Conecte-se agora

Tom Veiga, intérprete de Louro José, morreu vítima de um AVC

Publicado

em

Foto: Fabrício Mota/Globo

O ator e humorista Tom Veiga, intérprete do Louro José, morreu em decorrência de um Acidente Vascular Cerebral (AVC) hemorrágico, provocado por um aneurisma. É o que aponta o laudo do Instituto Médico-Legal ao qual a Globo teve acesso na manhã desta segunda-feira (2).

O AVC hemorrágico acontece quando um vaso sanguíneo – veia ou artéria – se rompe dentro do cérebro, extravasando sangue.

O exame de necropsia revelou que ele já estava acometido por um aneurisma cerebral, que é um tipo de inchaço de vaso sanguíneo cujo rompimento costuma ser fatal. Geralmente, um aneurisma não provoca nenhum tipo de sintoma, o que dificulta diagnóstico precoce e tratamento eficaz.

Tom Veiga foi encontrado morto neste domingo (1) dentro do seu apartamento, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio. Ele tinha 47 anos e deixou quatro filhos.

A causa da morte de Veiga foi divulgada durante o programa Mais Você. A apresentadora Ana Maria Braga fez questão de apresentar o programa ao vivo nesta segunda-feira para homenagear o companheiro de bancada.

“Por mais que minha produção e a direção da casa estivesse preocupada comigo hoje, aqui, eu não poderia deixar de estar aqui, moída por dentro, e deixar todos os que amam o Louro sem essa última homenagem”, disse Ana Maria na abertura do programa.
Ana enfatizou o quanto a morte de Veiga a deixou abalada, tamanha a perda que representa para ela.

“Eu fiquei pensando como eu ia conseguir chegar aqui e falar bom dia para vocês, porque dói muito. Assim como uma mãe perde um filho, um companheiro, porque filho da gente é um companheiro que você viu nascer e ele era isso”, disse.

25 anos de Louro José

Veiga trabalhou no “Mais Você” desde a estreia do programa, em 1999. Responsável pela voz e pela manipulação do Louro José desde que o personagem foi criado, em 1996, ficou conhecido pelas tiradas de humor.

“O Louro José é encrenqueiro, rabugento, chavequeiro, galanteador, mas é muito divertido, inteligente. Às vezes, quando eu revejo um programa, eu me pego dando risada. Eu dou risada com o Louro. O legal na personalidade dele é que cresceu, mas continua uma grande criança”, disse Veiga em depoimento ao site Memória Globo.

Anúncios

Destaque 6

Acre recebe mais de R$ 35 milhões para investimentos em Segurança

Publicado

em

O Ministério da Justiça e Segurança Pública inicia nesta segunda-feira (30) o processo de repasse de R$ 755 milhões do Fundo Nacional de Segurança Pública (FNSP) aos estados e Distrito Federal para investimentos na área. Acre receberá R$ 35.037.187,00 .

Em junho, R$ 502 milhões foram transferidos aos entes federados. Com isso, chega-se ao montante de R$ 1,2 bilhões transferido via FNSP em 2020, o maior valor da história já repassado pelo Ministério às forças de segurança pública locais.

Os recursos contribuirão para aquisição de equipamentos modernos, novas tecnologias, viaturas mais seguras, capacitação profissional, entre outros. Para 2021, o Ministério pretende trabalhar em conjunto com os secretários de Segurança Pública na atualização dos eixos de financiamento e critérios de rateio dos recursos do Fundo Nacional de Segurança Pública.

Com informações da assessoria do Ministério da Justiça e Segurança Pública

Continuar lendo

Destaque 6

Gladson pede aprendizado de convivência com a Covid-19

Publicado

em

O governador Gladson Cameli aproveitou a entrevista coletiva do Pacto Acre Sem Covid nesta sexta-feira (27) para mandar um recado aos integrantes do comitê que coordena as ações contra o novo coronavírus no Acre.

Segundo a assessoria do governo, Gladson pediu que toda a população aprenda, neste momento, a conviver com o vírus, sem abrir mão das medidas sanitárias de proteção, como o uso de máscaras, limpeza das mãos e distanciamento social.

Durante este momento do avanço da pandemia em todo o mundo, o governo do Acre, com o apoio do governo federal, realizou um investimento que considera “histórico” na área de saúde pública, com a criação de 90 leitos de UTI e 352 leitos clínicos destinados ao combate da Covid-19, junto a dois hospitais de campanha, além da oferta atual de ampla testagem.

“Entretanto, mesmo com tamanho avanço em tão curto tempo, os cuidados pessoais e coletivos seguem necessários para que o sistema não corra risco de no futuro entrar em colapso”, diz o governo ao avalizar a mudança de fase de amarela para verde no risco da Covid-19 no Acre.

Continuar lendo

Destaque 6

Canal acreano sobre motos levanta questionamento sobre velocidade excessiva no trânsito

Publicado

em

Quem não é apaixonado pelo ronco de uma moto potente? As motocicletas são e sempre foram um desejo do brasileiro, principalmente, os mais jovens.

No Acre não é diferente. Um canal nas redes sociais, inclusive, tem chamado a atenção. Mundo France tem mais de 15 mil seguidores no Instagram e mais de 5 mil inscritos no Youtube.

O apaixonado por motos que é o responsável pelo canal se identifica como Ricardo France. Bem articulado e mostrando muito conhecimento sobre motocicletas, o internauta fala sobre os lançamentos, performances, novidades e tudo que gira em torno do mundo dos apaixonados pelas máquinas de duas rodas.

Ocorre que muita gente também critica o canal por um suposto incentivo à alta velocidade, o que é contra a lei e pode provocar acidentes fatais e incentivar principalmente jovens a pilotar de forma irresponsável no trânsito.

Um leitor, que prefere não se identificar enviou vídeos pedindo providências. “Esse motociclista pratica direção perigosa e ainda posta o conteúdo na internet. Isso influencia que outros jovens façam o mesmo e nossa juventude cada vez mais morra no trânsito”, afirma.

O ac24horas viu vários vídeos no canal e apesar da maioria falar sobre lançamento de novas motos, existem vários onde o excesso de velocidade está presente. Em alguns, o motociclista publica vídeos onde trafega em via pública a mais de 200 quilômetros por hora.

Em um deles, Ricardo mesmo aconselha. ”Galera, não façam esse tipo de pilotagem. Eu faço porque eu quero, sei dos riscos. Se acontecer alguma merda, fudeu. A moto tem seguro, mas eu não. Meu seguro é o todo poderoso, criador dos céus e da terra. Por isso, eu não recomendo vocês fazerem isso”.

A reportagem tentou conversar com Ricardo, mas não obteve sucesso.

video

Continuar lendo

Destaque 6

Saúde e emprego são as prioridades do brasileiro para 2021

Publicado

em

Foto: Mauro Pimentel 

Uma pesquisa da Associação Nacional das Instituições de Crédito, Financiamento e Investimento (Acrefi) em parceria com a empresa Kantar leva a crer que o impasse na vida dos brasileiros entre a economia, paralisada em decorrência da pandemia do novo coronavírus, e saúde, ainda devam se estender para 2021. Ao menos é o que indica a pesquisa “Perspectivas 2020: Expectativa dos Brasileiros com o Cenário Político & Social” é que essas temáticas são vistas como maiores prioridades a serem atendidas pelo Governo Federal.

De acordo com o levantamento, pelo menos 66% dos entrevistados acreditam que o desemprego aumentará em 2021, principalmente devido à pandemia da Covid-19. E por falar nela, 28% indicaram saúde como foco do próximo ano. Segundo o doutorando em economia pela Universidade de Brasília (UnB), Helder Lara Ferreira Filho, apenas com a implementação da vacina ou com a prorrogação do Auxílio Emergencial, será possível traçar um futuro positivo para os dois temas.

“A taxa de desemprego subiu um pouco, mas ela não foi tão grande graças ao Auxílio Emergencial. Na perspectiva do emprego, no primeiro semestre, vai depender muito da questão da prorrogação ou não do benefício. Se ele não for adiado, provavelmente a taxa de desemprego vai estar elevada logo no início do ano. Ao longo de 2021 pode cair, mas depende do nível de aceleração do crescimento econômico, ou se a pandemia for controlada”.

Segundo os dados da pesquisa, 48% da população recebeu algum auxílio durante a pandemia. O encerramento do benefício, na opinião do consultor da área de Estudos Técnicos do Conselho Nacional de Municípios (CNM), Eduardo Stranz, preocupa os próximos gestores municipais.

“O Auxílio Emergencial dado às pessoas fez com que houvesse um dinamismo na economia e com o encerramento disso temos quase certeza que haverá, sobretudo nas cidades, uma grande preocupação dos próximos gestores sobre emprego e renda. Acreditamos que essa será a prioridade de todo e qualquer prefeito ou prefeita eleita”, aponta

A pesquisa indica ainda que para mais da metade dos entrevistados (51%) a situação do País é ruim ou péssima e o número de atentos e preocupados ficou em 59%, o que indica que a minoria está tranquila com relação à sua fonte de renda.

Fonte da pesquisa: Perspectivas 2020: Expectativas do brasileiro com o cenário político e social

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas