Conecte-se agora

Empresa perde 15 toneladas de açaí avaliada em R$ 150 mil durante abordagem da PM

Publicado

em

Na última quarta-feira, dia 16, a indústria de frutas Norte Hortifruti, sediada em Mâncio Lima, fazia o transporte, como acontece semanalmente, da carga de açaí do município, localizado no Vale do Juruá, até a capital Rio Branco.

Em Cruzeiro do Sul, o caminhão, carregado com 15 toneladas de açaí, foi parado por uma fiscalização da Polícia Militar na BR-364. A carga foi conferida, liberada e o caminhão pode seguir viagem. Acontece que ao chegar em Tarauacá, o motorista se deparou com mais uma barreira da Polícia Militar. É aí que começa a história de um prejuízo de mais de 100 mil reais.

Em uma carta, enviada ao Secretário de Segurança Pública do Acre (Sejusp), Paulo Cézar dos Santos, a empresa conta que o policial responsável pela abordagem, que não é identificado, sem justificativa, resolveu que toda a carga deveria ser revistada e ainda passar pelo equipamento de detecção de infravermelho que fica dentro presídio Moacir Prado, localizado em Tarauacá.

No documento, a empresa esclarece que o motorista explicou que o açaí é um produto extremamente delicado, não podendo ser manipulado de qualquer maneira, sem refrigeração, o que pode fazer com que fique inapto para o consumo.

Mesmo assim, de acordo com a denúncia, por volta de meio-dia, o policial obrigou o motorista a levar o caminhão até o presídio. Um trecho da carta detalha: “Ato contínuo, fez com que os detentos descarregassem toda a carga para ser vistoriada, que além de causar a ruptura das embalagens pelo manejo inadequado, pois os sacos eram jogados dentro de uma “carrocinha” e depois carregados pelos presos até o interior da penitenciária, fez com que a mesma ficasse por horas sem refrigeração adequada gerando a fermentação do produto e consequentemente perda total da carga!”. O prejuízo, de acordo com a empresa, é de R$ 150 mil.

O motorista relatou que filmou os detentos carregando os pacotes de açaí, mas teve o celular apreendido. Mesmo assim, uma outra pessoa conseguiu fazer fotografias.

No final da carta, a empresa diz que não tem como arcar com o prejuízo. “A empresa, vem realizando diversos investimentos na região e dependia da venda desta carga para saldar seus compromissos com funcionários e credores e agora diante do prejuízo causado pela ação de um agente público, servidor do estado, se encontra sem condições de adimplir com seus compromissos. A safra de açaí já findou e não há sequer como repor a mercadoria que teve rejeitado o recebimento pelo cliente uma vez que restou inapta ao consumo.
Certos de vosso grande senso de justiça e equidade estamos diante da presença de da presença de Vossa Senhoria em busca de auxílio para que possamos de alguma forma encontrar uma reparação pelo prejuízo sofrido. uma reparação pelo prejuízo sofrido”, disse.

A Norte Hortifruti afirma que é uma empresa com atuação voltada a industrialização de produtos oriundos do extrativismo e produção familiar, como polpa de frutas, produtos derivados do açaí, buriti, macaxeira e óleos. Atualmente é geradora de 25 empregos diretos e de aproximadamente 300 indiretos decorrentes de parceria Privado-Comunitária com a Cooperativa Agroindustrial e Extrativista do vale do Juruá – COOPERVALE, incentivado assim as cadeias produtivas da região do Vale do Juruá fortalecendo a economia local com responsabilidade socioambiental.

O ac24horas entrou em contato com assessoria da Polícia Militar e aguarda um posicionamento sobre a denúncia.

Anúncios

Cotidiano

Homem tem casa invadida e é alvejado a tiros por engano no bairro Boa União

Publicado

em

Ronilson Silva, de 29 anos, foi ferido a tiros na manhã desta quinta-feira, 29, dentro de sua residência localizada na rua 26 de Julho, no bairro Boa União em Rio Branco. A polícia informou que Ronilson estava em casa quando um homem não identificado invadiu a residência e efetuou vários tiros na direção da vítima, que foi atingida com dois projeteis na região do abdômen e coxa direita.

Após a ação, o criminoso fugiu do local. A vítima relatou que o alvo do bandido era o seu primo e que foi ferido por engano. A ambulância do suporte avançado do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi acionada e os paramédicos prestaram os primeiros atendimentos. Logo em seguida, Ronilson foi conduzido ao Pronto-Socorro de Rio Branco em estado de saúde grave.

Policiais Militares estiveram no local e após colher as características do autor do crime fizeram patrulhamento na região em busca de prendê-lo, mas ninguém foi encontrado.

Agentes da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) já iniciaram as investigações em busca de identificar o criminoso. A Polícia acredita que o crime foi motivado pela guerra entre facções.

Continuar lendo

Cotidiano

Comitê divulga nesta quinta-feira (29) nova classificação de risco da Covid-19 no Acre

Publicado

em

O Comitê de Acompanhamento Especial da Covid-19 promove nesta quinta-feira (29) coletiva de imprensa para divulgação da nova classificação do nível de risco do novo coronavírus no Estado definido pelo Pacto Acre sem Covid.

A coletiva ocorre às 15 horas em conferência virtual pela plataforma Zoom. Atualmente, o Acre se encontra na fase amarela do risco da Covid-19 e a expectativa é que o Estado avance para a fase verde mas há sinais de recrudescimento da doença em países onde ela parecia controlada, especialmente na Europa. Com isso, há Estados que estão intensificando ou retomando cuidados que haviam sido flexibilizados.

Continuar lendo

Cotidiano

Portaria normatiza repasse emergencial contra Covid-19 a abrigos assistenciais

Publicado

em

Publicada na edição desta quinta-feira (29) do Diário Oficial da União, a portaria 3, do Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos, dispõe sobre as competências, o fluxo dos processos ao pagamento a prestação de auxílio financeiro pela União às Instituições de Longa Permanência para Idosos (ILPIs), no exercício de 2020, em razão do enfrentamento da emergência de saúde pública de importância internacional decorrente da Covid-19.

O artigo 1º diz que as ILPIs que tiverem mais de um estabelecimento vinculado ao mesmo representante legal, esta precisa no prazo de até 5 dias úteis, providenciar procuração, registrada em cartório, designando um representante legal para cada estabelecimento conferindo-lhes plenos poderes para executar o recurso do auxílio emergencial junto ao MMFDH e a Fundação Banco do Brasil.

No Acre, estão contempladas abrigos de idosos em Rio Branco e Cruzeiro do Sul.

Continuar lendo

Cotidiano

45% dos acreanos acreditam que sistema de saúde suporta demanda da Covid-19

Publicado

em

O estudo divulgado nesta quarta-feira (28) pela Famivita mostra que que 45% dos acreanos acreditam que o sistema de saúde suportou e suporta satisfatoriamente a demanda gerada pela pandemia da Covid-19.

A Famivita é uma farmacêutica especializada em fertilidade humana.

O estudo mostra ainda que o Piauí é onde se encontra o maior número de pessoas que mais concorda que o sistema de saúde está dando conta da demanda, com 53% dos participantes.

A média no país chega a 56% entre os que consideram que o SUS atuou e atua bem na pandemia.

Já em São Paulo, 47% dos entrevistados acreditam que o sistema de saúde suportou bem a pandemia.

E no Rio de Janeiro, somente 31% concordam que o sistema de saúde conseguiu dar conta da demanda.

O levantamento também informa que pelo menos metade da população deixou de fazer alguma consulta ou exame desde que a pandemia começou. Em Tocantins, 58% da população não compareceu a alguma consulta ou exame desde que a pandemia começou. Já no Rio de Janeiro e em São Paulo, pelo menos 51%.

O estado com o menor percentual de pessoas que deixaram de comparecer a uma consulta ou exame é o Acre com 40% dos entrevistados.

O estudo teve abrangência nacional e foi realizado com mais de 11.800 pessoas entre 8 e 12 de outubro. O método de coleta de dados foi feito por meio de questionário em formulário na internet com as seguintes perguntas: você acha que o sistema de saúde suportou bem a demanda durante a pandemia? Você não fez consultas ou exames nos últimos meses que deveria fazer? E Você fez consultas médicas de forma remota nos últimos meses?

 

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas