Conecte-se agora

Ex-prefeito e secretários terão de devolver mais de R$ 350 mil aos cofres públicos

Publicado

em

O Tribunal de Contas do Estado (TCE) condenou o ex-prefeito de Marechal Thaumaturgo, Aldemir Lopes, e dois ex-secretários a devolverem mais de R$ 350 mil aos cofres públicos em razão da falta de comprovação dos serviços realizados por uma terceirizada contratada pela prefeitura. A decisão foi publicada nesta segunda-feira, 19, no Diário Oficial do TCE.

Cada um dos gestores terão de desembolsar de forma solidária à devolução de R$ 202 mil mais multa de 10% sobre o valor a ser devolvido com fundamento no artigo 88 da Lei Complementar 38/1993.

Além disso, Aldemir da Silva Lopes, prefeito à época de Marechal Thaumaturgo, e João Luciano da Costa, ex-secretário municipal de Saúde e Saneamento, foram condenados a devolver de forma voluntária R$ 40 mil aos cofres públicos.

Em outro trecho, a ex-gestora Maria Rosineide de Lima Bezerra, ex-secretária municipal de Educação, Cultura e Desporto e o ex-prefeito Aldemir Lopes terão que devolver a quantia de R$ 148 mil mais uma multa de 10% em cima do valor com fundamento no artigo 88 da Lei Complementar 39/1993.

Anúncios

Destaque 4

Gol vende passagens ida e volta de Rio Branco para Cruzeiro do Sul por apenas R$ 292

Publicado

em

A partir de 6 de fevereiro do ano que vem a Gol vai oferecer voo direto aos sábados de Rio Branco para Manaus.

As companhias aéreas decidiram prorrogar a próxima segunda-feira (30/11) as promoções da Black Friday 2020. Nos voos sem escalas da Gol entre Rio Branco e Cruzeiro do Sul é possível viajar no mês de dezembro deste ano pagando apenas R$ 292,32, valor com todas as taxas incluídas. Essa promoção é uma boa oportunidade para quem não suporta as viagens cansativas de carro ou de ônibus entre as duas cidades.

Para quem está no Acre uma das formas de garantir economia é comprando as passagens na Black Friday para viajar a partir de fevereiro de 2021. Para embarque no Acre em dezembro e janeiro do ano que vem os preços estão um absurdo. Nos voos de Rio Branco para Brasília há opções de compra de passagens aéreas de ida e volta por R$ 704,02, além de voos de ida e volta para São Paulo por R$ 859,07 e Rio de Janeiro a partir de R$ 870,75. Esse valores são para viagens a partir de fevereiro.

Rio Branco vai ganhar voo direto para Manaus

A partir de 6 de fevereiro do ano que vem a Gol vai oferecer voo direto aos sábados de Rio Branco para Manaus. Nesta Black Friday é possível comprar passagens de ida e volta entre as duas capitais por R$ 606,28. A Gol atende o Acre com voos sem escalas de Rio Branco para Cruzeiro do Sul e Brasília. Já a LATAM Brasil tem voos escalas da capital do estado para Brasília e São Paulo (Guarulhos).

Nos voos de Porto Velho para Manaus há opções de ida e volta por R$ 618,62 e para Cuiabá a viagem sai por R$ 701,46. Todas as passagens dessa promoção estão com as taxas incluídas. Na Black Friday 2020 você pode reservar o hotel para o destino que pretende viajar com descontos especiais. Basta fazer a reserva no link abaixo. Mas atenção! Seja rápido! São poucos assentos e diárias em hotéis com descontos especiais.

Passagens aéreas de ida e volta com taxas incluídas nos voos saindo de RIO BRANCO

Partindo de Rio Branco (valores de ida e volta)

Garanta aqui as passagens para Cruzeiro do Sul a partir de R$ 292

Garanta aqui as passagens para Brasília a partir de R$ 704

Garanta aqui as passagens para São Paulo a partir de R$ 859

Garanta aqui as passagens para Rio de Janeiro a partir de R$ 870

Garanta aqui as passagens para Manaus a partir de R$ 606

Garanta aqui as passagens para Porto Velho a partir de R$ 991

Passagens aéreas de ida e volta com taxas incluídas nos voos saindo de PORTO VELHO

Partindo de Porto Velho (valores de ida e volta)

Garanta aqui as passagens para Manaus a partir de R$ 622

Garanta aqui as passagens para Cuiabá a partir de R$ 701

Garanta aqui as passagens para Brasília a partir de R$ 872

Garanta aqui as passagens para São Paulo a partir de R$ 978

Garanta aqui as passagens para Rio de Janeiro a partir de R$ 920

Garanta aqui as passagens para Belém a partir de R$ 664

Garanta aqui as passagens para Curitiba a partir de R$ 974

Garanta aqui as passagens para Porto Alegre a partir de R$ 993

Garanta aqui as passagens para Recife a partir de R$ 835

Faça aqui a sua pesquisa e garanta desconto para outras cidades na compra das passagens aéreas

Comprou as passagens? Faça aqui a reserva do hotel com descontos especiais

Lei aqui outras notícias sobre viagens e promoções

Continuar lendo

Destaque 4

Gladson deverá repactuar espaços de partidos no governo com uns ganhando e outros perdendo

Publicado

em

O governador Gladson Cameli aguarda apenas o resultado do segundo turno das eleições em Rio Branco para realizar sua reforma administrativa e também a repactuação de espaços de partidos em seu governo. Apesar de não admitir publicamente, assessores palacianos afirmam que o chefe do executivo já trabalha com a possibilidade do candidato a Progressista Tião Bocalom vencer o pleito do próximo domingo, 27.

“Ele aguarda apenas a oficialização do resultado e deverá oferecer toda a estrutura necessária para que Bocalom possa fazer uma boa transição e iniciar uma boa gestão. Não vai existir má vontade por parte do chefe. Ele sabe que é importante ter uma boa relação com o prefeito eleito, independente de quem seja”, relatou ao ac24horas um assessor próximo.

Acusado por partidos aliados que o ajudaram a chegar ao poder nas eleições de 2018, principalmente pelo vice-governador Major Rocha, de conceder maiores fatias dos cargos e dos espaços a partidos inexpressivos, como o Solidariedade, da deputada federal Vanda Milani, Cameli deverá fazer mudanças bruscas já que não pode nomear mais pessoas devido a Lei de Responsabilidade Fiscal e por também priorizar a nomeação de concursados, como agora o cadastro de reserva da Polícia Militar.

Nos bastidores, o Solidariedade é apontado por ter mais de 150 cargos e duas secretarias, Esse tamanho seria abatido para menos da metade com o intuito de harmonizar as forças dentro do governo. O partido perderia uma das secretarias, mas é bem provável que o grupo que coordena o Instituto de Meio Ambiente do Acre seja trocado, ficando sobre a órbita da família Milan apenas a Secretaria do Meio Ambiente.

Outra mudança que deve se confirmar é a saída do médico veterinário Edivan Maciel pelo governo entender que ele não é um indicação do PSDB, mas sim por supostamente ter ligações fortes com o pecuarista Assuero Veronez, presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Acre (FAEAC), tido no Palácio Rio Branco como “persona no grata”. No lugar de Edivan, existe a possibilidade do deputado Luiz Tchê (PDT) pedir licença do mandato para assumir a pasta e abrir vaga para que o suplente Gemil Junior assuma a vaga de deputado para criar mais espaços para o PDT dentro do governo. Aliás, existe a possibilidade que caso não assuma a SEPA, o PDT deverá ficar com outra secretaria, o que ainda não está definido pela cúpula do governo.

As secretarias que detêm maior poder de execução, como Sefaz, Seinfra, Sedur, Seplag continuarão sob a batuta de escolhas pessoais do governador e não deverá ter aparentemente mudanças. Outra autarquia que deverá ser alvo da caneta do governador será o Detran, que deverá passar para o comando político do deputado estadual Pedro Longo e seu grupo político.

Continuar lendo

Destaque 4

Emprego temporário deve mexer com o mercado de trabalho neste fim de ano no Acre

Publicado

em

Foto: Sérgio Vale/ac24horas

Apesar do desemprego recorde, o ambiente do trabalho formal está bem melhor agora que no começo da pandemia no Acre. E a contratação de trabalhadores temporários deve dar um pouco mais de alento ao mercado.

A Associação Brasileira do Trabalho Temporário (Asserttem) prevê que a abertura de vagas temporárias será responsável por gerar 400 mil postos neste último trimestre do ano no Brasil. Não há detalhes por Estado mas as projeções são otimistas.

Muitas empresas devem contratar profissionais para atender as demandas da Black Friday, que já está a todo vapor, e Natal, além da reposição no quadro de funcionários.

O Trabalho Temporário é um regime de contratação atípica e formal, regulamentado por lei específica (Lei nº 6.019/74 e decreto nº 10.060/2019), com prazo limitado, que visa atender de imediato necessidades transitórias de uma empresa urbana, quais sejam, demanda complementar de serviços ou substituição temporária de pessoal permanente, a fim de simplificar a contratação, tornando-a rápida e eficaz.

A reação do mercado acreano vem sendo observada pelo Serviço Nacional de Emprego (Sine). “Realmente o nosso mercado está começando a reagir. Os comerciantes locais estão começando a contratar mesmo que temporário para o fim de ano e esperamos que algum desses temporários fiquem de fato efetivados”, disse Marcos Moraes, diretor do Sine.

Além do comércio e do segmento de serviços, alguns setores ganham força impulsionados em boa parte pelos projetos públicos. “Temos um bom sinal na construção civil também que mesmo com a pandemia já começa a contratar”, completou o gestor.

“Se Deus quiser iremos ter um 2021 bem diferente”.

Continuar lendo

Destaque 4

Na Câmara, Leo de Brito cobra medidas do governo federal para evitar apagão no Acre

Publicado

em

O deputado federal Leo de Brito (PT-AC) protocolou nessa quarta-feira, 25, requerimento junto à Mesa Diretora da Câmara dos Deputados, com pedido de informações ao Ministério de Minas e Energia, sobre anúncio do Ministro Bento Albuquerque de que o Acre pode sofrer apagão de energia elétrica, assim como aconteceu com o estado do Amapá.

Segundo a informação, durante reunião ocorrida na semana passada entre representantes do governo do Acre com a Defesa Civil estadual e municipal, foi levantada a questão do apagão que acometeu o estado do Amapá, ocasião em que o Ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, alertou que o Acre pode sofrer blackout semelhante, caso não adote as medidas preventivas necessárias.

O parlamentar destacou a gravidade da situação e enfatizou que o apagão pode ser um perigo ao Estado do Acre, que só dispõe de um único linhão de energia, sem nenhuma linha alternativa.

“Precisamos dar a devida atenção para esse problema, estamos sofrendo as consequências da privatização da Eletroacre, a qual fui contra e me posicionei diversas vezes no mandato anterior. Aumento de tarifa, demissões, falta de investimentos, paralização do Programa Luz para Todos, e a falta de um linhão para Cruzeiro do Sul, são apenas algumas dessas consequências”, disse Leo de Brito.

O deputado enfatizou que é urgente um posicionamento oficial do Ministério de Minas e Energia sobre quais providências preventivas serão adotadas para evitar que o Acre sofra com um “apagão” de energia elétrica como sofreu o Amapá. “Não podemos deixar acontecer com o Acre a tragédia que vive o Amapá”, finalizou o deputado.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas