio com o Acre para tratamento de água em comunidades

Publicado

em

A Fundação Nacional de Saúde (Funasa) publicou extrato de convênio com o Governo do Acre para implantação de projetos de tratamento de água em comunidades especiais usando o sistema conhecido como Salta-z. O acordo deve ser implementado através da Secretaria de Produção e Agronegócio.

A tecnologia Salta-z é uma solução alternativa coletiva simplificada de tratamento de água para consumo humano, e que, está em conformidade com a definição preconizada em portaria federal.

A Salta-z utiliza processo convencional para tratar a água, por meio de uma estrutura física simplificada, e fazendo uso de filtro e dosadores de características artesanais. Adicionalmente, é de fácil aplicação, instalação e apropriação pelo município e comunidades, com potencial transformador social e ambiental.

Há eficácia na produção de água potável e, portanto, com resultados compatíveis com as exigências do Ministério da Saúde. As partes básicas que compõem a Salta-z são adutora para recalque da água bruta por meio de bombeamento ao reservatório; dosador para coagulante; dosador para cloro; filtro; efluente filtrado; Dreno de sedimentos; caixa com leito filtrante para retenção do sedimento.

 

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas