Conecte-se agora

Confusão e votação “não combinada” marca escolha de Celestino como vice de Minoru pelo PSL

Publicado

em

A direção do PSL pensou que ia ser fácil “impor” o nome do empresário Celestino Bento, presidente da Acisa, como vice na chapa que tem Minoru Kinpara [PSDB] como candidato a prefeito de Rio Branco. Mas deu tudo errado e uma confusão inesperada tomou conta da convenção do partido.

Os dirigentes queriam que Celestino fosse aclamado como vice do tucano, mas um grupo do partido descontente com os rumos que sigla tomou e forçou para que houvesse votação para escolha do indicado e uma troca de farpas públicas foi feita entre o vice-governador Major Rocha e o coronel da reserva, Ulysses Araújo. O major afirmou que o Coronel “não tinha representatividade”, mas Araújo retrucou: “quer ser o rei”. O clima ficou pesado a convenção teve que ser suspensa por alguns minutos.

Os descontentes queriam a escolha por votação, o que foi aceito, mas o resultado foi surpreendente: o coronel Ulysses foi colocado na disputa e no voto bateu o candidato da família Rocha por 7 a 2. Para evitar que o caso fosse judicializado ou até mesmo que fosse tratado via Brasília, com a direção nacional, o militar da reserva resolveu abrir mão da indicação e automaticamente Celestino foio aclamado vice.

Nos bastidores, ficou claro que dentro do PSL Celestino não é bem visto e que o vice-governador Major Rocha não tem “carta branca” dentro do partido para impor o que bem entender, mas o acordo prevaleceu para que ele seja o vice do partido na chapa com Minoru. Ficou definido ainda que a sigla terá 28 candidatos a vereador na capital, que somados com os 26 candidatos a vereadores do PSDB, somam 54 pessoas nas ruas pedindo voto. PSDB, PSL e Cidadania serão os partidos que formam aliança em torno de Kinpara.

O ACORDO

O ac24horas apurou que para que Ulysses renunciasse a indicação, Rocha teria que cumprir três exigências: não perseguir os filiados que foram contra Celestino,  garantir que o Fundão eleitoral será distribuído de forma igualitária para todos os candidatos e que caso Minoru vença as eleições, acolha os correligionários que não obtiveram êxito nas urnas. A demanda foi aceita por Rocha, que afirmou ainda que não iria cometer o mesmo erro que o atual governo faz com relação a tratamento com aliados.

Anúncios

Destaque 7

Mega-Sena acumula e paga R$ 43 milhões no próximo sorteio

Publicado

em

O prêmio principal da Mega-Sena acumulou mais uma vez neste sábado (19) e pagará R$ 43 milhões no sorteio da próxima quarta-feira (23) a quem acertar as seis dezenas.

O sorteio do concurso 2.301 da Mega-Sena foi realizado n no Espaço Loterias Caixa, no terminal Rodoviário Tietê, na cidade de São Paulo. As dezenas sorteadas foram 17 – 18 – 35 – 36 – 47 – 52.

A quina teve 66 apostas ganhadoras; cada uma receberá R$ 44.296,26. A quadra teve 4.333 apostas ganhadoras; cada uma levará R$ 963,88.

Continuar lendo

Blog do Crica

Bola ou burica

Publicado

em

O MDB não participa ativamente do governo, mesmo sendo disparado o maior partido que estava na coligação que elegeu o governador Gladson Cameli. Por mais que se busque não se consegue resolver a equação de como uma simples deputada federal de primeiro mandato, cuja sigla não tem um parlamentar estadual, tem 150 cargos de confiança pendurados no governo, como um seu dirigente chegou a declarar publicamente, e o MDB com dois deputados federais, um senador, com três deputados estaduais e vários prefeitos, esta fora da administração. Esqueceram de colocar nesta conta, a eleição de 2022, onde o MDB terá papel importante. A situação só reforça as palavras do deputado federal Flaviano Melo (MDB)- foto- de que, o governo “escolheu o MDB como adversário”. Se o governador Gladson Cameli quiser de fato fazer um novo desenho político depois da eleição municipal, tem que primeiro dar espaços no seu governo a cada partido, do tamanho político que representa. E neste desenho nada mais importante que o MDB. E bola ou burica. Com 18 candidatos a prefeito, o MDB poderá sair da eleição municipal bem maior que entrou. É um dado a não desconsiderar.  

 GASTRONOMIA NÃO VOTA
O PASSATEMPO do ex-senador Jorge Viana (PT) é ficar postando suas virtudes na cozinha – que como não dá para ser degustado, não sabe se é um prato nobre ou uma gororoba – mas o certo é que deveria estar preocupado em postar apoios ao candidato à PMRB, Daniel Zen (PT).

NÃO ATENTOU
O EX-SENADOR JORGE VIANA (PT) não atentou que o seu partido está fora do poder, não tem mais cargos de confiança para fazer campanha, se quiser ajudar o seu candidato a prefeito não pode ficar na retórica, brincando de cozinhar, tem que colocar os pés na rua e ir pedir votos.

CONHECE OS GROTÕES
O SENADOR SÉRGIO PETECÃO (PSD) está socado quatro dias na Transacreana, cada noite dormindo em uma comunidade; e fazendo no mínimo cinco reuniões diárias, levando na mochila o nome do candidato á PMRB, Tião Bocalon (PROGRESSISTAS). Petecão conhece o humor dos grotões. Não foi por acaso que foi o mais votado disparado da última eleição.

NÃO DECIDE ELEIÇÃO
O ELEITOR mais esclarecido não decide eleição, quem decide é o voto do povão, que não costuma votar nas candidaturas mais elitistas. O Petecão conhece este caminho como poucos.

NÃO SERÁ UM PASSEIO
DERROTAR o prefeito de Mâncio Lima, Isac Lima (PT), não será um passeio como seus adversários estão avaliando, com a candidatura do empresário Chicão (MDB). Numa cidade pequena, disputar a reeleição no cargo é uma vantagem, e a família Lima não é novata em política.

PASSA PELO PREFEITO
NUM MUNICÍPIO pequeno como Mâncio Lima os problemas acabam passando pelo prefeito, que é quem tem contato direto com a população, resolve problema e faz muitos favores.

O JOGO DOS BASTIDORES
NA CAMPANHA costuma se falar muito nos medalhões, mas existem figuras importantes que articulam nos bastidores e nem sempre são citadas. É o caso do Afonso Fernandes, que preside o DC, antigo PSDC, que sempre elegeu deputados e vereadores, um articulador nato. O candidato a prefeito da capital, Jarbas Soster (AVANTE), acertou ao lhe colocar como seu vice.

CAMPANHA PROFISSIONAL
O JARBAS SOSTER (AVANTE) optou por fazer uma campanha profissional para a PMRB.

DUAS PESQUISAS
NA SEMANA que entra deveremos ter para comentário duas pesquisas sobre as eleições em Rio Branco, uma da Big Data da Record, e outra de um instituto de Porto Velho. Pesquisa não ganha eleição, mas é um instrumento de aferição sobre a evolução de cada candidato á PMRB.

NINGUÉM MUDE DE HUMOR
E SE UM CANDIDATO aparecer bem nas pesquisas não comemore como uma vitória, porque o jogo está começando agora; e, tampouco quem aparecer em baixa, caia em depressão. Se pesquisa desse vitória a alguém não se precisaria se fazer eleição.

GANHADOR DE ELEIÇÕES
SOUBE HOJE que, o ex-deputado Helder Paiva, ganhador de muitas eleições, está voltando á política como candidato a vereador de Rio Branco pelo DC. Helder é dos um dos raros políticos de vários mandatos que conheço, que não fez inimigos. A política ganha com sua candidatura.

FALSA APARÊNCIA
FUI CONTESTADO ontem por um dos mais experientes políticos do Acre sobre nota em que comentei a importância de ter uma chapa de candidatos a vereadores. Para este político, o que vale mesmo é o candidato a prefeito ganhar a simpatia do povão, porque o candidato a vereador cuida mesmo é de conseguir votos para se eleger, não brigando pelo majoritário.

ORELHA EM PÉ
A ALGUMA COISA que vai movimentar a cidade, poderá acontecer hoje ou amanhã.

BALELA DESMENTIDA
ALGUNS TOSCOS passaram bom tempo fazendo discurso na pandemia de que se o comércio não fosse aberto as empresas iriam falir, pois bem, vem agora o Ministério da Economia (que é bolsonarista) com o dado de que, mais empresas abrem no Acre do que fecham na pandemia.

MANTEVE O NICHO
É UM DADO enigmático. O candidato a prefeito de Rio Branco, Minoru Kinpara (PSDB), conseguiu manter o mesmo nicho de apoio que teve na capital para senador, que na avaliação de quem lê bem as pesquisas, significa votos consolidados, algo importante numa eleição majoritária. Como perdeu a eleição, o normal é que sofresse um desgaste, e não ocorreu.

A CHITA TEM OUTRA COR
NAS ELEIÇÕES para prefeito da capital – e pesquisas internas vêm dando este indicativo –  poderemos ter supresas sobre partidos que irão para o segundo turno. A chita tem outra cor.

CONTINUA UMA ATRAÇÃO
NÃO SEI COMO é que o prefeito de Cruzeiro do Sul, Clodoaldo Rodrigues, vai se posicionar sobre os comícios durante a pandemia, pois tem o poder de baixar decreto proibindo este tipo de aglomeração. Por incrível que pareça, o comício continua a ser uma tradição no Juruá.

UMA DAS MAIS DISPUTADAS
A ELEIÇÃO para a prefeitura de Cruzeiro do Sul tende a ser uma das mais disputadas para o grupo do ex-prefeito Vagner Sales (MDB), porque os adversários conseguiram formar um grande arco de alianças no apoio ao candidato Zequinha (PROGRESSISTAS).

PARTICIPA DA CAMPANHA?
NÃO SEI COMO é que vai se dar esta participação do governador Gladson Cameli no apoio à candidatura do Zequinha (PROGRESSISTAS), se será ativamente ou uma meia boca. Na política, não se pode dar uma no cravo e outra na ferradura, ou se apoia firme ou não. Penso assim.

ELAS PEDEM PASSAGEM
O BLOG registra os nomes de mais duas candidatas a vereadoras de Rio Branco, a Joelma Dantas (MDB), uma das asssessoras mais ativas da ex-deputada Eliane Sinhasique (MDB), e a Thamirys Pinheiro, presidente da associação de moradores do bairro Mocinha Magalhães.

CENA DE TRISTEZA
ESTA QUEIMADA no Pantanal tem revelado cenas tristes como a morte de animais e a destruição de todo um bioma. E os aloprados do governo do Bolsonaro acham a coisa mais natural do mundo. Só depois que o fogo tomou proporções alarmantes é que vieram se mexer.

SENTIR NA PELE
Se o fogo avançar e atingir propriedades do agronegócio, ai o governo federal vai acordar.

MDB ENTUSIASMADO
É DE ENTUSIASMO o clima do MDB em Tarauacá com a candidatura do Junior Feitosa (MDB) a prefeito, que tem na chapa de vice a carismática vereadora Janaína Furtado (PROGRESSISTAS). Esta poderá ser uma das disputas mais acirradas pela prefeitura do município.

NÃO TEM MAIS A FORÇA QUE TINHA
O PCdoB voltou a ser destaque nesta eleição por conta do episódio do veto do governador Gladson Cameli em ter os seus dirigentes no mesmo palanque, mas o partido, ainda que com um deputado estadual e uma deputada federal, não tem mais a militância ativa que tinha.

 FRASE MARCANTE
“A soberba precede a ruína e a altivez do espírito precede a queda”. Trecho de um provérbio bíblico.

Continuar lendo

Acre

Com gol aos 50 minutos, Rio Branco estreia com vitória na Série D

Publicado

em

Foi no sufoco, mas o Estrelão começou com o pé direito sua caminhada no Campeonato Brasileiro da Série D neste sábado, 19. A partida também marcou a estreia do técnico Celso Teixeira, que teve apenas dois dias para preparar a equipe.

Jogando contra o Independente do Pará no estádio Arena Acreana, o Rio Branco foi melhor durante toda a primeira etapa. Mesmo assim, teve dificuldades para abrir o placar. Somente aos 36 minutos e contando com a sorte foi que o time acreano saiu na frente. O azar foi do zagueiro do time paraense Natan que acabou marcando contra.

O Rio Branco poderia ter ido para o intervalo com o placar ainda maior. Aos 49 minutos, Marcos cobrou pênalti, mas parou no goleiro Renan Paredão do Independente.

Na segunda etapa, o sufoco. Aos 27 minutos, a arbitragem marcou pênalti para o time paraense. Raygol foi para cobrança e marcou gol de empate.

Quando tudo caminhava para o sentimento de frustração, já nos acréscimos, aos 50 minutos veio o alívio. Linyker, de cabeça, deu a vitória ao time estrelado, que fez uma enorme festa logo após o gol.

Com a vitória, o Rio Branco larga na frente do Grupo 1 do Campeonato Brasileiro da Série D. Os demais representantes do Acre na competição jogam neste domingo, 20. Enquanto o Galvez, campeão acreana, recebe o Fast do Amazonas, às 5 da tarde, na Arena Acreana, o Atlético estreia fora de casa contra o Ji-Paraná. A partida acontece às 2 da tarde, horário do Acre.

Crédito da foto: Alberto Casas

Continuar lendo

Na rede

Gladson oficializa apoio à candidatura de Zequinha Lima

Publicado

em

Além dos compromisso institucionais no final de semana em Cruzeiro do Sul, o governador Gladson Cameli também tratou de política ao se reunir pela primeira vez com os candidatos a prefeito e vice do município Zequinha Lima (PP) e Henrique Afonso ( PSD) . O encontro foi na casa do padrinho da chapa, presidente da Assembleia Legislativa, deputado estadual Nicolau Junior ( PP).

Gladson, que já havia gravado um vídeo em apoio à chapa , reafirmou pessoalmente seu compromisso com os dois.”Estamos juntos por uma Cruzeiro melhor “, destacou Cameli, que está licenciado do PP.

Para Zequinha , o apoio formal de Gladson, fortalece ainda mais as candidaturas. “Obrigado ao nosso governador por nos apoiar e acreditar que com união da prefeitura e governo do estado, teremos uma cidade próspera. É hora de trabalhar duro, de ouvir as pessoas e de apresentar a melhor proposta para Cruzeiro do Sul” .

Os desafios na área da saúde, o desenvolvimento do município e a melhoria da qualidade de vida da população de Cruzeiro do Sul foram pauta da conversa. ” Nosso objetivo é o mesmo: melhorar a vida das pessoas. Estou pronto para servir a população de Cruzeiro do Sul e que estou muito feliz por tê-lo ao meu lado, afinal, nosso governador é um filho ilustre de Cruzeiro do Sul”, finalizou.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas