Conecte-se agora

Parte alta de Rio Branco vai ter mudanças no transporte público, anuncia prefeitura

Publicado

em

Nesta terça-feira, 25, a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (RBTrans), reuniu os representantes dos bairros da parte alta da cidade para apresentação do modelo de sistema de transporte que será implantado pela prefeitura de Rio Branco naquela região, a partir do mês de outubro.

O Diretor de Transportes da RBTrans, Diego Parreira foi responsável por apresentar o planejamento para atender a Regional Tancredo Neves. Chamado de Sistema Tronco-Alimentando, a operação consiste na sistematização e integração de transporte coletivo, fazendo uso do Terminal de Integração do bairro Adalberto Sena, com implantação de linhas alimentadoras, que irão trazer o cidadão de dentro dos bairros da Regional Tancredo Neves, para fazerem uso da linha troncal, que realizará somente o percurso que liga o Terminal Central ao Terminal Adalberto Sena.

Diego Parreira explicou que as linhas troncais percorrem avenidas e principais ruas ligando cada Terminal de Integração ao Terminal Central da cidade. “A grande novidade é que os ônibus que serão utilizados nessa troncal são articulados e bi-articulados, além de climatizados, o que oferece maior conforto à população”, disse ele.

A Superintendente da RBTrans, Sawana Carvalho, destacou que a prefeitura de Rio Branco fazendo esse enfrentamento à Covid-19, buscou segurança e consultou o Comitê Municipal de Combate ao Coronavírus sobre o uso do ar-condicionado nos ônibus. “Buscamos trabalhar com transparência e de forma participativa, por isso, o convite para que essas lideranças viessem conhecer e opinar sobre a operação que vamos implantar na parte Alta da cidade e que irá beneficiar 13 bairros”, destacou Sawana.

Carvalho explica ainda que serão utilizados três ônibus articulados e um biarticulado. “A capacidade do biarticulado é de 200 pessoas, sendo que desse total, 60 são sentadas. Com uma maior capacidade de passageiros o distanciamento social é mais fácil de ser cumprido”, explicou ela.

Questionada sobre os benefícios da linha troncal, Sawana respondeu:

“Teremos redução no tempo de espera e de viagem dos usuários. Estamos contribuindo para o combate a Covid-19, reduziremos o custo operacional do sistema e estaremos proporcionando melhoria no conforto dos passageiros”, disse.

Ao término da reunião a RBTrans proporcionou aos presentes uma volta no biarticulado, saindo da frente da Prefeitura e fazendo o percurso que será implantado, passando pelos Terminais Central e Adalberto Sena.

“Mostrar para os líderes de bairros como será o funcionamento, demonstra abertura de diálogo e a tendência de melhorar cada vez mais”, destacou o presidente do bairro Wanderley Dantas, Sidney Matias.

Os 13 bairros beneficiados serão: Alto Alegre, Adalberto Sena, Defesa Civil, Xavier Maia, Juarez Távora, Irineu Serra, Montanhês, Placas, Wanderley Dantas, Mulateiro, Jorge Lavocat, Tancredo Neves, Raimundo Melo.

Anúncios

Cotidiano

Programa que renegocia dívidas com o Fies é regulamentado pelo governo

Publicado

em

O governo federal regulamentou o programa que permite a renegociação de dívidas de financiamentos concedidos com recursos do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). A medida estava prevista na Lei nº 14.024/2020, sancionada em julho, que suspendeu o pagamento de parcelas do Fies até 31 de dezembro, em razão da pandemia de covid-19.

A resolução do Comitê Gestor do Fundo de Financiamento Estudantil, com as regras do programa, foi publicada hoje (22) no Diário Oficial da União. A medida vale para os contratos assinados até o segundo semestre de 2017 e para os débitos vencidos e não pagos até o dia 10 de julho deste ano, na fase de amortização, quando o estudante já concluiu o curso.

A resolução entra em vigor em 3 de novembro e a adesão ao programa poderá ser solicitada ao banco até 31 de dezembro e será efetuada mediante termo aditivo ao contrato de financiamento, podendo ser assinado eletronicamente pelos financiados e seus fiadores.

No caso de quitação, em parcela única, do débito vencido ou saldo devedor total, haverá redução de 100% dos encargos moratórios, desde que o pagamento seja feito até 31 de dezembro. Também poderá ser feita a liquidação do saldo devedor em quatro parcelas semestrais, até 31 de dezembro de 2022, ou 24 parcelas mensais, com redução de 60% dos encargos e pagamento a partir de 31 de março de 2021.

Já os parcelamentos do saldo devedor feitos em 145 ou 175 parcelas mensais receberão redução de 40% e 25%, respectivamente, e os pagamentos começam a partir de janeiro de 2021. Em caso de prorrogação do estado de calamidade pública em razão da pandemia, ficará suspensa automaticamente a obrigação do pagamento da primeira parcela em janeiro, exceto no caso da liquidação total em parcela única.

O valor da parcela mensal resultante da renegociação não poderá ser inferior a R$ 200, mesmo que isso implique redução do prazo máximo de parcelamento. Os descontos concedidos no programa são referentes apenas aos encargos moratórios, permanecendo a cobrança dos débitos contratuais.

Será permitida apenas uma renegociação no âmbito do programa. Em caso de não pagamento de três parcelas consecutivas ou alternadas do saldo devedor renegociado, o cidadão perderá o direito ao desconto concedido sobre os encargos, e o valor correspondente será reincorporado ao saldo devedor do financiamento.

Agência Brasil

Continuar lendo

Cotidiano

Eduardo Farias diz que postura do presidente Bolsonaro estimula movimento antivacina

Publicado

em

O vereador e médico infectologista Eduardo Farias (PCdoB) usou o seu tempo na sessão desta quinta-feira, 22, da Câmara de Vereadores de Rio Branco para lamentar a postura de Bolsonaro contra a compra da Coronavac.

Segundo Farias, os números de casos da Covid-19 no Brasil ainda preocupam as autoridades de saúde e pediu que não ocorra mais a politização da vacina. Ele lembrou do caso da cloroquina que foi colocado como cura da Covid-19.

“Existem no Brasil movimentos antivacina que a gente se preocupa muito, e quando o líder maior da nação tem essa postura acaba estimulando isso mais ainda. Não podemos entrar nessa polêmica da vacina mais uma vez para repetir o que foi feito com a cloroquina que virou um medicamento mais político do que uma discussão médica. Não podemos repetir isso de novo”, afirmou.

O vereador argumentou que em relação a vacina é colocado na balança dois direitos: de um lado, a liberdade individual e, de outro, a saúde pública e, no caso de epidemias de doenças que são uma clara ameaça à saúde pública, como a covid-19, o direito à saúde pública é prevalente.

Ele lembrou que a legislação brasileira permite a vacinação obrigatória já que o próprio presidente Jair Bolsonaro, em fevereiro, sancionou a Lei 13.979, que autoriza autoridades a tomar medidas como tornar compulsória a vacinação.

Continuar lendo

Cotidiano

Ageac limita transporte de cães e gatos com peso de até 10 quilos e 3 animais por viagem

Publicado

em

Pela primeira vez, a Agência Regulamentadora de Serviços Públicos do Estado do Acre (Ageac) regulamenta o transporte de animais em viagens intermunicipais. No Diário Oficial do Estado (DOE) desta quinta-feira, 21, o órgão divulga a resolução n°75, que disciplina e regulamenta o transporte de animais domésticos e cães-guia no âmbito rodoviário intermunicipal.

Agora, fica limitado o transporte de cães e gatos com peso-limite de até dez quilos, exceto em caso de cães-guia. Também fica limitado o transporte de até três animais domésticos por viagem, que devem ser acomodados em caixas transportadoras com capacidade de suportá-los e oferecer segurança para si e demais passageiros.

Também é necessária a apresentação da carteira de vacinação atualizada com registros e datas e ainda atestado médico veterinário informando as condições de saúde. O não cumprimento dessas regras pode fazer com que o animal não embarque, nem seja transportado.

O transporte rodoviário é um dos mais utilizados para deslocamento de pessoas e animais. “A Ageac vem cumprindo seu papel como órgão regulador do sistema de transporte, beneficiando o setor e ao mesmo tempo alcançando os interesses da população. Com certeza tivemos um avanço”, diz a presidente da Ageac, Mayara Lima.

Continuar lendo

Cotidiano

Candidatos do Acre têm até domingo para prestar conta parcial da campanha

Publicado

em

Começou nessa quarta-feira, 21, o prazo para que candidatos e partidos políticos enviem à Justiça Eleitoral a prestação de contas parcial referente às Eleições Municipais 2020.

Todos os candidatos, independentemente de estarem com o registro deferido ou não, deverão encaminhar a prestação de contas parcial até o próximo domingo (25), por meio do Sistema de Prestação de Contas Eleitorais (SPCE).

Deve constar na prestação de contas parcial toda a movimentação financeira e/ou estimável em dinheiro ocorrida do início da campanha até o dia 20 de outubro, conforme previsto em resolução do TSE que instituiu o novo calendário das Eleições 2020, em razão da pandemia de Covid-19.

A não apresentação da prestação de contas parcial ou a sua entrega de forma que não corresponda à efetiva movimentação de recursos caracteriza infração grave, salvo justificativa acolhida pela Justiça Eleitoral, que será apreciada no julgamento da prestação de contas final.

Os dados das prestações de contas parciais serão divulgados pelo Tribunal Superior Eleitoral no dia 27 de outubro, por meio do sistema DivulgaCandcontas.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas