Conecte-se agora

Antônia Lúcia retrocede e troca Bira por Carlos Venícius

Publicado

em

O encerramento do prazo para a realização das convenções partidárias, ocorrido nesta quarta-feira, 16, não foi determinante para que as surpresas e reviravoltas de última hora não ocorressem na definição das coligações para as eleições deste ano em Xapuri.

A mais nova mudança no cenário eleitoral que se definirá de uma vez por todas apenas após o deferimento dos pedidos de registro das candidaturas, cujo prazo é 26 de setembro, foi a mudança de lado do Partido Liberal (PL), que havia se aliado ao PT.

Candidata a vice-prefeita em Rio Branco, na chapa do deputado estadual Roberto Duarte (MDB), a missionária tinha uma aliança “espúria” com o PT no município de Xapuri, tendo a aliança sido homologada em convenção realizada no último 15.

Um sinal de que o noivado do partido da bispa da Assembleia de Deus com o PT não daria em casamento foi a ausência dela na convenção da Frente Popular de Xapuri depois de ter sido anunciada como uma das atrações da festa de esquerda.

No entanto, o desfecho da curta relação PT/PL em Xapuri veio apenas nesta quinta-feira, 17, quando Antônia Lúcia declarou apoio ao advogado Carlos Venícius, candidato oficializado pelo MDB do município, em um vídeo divulgado nas redes sociais.

“Em vim aqui hoje declarar o apoio do Partido Liberal e pedir que os meus amigos das nossas igrejas, os meus amigos de oração, que estejamos juntos nessa nova empreitada junto com o doutor Venícius para a prefeitura de Xapuri”, disse a missionária.

O vídeo teve repercussão tanto nas mídias sociais tanto do MDB quanto do PT, em nível local. Os primeiros comemoraram a aliança que os tira da solidão que preponderou até o momento e os segundos trataram de minimizar a retirada do partido de direita.

Carlos Venícius disse que a aliança com o PL é muito bem-vinda e que o apoio da ex-deputada, que na última eleição para a Câmara Federal foi a terceira candidata a obter mais votos em Xapuri, tem importância fundamental para a sua campanha.

“Estamos muito felizes com a aliança, tem muita gente nos parabenizando porque, apesar das muitas pressões que recebemos para não ser candidatos, resistimos bravamente e ainda conseguimos construir uma composição importante como essa”.

Jacaré com macaco

Informado pelo ac24horas da mudança de posição da ex-deputada, o prefeito Ubiracy Vasconcelos, que teve a sua candidatura à reeleição oficializada na última terça-feira, 15, disse que a decisão de Antônia Lúcia foi uma surpresa, mas não uma decepção.

Segundo Bira, foi o PL quem procurou fazer parte da coligação liderada pelo PT e que o processo foi construído pelos presidentes dos partidos, não tendo ele em nenhum momento conversado com Antônia Lúcia sobre a aliança que considerava desconfortável.

“Quando fomos formar a Frente Popular em Xapuri, o PL se apresentou como um dos componentes. Nós aceitamos, abraçamos e fizemos a nossa convenção, e hoje a missionária Antônia Lúcia, à qual respeitamos bastante, declinou dessa posição”, disse.

O candidato do PT afirmou ainda que a decisão da presidente do Partido Liberal é natural e disse que “a união era uma espécie de casamento de jacaré com macaco”, em razão da diferença de programas entre os dois partidos.

“Naturalmente aceitamos isso e vamos retificar nossas atas de convenção e partir para o embate da campanha eleitoral que se aproxima. A Frente Popular ficou mais redondinha, com partidos que se afinam mais para poder fazer o enfrentamento nas urnas”.

Mudanças pós-convenções

A respeito das mudanças ocorridas após a oficialização de chapas e coligações, o ac24horas conversou com alguns advogados que assessoram partidos e coligações, mas não encontrou consenso nas opiniões sobre a questão.

O juiz eleitoral da 2ª Zona, que abrange Xapuri e Capixaba, Luís Gustavo Alcalde Pinto, explicou que a regra é a definição das candidaturas e coligações partidárias nas convenções e o envio das atas e listas de presença 24 horas depois de realizada a reunião.

O magistrado afirmou ainda que as ocorrências em desacordo com as normas poderão se tornar objeto de discussão judicial, podendo o Judiciário se manifestar a respeito de possíveis questões apenas no momento adequado e pela via eleita correta.

Anúncios

Destaque 7

Medicina da Ufac tira nota 1 no Enade e nenhum curso alcança nota 5

Publicado

em

O resultado do Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade) de 2019 foi divulgado nesta terça-feira, 20. Dos 12 cursos da Universidade Federal do Acre (Ufac) avaliados no exame, dois obtiveram nota 4, numa escala que vai até 5, o que é um conceito considerado bom.

No campus-sede, em Rio Branco, os cursos que obtiveram nota 4 (bom) no Enade foram: Engenharia Civil e Nutrição. Com nota 3, foram avaliados Agronomia, Enfermagem, Educação Física, Veterinária, Engenharia Elétrica e Florestal. Já o curso de Medicina ficou com a nota 1.

Já em Cruzeiro do Sul, Agronomia tirou nota 2, Engenharia Florestal 1 e Enfermagem ficou com 3. O exame é realizado a cada três anos para avaliar o rendimento dos alunos que estão concluindo curso de graduação, em relação às competências adquiridas durante a formação, entre outros aspectos.

O Enade também avalia o rendimento dos concluintes em relação aos conteúdos programáticos previstos nas diretrizes curriculares dos cursos, o desenvolvimento de competências e habilidades necessárias ao aprofundamento da formação geral e profissional, e o nível de atualização dos estudantes com relação à realidade brasileira e mundial.

O Enade é aplicado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) desde 2004, o Enade integra o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes), composto também pela Avaliação de cursos de graduação e pela Avaliação institucional. Juntos eles formam o tripé avaliativo que permite conhecer a qualidade dos cursos e instituições de educação superior brasileiras.

Leia também >>Ufac lamenta nota no Enade e diz que resultado não reflete na formação dos alunos

 

Continuar lendo

Destaque 7

Governo do Acre anuncia pagamento do Prêmio Anual de Valorização da Atividade Policial

Publicado

em

Durante reunião ocorrida na noite dessa segunda-feira, 19, entre o governador Gladson Cameli e policiais penais, o chefe do Executivo anunciou que irá creditar em breve o pagamento do Prêmio Anual de Valorização da Atividade Policial, o Pavap. Cameli não estipulou datas, mas afirmou que o pagamento será, de fato, realizado.

O anúncio ocorreu diante da nova diretoria do Sindicato dos Policiais Penais do Acre, que Gladson conheceu durante a reunião, e do Sindicato dos Servidores Administrativos do Instituto de Administração Penitenciária do Acre (Iapen). Por meio das redes sociais, o governador reiterou a garantia do pagamento referente a 2019.

Há uma semana, o governador adiantou que irá pagar em outubro e novembro deste ano prêmios de valorização aos profissionais da educação e da segurança pública. Aos profissionais de segurança, Cameli anunciou o pagamento de R$ 1.800,00 para novembro e ressaltou que o pagamento é resultado do esforço dos profissionais que estão atuando no combate ao crime.

O governador aproveitou para falar dos investimentos que realizou desde que assumiu o governo em 2019 na área de segurança que vai desde a convocação dos aprovados do concurso da Polícia Militar e Polícia Civil, compra de novos equipamentos para segurança pública, criação do Gefron e dentre outras pautas.

“É importante ressaltar que o prêmio de valorização dos policiais não estava sendo pago em anos anteriores à nossa gestão. Serão 3 mil policiais e bombeiros recebendo esse reconhecimento e logo em seguida serão os nossos policiais penais”, afirmou.

Continuar lendo

Destaque 7

Eleições 2020: Acre tem mais de 560 mil eleitores aptos a votar

Publicado

em

Nestas eleições municipais, 561.261 eleitores estão aptos a votar em todo o Acre. O número representa 0,38% em relação ao total de eleitores. Os dados foram divulgados pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O contingente elegerá novos prefeitos e vereadores nos 22 municípios no próximo dia 15 de novembro. Não participam da votação neste ano os eleitores os brasileiros registrados no exterior, que só podem votar em trânsito nas eleições gerais a cada quatro anos.

Mulher, com ensino médio e de 35 a 59 anos é o perfil majoritário do eleitor que votará nas eleições de 2020. Por causa da pandemia de covid-19, a Justiça Eleitoral excluiu a biometria como meio de identificação nas eleições deste ano.

Mesmo assim, a coleta dos dados biométricos continuou a aumentar em 2020.

A capital acreana continua como o maior colégio eleitoral do estado, sendo a única que ultrapassa os 200 mil eleitores, o que a credencia ter segundo turno, caso nenhum dos candidatos alcance a maioria absoluta dos votos válidos. Com 256.673 eleitores, Rio Branco concentra 45,73% dos eleitores de todo o estado.

O segundo lugar no número de eleitores não tem nem metade do eleitorado da capital. Cruzeiro do Sul, de acordo com a justiça eleitoral, tem 55.749 eleitores aptos a participar da eleição deste ano.

Na casa dos 20 mil eleitores, o Acre tem quatro cidades. Sena Madureira, que é o terceiro maior colégio eleitoral, com 28.985 eleitores, Tarauacá com 26.354 e a vizinha Feijó, com 21.551 eleitores.

Na faixa das localidades que estão abaixo de 20 mil e acima dos 10 mil eleitores é que se concentra a maior quantidade de municípios acreanos. São eles: Senador Guiomard com 17.552 eleitores, Brasileia, com 16.884, Mâncio Lima, que tem 13.141, Porto Acre com 12.639 eleitores, Plácido de Castro, com 11.964, Epitaciolândia, com 11.732, Xapuri, 11.399, Rodrigues Alves, com 11.388 e Marechal Thaumaturgo, com 10.491 eleitores.

Outros 8 municípios possuem um colégio eleitoral abaixo de 10 mil eleitores. O menor deles, é Santa Rosa do Purus, onde, de acordo com a justiça eleitoral, existem apenas 3.566 pessoas aptas a votar em novembro. No município, existem 5 candidatos a prefeito e 65 postulantes a uma das 9 vagas de vereador. Em Bujari, são 9.613 eleitores, Acrelândia, são 9.169 eleitores, Capixaba, possui 7.540, Manoel Urbano tem 7.209, em Porto Walter são 6.570 eleitores, Assis Brasil tem 5.913 eleitores e Jordão, fecha a lista com 5.209 pessoas aptas a votar.

Mais informações podem ser obtidas no censo do TSE com o perfil do eleitorado brasileiro em 2020. O tribunal compilou os principais dados neste documento. Também é possível acessar o Repositório de Dados Eleitorais (RDE), que permite baixar tabelas com todos os dados do eleitorado e fazer cruzamentos estatísticos.

Continuar lendo

Destaque 7

Acreanos são finalistas em projeto de inovação de multinacional

Publicado

em

Três alunos de Engenharia Elétrica da Universidade Federal do Acre estão desenvolvendo um vaso automatizado que fornece água e iluminação artificial de acordo com a necessidade de cada planta. O projeto é um dos 13 escolhidos para participar do Samsung Ocean Lab #3, programa de inovação da Samsung Brasil que oferece capacitação empreendedora e tecnológica para a região da Amazônia Ocidental (composta por Acre, Amazonas, Rondônia e Roraima) e do Amapá. A atual edição da iniciativa tem atividades remotas, ampliando o seu alcance.

O projeto, intitulado Gardens, foi criado por Leonardo Batista, Leonardo Kretschemer e Pedro Eugênio e pretende desenvolver a jardinagem sustentável automatizada auxiliada por um aplicativo para acompanhar a evolução de cultivos e até facilitar a compra de adubos e outros incrementos necessários. A ideia surgiu a partir do crescente interesse em jardinagem vertical amadora e no consumo de produtos orgânicos.

“Desenvolvemos um vaso com características especiais, como autoirrigação e controle de luminosidade, de acordo com as necessidades específicas de cada planta e da adaptação ao clima. O aplicativo permitirá ver a quantidade de água na jardineira, quantas horas de energia foram utilizadas e se o cultivo está dentro da programação de evolução, entre outras funções. Estabeleceremos também parcerias com lojas para, no próprio app, facilitar a compra de adubo e sementes, por exemplo. A jardinagem é um hobby e uma arte que exige uma responsabilidade, e nossa ideia é entregar uma comodidade maior ao consumidor para exercê-la”, disse Leonardo Batista, CEO da Gardens.

O projeto abre a possibilidade de prática de jardinagem para quem não tem espaço nem tempo para cuidar de um jardim. Até por isso, o vaso não é muito grande. Existe ainda a opção de iluminação artificial para ampliar as possibilidades para moradores de apartamentos ou casas pouco atingidos pela luz solar.

Entre os 13 projetos, além do Acre, Rondônia e Roraima também possuem um representante cada, sendo os outros dez do Amazonas. Há propostas voltadas para as áreas de economia regional, educação e capacitação profissional, entretenimento, negociação de resíduos descartados por indústrias locais e turismo, além de gestão e controle de doações, monitoramento de criadouros de Aedes aegypti e de distanciamento social.

“A adaptação do Samsung Ocean para atividades remotas abriu oportunidades para startups que estão nascendo em ecossistemas emergentes para esses empreendimentos voltados à tecnologia, como é o caso do Acre. O Ocean é uma porta de entrada, com a possibilidade de desenvolver talentos que entrem no mercado com projetos promissores e que atendem a demandas do mercado, como, por exemplo, jardineiras adaptadas a rotinas nas quais fãs de jardinagem não conseguem ter a dedicação que gostariam às plantas em casa”, analisou Eduardo Conejo, Gerente Sênior de Inovação na área de Pesquisa e Desenvolvimento da Samsung.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas