Conecte-se agora

Quem for diagnosticado com Covid-19 a partir de 1º de novembro não poderá votar

Publicado

em

Quem for infectado pelo novo coronavírus a partir de agora não poderá votar nas eleições municipais de 2020. A determinação faz parte do Plano de Segurança Sanitária do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que traz a mesma orientação aos mesários. De acordo com o documento, quem contrair a doença 14 dias antes do pleito, que começou a contar nesse domingo (1º), não pode comparecer às urnas. O primeiro turno está marcado para o dia 15 de novembro.

Segundo o Tribunal, a medida se faz necessária para impedir a propagação do vírus. Por isso, quem tiver sido diagnosticado com a doença a partir do dia 1º de novembro ou tiver febre no dia da votação não deve comparecer à zona eleitoral ou trabalhar como mesário.

No dia da eleição, será obrigatório o uso de máscara pelo eleitor. A medida também vale para mesários, que, além das máscaras, utilizarão face shields. O TSE avisa que haverá álcool em gel para higienização das mãos nas seções eleitorais e álcool líquido para higienização de superfícies e objetos, com exceção da urna eletrônica, que só pode ser higienizada por técnicos especializados.

O eleitor ou mesário que tenha sido diagnosticado com a covid-19 a partir de 1º de novembro poderá justificar a ausência em até 60 dias após a realização das eleições, ou seja, até 14 de janeiro de 2021. Caso a ausência não seja justificada, a pessoa estará sujeita a multa.

Anúncios

Cotidiano

Marcio Bittar comenta morte de homem no Carrefour e diz que caso não teve racismo

Publicado

em

O senador Márcio Bittar (MDB) publicou um vídeo em suas redes sociais neste domingo, 22, comentando o caso da morte de João Alberto Silveira Freitas, de 40 anos, que foi agredido por um segurança do estabelecimento e por um policial militar temporário na última quinta-feira. Bittar concorda que a morte da vítima de fato é chocante, mas que a mídia e a imprensa no geral está dando outra conotação ao caso que, para ele, não deve ser derivado do racismo.

“Dar a conotação como grande parte da mídia quer dar como se já tivesse decidido que ele foi morto por ser negro é mais uma ferramenta daqueles que querem colocar uns contra os outros permanentemente”, falou.

O senador pede calma à sociedade em relação ao caso. “A própria delegada que está apurando o caso já deu indícios de que ali não foi um crime de racismo. Podia ser um branco, podia ser uma mulher, um jovem ou um idoso”, salienta.

Mesmo assim, Bittar considera que a morte é lamentável. “É um pai de família que deixa esposa e filhos ainda muito jovens, mas vamos com calma, esse tipo de movimento mais divide o país do que unifica”.

Continuar lendo

Cotidiano

Pastor da Assembleia de Deus em Rio Branco morre vítima de complicações da Covid-19

Publicado

em

A Diretoria-geral da Igreja Assembleia de Deus em Rio Branco confirmou a morte do pastor Francisco de Oliveira Cruz. Francisco foi acometido pela Covid-19 e estava há quase um mês internado lutando pela vida. Em nota de pesar, a igreja afirma que o pastor faleceu às10h40 deste domingo (22).

De acordo com a família, o pastor sofreu um Acidente Vascular Cerebral (AVC) hemorrágico resultante de complicações da infecção do novo coronavírus.O pastor deixa a esposa, a missionária Rochelle e dois filhos, Samuel e Sara.

A Igreja destaca que nos últimos 10 anos, o pastor integrou a diretoria-geral, na posição de 2º secretário. Ele também colaborou ativamente no desenvolvimento de importantes projetos apoiados pela igreja, como por exemplo, na Comunidade Terapêutica Ebenézer e como representante em conselhos estaduais e municipais nas diversas frentes de garantia e defesa dos direitos humanos.

“O valoroso obreiro serviu fielmente à Igreja do Senhor Jesus Cristo no estado do Acre durante vários anos, sendo um exemplo de homem de Deus e líder espiritual que impactou a vida de inúmeras pessoas com a mensagem do Evangelho”, escreveu a Igreja em nota.

Na Assembleia de Deus em Rio Branco, o pastor exerceu elevadas funções de liderança, entre as quais: coordenador-geral dos Departamentos de Evangelismo, Integração e Discipulado (DEID’ADERB), dos Senhores e dos Diáconos; coordenador do Núcleo da Escola de Educação Teológica das Assembleias de Deus (EETAD); Pastor de Regional e de Filial.

“Sua integridade, firmeza na palavra, dedicação à família e ao Reino de Deus, alegria de servir ao próximo, e as demais virtudes produzidas pelo Espírito na vida desse abnegado servo do Senhor servem de inspiração a todos os que desejam desfrutar de uma vida cristã com propósito”, solidarizou-se a Igreja.

Continuar lendo

Cotidiano

Governo padroniza máquinas com pintura azul para evitar furto e facilitar fiscalização

Publicado

em

Há cerca de uma semana o governo do Acre anunciou a aquisição de 110 máquinas pesadas para fomentar a abertura de ramais nos 22 municípios. Neste domingo, 22, Gladson Cameli reforçou que o estado está padronizado a pintura das máquinas com a cor azul e o brasão do governo.

Segundo Cameli, a ideia de padronização permite ao cidadão “maior participação na fiscalização das ações do governo. Além disso, vamos fortalecer a presença do Estado na comunidade, teremos mais transparência nas ações governamentais e evitaremos furtos de peças e equipamentos” comentou.

O governador afirma que em 2021 haverá muitas obras de infraestrutura no Acre. “As novas máquinas pesadas que estão chegando serão nossas grandes aliadas, principalmente na abertura e recuperação de ramais. Isso representa mais desenvolvimento para o nosso estado”.

As máquinas foram dquiridas com recursos da Superintendência de Desenvolvimento da Amazônia (Sudam) para o governo do Estado do Acre e Gladson garante já estar gerando emprego e aquecendo a economia no setor de pintura e funilaria local.

“Antes de colocar os veículos em uso, para evitar descaminho ou furto, estamos padronizando todos eles com pintura e brasão do governo. As máquinas que já são usadas pelo Deracre também passarão pela mesma padronização”, informou Cameli.

Continuar lendo

Cotidiano

Socorro Neri alfineta Bocalom: “Não podemos escolher um candidato por pena”

Publicado

em

No Ramal da Piçarreira, região do Polo Benfica, a prefeita Socorro Neri (PSB), candidata à reeleição, foi recebida na noite deste sábado, 21, por moradores e produtores rurais. A agenda foi organizada pelo vereador eleito, Francisco Piaba, que também aproveitou o encontro para reforçar seu apoio e dizer o quanto o trabalho desenvolvido pela Prefeitura de Rio Branco nos últimos dois anos foi importante para a comunidade. “Ela é uma pessoa que tem se dedicado e dado sua vida por nós. Pra onde você olha tem algum trabalho da Socorro Neri, e quando ela faz algum trabalho não é qualquer coisa, não, é bem feito”.

Piaba destacou as obras realizadas pela gestão da prefeita no Ramal da Piçarreira com serviços de terraplanagem, implantação de base para pavimento com brita, regularização, imprimação, tratamento superficial duplo e aplicação de capa asfáltica com 2,2 quilômetros de extensão entre o Porto do Benfica e o Ramal do Rodo.

“Essa obra deu uma diminuída de quase 15 quilômetros para chegar ao Ceasa [Central de Abastecimento de Rio Branco]. Os ribeirinhos e todo o povo aqui do Benfica te agradecemos demais, prefeita, muito obrigado”, disse.

O deputado federal Alan Rick, autor de emendas que ajudaram na execução da obra, também esteve presente na reunião, relatou a competência da administração da prefeita Socorro Neri que em tão pouco tem conseguiu chegar a locais que não recebiam investimentos públicos há mais de 30 anos. Ele também comentou sobre as inúmeras mentiras que tem sido divulgadas pela campanha e apoiadores do adversário da prefeita Socorro Neri neste segundo turno.

“Nós estamos vivendo um período em que é muito fácil espalhar mentiras, essa semana mesmo espalharam a mentira que o governador e nós do Democratas estaríamos abandonando a prefeita Socorro Neri. Mentirosos! Nós vamos até o fim, minha prefeita, nós estamos juntos, não tem conversa”, afirmou o deputado.

“Eu quero agradecer, porque vocês, juntos com o Piaba e o nosso deputado Alan Rick são os responsáveis por estarmos aqui no segundo turno. Esse é o momento para esclarecermos os nossos vizinhos, amigos, parentes e todos os moradores de Rio Branco que não estiveram conosco no primeiro turno, que nós temos agora no dia 29 uma decisão muito séria a ser tomada. Não podemos escolher um candidato por pena, porque o sujeito é candidato a cada dois anos, nos últimos 20 anos. Em todo esse tempo eu me preparei, estudei, fiz mestrado, doutorado e trabalhei muito, ao contrário do meu oponente que parou no tempo. Nós não podemos achar que administrar um município do interior, que corresponde a um único bairro da nossa capital é a mesma coisa. Me deem essa oportunidade de continuarmos,  avançarmos e melhorarmos ainda mais. O jogo está zerado e só termina no domingo dia 29”, disse a candidata socialista, alfinetando o seu adversário, Tião Bocalom

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas