Conecte-se agora

Ranking aponta as melhores universidades do mundo; confira lista

Publicado

em

A USP, instituição brasileira, foi considerada a melhor da América Latina

Nesta quarta-feira, 02, o Times Higher Education (THE) divulgou os nomes das melhores universidades do mundo. Para elaborar um dos principais rankings universitários do mundo, a instituição utiliza critérios como ensino, pesquisa, citações, visão internacional e transferência de conhecimento para a indústria como indicadores de desempenho das universidades.

Na lista foram citadas instituições brasileiras. A Universidade de São Paulo (USP) foi considerada a melhor da América Latina, mas só aparece depois das 200 melhores. Os Estados Unidos dominam o ranking, com oito universidades entre as 10 melhores do mundo. Entre elas, estão a Universidade Harvard (3º) e o Instituto de Tecnologia da Califórnia (4º). 

Veja, a seguir, quais são as 20 melhores universidades do mundo, segundo o THE:

  1. Universidade de Oxford – Reino Unido
  2. Universidade Stanford – EUA
  3. Universidade Harvard – EUA
  4. Instituto de Tecnologia da Califórnia – EUA
  5. Instituto de Tecnologia de Massachussets – EUA
  6. Universidade de Cambridge – Reino Unido
  7. Universidade da Califórnia, Berkeley – EUA
  8. Universidade Yale – EUA
  9. Universidade Princeton – EUA
  10. Universidade de Chicago – EUA
  11. Imperial College London – Reino Unido
  12. Universidade Johns Hopkins – EUA
  13. Universidade da Pensilvânia – EUA
  14. Instituto Federal de Tecnologia de Zurique (ETH Zurich) – Suíça
  15. Universidade da Califórnia, Los Angeles – EUA
  16. University College London – Reino Unido
  17. Universidade Columbia – Estados Unidos
  18. Universidade de Toronto – Canadá
  19. Universidade Cornell – Estados Unidos
  20. Universidade Tsinghua – China

Veja aqui o ranking completo Times Higher Education 2021

Fonte: Agência Educa Mais Brasil

Anúncios

Na rede

PF apreende quase meia tonelada de carne de caça em Cruzeiro do Sul

Publicado

em

A Polícia Federal em Cruzeiro do Sul apreendeu nesta sexta-feira, 18, em um comércio localizado na BR-307, próximo a Unidade Prisional Manoel Neri, 18 jabutis e cerca de meia tonelada de carne de caça. Quatro pessoas que estavam no local foram conduzidas para a delegacia para lavratura do auto de prisão em flagrante. Os jabutis e a carne de caça ficaram sob responsabilidade do Instituto do Meio Ambiente do Acre (Imac), que realizará os procedimentos administrativos.

Segundo a assessoria de comunicação da Polícia Federal, a operação foi fruto de investigação. Os policiais federais descobriram o local onde ocorria a comercialização de carne de caça e, hoje, ao chegarem ao lugar, sentiram um cheiro forte característico de cura de carne.

Já dentro do comércio, flagraram quatro indivíduos pesando e separando carnes no fundo do estabelecimento. Foram encontradas seis sacas, contendo aproximadamente 60 quilos de carne de animais silvestres. Havia carne também em dentro de uma caixa de isopor, de um carrinho de mão e numa sacola. Havia ainda 19 jabutis vivos.

Por causa do grande volume, três viaturas foram utilizadas para o transporte do produto ilegal do comércio até a sede da PF e ao IMAC. De acordo com os agentes, a carne havia sido adquirida no Rio Gama, originária da região do Rio Boa Fé, no Amazonas. Além dos animais e da carne, a polícia apreendeu um veículo de carga, que teria sido utilizada pelos suspeitos para o transporte da carga.

Continuar lendo

Destaque 6

WWF incentiva uso de drones contra crimes ambientais no Acre

Publicado

em

A organização WWF está apostando no uso de drones para monitoramento de áreas remotas e desde o ano passado, com o registro de altas taxas de desmatamento e queimadas na Amazônia brasileira, deu início a um projeto de utilização de veículos aéreos não tripulados –popularmente conhecidos como drones- para monitorar territórios e tentar antecipar problemas.

Desde então, foram doados 19 drones para 18 organizações diferentes, espalhadas em seis estados do Norte do Brasil –num investimento que, apenas em equipamentos, soma cerca de R$ 300 mil. Essas organizações recebem ainda capacitações e outras ferramentas que otimizam o uso dos dados gerados pelos drones, como GPS, telefones celulares e notebooks.

Entre as organizações que estão recebendo este apoio estão o Batalhão de Policiamento Ambiental do Acre; a Apitem (Associação do Povo Indígena Tenharim Morõgwitá), no Sul do Amazonas; a Amoprex (Associação dos Moradores e Produtores da Reserva Extrativista Chico Mendes), em Xapuri, no Acre; o Instituto Kabu, no Pará; e as prefeituras das cidades amazonenses de Boca do Acre, Apuí e Humaitá.

Continuar lendo

Cotidiano

Exibição de programas com alusão ou crítica a candidatos está proibida até 29 de novembro

Publicado

em

Começou na última quinta-feira (17) até o dia 29 de novembro o período em que emissoras de rádio e televisão deverão observar uma série de restrições ao conteúdo que transmitem sobre candidatos, partidos políticos e coligações ou que revele a posição política de eleitores.

As restrições estão previstas na Lei das Eleições e fazem parte do calendário eleitoral 2020. O não cumprimento das regras pode acarretar a cassação do registro da candidatura, ou do diploma de eleito, por uso indevido dos meios de comunicação.

Durante a vigência do período eleitoral, as emissoras estão livres para organizar debates políticos ou citar candidatos, partidos ou coligações em programas jornalísticos. Mas a exibição de qualquer conteúdo que os mencione ou favoreça – como peças de propaganda política ou novelas, filmes e séries, por exemplo – não é permitida.

Os programas de rádio ou TV que tenham o nome de um candidato ou façam menção a ele não poderão mais ser transmitidos até depois do segundo turno das eleições. Os próprios candidatos que atuavam como apresentadores já estão afastados dos programas desde o dia 11 de agosto.

Continuar lendo

Acre

Governo assina ordem de serviço para manutenção de aeroportos

Publicado

em

O governador Gladson Cameli (Progressistas) assinou nesta sexta-feira, 18, ordens de serviços para recuperação e manutenção dos aeroportos de Feijó, Tarauacá e Manoel Urbano.

Nas redes sociais, Cameli informou que a recuperação dos aeroportos serão realizadas em parcerias com as prefeituras dos municípios e que a Secretaria de Infraestrutura (Seinfra) fará a manutenção do terminal de passageiros e cercamento patrimonial, para evitar a passagem de animais na pista.

“O Deracre também já está trabalhando no aeroporto e realiza a manutenção da pista e iluminação noturna, que vai possibilitar o uso da pista em casos de emergências à noite”, afirmou.

Em Feijó, o governador destacou que a recuperação do aeroporto do município que foi o terceiro do estado a ser homologado para pousos noturnos é muito importante e gratificante.

“Isso é apenas o começo. Ainda temos muito trabalho pela frente para levar melhorias ao povo do Acre”, pontuou.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas