Conecte-se agora

Normando tem lotação alterada para ficar longe da Casa Civil

Publicado

em

O empresário Normando Sales, que até pouco tempo era um dos principais conselheiros do governador Gladson Cameli e que já tinha sido remanejado uma vez para a Secretaria de Educação, se torna oficialmente ex-conselheiro, mas continua no governo. Sales teve sua lotação do cargo de diretor alterada da Casa Civil para a Secretaria Estadual de Meio Ambiente. Os demais conselheiros devem ser remanejados para outras secretarias, como acontece no Diário Oficial desta quarta-feira, 2.

Anunciado com estardalhaço como a solução para as intermináveis crises políticas do governo Gladson Cameli, o conselho político do governo, formado por notáveis figuras da política acreana não “deu liga”.

Formado pelos ex-deputados Jairo de Souza Carvalho, José Elson Santiago de Melo, Nelson Rodrigues Sales e figuras conhecidas como Marieldo Alves de Araújo, ex-prefeito do Bujari, o empresário Normando Rodrigues Sales, o ex-deputado federal Osmir D’Albuquerque Lima Filho e Paulo Jean da Silva Ximenes, a ideia era orientar o governador nas decisões políticas e melhorar o relacionamento do Palácio Rio Branco com os parlamentares estaduais e federais.

Ocorre que o tal conselho nunca teve voz ativa no governo e, pelo jeito, nunca conseguiu influenciar Gladson em nenhuma decisão. Por isso, acabou perdendo espaço no governo e nunca mais se teve notícia.

O conselho político deve ser extinto oficialmente nos próximos dias e a coordenação política de Gladson Cameli deve ter o comando do ex-deputado comunista Moisés Diniz.

Anúncios

Acre

Bope recebe apoio do deputado federal Alan Rick

Publicado

em

O deputado federal Alan Rick (DEM), visitou na última sexta-feira, 18, a convite do Comandante-Geral da PM, Coronel Paulo, o Batalhão de Operações Especiais (Bope) e o estande de tiro da unidade que está sendo reformado com recursos de emenda individual do deputado no valor R$ 300 mil.

A reforma, segundo Alan Rick, contará com cobertura, iluminação e modernização do estande de tiro. “Tenho priorizado recursos para o sistema de segurança do Acre. Nos últimos seis anos foram mais de R$ 10 milhões. No que se refere ao estande, é muito importante que os policiais tenham um local adequado com estrutura que possa suprir todas as necessidades de treinamento, pois isso reflete diretamente na qualidade do trabalho”, destaca o parlamentar.

O Comandante-geral, Coronel Paulo, lembra que “a construção da cobertura vai ser uma melhoria do local para as instruções de tiro, principalmente no período chuvoso”, e representa também uma forma de motivar os policiais, uma vez que vai otimizar a realização das instruções com armamento, munição e tiro nos cursos. “Consequentemente teremos profissionais mais capacitados”, diz o coronel.

Cia. de Cães

Alan Rick também visitou a Companhia de Policiamento com Cães, que tem seu Canil bem ao lado do BOPE e, na oportunidade, assistiu demonstrações da atuação dos cães por seus treinadores, os Tenentes De França e Gonzaga fizeram demonstrações de como funciona o trabalho tático com cães. “Foi bom ouvir um pouco do trabalho que vem sendo realizado pelos policiais no combate ao tráfico de drogas e crime organizado. É admirável o trabalho desses policiais. Me comprometi a ajudar a Companhia com recursos para melhorar a infraestrutura do Canil e tratamento dos cães”, disse Alan Rick.

Continuar lendo

Acre

“Aqui não tem Socorro”, diz Jarbas ao mostrar ‘lagoa verde’

Publicado

em

Revoltado com a falta de atenção do poder público na periferia, o empresário do ramo de construção de rodovias e pavimentação asfáltica e candidato à Prefeitura pelo Avante, Jarbas Soster, usou as redes sociais para mostrar uma situação curiosa que ocorre na Rua Amoty Pascoal, bairro Wanderley Dantas, em Rio Branco.

Ao lado de dois moradores do bairro, Jarbas mostra a ‘lagoa verde’ e pede que o poder público compareça e dê um fim ao problema que se vem arrastando há anos no bairro.

No vídeo, os moradores cobram uma ação da prefeitura e pedem que o Ministério Público (MPAC) compareça ao local. A moradora relatou que na rua moram idosos e crianças e que o mal cheiro a noite é insuportável.

“Traz material e vamos tirar a população do meio da lama e do esgoto. Tem crianças e idosos que moram aqui. Socorro e Edson [Infraestrutura] vamos trazer a máquina aqui para ajudar esse povo”, afirmou Jarbas.

 

Continuar lendo

Acre

Major Rocha não entende porque pautas da PM estão paradas

Publicado

em

O vice-governador Major Rocha (PSL) usou as redes sociais na manhã desta segunda-feira, 21, para falar acerca do protesto realizado em frente ao Palácio Rio Branco, por membros da Associação dos Militares do Acre (AME).

Em um longo texto, Rocha celebrou a convocação dos concursados para o quadro da Polícia Civil do Acre, mas ressaltou que é importante também atender as demais promessas realizadas pelo governo (Cameli/Rocha), quando ainda em campanha em 2018.

Rocha elencou as reivindicações que vão desde o realinhamento horizontal, a promoção sub judice e o banco de horas e reconvocação indenizatórios, além de outras pautas dos demais segmentos [Iapen e ISE] que compõem a segurança pública do Estado

Rocha diz que não entende o porquê de muitas destas reivindicações se encontram paradas na Casa Civil e pontuou que essas decisões estão acima das possibilidades enquanto vice-governador. Ele afirmou que se não houver a vontade expressa do chefe do executivo [Cameli] não passarão de meras promessas.

“Muitas dessas promessas não geram impactos financeiros ao estado e possuem legalidade para a concretização. Difícil entender o que faz com que tais pleitos não avancem, já que atenderiam reivindicações legítimas. Triste que não sejam concretizados, reconhecendo o esforço dos nossos profissionais da segurança e melhorando a imagem do governo perante as categorias que a compõem”, afirmou.

“Lamentavelmente, essas decisões estão acima das minhas possibilidades enquanto vice-governador. Se não houver a vontade expressa do chefe do executivo não passarão de meras promessas. Ainda assim, tenho cobrado exaustivamente o cumprimento de tais compromissos”, encerrou.

Continuar lendo

Acre

Sobre atrito entre Gladson e Alysson, Diniz frisa: “são amigos”

Publicado

em

O conselheiro político do governador Gladson Cameli, Moisés Diniz, usou as redes sociais na tarde desta segunda-feira, 21, para pôr panos quentes em um possível atrito entre o governador Gladson Cameli e o secretário de saúde, Alysson Bestene. A publicação de Diniz foi feita logo após ac24horas disponibilizar reportagem que retrata a falta de autonomia do gestor da saúde para tomar decisões e nomear pessoas de sua confiança.

Leia mais:  Nomeações, compras e falta de autonomia tem provocado desgaste de Alysson Bestene na Sesacre

O articulador político relatou as dificuldades de gerir o sistema de saúde pública no Acre e atenuou a burocracia, as distâncias, falta de profissionais de ponta e de equipamentos milionários. “Gladson Cameli pegou um sistema complexo e debilitado. E, no segundo ano, enfrenta uma violenta pandemia. Alysson Bestene, sob o comando de Gladson Cameli, não deixou Rio Branco virar uma Manaus ou Belém, multiplicou por quatro a quantidade de UTIs”, argumentou.

De acordo com Diniz, Alysson ajudou Gladson a construir dois hospitais de campanha permanentes, entregou a verticalização do Pronto-Socorro, a UPA de Cruzeiro do Sul e está recuperando e modernizando o nosso sistema de saúde. “Vamos sair dessa pandemia, com um sistema de saúde mais moderno, mais humanizado, mais abrangente e com servidores mais valorizados. As dificuldades vão passar e a saúde pública vai melhorar ainda mais. Gladson e Alysson não são só correligionários, são amigos também”, frisou.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas