Conecte-se agora

Acre já tem quase 30 mil pessoas curadas da Covid-19, diz Saúde

Publicado

em

A saúde pública do Acre divulga que os números oficiais apontam que 30.796 pessoas contraíram a Covid-19 desde o início da pandemia no estado. A quantidade de contaminados, se levarmos a projeção do IBGE de uma estimativa populacional de 894 ml pessoas em 2020, comprova que 3,44% de toda a população do estado já foi infectada pelo novo coronavírus.

Apesar do número extremamente alto, a boa notícia é que o registro de pessoas curadas também é expressivo. Do total geral de contaminados, 28.185 pessoas receberam alta médica e foram curadas da doença, o que significa que 91,52% de quem contraiu a doença está livre do vírus.

Já em relação as mortes, que até hoje são 693 vítimas fatais da pandemia, os cálculos mostram que 2,25% de quem é infectado acaba indo à óbito no Acre. A maior incidência é em Rio Branco com 11.620 casos com 466 mortes, seguido de Cruzeiro do Sul com 3.654 casos com 63 óbitos.

Neste sábado, 31, onde houve o registro de 38 novos casos, sem novos óbitos, a Secretaria Estadual de Saúde não divulgou o boletim de assistência que informa a taxa de ocupação de leitos clínicos e de UTI em todas as regionais do Acre.

Anúncios

Acre

Poeta e fotógrafo acreano, Victor Oliveira morre em São Paulo

Publicado

em

Faleceu na tarde desta terça-feira, 24, aos 21 anos, o poeta e fotógrafo acreano Victor Silveira Nepomuceno, em São Paulo. Ele lutava contra um câncer e estava internado em leito de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), no Hospital de São Paulo.

Nas redes sociais, a mãe Giselda Silveira, informou que o seu filho sofreu duas paradas cardíacas no período da tarde e acabou não resistindo.

Há pouco tempo, Victor foi diagnosticado com uma grande quantidade de massa no coração e passaria por exame para verificar se o problema era trombose ou consequência do câncer. Ele já havia amputado um braço para evitar complicações da doença no restante do corpo.

Continuar lendo

Acre

Jurilande sofreu ataque isquêmico transitório, mas deve se recuperar

Publicado

em

O empresário Jurilande Aragão, presidente da Junta Comercial do Acre (Juceac), está internado no Pronto Atendimento da Unimed após sofrer um ataque isquêmico transitório (AIT), que consiste numa alteração da função cerebral que, normalmente, dura menos de uma hora e é causada por um bloqueio temporário do fornecimento de sangue ao cérebro.

O ac24horas apurou junto aos médicos que a causa e os sintomas de um AIT são os mesmos que os de um acidente vascular cerebral isquêmico. Mesmo com o susto, Aragão já está bem e se recupera prontamente, porém os médicos ficarão o observando pelos próximos dias.

Jurilande foi internado na madrugada desta terça-feira, 24, após sofrer passar mal em sua residência, no Bosque. De acordo com informações, ele estava sozinho no momento em que teria perdido a consciência. Ao despertar, Jurilande tinha dificuldades para se comunicar e caminhar.

Mesmo nessa situação, o empresário conseguiu ligar para um dos contatos da agenda telefônica, que o socorreu e levou ao hospital.

Os sintomas do ataque que Aragão teve incluem fraqueza em um lado do corpo, problemas de visão e fala arrastada. Eles são transitórios e costumam desaparecer em 24 horas.

O tratamento inclui medicação, cirurgia e mudanças para ter um estilo de vida saudável.

Continuar lendo

Acre

Socorro Neri diz que falta estudo e preparo a Tião Bocalom

Publicado

em

Foto: Sérgio Vale/ac24horas

A atual prefeita e candidata à reeleição do PSB, Socorro Neri, em programa eleitoral desta terça-feira, 24, disparou críticas ao seu adversário do 2º turno, Tião Bocalom (Progressistas).

No vídeo gravado, Neri contou sua trajetória de vida e destacou que através do estudo e trabalho conseguiu conquistar o seu lugar na sociedade.

“Eu trabalho desde os 14 anos pra ajudar a minha família a sobreviver. Fui uma trabalhadora estudante, me formei, fiz mestrado, doutorado e conquistei meu lugar na universidade. Sou mãe e sou avó”, contou Neri.

Em outro trecho, Neri fala da implantação da iluminação de LED e defende o projeto do qual sofre muitas críticas de seus adversários, que lhe chamam de “Socorro LED”.

“A iluminação chegou, e chegou de qualidade! De uma forma que vai reduzir o custo, e esse custo depois, vai aparecer na taxa de iluminação dos moradores daquela rua. Foi resolvido agora! Foi feito muito, e foi feito, sabe como? Economizando!”, destacou Neri.

No último trecho, Neri dispara críticas contra a falta de preparo de Tião Bocalom e que se ancora em um gestão de 20 anos atrás, enquanto ela se atualizou sobre os principais debates no país.

“Eu estou atualizando sobre o que está se discutindo, sobre as políticas públicas, sobre a reforma tributária, administrativa e sobre transporte coletivo. E o outro candidato? O que ele fez? Ele não se atualizou e nem estudou. Ele se ancora nessa gestão de 20 anos atrás. Enquanto muitos dizem que vão vencer, eu fiz! Demonstrei em pouco tempo e, em meio a tantas dificuldades, que cuidando bem do seu dinheiro é possível fazer mais e melhor em todas as áreas. Peço o seu voto para continuar fazendo Rio Branco avançar! Juntos somos mais fortes! Vote 40”, defendeu Neri.

Continuar lendo

Acre

Jenilson pede manutenção do auxílio a servidores da saúde e segurança

Publicado

em

O deputado estadual Jenilson Leite ( PSB) pediu ao governador Gladson Cameli que reconsidere a decisão de suspender o pagamento do auxílio emergencial para servidores da área de saúde e da área de segurança pública. O valor correspondente a R$ 420,00.

Com a suspensão do auxílio, a insalubridade será paga somente aos servidores que já recebiam. O deputado lembra que o Acre, segundo especialistas, está na segunda onda da covid-19, e caso o governo mantenha sua decisão, mais de dois mil servidores ficarão sem receber o benefício.

“Os servidores a exemplo dos recepcionistas, fisioterapeuta, da lavanderia, dentre outros, continuam nos seus postos de trabalhos, na linha de frente da covid-19. Então, não é justo suspender o auxílio a essas pessoas. Muitos deles recebem cerca de um salário mínimo para arriscar a própria vida. Por isso peço ao governador Gladson que repense sobre isso”, afirmou.

O deputado abordou ainda na sua fala, que a Secretaria de Segurança Pública não tem profissionais para o serviço de medicina legal no interior do Acre, ou seja, para fazer exames cadavéricos, desse modo, sobrecarrega os médicos plantonistas da unidades de saúde do interior.

“Muitos óbitos recebem atendimento cadavérico do próprio médico assistente. E a lei proíbe que o mesmo profissional possa emitir laudo do paciente que ele assistia. ” Então venho aqui pedir que as secretárias de segurança pública e de saúde, junto com sindicato dos médicos, possamos fazer essa discussão. Porque existe profissionais no interior que são capacitados para área de medicina legal. Então, o ideal seria a secretaria destinar algum médico para esta finalidade”, pede o deputado.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas