Conecte-se agora

Pesquisa: Minoru e Zen comemoram, Socorro se diz confiante e outros dizem não acreditar

Publicado

em

Após divulgação da pesquisa Ibope de intenção de votos, os candidatos à prefeitura de Rio Branco se manifestaram acerca do resultado que colocou Minoru Kinpara (PSDB), Socorro Neri (PSB) e Tião Bocalom (Progressistas) tecnicamente empatados, com 28%, 23% e 21% respectivamente.

Em 1º lugar, Minoru se diz feliz com o resultado da pesquisa e destacou que a consolidação nas pesquisas mostra que a população procura um nome novo sem envolvimento com corrupção e com experiência comprovada em gestão.

“A gente percebe andando nos bairros, conversando com a população, que o nosso nome está sendo muito bem aceito. Eles querem um nome novo, alguém que tenha experiência bem sucedida em gestão, que saiba fazer gestão, e alguém que graças a Deus nunca teve envolvimento em corrupção, ficha limpa.

Em 2º lugar, Neri diz que segue confiante e argumentou que Rio Branco avançou muito nesses últimos dois anos de sua gestão.

“Sigo confiante, acreditando que a população reconhecerá um projeto como o nosso: transparente, possível, pautado na realidade do município, com foco nas pessoas e propostas viáveis. Acredito que se avançarmos tanto nos últimos dois anos, nos próximos quatro anos faremos muito mais”, destacou Neri.

Já em 3º lugar e numa crescente, o candidato do Progressistas Tião Bocalom preferiu desqualificar a pesquisa Ibope: “não vale nada”. Isso porque, segundo ele, foi vítima da referida pesquisa em eleições passadas.

Em outro trecho, Bocalom afirmou que pesquisas internas do seu partido o colocam em 1º lugar e que possivelmente pode liquidar a eleição já no 1º turno.

“Isso é vergonhoso. Isso pra mim não é nada com nada [pesquisa Ibope]. Na rua, os candidatos do PSB e do PSDB dizem que eu vou ganhar no 1º turno ou se não no 2º turno. Não tenho dúvida nenhuma que nós estamos na frente de todo mundo. Eu tenho sentimento de muita gente que acha que vamos ganhar no primeiro turno. Eu também acho que vamos ganhar no primeiro turno”, destacou Bocalom.

Entusiasmado, o candidato do PT, Daniel Zen, disse que ficou feliz com o resultado da pesquisa que mostrou um salto de 5% para 7%.

“Fiquei feliz com o resultado. Acredito que os números demonstram uma tendência de crescimento das duas candidaturas que estão mais presentes nas ruas: a minha e a do Bocalom”, afirmou.

Receoso, Duarte afirma que não irá brigas com pesquisas, mas ponderou que as ruas demonstram um resultado bem diferente das pesquisas divulgadas nesta quinta-feira (29).

“Eu não brigo com números e pesquisas. Agora o sentimento das ruas demonstram um resultado completamente diferente desses números. Seguiremos nossa jornada dia a dia levando nossas propostas para a população”, afirmou Duarte.

Já o candidato do Avante, Jarbas Soster, afirmou que recebeu o resultado com o sentimento de surpresa e ponderou que essas pesquisas não estão demonstrando a verdadeira realidade do eleitor.

“Após algumas pesquisas, viemos em uma constante crescente. Recebemos essa pesquisa, devo confessar, com uma leve surpresa, pois estamos nas ruas e vemos o que os munícipes de Rio branco almejam: o novo! Esse é o sentimento da população. Infelizmente essas pesquisas não estão demonstrando a verdadeira realidade do eleitor. Estamos nos bairros e a opinião pública está bem diferente desse resultado”, destacou Jarbas.

Desconfiado, o candidato Jamyl Asfury do PSC, afirmou que não confia no resultado da pesquisa Ibope.

“”Nós não estamos vendo esses números das pesquisas nas ruas. A cada dia estamos crescendo, vendo as pessoas aderirem ao projeto Rio Branco feliz! Deus governando com a gente. E mais uma vez o Ibope passa dados enganadores, porque a população irá me colocar no segundo turno!”, afirmou Jamyl.

Anúncios

Cotidiano

Duarte lembra que Socorro Neri também não participou de debate no 1º turno

Publicado

em

O candidato derrotado do MDB à Prefeitura de Rio Branco, Roberto Duarte, usou as redes sociais nesta sexta-feira (27) para sair em defesa de Tião Bocalom, após o progressista desistir de ir ao debate da TV Acre.

Ao defender Bocalom, Duarte cutucou Neri e disse que entende o porquê da socialista ter desistido de participar do último debate do 1º turno do Acre 2050.

“Eu compreendo a Socorro Neri porque ela fugiu para não me enfrentar no último debate do primeiro turno”, escreveu.

No 1º turno, Neri, Jarbas Soster (Avante) e Minoru Kinpara (PSDB) desistiram de participar do debate alegando incompatibilidade de agendas.

Continuar lendo

Cotidiano

Jenilson diz que Bocalom não foi ao debate por não ter explicação da fala de contaminação

Publicado

em

O deputado estadual e coordenador da campanha da prefeita Socorro Neri, Jenilson Leite, emitiu uma Nota nesta sexta-feira, 27, desafiando o candidato Tião Bocalom (Progressistas) a apresentar algum exemplo de baixaria feita pela campanha de Socorro Neri.

O socialista afirma que a justificativa dada por Bocalom para não participar do debate, de que estaria enfrentando uma campanha “agressiva” não passa de uma desculpa esfarrapada. Jenilson pontuou que quem sofreu ataques e baixarias foi Socorro Neri dos seis oponentes durante o 1º turno.

“Desafiamos o sr. Bocalom a mostrar um só exemplo de baixaria em nossa campanha. As últimas palavras de Bocalom antes de fugir do debate deixou claro que vai submeter crianças, adultos e idosos ao novo coronavírus, e que sua estratégia de saúde para as pessoas que moram em Rio Branco é baseada no senso comum, só falta ele ser contra as vacinas”, afirmou.

Em outro trecho, Jenilson destacou que Bocalom poderia ter apenas dito que não iria por questão de estratégia. “Se chegar a se eleger e usar os mesmos mecanismos, não podemos esperar coisa boa para nossa gente”, afirmou.

Jenilson destacou que o real motivo da desistência de Bocalom é devido à ausência de propostas para resolver os problemas de Rio Branco. “Seu despreparo que fica evidente cada vez que abre a boca e a incapacidade de explicar sua ideia insana e perigosa de que “todos devem se contaminar” com o coronavírus”, destacou Jenilson

Por fim, o parlamentar afirmou que a ideia de imunização de rebanho ocorreu devido Bocalom ter deixado de ler os textos dos marqueteiros.

“Essa posição de Bocalom foi revelada quando ele deixou de ler o texto que seus marqueteiros escreveram e falou de improviso numa entrevista, revelando quem de fato é e o que realmente pensa. Por isso, foi colocado em isolamento pelos caciques de sua coligação e proibido de ir ao debate, para não causar novos estragos à sua campanha. É Bocalom, da parte de cá não terá ataques, da sua parte estamos vendo que falta verdade, coragem e preparo para dizer como vai resolver os problemas de Rio Branco”, encerrou.

Continuar lendo

Cotidiano

Governo do Acre diz que falha no Diário Oficial é culpa de sistema sem manutenção

Publicado

em

O governo acreano publicou na tarde desta sexta-feira, 25, uma nota oficial sobre a falha na publicação do Diário Oficial.

Sem citar a suposta ação de hackers ao sistema financeiro do governo, a nota afirma que a falha foi resultado de um sistema que não recebe manutenção há anos, mas que já trabalha para modernizar o Diário Oficial.

Leia a nota:

Nota sobre falha na publicação do Diário Oficial

Na manhã desta sexta-feira, dia 26/10, foi identificada falha no sistema que registra os pedidos de publicação no site do Diário Oficial do estado do Acre. Após análise, os técnicos da Secretaria de Estado, Ciência e Tecnologia (Seict) diagnosticaram que a causa da falha deu-se pela exclusão de tabelas do banco de dados dos sistemas. Esta ação só foi possível por se tratar de um sistema legado e sem manutenção já há alguns anos. Nossa equipe realizou a recuperação do backup de dados e orientou a equipe do Diário Oficial que refizesse os lançamentos realizados entre o horário do backup e a identificação do sinistro.

Cabe salientar que a Seict já está trabalhando em um projeto para modernização do Diário Oficial, e que ações estão sendo tomados para minimizar os riscos da versão atual.

Equipe de Tecnologia da Seict

Continuar lendo

Cotidiano

Se confirmada a desistência de Bocalom, Socorro será entrevistada na TV Acre

Publicado

em

Foto: Sérgio Vale/ac24horas

As especulações de que Tião Bocalom (Progressistas) não irá comparecer ao último debate antes do segundo turno das eleições de 2020 estão cada vez mais fortes, a ponto da TV Acre já ter um segundo plano caso isso aconteça.

Ao ac24horas, a assessora da prefeita Socorro Neri, Socorro Camelo, confirmou que Neri será entrevistada pelo apresentador Jefson Dourado, caso confirmado a ausência de Tião Bocalom.

Segundo Camelô, a equipe da TV Acre pediu que Socorro Neri se prepare para uma entrevista de 20 minutos, caso Tião Bocalom decida não comparecer ao debate. O debate ou a entrevista está previsto para ocorrer às 21h30 desta sexta-feira (27).

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas