Conecte-se agora

Governo realiza entrega de equipamentos para implementação de agroindústria em Capixaba

Publicado

em

Mais uma agroindústria para beneficiamento dos produtos agroflorestais, como macaxeira e açaí, será implementada pelo governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema). A entrega dos equipamentos na Associação dos Produtores Rurais Projeto Machado Almeida – Horta Nativa foi efetuada na tarde desta sexta-feira, 16, na zona rural do município de Capixaba, com a presença do governador do Estado, Gladson Cameli.

O investimento nos equipamentos entregues no projeto Horta Nativa, orçado em aproximadamente R$ 250 mil, é do governo do Estado, por meio da Sema, dentro da parceria com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), por intermédio do Programa de Desenvolvimento Sustentável do Estado do Acre (PDSA II). No total, mais de R$ 1 milhão será investido para implementação de cinco agroindústrias no Acre.

Entre os equipamentos entregues estão descascador de arroz, câmara para resfriamento e congelamento com painéis de isolamento térmico de dupla face, freezer horizontal, mesa de preparo de alimentos, despolpadora para extrair a polpa de frutos como açaí e cupuaçu, seladora automática contínua vertical, seladora de pedal tubular, balança eletrônica digital, motobomba de água limpa com partida manual e motor a combustível, embaladeira automática para polpas de açaí, com acessórios e compressor de ar.

A atitude do governo do Estado demonstra a viabilidade econômica de conservar os recursos naturais e produzir. “O nosso dever é melhorar a vida das pessoas e queremos fazer mais. Juntos como estamos hoje aqui, Meio Ambiente e Produção, vamos conseguir superar todos os desafios”, disse o governador Gladson Cameli.

Com a tecnologia para beneficiamento dos produtos, mais de 50 famílias do projeto Horta Nativa, além de produtores independentes da região de Capixaba serão beneficiados. “Com os produtores que moram perto das florestas tendo esse reconhecimento, recebendo a tecnologia necessária para beneficiar e melhorar sua produção, teremos um resultado mais significativo na proteção das florestas”, disse o secretário de Estado de Meio Ambiente, Israel Milani.

A primeira entrega de equipamentos se deu em julho deste ano, com a presença do governador na sede da Cooperativa de Produtores Familiares e Economia Solidária da Floresta do Mogno (Coopermogno), em Tarauacá. A segunda aconteceu no mês de setembro, na Associação Mamoré Maracanã, também em Tarauacá.

O secretário de Estado de Produção e Agronegócio (Sepa), Edivan Azevedo, participou da agenda do Meio Ambiente. “Não existe produção rural sem respeito ao meio ambiente e essa ação é um grande exemplo de que juntos vamos fazer a diferença. O mercado está muito exigente quanto aos critérios ambientais e nós da Sepa vamos prestar todo o apoio necessário para que a nossa produção seja aceita em todos os mercados”.

O chefe da Divisão de Desenvolvimento Florestal da Sema, Quelyson Lima, lembrou ainda que além dos equipamentos, as comunidades terão acompanhamento com assistência técnica. “É um trabalho contínuo, o de incentivar a produtividade das áreas consolidadas nas proximidades das unidades de conservação, com foco na manutenção dos recursos naturais”.

O vice-presidente da Associação dos Produtores Rurais Projeto Machado Almeida – Horta Nativa, James Pereira de Sousa, agradeceu a ação do Estado. “Agora cabe a nós, produtores rurais, fazer o melhor uso desses equipamentos e eu tenho certeza que esse investimento vai melhorar muito a nossa vida.”

Anúncios

Destaque 7

Revitalização da Tentamen vai custar quase R$ 1 milhão

Publicado

em

Foi publicado no Diário Oficial da União o termo de aprovação para a reforma, adequação de acessibilidade e reestruturação da Sociedade Recreativa Tentamen. A iniciativa entrou na pauta da 16ª Reunião Extraordinária do Conselho Federal Gestor do Fundo de Defesa de Direitos Difusos – CFDD, realizada no último dia 24.

O projeto é de responsabilidade e foi apresentado pela Fundação de Cultura Elias Mansour (FEM), que tem como objetivo realizar uma reforma da Sociedade Recreativa Tentamen, incluindo a área interna e externa do prédio, envolvendo a parte arquitetônica, elétrica e hidráulica, pintura de paredes, recuperação de sua estrutura de madeira, reorganização dos espaços destinados à área administrativa, recepção e lazer, bem como adequando o espaço às condições de acessibilidade.

O presidente da Fundação Elias Mansour, Manoel Pedro, conhecido como Correinha, detalhou a importância da aprovação do projeto. “ Estamos muito otimistas e felizes em poder trabalhar com a revitalização deste espaço, que simboliza grande parte patrimônio cultural material e imaterial. Esse vem sendo um dos desafios da nossa gestão que tem uma visão sensível para todos os espaços culturais acreanos”, explicou.

Manoel Pedro, detalhou ainda o trabalho desenvolvido pela equipe responsável pela apresentação do projeto de revitalização. “ Toda nossa equipe de planejamento está muito empenhada nesse processo e todos esforços são gratificados quando o resultado final é para o bem coletivos dos acreanos”, finalizou o presidente.

O valor de repasse para o projeto é de R$ 834.286,41 com contrapartida de R$ 1.500,00 e duração de 24 meses para execução.

A Sociedade Recreativa Tentamen foi fundada em 1924 por famílias da sociedade de Rio Branco para proporcionar lazer aos donos de grandes seringais, autoridades locais, funcionários públicos e comerciantes. Configurou-se como o primeiro Clube Social de Rio Branco.

O imóvel possui características da arquitetura de madeira ou mista com cobertura em zinco, edificada no período extrativista. Apresenta características que se assemelham aos chalés trazidos de Manaus para implantação no Território Federal do Acre no início de 1910.

Continuar lendo

Destaque 7

Mailza participa da Carreata do 11 com Rosana e Ney, no Quinari

Publicado

em

Vários candidatos a vereador, simpatizantes, militantes e a juventude da coligação “Juntos Para Reconstruir e Avançar” participaram do movimento

A senadora Mailza Gomes (Progressistas-Acre), que interrompeu a licença- maternidade e retornou as atividades parlamentares nesta semana, chegou ao Acre na manhã deste sábado e a tarde já participou de uma carreata política promovida pela campanha eleitoral de Rosana Gomes e Ney do Miltão (PSD), candidatos à prefeitura de Senador Guiomard.

Logo na concentração, na entrada da cidade, militantes, moradores e simpatizantes se juntaram aos mais de 500 veículos que circularam pelas principais ruas e bairros do Quinari. Durante o percurso da Carreata do 11, muitos guiomarenses demonstraram carinho e apoio à candidatura de Rosana.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Continuar lendo

Destaque 7

Mailza retorna às atividades parlamentares no Senado

Publicado

em

Senadora foi recebida neste sábado com carinho e alegria no aeroporto de Rio Branco pelos candidatos à prefeitura de Rio Branco, Bocalom e Marfisa e a candidata a prefeita de Senador Guiomard, Rosana Gomes, e equipe

A senadora Mailza Gomes (Progressistas-AC) interrompeu a licença-maternidade para voltar às atividades parlamentares no Senado Federal e no Acre. Nesta semana ela participou de importantes votações no Senado e nesta manhã de sábado, 24, ela chegou no Acre com a Theodora, o Henry e o esposo James e foi recebida com festa pelos acreanos. Os candidatos à prefeitura de Rio Branco, Bocalom e Marfisa e a candidata a prefeita de Senador Guiomard, Rosana Gomes também estavam presente.

Durante a semana, a senadora foi ao Senado para votar as indicações do governo para Anvisa, TCU, ANP, Antaq e CVM, além da aprovação da primeira diretoria da Autoridade Nacional de Proteção de Dados (ANPD) e a confirmação de Kassio Nunes Marques para o Supremo Tribunal Federal (STF).

A senadora Mailza Gomes não parou, mesmo no final da gravidez ela se reunia por videoconferência com ministros e secretários cobrando soluções para os problemas do Acre. Neste ano, ela destinou mais de R$ 70 milhões para fortalecer a saúde, infraestrutura, educação e agricultura do estado e dos 22 municípios do Acre. Ela também destinou mais de R$ 21 milhões em emendas para combater o novo coronavírus.

“O meu compromisso é com as pessoas e o meu trabalho é para melhorar a vida delas. Em meu mandato temos uma missão bem clara que é: “servir o cidadão”. Então, precisamos atender às necessidades deles e levar bem-estar e tranquilidade nos serviços públicos. Por isso destinamos recursos para os gestores aplicarem de forma transparente e eficiente nas cidades e no estado. E agora é o momento. O período eleitoral é a oportunidade de analisar as melhores propostas e escolher os melhores prefeitos e vereadores para os municípios, ou seja, que tenham competência e experiência para gerir os recursos públicos”, destacou a senadora.

Continuar lendo

Destaque 7

Policial federal é condenado por assédio sexual e injúria contra colega de farda no Acre

Publicado

em

O policial federal Marcos Roberto Ugeda foi condenado, a pedido do Ministério Público Federal (MPF), pelos crimes de assédio sexual e injúria contra uma outra agente da Polícia Federal. Os fatos que ocorreram em 2018, quando Ugeda era chefe de missão no Posto de Fronteira de Assis Brasil, no interior do Acre.

Na ação penal apresentada pelo MPF, foi descrito que Ugeda, valendo-se da condição momentânea de chefia, fez três investidas (inclusive chegando a tocar o corpo da vítima) com o intuito de obter vantagem sexual, além de ter injuriado a agente de polícia em reunião profissional no Posto de Fronteira onde ambos prestavam serviço.

Na instrução do processo, a defesa do condenado tentou desqualificar a vítima imputando-lhe comportamento instável e difícil, ou até mesmo uma armação da vítima para obter vantagem em remoção para outro Estado. A Justiça entendeu que os argumentos da defesa não ajudavam o réu, pois o comportamento da vítima não apagaria, caso fosse verdadeiro, o conjunto de provas e depoimentos apresentados pelo MPF na ação penal.

Ao final da sentença, o magistrado responsável pelo julgamento somou a pena do acusado em três anos e quatro meses de detenção em regime inicialmente aberto, e cumprindo o preconizado pelo Código Penal, substituiu a pena privativa de liberdade por duas penas restritivas de direitos: a prestação de serviços à comunidade por sete horas semanais durante os mesmos 40 meses da sentença inicial, bem como a prestação pecuniária de R$ 200 Reais pelo mesmo período, para uma entidade beneficente indicada pelo Juízo.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas