Conecte-se agora

Grupo vai realizar auditoria técnica no Programa Ruas do Povo

Publicado

em

Foto: Divulgação 

O programa Ruas do Povo, que foi apresentado na gestão do então governador Sebastião Viana como o maior programa de pavimentação da história do Acre, até hoje é contestado exatamente por muita gente que foi beneficiada. O principal motivo de reclamação sempre foi a qualidade do serviço executado. Em centenas de exemplo, o trabalho realizado se deteriorou em pouco tempo após a chegada do período de chuvas.

O governo Gladson Cameli vai fazer uma auditoria técnica especificamente âmbito do Departamento Estadual de Água e Saneamento – DEPASA, especificamente no Programa Ruas do Povo.

O decreto publicado na edição desta quarta-feira, 21, do Diário Oficial estabelece que o Grupo de Trabalho Interinstitucional é composto por dez servidores distribuídos entre as áreas contábil, jurídica, de auditoria e de engenharia, representantes dos seguintes órgãos e entidades: quatro da Controladoria-Geral do Estado – CGE, de onde um será escolhido para ser o coordenador, dois da Secretaria de Estado de Infraestrutura – SEINFRA, dois do Departamento Estadual de Água e Saneamento – DEPASA e dois do Departamento de Estradas de Rodagens, Infraestrutura Hidroviária e Aeroportuária do Acre – DERACRE.

Os membros do Grupo de Trabalho Interinstitucional serão indicados pelos secretários ou presidentes dos órgãos que representam, no prazo de cinco dias, contado da data de publicação deste Decreto, e designados pelo Controlador-Geral do Estado.

O decreto estabelece que o Grupo de Trabalho Interinstitucional terá duração de cento e oitenta dias, contados da data de designação de seus representantes e poderá ser prorrogado uma vez por igual período, para a elaboração do relatório final.

Anúncios

Acre

Ministério da Saúde prorroga 60 leitos de UTI solicitados pelo Acre

Publicado

em

O Ministério da Saúde (MS) já prorrogou 60 leitos de UTI solicitados pela Secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre), com investimentos de R$ 2,8 milhões, para o município de Rio Branco. A medida faz parte das ações de apoio estratégico do Governo Federal no enfrentamento da Covid-19 ao estado.

O MS vem prorrogando os leitos de UTI destinados exclusivamente para o tratamento de pacientes com a Covid-19 desde agosto deste ano. Está sendo investido o dobro do valor habitual destinado a habilitação de leitos de UTI, saindo de R$ 800 para R$ 1.600 reais em parcela única. Os gestores dos estados e municípios recebem o valor antes mesmo da ocupação do leito.

De acordo com o Ministério, o gestor local de saúde pode solicitar a prorrogação quantas vezes avaliar necessário, desde que atenda as orientações da pasta. Para que a prorrogação ocorra, a Taxa de Ocupação deve ser superior a 50% dos leitos encontrados no plano de contingência.

Apesar de estados e municípios terem autonomia para criar e habilitar os leitos necessários, o Ministério da Saúde, em decorrência do atual cenário de emergência, tem apoiado irrestritamente as secretarias estaduais e municipais e investido em ações, serviços e infraestrutura para o enfrentamento da doença. O objetivo é cuidar da saúde de todos e salvar vidas.

A pasta da Saúde diz que, desde o início da pandemia, já custeou a manutenção de 50 leitos de UTI. O Valor investido pelo Governo Federal é de R$ 2,2 milhões, pago em parcela única para que os estados e municípios façam o custeio dessas unidades pelos próximos 90 dias – ou enquanto houver necessidade em decorrência da pandemia.

“O quantitativo de leitos a serem habilitados estão relacionados a taxa de ocupação na data da análise. As medidas fortalecem a rede pública dos estados e municípios e leva atendimento para população em todo o país. Os recursos são repassados a partir da publicação das portarias no Diário Oficial da União”, informa o MS.

Com informações divulgadas pelo Portal do Ministério da Saúde.

Continuar lendo

Acre

Portal danificado coloca em risco pedestres e motoristas da capital

Publicado

em

Foto: Cedida ao ac24horas 

O ac24horas recebeu nesta segunda-feira, 30, imagens da estrutura de ferro que sustenta o portal de entrada de Rio Branco, na Chico Mendes, Segundo Distrito, danificada que estaria colocando em risco a segurança da população.

A estrutura sofreu sérios danos, após um carro colidir contra uma das pilastras de sustentação. O dano foi tamanho que parte da chapa de ferro que reveste a estrutura foi parcialmente arrancada e pedestres e condutores de veículos que transitam pela avenida temem maiores riscos.

“Aqui transita muita gente todo dia, gente de bicicleta, moto, carros, ônibus e esses ferros podem acarretar perigo para gente, sem contar o risco de desabar porque a gente vê que é oca a estrutura. Isso é um perigo!”, reivindicou um morador da localidade que prefere não se identificar.

Em contato com o governo do Acre, por meio da assessoria de comunicação, informou que uma equipe do DERACRE já teria retirado a chapa que estava colocando em risco a população, e que um orçamento está sendo fechado para recuperação do portão de entrada da cidade.

Continuar lendo

Acre

Pastor Luiz Gonzaga recebe alta e deverá retornar ao Acre em breve

Publicado

em

Foto: Reprodução/Rede Social 

O pastor-presidente da Igreja Assembleia de Deus em Rio Branco, Luiz Gonzaga, recebeu alta nesta segunda-feira (30) do Hospital Oswaldo Cruz onde estava internado em São Paulo.

Segundo informações repassadas ao ac24horas, Luiz Gonzaga deverá retornar nos próximos dias em Rio Branco. Gonzaga teve que ser entubado devido a gravidade da Covid-19.

Em um vídeo recente nas redes sociais, Gonzaga agradeceu o apoio e as orações recebidas.

“Quero chegar até você para agradecer a Deus a oportunidade de servi-lo e servir a obra dele. Quero agradecer a você que tem orado incessantemente por mim. Foram dias muito difíceis, mas hoje já podemos nos dirigir a você”, afirmou o pastor.

Com informações de Lília Camargo

Continuar lendo

Acre

Bocalom toma banho de “cuia” devido falta de água do Depasa

Publicado

em

Foto: Sérgio Vale/ac24horas

Na noite em que o candidato do Partido Progressistas foi consagrado prefeito eleito de Rio Branco com mais de 60% dos votos válidos, nesse domingo, 29, Tião Bocalom teve de tomar o conhecido “banho de cuia” porque faltava água encanada em sua residência. O problema também é vivenciado por centenas de outros moradores da capital acreana em meio à dificuldade de abastecimento de água feito pelo Departamento Estadual de Água e Saneamento (Depasa).

A afirmação foi proferida pelo próprio prefeito eleito durante entrevista concedida ao Gazeta Alerta nesta segunda-feira (30). “Tive que tomar banho com água mineral com um tambor de 20 litros para pode pegar água”, explicou Bocalom, lamentando a situação. “Eu posso comprar [água] e quem não tem dinheiro para comprar?”, indagou.

O abastecimento de água é uma das propostas que fazem parte de sue plano de governo à frente da prefeitura de Rio Branco. Bocalom que trazer de volta a gerência do Depasa para o município. “Água é saúde. Eu conheço o serviço de água e esgoto em diversos municípios e todos eles dão certo, porque só aqui não dá certo?”, questionou.

Ele destaca que, pela Constituição Federal, é obrigação do município cuidar do abastecimento da cidade. Bocalom diz que futuramente irá sentar com o governador Gladson Cameli para que o estado devolva ao município o Depasa. “Vamos cuidar e colocar água nas torneiras dos moradores. Isso é uma pouca vergonha e vamos resolver esse problema”, concluiu.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas