Conecte-se agora

PSB leva Gladson para programa eleitoral em apoio à Socorro e adversário critica gestão petista

Publicado

em

A propaganda eleitoral dos candidatos à prefeitura de Rio Branco divulgada neste sábado, 10, pelo rádio e TV, trouxeram um pouco mais das propostas que cada um dos 7 candidatos têm para a capital acreana. O governador Gladson Cameli apareceu no vídeo e tomou o tempo de fala da candidata à reeleição, Socorro Neri, para destacar seu apoio à atual prefeita.

Jamyl Asfury (PSC) tem levantado que, como prefeito, irá recuperar ruas e cobrar melhor saneamento básico. Além disso, aposta em mudanças da educação básica.

“Nossas crianças são nosso futuro, por isso teremos em minha gestão escolas em tempo integral”. Segundo Asfury, o tempo integral não servirá apenas para aumentar a carga horária, mas para “tornar um modelo mais atrativo para as crianças e adolescentes”.

No primeiro programa eleitoral divulgado destas eleições, o candidato do Avante, Jarbas Soster, afirmou que é hora de Rio Branco avançar. Ele garante que tem mostrado a realidade de cidade e a maneira como irá trabalhar para melhorar a capital acreana. “Vamos juntos! É hora de Rio Branco avançar”.

Já Socorro Neri (PSB), destacou em vídeo a importância da mulher na política e tratou sobre suas ações frente à pandemia da Covid-19, atestando que o município, em sua gestão, estimulou o isolamento social para controlar a proliferação do vírus. “Colocamos uma Urap exclusiva ao atendimento do coronavírus, fizemos desinfecção de ruas e teste rápido, demos isenção de IPTU e ISS àqueles que mais necessitavam, como empresas e população e fizemos distribuição de cestas básicas”.

Cameli surgiu no vídeo em apoio à Socorro. Segundo o governador, a história entre seu governo e o de Neri se encontrou no momento durante o surgimento da pandemia. “Foi a maior dificuldade que enfrentamos enquanto gestores. Agradeço a Deus por ter tido a oportunidade em ter você ao meu lado. Uma pessoa determinada, trabalhadora, que sei que poderei contar nessa caminhada por uma Rio Branco melhor”, concluiu.

O petista Daniel Zen aproveitou o novo programa eleitoral para lembrar que é o único rio-branquense a disputar a prefeitura da capital acreana. Ele mostrou fotografias antigas da casa onde nasceu e seu criou, localizada no centro da cidade, e destacou que a política sempre fez parte de sua vida, desde seu avô, o ex-senador Mário Maia. “Fui secretário de cultura, educação, deputado eleito, reeleito e hoje candidato a prefeito de Rio Branco. De todos os candidatos, acho que sou o único rio-branquense. Acreano do pé rachado”.

O Progressista Tião Bocalom destacou mais uma vez sobre ser um bom prefeito. “Nos próximos dias apresentaremos nossas propostas que buscam melhoras para a qualidade de vida de todos, mas para que tudo isso dê certo, precisamos muito da sua ajuda, para eu ser o bom prefeito”.

Roberto Duarte (MDB) levou mais uma vez os moradores ao programa eleitoral.

Mais críticas foram direcionadas à gestão de Socorro Neri. Desta vez, ele também criticou toda a gestão PT de 20 anos atrás à frente do município. “A gestão correta, honesta e competente jamais jogará dinheiro fora. Sou contra o desperdício e o inchaço da máquina pública”.

Durante disse ainda que em sua administração todos os cargos da administração serão preenchidos a partir de critérios técnicos. “Não vou sou um prefeito de gabinete. Vou governar nas ruas. Minha missão é cuidar da nossa gente e modernizar Rio Branco”, finalizou.

Representando o PSDB, Minoru Kinpara ressaltou estar começando uma longa caminhada. “A cada dia mais juntos. Tenho andado muito e encontrei muita gente, mas o que mais tenho feito é ouvir nossa querida população para conhecer seus anseios. Muitos bairros não tem tratamento de esgoto”, falou, apresentando seu trabalho feito na Universidade Federal do Acre (Ufac) enquanto Reitor. “O que fizemos com a Ufac, queremos fazer por toda Rio Branco para continuarmos nos orgulhando da nossa cidade”.

Anúncios

Acre 01

Governo federal coloca duas casas e um terreno à venda no Acre por quase R$ 1 milhão

Publicado

em

A Secretaria de Coordenação e Governança do Patrimônio da União (SPU), vinculada ao Ministério da Economia, colocou à venda duas casas e um terreno, todos sem uso, à venda no Acre.

Aqui, estão à venda duas casas na capital, Rio Branco, avaliadas em RS 312 mil e RS 383,5 mil. O outro imóvel à venda é um terreno de 300 metros quadrados localizado no município de Cruzeiro do Sul, avaliado em RS 64,5 mil. A sessão pública será realizada no dia 8 de dezembro.

Além do Acre, os ativos também estão localizados no Distrito Federal e nos estados da Bahia, Espírito Santo, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Sergipe e Tocantins.

Os avisos de licitação das concorrências públicas eletrônicas foram publicados na edição desta sexta-feira (23) do Diário Oficial da União. No total, os imóveis estão avaliados em RS 60,3 milhões.

O valor mínimo varia entre RS 637.163, 62 e RS 1.441.694,78. Os certames serão realizados nos dias 24 e 26 de novembro e nos dias 1, 3, 8 e 10 de dezembro.

Visitas

Os editais das concorrências públicas eletrônicas e as fotos dos imóveis estarão disponíveis no site de Venda de Imóveis da União. Segundo a SPU, também é possível realizar visita presencial ao ativo mediante agendamento direto na Superintendência do Patrimônio da União no Estado onde o imóvel está localizado.

Desde julho, os interessados na aquisição dos imóveis da União devem fazer suas ofertas por esse sistema, desenvolvido pela SPU em conjunto com o Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro)​ e disponível no site de imóveis da União. Como o processo é virtual, as propostas podem ser apresentadas até minutos antes do certame. Entretanto, a validação da oferta só ocorre mediante a comprovação do pagamento da caução, equivalente a 5% do valor do imóvel. Se a proposta apresentada não for a vencedora, a caução é integralmente devolvida.

Continuar lendo

Acre 01

Assaltantes armados abordam militantes de Bocalom após bandeiraço e roubam moto

Publicado

em

Dois homens armadas roubaram uma motocicleta de um casal de militantes do candidato à prefeitura de Rio Branco, Tião Bocalom, e da vice Marfisa Galvão, na noite desta sexta-feira, 23. O assalto ocorreu por volta das 20h30 na frente do comitê Central, que fica na Rua Floresta, 247.

No momento em que ocorria o crime, dezena de pessoas estavam saindo do comitê, mas, quando avistaram os ladrões, acabaram correndo para dentro, trancando a porta e chamando a polícia.

Os bandidos acabaram levando a motocicleta modelo FAN 125, placa NXR 7638, e um celular. Ainda assustados, as vítimas pediram para não serem identificadas, mas informaram que os bandidos chegaram em outra motocicleta e anunciaram o assalto.

As descrições dos acusados já foram repassadas a Polícia Militar que esteve no local.

Continuar lendo

Acre 01

Moradores reclamam de buracos na Estrada do Barro Vermelho e criticam prefeita Socorro Neri

Publicado

em

Há dois anos sem manutenção ou qualquer outro benefício para Estrada do Barro Vermelho, os moradores do trecho da Penal até a Escola Jorge Lavocat, estão bastante insatisfeitos com a gestão municipal de Socorro Neri.

As poucas benfeitorias realizadas neste trecho foram realizadas pelos próprios moradores do local, que representam cerca de 600 famílias.

Continuar lendo

Acre 01

Nicolau Júnior homenageia Phelipe Daou em comemoração aos 46 anos da Rede Amazônica

Publicado

em

O presidente da Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), deputado Nicolau Júnior (Progressistas), participou na manhã desta sexta-feira (16) da cerimônia de comemoração aos 46 anos da Rede Amazônica. Além do parlamentar, o evento também contou com a presença do governador Gladson Cameli, da prefeita de Rio Branco, Socorro Neri e da procuradora-geral de Justiça, Kátia Rejane de Araújo Rodrigues.

A Rede Amazônica é um conglomerado regional que atua nos estados do Acre, Amapá, Amazonas, Rondônia e Roraima em áreas como televisão, rádio e internet. Com sede em Manaus, é o maior grupo de comunicação da Região Norte, sendo afiliada da Rede Globo.

O grupo empresarial responsável pela Rede Amazônica surgiu de uma agência de propaganda, a Amazonas Publicidade, fundada em 30 de setembro de 1968. Os jornalistas Phelippe Daou e Milton de Magalhães Cordeiro se juntaram então aos empresários Joaquim Margarido e Robert Phelippe Daou para disputar a concorrência que resultou na concessão do segundo canal de televisão de Manaus.

Para o presidente da Aleac, um caso de pioneirismo que precisa ser reconhecido. “O Acre foi um Estado formado por pioneiros audaciosos que tiveram a coragem de, na fronteira mais a oeste do país, transformar essa terra em Brasil. A família rede amazônica de rádio e televisão foi uma dessas pioneiras. Inicialmente, com o grande Phelippe Daou, que com coragem e iniciativa trouxe a televisão para o Acre. Legado importante que para a nossa sorte, foi seguido pelo seu filho Phelippe Daou Júnior”, enfatizou.

O progressista frisou ainda que a atuação da Rede Amazônica fortaleceu a cidadania dos povos amazônicos. “O meu desejo é que essa empresa continue crescendo e fazendo a diferença no nosso Estado. Parabéns a todos os jornalistas, funcionários e colaboradores da Rede Amazônica, tenho muito orgulho de tudo que vocês construíram até aqui”, complementou.

Na oportunidade, Nicolau Júnior homenageou Phelipe Daou Júnior com a entrega do título de Cidadão Acreano. Para ele, uma homenagem justa e necessária. “Entrego esse título em nome dos 24 deputados estaduais, do governo do Estado e da população acreana, pelo pioneirismo e pela coragem que Phelippe Daou Júnior, seguindo os passos de seu pai, contribuiu para a construção e a evolução da comunicação e do jornalismo no Estado do Acre. Não poderia deixar de homenagear essa história tão bonita que ajudou a construir o nosso Estado de ponta a ponta. Homenagem mais que justa e merecida”, concluiu.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas