Conecte-se agora

Sine oferta 31 vagas de emprego nesta sexta-feira (23) em Rio Branco

Publicado

em

Nesta sexta-feira (23) o Sistema Nacional de Emprego do Acre (Sine) está disponibilizando 31 vagas de emprego em diversas áreas para a capital Rio Branco. Os candidatos devem ir até o Sine, localizado na OCA, para manifestar interesse.

Para se candidatar a uma das vagas, é necessário estar com o cadastro no Sine atualizado. Quem ainda não possui cadastro, deve ir ao órgão levando os documentos exigidos: Carteira de Trabalho, Identidade/CPF, Título de Eleitor, comprovante de escolaridade e de endereço.

O cidadão pode verificar se a vaga ainda está disponível através do telefone 0800 647 8182.

Anúncios

Cotidiano

Semana da Conciliação já tem mais de 1.000 audiências marcadas no Acre

Publicado

em

Foto: Reprodução

No Acre, a Semana de Conciliação já tem agendadas 1.065 audiências que serão realizadas de 30 de novembro a 4 de dezembro em todo o Estado.

A conciliação é um método de solução de conflitos pode gerar acordos que priorizam as condições das partes, sem que elas passem por eventuais desgastes e custos de um processo judicial, ou que eles sejam reduzidos.

Durante a Semana de Conciliação é comum ocorrer conciliações em processos de guarda, que tramitam nas varas de família, pois os pais entendem a necessidade de priorizar a criança e seu desenvolvimento saudável.

Muitas outras demandas cíveis podem se solucionar de forma mais célere, como conflitos sobre demissão do trabalho, danos morais, dívidas, partilha de bens e questões de vizinhança. A 13ª Semana Nacional de Conciliação pretende fomentar a pacificação social.

Continuar lendo

Cotidiano

Gladson cria o TáxiGov para transportar de forma oficial servidores administrativos

Publicado

em

O governo do estado publicou na edição desta sexta-feira, 27, um acordo de união entre motoristas de aplicativo e taxistas do estado, que implanta o serviço de táxi e motoristas de aplicativos para transportar de forma oficial os servidores em atividades administrativas, o modelo do programa TáxiGov.

O objetivo é reduzir despesas com veículos da frota própria do Estado, cedidos ou locados, que demandam gastos com combustível e manutenção, além de estimular a geração de emprego e renda para os profissionais que realizam transporte terrestre individual de passageiros.

“No lugar de o Estado comprar veículos oficiais que depois ficam sucateados e não há como manter, vamos utilizar o serviço de quem já oferece esse transporte, para atender a administração dos 22 municípios, economizando dinheiro público com transparência e valorizando o serviço desses trabalhadores, sejam taxistas ou motoristas de aplicativo”, disse Cameli durante reunião com o sindicatos dos taxistas e motoristas de aplicativos do Acre, Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag) e Agência Reguladora do Acre (Ageac).

O presidente da Associação dos Motoristas de Aplicativos do Estado Rodrigo Vale expressou o sentimento da classe: “Sem dúvida é um momento histórico. Estamos felizes e agradecidos por essa iniciativa do governador, que sentou e nos ouviu”.

Conforme decreto, o transporte terrestre por demanda, destinado a servidores públicos, empregados e colaboradores a serviço da administração pública, deverá ser realizado, prioritariamente, por meio de cooperativa especializada no serviço de transporte individual de passageiros, por chamada via plataforma tecnológica, por meio de aplicação web e aplicativo mobile.

“Será desenvolvido um edital de licitação, a ser publicado em breve, para que se possa realizar a prestação de serviço de transporte dentro da administração pública. Existem poucos estados que prestam o serviço e o Acre vem apresentando uma competência e uma preocupação com a categoria e com a fomentação da economia”, pontua a presidente da Ageac, Mayara Lima.

Caberá à Secretaria de Planejamento e Gestão a realização do registro de preço para os serviços de intermediação ou agenciamento de transporte terrestre individual de passageiros para todos os órgãos e entidades da administração pública. O deslocamento dos servidores será permitido para atividades de trabalho, como reuniões, entrega de documentos, visitas técnicas e fiscalização, entre outras.

Continuar lendo

Cotidiano

Procon no Acre divulga lista de sites suspeitos para compras na Black Friday

Publicado

em

Mais uma edição da Black Friday é realizada nesta sexta-feira (27). Em período de pandemia de Covid-19, em que o distanciamento social é uma das regras primordiais para evitar a proliferação do coronavírus, as compras online se consumidores tornaram a principal opção dos potenciais clientes.

Para evitar possíveis fraudes cibernéticas, o Instituto de Proteção e Defesa dos Consumidores do Acre (Procon/AC) compartilha a lista com 200 links de sites que devem ser evitados durante a Black Friday.

A lista de sites não recomendados foi elaborado pelo Procon do Estado do Rio de Janeiro, que analisou diversos fatores, como se a empresa entrega os produtos e serviços comprados, se responde às reclamações dos consumidores e verificou as notificações dos órgãos de fiscalizações.

Também foram analisados os fatores de a empresa possuir cadastro ativo na Receita Federal e estar apta a emitir nota fiscal, se o site disponibiliza informações de contato e como se relaciona com os clientes. Para conferir a lista completa dos lojistas, os consumidores devem acessar o seguinte endereço eletrônico: http://bit.ly/proconrj-sites-nao-recomendados.

Continuar lendo

Cotidiano

Governo acreano cria Comitê Estadual de Apoio aos Migrantes, Apátridas e Refugiados

Publicado

em

Foto: Divulgação

O governador Gladson Cameli anunciou por meio do Diário Oficial desta sexta-feira, 27, o Comitê Estadual de Apoio aos Migrantes, Apátridas e Refugiados (CEAMAR/AC).

Ligado a Secretaria de Estado de Assistência Social, dos Direitos Humanos e de Políticas para as Mulheres – SEASDHM, o comitê terá como objetivo orientar, acompanhar e avaliar as ações, projetos, programas, planos relacionados à política de atendimento aos migrantes, apátridas e refugiados; propor mecanismos de prevenção do tráfico de pessoas, trabalho escravo, exploração sexual e outras vulnerabilidades que migrantes, apátridas e refugiados estão suscetíveis; propor parcerias, projetos de cooperação técnica e de captação de recursos junto a organismos nacionais e internacionais que atuem no apoio a migrantes, apátridas e refugiados, incluindo agências do Sistema Interamericano de Direitos Humanos e da Organização das Nações Unidas; recomendar elaboração de estudos e pesquisas relacionados à temática de migração, apátrida e refúgio; apoiar a criação de comitês ou comissões assemelhadas de iniciativa dos municípios, incidir no orçamento público do Estado do Acre para inclusão dos ações, projetos, programas e planos relacionados à política de atendimento aos migrantes, apátridas e refugiados.

O Comitê Estadual de Apoio aos Migrantes, Apátridas e Refugiados será composto por representantes da Secretaria de Estado de Assistência Social, dos Direitos Humanos e de Políticas para as Mulheres – SEASDHM, Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública – SEJUSP, Secretaria de Estado de Educação, Cultura e Esportes – SEE, Secretaria de Estado de Saúde – SESACRE, Fundação de Cultura Elias Mansour – FEM, Secretaria de Estado de Produção e Agronegócio – SEPA, Secretaria de Indústria, Ciência e Tecnologia – SEICT, Procuradoria Geral do Estado – PGE e Diocese de Rio Branco.

A imigração tem sido um assunto presente na vida dos acreanos nos últimos anos quando cerca de 15 mil haitianos entraram no Brasil pela fronteira com o Acre e mais recentemente, os venezuelanos que fogem da crise econômica e política de seu país.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas