Conecte-se agora

Beneficiários do Bolsa Família recebem parcela de R$ 300 do auxílio a partir desta quinta

Publicado

em

Os beneficiários do programa Bolsa Família começam a receber a partir desta quinta-feira (17) a primeira das 4 parcelas de R$ 300 do Auxílio Emergencial residual, informou o Ministério da Cidadania.

O pagamento dessa parcela para quem recebe o Bolsa Família segue até 30 de setembro, seguindo o número final do Número de Identificação Social (NIS). Veja no calendário:

Questionada pelo G1, a pasta ainda não informou as datas de pagamento do Auxílio Emergencial Residual para os outros grupos.

A Medida Provisória com as regras do pagamento da prorrogação Auxílio Emergencial foi publicada no “Diário Oficial da União” em 3 de setembro.

O cálculo do valor do benefício para os trabalhadores que fazem parte do Bolsa Família será feito por família: o auxílio emergencial residual será a diferença entre a soma dos R$ 300 recebidos por cada beneficiário da família (ou R$ 600 no caso de mulher chefe de família) e o valor que a família habitualmente recebe como Bolsa Família. Se o valor do Bolsa for maior, a família receberá apenas este.

Calendários de pagamento

 

Veja abaixo os calendários de pagamento e saque da parcela atual. Clique aqui para ver o calendário completo de pagamentos do Auxílio Emergencial.

Lote 1, Parcela 4 — Foto: Economia G1

Lote 1, Parcela 4 — Foto: Economia G1

Lote 2, Parcela 3 — Foto: Economia G1

Lote 2, Parcela 3 — Foto: Economia G1

Lotes 3 e 4, Parcela 2 — Foto: Economia G1

Lotes 3 e 4, Parcela 2 — Foto: Economia G1

Lote 5, Parcela 1 — Foto: Economia G1

Lote 5, Parcela 1 — Foto: Economia G1

Auxílio Emergencial, Lote 6 Parcela 1 — Foto: Economia G1

Auxílio Emergencial, Lote 6 Parcela 1 — Foto: Economia G1

Auxílio Emergencial, Lote 1 (retomada), Parcelas 3 e 4 — Foto: Economia G1

Auxílio Emergencial, Lote 1 (retomada), Parcelas 3 e 4 — Foto: Economia G1

Anúncios

Destaque 3

População vai poder agendar online atendimento na OCA para expedição de identidade

Publicado

em

O Governo do Acre, por meio da Polícia Civil, irá disponibilizar a partir da próxima segunda-feira, 21, o agendamento eletrônico online para expedição de carteira de identidade em Rio Branco. O objetivo é diminuir as filas e aglomerações, e evitar que as pessoas compareçam à Central de Serviço Público (OCA) e que não consigam senha para atendimento no mesmo dia.

Disponibilizado inicialmente na capital, o cidadão terá à disposição, com data e hora marcadas, sem tumulto e sem fila, o agendamento do serviço por meio do site da Polícia Civil na internet: http://idpol.ac.gov.br/services.

Após o acesso, o usuário deve escolher o posto de atendimento, a data, preencher o formulário e confirmar o agendamento. Na página, o cidadão será informado em relação aos documentos necessários para obtenção da carteira de identidade e será gerado um protocolo da confirmação do agendamento, com data e hora marcadas.

Ao fim do atendimento presencial, o solicitante receberá um protocolo do atendimento com a previsão de entrega. A informação se a carteira de identidade está pronta, dentro do prazo previsto, poderá ser obtida pelo telefone 3215-2417, das 8 às 13h.

O Instituto de Identificação da Polícia Civil emite desde 2019 o novo formato para emissão da carteira de identidade, seguindo o decreto nº 9.278, de 5 de fevereiro de 2018, no qual é facultativo incluir os documentos abaixo relacionados, lembrando que permanece imprescindível somente a certidão de nascimento, se solteiro, ou de casamento original, se casado:

• Título de eleitor;

• Carteira de trabalho e previdência social;

• Certificado militar;

• Carteira nacional de habilitação,

• Documento de identidade profissional;

• Carteira nacional de saúde;

• Números de NIS/PIS/Pasep;

• Também poderá ser incluído o nome social, sem a necessidade de alteração no registro civil.

Outra novidade é que poderão constar indicativos para pessoas com necessidades especiais e códigos referentes ao Código Internacional de Doenças (CID).

O solicitante deve ser o próprio cidadão. Menores de idade devem estar acompanhados por um dos pais ou por responsável legal. A primeira via da cédula de identidade é isenta de pagamento, já a segunda via tem uma taxa de R$ 57,52.

A Polícia Civil estuda a possibilidade da implantação do serviço online no interior do estado. Atualmente há mais de seis mil carteiras esperando para serem entregues aos proprietários, sendo 2051, de 2017 a 2019; e mais de 4000, de janeiro a agosto de 2020. Para mais informações, entrar em contato pelos telefones 3215-2417 3215-2484, 3215-2449 e 3215-2451 ou por e-mail: [email protected]

Continuar lendo

Destaque 3

Governo anuncia hoje nova bandeira da classificação de risco da Covid-19 no Acre

Publicado

em

O Comitê do Pacto Acre sem Covid fará na tarde desta sexta-feira, 18, mais um anúncio de atualização da classificação de risco da pandemia do novo coronavírus no Estado. A última coletiva ocorreu no dia 2 de setembro, quando todas as regiões do Acre permaneceram na Bandeira Amarela. No momento, o Acre se encontra com 26.716 contaminados e 646 óbitos.

A classificação define quais estabelecimentos e setores comerciais estão autorizados a funcionar durante a pandemia. De acordo com a coordenadora do grupo, a farmacêutica Karolina Sabino, o cenário não mudou muito de lá para cá.

O Comitê de Acompanhamento Especial da Covid-19 já reiterou inúmeras vezes que, conforme o aumento no número de novos casos da doença e o índice de internações, o Acre pode regredir para a faixa laranja ou progredir para a bandeira Verde, onde todos os setores são liberados para reabertura.

São estabelecidos quatro níveis de risco: Emergência (vermelha), Alerta (laranja), Atenção (amarela) e Cuidado (verde). Para determinar em qual o Estado se encontra, são avaliados ao menos 8 indicadores: isolamento social; notificações por síndrome gripal; novas internações por síndrome respiratória aguda grave; novos casos confirmados de covid-19; novos óbitos por covid-19; ocupação de leitos clínicos por pacientes com coronavírus e ocupação de leitos de UTI por pessoas acometidas pela covid-19.

Continuar lendo

Destaque 3

Número de candidatos à prefeitura de Rio Branco cresce 75% nestas eleições

Publicado

em

O número de candidatos a prefeito de Rio Branco cresceu 75% nestas eleições em comparação ao pleito de 2016.

Estão no páreo em 2020: Tião Bocalom (Progressistas), Roberto Duarte (MDB), Minoru Kinpara (PSDB), Jamil Asfury (PSC), Jarbas Soster (Avante), Daniel Zen (PT) e Socorro Neri (PSB).

Fora Socorro Neri, nenhum dos atuais estava como cabeça de chapa na eleição passada. A eleição atual vem se mostrando bastante diferente de 2016, começando pelo distanciamento social imposto pela pandemia da Covid-19 –e naquela eleição a secretária de Empreendedorismo do Acre, Eliane Sinhasique disputou a prefeitura de Rio Branco pelo MDB e agora, mesmo que o partido tenha candidato, ela decidiu apoiar a candidata do PSB.

Na eleição passada, Sinhasique disputou com Marcus Alexandre, do PT; Carlos Gomes, da Rede, e Raimundo Vaz, do PR.

Marcus Alexandre, que tinha Socorro Neri como vice, foi o eleito com maioria esmagadora dos votos.

Continuar lendo

Destaque 3

Empresário é preso acusado de sonegar impostos e dar prejuízo de R$ 2 milhões ao Acre

Publicado

em

Um empresário do ramo de comercialização de frios foi preso na manhã desta quinta-feira, 17, pelo crime de ordem tributária, após ser flagrado com irregularidades em uma carga com nota fiscal com valor de R$ 130.000 mil reais. Segundo a polícia, a empresa a qual foi expedida a NF é uma empresa Micro Empreendedor Individual (MEI) que não pode ultrapassar o teto máximo de compra de R$ 80.000,00 mil reais, o que levantou suspeita e levou os auditores da Secretaria da Fazenda Estadual (Sefaz) comunicar o fato para a Polícia Civil.

Após um trabalho de investigação dos Agentes Delegacia Especializada no Combate a Corrupção (DECOR) em parceria com a Sefaz, os policiais começaram a monitorar a carga irregular e foi constatado que o endereço da empresa não existia, bem como, o empresário já vinha praticando sonegação de impostos usando várias empresas MEI em nome de terceiros.

Os auditores fiscais verificaram também que a movimentação de compras realizadas pelo acusado ultrapassa a cifra de 17 milhões de reais e que ele chegou a dar prejuízos financeiros ao Estado na ordem de 2 milhões de reais.

De acordo com o delegado responsável pela investigação, Pedro Resende, o acusado será indiciado pela prática, em tese, pelo crime contra a ordem tributária, fraude a fiscalização e falsidade ideológica.

A Polícia Civil, por meio da DECOR, vai manter parceria com a SEFAZ/AC no sentido de coibir crimes contra a ordem tributária. A carga de frango congelado foi apreendida por ordem judicial e aguarda a liberação para os procedimentos cabíveis.

Com informações da Assessoria da PC

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas