Conecte-se agora

MP Eleitoral questiona capacidade de decidir de Giordane Dourado devido esposa trabalhar com Duarte

Publicado

em

Juiz nega suspeição e afirma que acha estranho posicionamento do MP Eleitoral e cita outro magistrado do TRE que tem esposa que trabalha na prefeitura

O Ministério Público Eleitoral enviou ofícios à Presidência e à Corregedoria do Tribunal Regional Eleitoral do Acre (TRE/AC) pedindo que ambos analisem as providências cabíveis a serem tomadas com relação a fatos que podem apontar possível comprometimento da capacidade subjetiva do Juiz Eleitoral titular da 9ª Zona, Giordane Dourado.

Segundo o MP Eleitoral, é público, inclusive por meio de notícias veiculadas pela mídia local, que a esposa do magistrado, Claudia Pinho, trabalha na coordenação da campanha do candidato a prefeitura de Rio Branco pelo MDB, Roberto Duarte.

O MP Eleitoral ressalta que não existe nenhuma informação que macule a atuação do magistrado, pelo contrário, Giordane goza de reputação de alta competência, presteza e que preza pela probidade, entretanto, os fatos veiculados detém potencial lesivo à própria imagem da Justiça Eleitoral, e por essa razão, no entendimento do procurador regional Eleitoral Vitor Hugo Caldeira Teodoro, merece avaliação por parte do TRE/AC.

O pedido de providência por parte da MP Eleitoral vem à tona após Dourado negar um direito de resposta da coligação da candidata a reeleição Socorro Neri (PSB), que se sentiu ofendida por uma vinculação negativa do programa eleitoral de Roberto Duarte.

O ac24horas procurou Dourado que afirmou não existir hipótese de suspeição sobre os seus atos. “É notório que minha mulher trabalha na campanha, mas isso jamais interferiu ou interferirá na minha decisão como magistrado. Se isso ocorresse eu seria o primeiro a me declarar suspeito, o que não ocorre. Tenho demonstrado isenção, inclusive neguei um pedido de liminar do candidato Duarte que pedia que um programa da candidata Socorro Neri fosse retirado do ar sob alegação de está usando o tempo dos candidatos a vereador”, frisou.

O magistrado estranhou o pedido do MP Eleitoral pois em pleitos passados esposas de magistrados trabalharam em governos e nunca houve nenhum tipo de questionamento. “É estranho porque se for para questionar, deveria questionar o fato da esposa do também juiz eleitoral Marcelo Carvalho, a Sawana Carvalho, trabalhar como secretária da atual prefeita, o que eu acho normal e com certeza não afeta no seu poder de decisão”, comparou, enfatizando não entender o questionamento direcionado apenas a ele e sua esposa.

Anúncios

Destaque 2

Em época de eleição, avião da Polícia Federal desembarca em Rio Branco e gera apreensão

Publicado

em

Um avião da Polícia Federal pousou na noite desta quarta-feira, 21, no Aeroporto Internacional Plácido de Castro, em Rio Branco. A informação foi repassada pelo jornalista Altino Machado em suas redes sociais.

Segundo Altino, o avião trata-se de um Embraer 145. O fato chamou atenção e tem gerado especulações na capital e nas redes sociais sobre uma possível operação da PF no Acre.

A aeronave é geralmente utilizada pela PF quando se trata de grandes operações policiais. Ainda não se sabe o motivo do desembarque da aeronave em solo acreano, mas pó que se sabe é uma missão sigilosa.

Segundo informações preliminares repassadas ao ac24horas, a presença da PF poderia estar ligada a uma eventual operação acerca de possíveis desvios de dinheiro nos recursos enviados do governo federal ao Estado e a municípios para o combate ao Covid-19.

Continuar lendo

Extra Total

Acusados de matar adolescentes após saírem da Expoacre são condenados a 166 anos de prisão

Publicado

em

A 2ª Vara do Tribunal do Júri condenou nesta quarta-feira, 21, dois dos três acusados de matar três adolescentes que desapareceram após saírem da Expoacre, em 2018.

Clenilton Araújo de Souza e Francimar Conceição da Silva foram condenados a 77 anos e 89 anos de prisão, respectivamente, pelos crimes de homicídio triplamente qualificado e ocultação de cadáver, em regime fechado. Luiz Gonzaga, outro acusado de envolvimento na morte dos adolescentes foi absolvido pela justiça.

As vítimas Vitor Vieira de Lima, 18 anos, Amanda Gomes, 14 anos, e Isabele Silva Lima, 13 anos, desapareceram no dia 5 de agosto de 2018 e foram achados mortos no bairro Taquari, na região do Segundo Distrito de Rio Branco.

À época, Vitor Vieira de Lima, 18 anos, foi achado dias após o sumiço. De acordo com o delegado responsável pela investigação, o jovem foi esfaqueado e atirado dentro de um poço ainda vivo e morreu afogado. Já Isabele Silva Lima, 13 anos, foi achada morta em uma área de mata. No dia 23 de agosto de 2018, os ossos de Amanda Gomes foram encontrados pela polícia.

O julgamento dos envolvidos começou na terça-feira (20) e terminou nesta quarta-feira, 21. Foram ouvidas mais de 14 testemunhas no julgamento.

Continuar lendo

Cotidiano

Polícia Civil apreende três quilos de cocaína refinada e prende homem em flagrante

Publicado

em

Na tarde desta quarta-feira, 21, a Polícia Civil, por meio da Delegacia de Repressão ao Narcotráfico (Denarc), coordenada pelo delegado Karlesso Nespoli, prendeu J. S. da S., 37 anos em posse de aproximadamente três quilos de cocaína refinada em barreira montada no Trevo de Senador Guiomard, distante da capital 30 km.

A droga estava acondicionada em uma mochila do acusado que vinha de carona em um caminhão que seguia de Brasileia com destino a Rio Branco.

Os agentes da Denarc realizaram a abordagem e, após vistoria veicular, encontraram três pacotes da droga acondicionados em uma mochila pertencente ao carona que recebeu voz de prisão.

Após a prisão o acusado foi encaminhado à sede da especializada para prestar depoimento a autoridade policial. De acordo com o delegado ele será autuado pelo crime de tráfico de droga sendo colocado à disposição da Justiça.

Continuar lendo

Cidades

Bira faz bandeiraço em bairro e diz que candidatos não são “donos de apoio do governo”

Publicado

em

O prefeito de Xapuri e candidato à reeleição, Ubiracy Vasconcelos, do PT, participou de um movimentado bandeiraço realizado no bairro Mutirão, no fim da tarde desta quarta-feira, 21, ao lado da candidata a vice-prefeita, Maria Auxiliadora (PSB), de vereadores do partido e de alguns secretários municipais.

Na busca pelo terceiro mandato em quatro eleições, Bira Vasconcelos afirmou a uma multidão de militantes e moradores do bairro que participavam da atividade que o trabalho que vem desenvolvendo em Xapuri o credencia à reeleição no próximo dia 15 de novembro.

Durante seu discurso, Bira disse que não é vantajoso para nenhum candidato dizer que o governador está ao seu lado como maneira de angariar apoio popular. Segundo ele, não é verdadeiro que exista “donos do apoio do governo”, mas que os mandatos de prefeito e governador pertencem ao povo.

A menção se refere à estratégia da candidata Carla Mendonça (PP) de usar uma imagem do governador na sua propaganda de campanha. O candidato do PT ressaltou que, independentemente de quem vença a eleição, o governo continua com o compromisso de ajudar o município.

O prefeito afirmou ainda que considera o atual governo parceiro de sua gestão, citando como exemplo a entrega de títulos definitivos a moradores do bairro Mutirão, que deve ocorrer até o fim deste ano, como resultado de esforços das duas esferas administrativas. Como Bira é candidato, os títulos serão assinados pelo governador.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas