Conecte-se agora

Setor de Turismo no Acre deve ser recuperado em até 40% após vacina da Covid-19

Publicado

em

Duramente impactado pela pandemia do novo coronavírus, o setor de turismo tenta se reerguer à medida em que os níveis de risco sanitário para Covid-19 vão promovendo a reabertura econômica do Acre. Carlos Simão Neto, presidente no Acre da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH/Acre), calcula que o número de funcionários caiu aproximadamente 53% entre 2019 e 2020, após pesquisa junto a seis hotéis da capital acreana.

“Com a vacina, acreditamos numa volta de ocupação com crescimento de 40%, mas a performance que obtivemos em 2019 – acima de 54% de ocupação – devemos alcançar em 2022”, explicou.

Simão entende que além da vacina, há a necessidade de recuperação do mercado corporativo com um todo. “65% da ocupação dos hotéis em nossa cidade (Rio Branco) é fruto do turismo corporativo e não o turismo de lazer. Outro ponto importante é a retomada da malha aérea que tínhamos antes e que foi reduzida drasticamente, isso também influencia muito na ocupação; por último, a reabertura das fronteiras com os países vizinhos. O fluxo não é grande, mas ajuda a incrementar a receita dos hotéis, principalmente em datas comemorativas, feriados prolongados, férias e eventos da capital”, disse.

De acordo com o presidente da Confederação Nacional do Comércio, José Roberto Tadros, a maior parte das atividades que compõem o turismo brasileiro segue ainda sem perspectiva de recuperação significativa nos próximos meses, principalmente em virtude do caráter não essencial do consumo destes serviços. “A aversão de consumidores e empresas à demanda, somada ao rígido protocolo que envolve a prestação de serviços desta natureza, tende a retardar a retomada do setor”, ressalta Tadros. Até o fim de 2020, a Confederação projeta um saldo negativo de 42,7 mil estabelecimentos.

Anúncios

Destaque 3

Judiciário diz que soltura de réu por homicídio foi “irregular” por haver outro crime

Publicado

em

O Poder Judiciário do Acre divulgou nota de esclarecimento na tarde desta quarta-feira, 21, após a imprensa noticiar a soltura do principal suspeito de matar e jogar o corpo da jovem Rosiane Martins Cavalcante, de 26 anos, dentro de uma cisterna situada numa casa do bairro Vitória, em Rio Branco. O caso, que envolve o foragido e réu Rodrigo Duarte Gomes, acusado de homicídio, veio à tona após um equívoco decorrente de uma decisão judicial e uma ação da Polícia Civil do Acre em liberar o preso.

O judiciário diz que o réu estava preso e empreendeu fuga, ocasião em que cometeu crime de dano ao patrimônio. “Novamente detido pela polícia, a Justiça analisou a legalidade de sua prisão pelo crime de dano, no último dia 17, sábado, em procedimento virtual adotado desde a suspensão das audiências de custódia, que não estão ocorrendo devido à pandemia”.

A juíza plantonista, Lílian Deise, realizou o procedimento de análise desta segunda prisão, no qual o Ministério Público Estadual se manifestou pela liberdade provisória. O órgão esclarece que “a decisão proferida pela juíza concedeu ao réu o direito de responder ao processo por crime de dano ao patrimônio em liberdade, salvo se o réu não estivesse preso por outro crime”.

O Poder Judiciário destaca que o réu não deveria ter sido solto, pois estava em vigor o mandado de prisão temporária, expedido em razão de decisão proferida pela 1ª Vara do Tribunal do Júri. “Dessa forma, a soltura realizada pela polícia civil, se deu por ato irregular”, atesta.

Rodrigo teve prisão temporária decretada em decisão proferida no dia 16 de setembro, pela juíza Luana Campos, titular da 1ª Vara do Tribunal do Júri, na ação penal referente ao crime de homicídio.

O delegado-geral de Polícia, Josemar Portes, já afirmou que será apurado pela Corregedoria se houve erro por parte da polícia, uma vez que chegou à delegacia um documento do judiciário ordenando a soltura.

Continuar lendo

Destaque 3

No Acre, candidaturas a vice-prefeito vivem situações curiosas perante a Justiça Eleitoral

Publicado

em

Fala-se muito nos candidatos a prefeito mas quase ninguém lembra dos vices. Faltando 26 dias para as eleições, um levantamento produzido pelo ac24horas junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) traz algumas curiosidades sobre o registro da candidatura de vice-prefeito no Acre.

Um exemplo ocorre em Rio Branco, onde todas as candidaturas a prefeito foram aceitas pela Justiça Eleitoral, mas nem todos os vices obtiveram o registro até a tarde desta terça-feira (20).

Afonso Fernandes, vice de Jarbas Soster, e Celestino Bento estão com seus pedidos de registro “em julgamento”. Mas há situações radicais, como o caso da candidata a prefeita de Mâncio Lima pelo PP, Silene Siqueira, que teve a candidatura indeferida, mas a do vice, Rogério Queiroz, do PROS, foi deferida.

O Acre tem 91 candidatos a vice-prefeito, sendo assim, mesmo número de candidatos a prefeito. Porém, em termos de regularidade da candidatura, nem todos estão em igualdade: apenas 23 vices estão deferidos até agora, um deles com recurso judicial.

Mais 44 aguardam julgamento e dois renunciaram. Os demais estão deferidos.

Veja a seguir a situação da candidaturas dos vices em parte dos municípios do Acre:

Mâncio Lima 

 WILSILENE GADELHA SIQUEIRA

 11

 Indeferido

 PP

 ALIANÇA RENOVAÇÃO E ESPERANÇA

 ROGÉRIO CORREA MORAIS

 90

 Deferido

 PROS

ALIANÇA RENOVAÇÃO E ESPERANÇA

Acrelândia

 GRAIA

 ERAIDES CAETANO DE SOUZA

 15

 Deferido

PSDB

 JUNTOS SOMOS MAIS FORTES

 REELEIÇÃO

Assis Brasil

 ARLEUDO BATISTA DOS SANTOS

 45

 Aguardando julgamento

 PSL

 SOCIAL E LIBERDADE

Brasiléia

 CHARBEL REIS SAADY

 15

 Aguardando julgamento

 PSL

 BRASILÉIA EM BOAS MÃOS

Bujari

 CLAUDIO FERREIRA DE MELO

 77

 Aguardando julgamento

Continuar lendo

Destaque 3

Participe da sabatina do ac24horas com os candidatos a prefeito de Rio Branco

Publicado

em

O ac24horas irá realizar a partir do próximo dia 26, uma sabatina com os 7 (sete) candidatos a prefeito na cidade de Rio Branco. Os candidatos serão sabatinados individualmente, em dias distintos da semana. A sabatina será transmitida sempre ao vivo nas páginas do Facebook, YouTube e Instagram do ac24horas, sempre a partir das 19h30.

Cada sabatina terá no máximo 50 minutos de duração. Nos primeiros 5 minutos, após a apresentação do mediador do jornal, o candidato apresentará suas propostas. Nos 40 minutos seguintes, ele será entrevistado pelos jornalistas e, também, responderá a perguntas previamente enviadas por internautas à redação do jornal, que as selecionará.

O objetivo é fazer com que os candidatos tenham a oportunidade de mostrar suas propostas e, principalmente, ajudar o eleitor a escolher quem será o gestor ou gestora da capital acreana pelos próximos 4 anos.

Saiba como participar da sabatina

O detalhe interessante e quem vai fazer com que a sabatina fique ainda mais dinâmica é a possibilidade da participação do eleitor. Quem quiser, vai poder fazer perguntas aos candidatos.

Para participar, basta gravar um vídeo com uma indagação ou um questionamento ao candidato.

Para que seu vídeo possa ser aproveitado com qualidade, siga as seguintes instruções.

1. Grave o vídeo com o celular na posição horizontal de no máximo 40 segundos;

2. Escolha um local com iluminação suficiente para garantir a qualidade do vídeo;

3. Diga seu nome completo, idade, profissão e bairro onde mora;

4. Em seguida, faça a pergunta ou questionamento sobre qualquer assunto que desejar, desde que não contenha nenhum tipo de ofensa ao candidato;

5. As perguntas devem ser feitas por eleitores maiores de 18 anos.

Os vídeos já podem se enviados a partir desta segunda, 19, e devem ser encaminhados ao WhatsApp do ac24horas, no número (68) 3301-7224.

Em sorteio realizado na presença de representantes de todos os candidatos, ficou decidido que a sequência de entrevistados será a seguinte:

Dia 26 de outubro (segunda-feira) – candidato Roberto Duarte (MDB)

Dia 27 de outubro (terça-feira) – candidato Minoru Kinpara (PSDB)

Dia 28 de outubro (quarta-feira) – candidata Socorro Neri (PSB)

Dia 29 de outubro (quinta-feira) – candidato Jamyl Asfury (PSC)

Dia 30 de outubro (sexta-feira) – candidato Jarbas Soster (Avante)

Dia 31 de outubro (sábado) – candidato Tião Bocalom (PP)

Dia 1º de novembro (domingo) – candidato Daniel Zen (PT)

Continuar lendo

Destaque 3

Justiça acata denúncia e Ícaro e Alan viram réus por homicídio, racha, fuga e omissão de socorro

Publicado

em

Após serem denunciados pelo Ministério Público do Acre (MPAC) no dia 16 de setembro, a Justiça acreana acatou o pedido e agora os motoristas Ícaro José da Silva Pinto e Alan Araújo de Lima viram réus por homicídio, racha e crimes acessórios, como fuga e omissão de socorro. Ambos são acusados de praticarem um racha que culminou no atropelamento e morte da jovem Jonhliane de Souza, de 30 anos, no dia 6 agosto, enquanto trafegava em uma motocicleta na Avenida Antônio da Rocha Viana, em Rio Branco.

Mesmo as defesas de ambos os motoristas negando a existência do racha, o promotor que acompanha o caso, Efrain Mendoza, declarou que o racha foi uma das principais condutas apontadas ao final das investigações.

Jonhliane morreu ao ser atingida por uma BMW que era dirigida por Ícaro Pinto em alta velocidade, conforme perícia. A polícia chegou à conclusão de que Alan também participava do racha. Câmeras de segurança flagraram o momento do referido racha. Segundo perícia, a BMW estava a 151 km/h na hora e a motocicleta da vítima a 46km/h.

Alan foi preso na casa de um irmão no dia 14 de agosto e Ícaro no dia 15, no posto da Tucandeira, divisa do Acre com Rondônia, quando retornava de Fortaleza.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas