Conecte-se agora

Apenas 9,2 mil crianças foram vacinadas contra a paralisia infantil no Acre este ano

Publicado

em

No Brasil, cerca de 7 milhões de crianças ainda não foram vacinadas contra a paralisia infantil. Até o momento, da população-alvo estimada de 11,2 milhões, somente 4 milhões (20,31%) foram vacinadas contra a poliomielite.

No estado do Acre, foram vacinadas, até o momento, cerca de 9,2 mil crianças contra a pólio, o que corresponde a apenas 14,4% do público-alvo, que é de 64,1 mil crianças de 1 a menores de 5 anos de idade em todo o estado.

Com o conceito ‘Movimento Vacina Brasil. É mais proteção para todos’, a ação teve início em 5 de outubro e se encerra no final do mês, simultaneamente à campanha de multivacinação, que visa atualizar a situação vacinal de crianças e adolescentes menores de 15 anos.

Nesta última são ofertadas todas as vacinas do calendário nacional de vacinação. A recomendação aos estados que não atingirem a meta é continuar com a vacinação de rotina, oferecida durante todo o ano nos 42 mil postos de saúde distribuídos pelo país.

“O Brasil reafirma o compromisso internacional assumido de manter o país livre da poliomielite, com a realização da Campanha Nacional de Vacinação, que vai até o final de outubro. No entanto, as coberturas vacinais municipais ainda são heterogêneas, podendo levar a formação de bolsões de pessoas não vacinadas, possibilitando a reintrodução do poliovírus”, disse o secretário de Vigilância em Saúde, Arnaldo Medeiros.

Para ter o esquema vacinal completo é preciso que as crianças sejam imunizadas com quatro doses, administradas aos dois e quatro e seis meses de idade e mais dois reforços, aos 15 meses e aos quatro anos. Depois disso, a criança deve comparecer aos postos de saúde para tomar a dose de campanha anualmente, até completar cinco anos de idade.

A vacina é recomendada mesmo para as crianças que estejam com tosse, gripe, coriza, rinite ou diarreia. Para crianças com infecções agudas, com febre acima de 38ºC ou com hipersensibilidade a algum componente da vacina, o Ministério da Saúde recomenda aos pais que consultem um médico para avaliar se a vacina deve ser aplicada. A vacina é extremamente segura e possui eficácia de imunização entre 90% e 95%.

POLIOMIELITE

O Brasil está livre da poliomielite desde 1990 e, em 1994, o país recebeu, da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), a Certificação de Área Livre de Circulação do Poliovírus Selvagem em seu território.

Entretanto, ainda existem países endêmicos detectando casos da doença, Paquistão e Afeganistão, que registraram, em 2020 (até 20/10) um total de 132 casos de poliomielite. Por isso, a vacinação é fundamental para que casos de paralisia infantil não voltem a ser registrados no Brasil.

A poliomielite é uma doença infectocontagiosa grave. Na maioria dos casos, a criança não vai a óbito quando infectada, mas adquire sérias lesões que afetam o sistema nervoso, provocando paralisia irreversível, principalmente nos membros inferiores. A doença é causada pelo poliovírus e a infecção se dá, principalmente, por via oral.

O Brasil é referência mundial em vacinação e o Sistema Único de Saúde (SUS) garante à população brasileira acesso gratuito a todas as vacinas recomendadas pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

Atualmente, são disponibilizadas pela rede pública de saúde de todo o país 18 vacinas para crianças e adolescentes no Calendário Nacional de Vacinação, para combater mais de 20 doenças, em diversas faixas etárias.

Com informações do Ministério da Saúde.

Anúncios

Cotidiano

Bocalom abre apuração de votos à frente de Socorro Neri

Publicado

em

Foto: Sérgio Vale/ac24horas

Após o fechamento de todas as urnas eletrônicas em Rio Branco, o candidato a prefeito Tião Bocalom (PP) começa a apuração dos votos à frente de Socorro Neri (PSB), assim como ocorreu no primeiro turno das eleições municipais de 2020.

A mais recente parcial divulgada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) mostra que Bocalom tem 61, 55% da preferência com quase 25% das urnas apuradas, o que significa e 25.228 votos.

Neri começa marcando 38, 45% somando 15.763 votos. Um total de 42. 978 votos foram apurados por enquanto.

Continuar lendo

Cotidiano

Militante de Socorro Neri foge do Gaeco após apreensão de material de campanha

Publicado

em

Um apoiador de campanha da candidata à reeleição pela prefeitura de Rio Branco, Socorro Neri (PSB), fugiu do Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público do Estado do Acre (MPAC) no início da tarde deste domingo (29).

Uma equipe do Gaeco foi acionada até a frente da Escola Henrique Lima, localizada no bairro Calafate, onde estaria ocorrendo a possível distribuidora de material gráfico e realização de boca de urna.

Um vídeo gravado e compartilhado nas redes sociais mostra o momento da ação onde o Gaeco apreende material da candidata Socorro Neri que estava num carro modelo Voyage de cor preta, próximo à parada final de ônibus.

A assessoria de comunicação do Ministério Público informou ao ac24horas que todo o material apreendido foi levado par a sede do órgão, enquanto que o acusado de promover a distribuição fugiu. O material será encaminhado à Polícia Federal.

Continuar lendo

Cotidiano

Apoiador de Socorro, Marcelo Bimbi joga a toalha e se prepara para balsa antes da apuração

Publicado

em

Mesmo antes da apuração, o acreano Marcelo Bimbi usou as redes sociais neste domingo, 29, para dizer que já está preparando a balsa com a sua candidata, a prefeita Socorro Neri (PSB).

Em um post nas redes, Bimbi agradeceu Socorro Neri e diz que vai descer a balsa feliz.

“Já tô antecipando minha balsa. Infelizmente não deu. Pessoal não nos escolheu e vida que segue. Socorrinha parabéns. Você é uma mulher guerreira. Estou chegando em Manacapuru com você!”, afirmou.

Continuar lendo

Cotidiano

Bocas de urna e derramamentos de santinhos marcam 2º turno das eleições em Rio Branco

Publicado

em

Rio Branco somou até o início da tarde deste domingo, 29, duas ocorrências de boca de urna e denúncias de suposta distribuição de santinhos dentro de carros de aplicativo e táxi. Os dados foram informados pela Polícia Federal. Mesmo assim, o delegado Pedro Ivo considera este dia de votação tranquilo.

O órgão federal ainda reforçou o pedido para que o eleitores não façam faço fotografias das urnas no momento do voto. Durante o pleito do primeiro turno, mais de 40 pessoas foram presas no estado suspeitas de crimes eleitorais.

“Até o presente momento, tivemos duas ocorrências de boca de urna, sendo que uma era derramamento de santinhos, por enquanto está tranquilo. Se comparando o primeiro turno, está bem tranquilo”, explicou.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas