Conecte-se agora

Após dizer que era cargo técnico, documento desmente ‘falsa farmacêutica da Fundhacre

Publicado

em

Apesar de afirmado – numa publicação feitas nas redes sociais – que atuava como apoio técnico e não como farmacêutica na Fundação Hospitalar do Acre (Fundhacre), Poliana Moreira de Araújo acaba por ser desmentida por um documento da própria unidade de saúde onde trabalhava quando foi surpreendida pela Polícia Civil no dia 23 de julho, em Rio Branco.

Isso porque o referido documento da Fundhacre datado em 20 de julho, obtido com exclusividade pelo ac24horas neste sábado, 29, mostra a assinatura do gerente de Gestão de Pessoas, Adriano Sena Praxedes, afirmando que Poliana exercia sim, desde 31 de janeiro de 2019, a função de farmacêutica na unidade.

No documento, o gestor assegura que Poliana, como farmacêutica, estava na escala de julho, que foi assinada pela diretora administrava e pelo diretor executivo da Fundhacre.

A mulher é acusada de praticar exercício ilegal da profissão e depois da polêmica exposta na imprensa local usou as redes sociais nessa semana para se defender. No entanto, acaba de ser desmentida por um documento da unidade hospitalar. No texto que publicou por meio do Facebook, Poliana disse ainda que operava um “sistema onde várias outras pessoas que não são farmacêuticos operam também”.

Entenda o caso

Em operação coordenada pelo delegado Pedro Resende, com acompanhamento da fiscalização do Conselho Regional de Farmácia do Acre – CRF/AC, feita no dia 23 de julho, Poliana foi levada de dentro do setor de nefrologia da Fundhacre para a delegacia do Conjunto Tucumã.

O presidente do CRF no Acre, João Vitor Italiano Braz, contou que o Conselho constatou junto à faculdade que Poliana não concluiu o curso. Ela não possui o Registro Profissional expedido pela autarquia, que é obrigatório para o exercício da profissão nas redes pública e privada.

Nas redes sociais de Poliana, há fotos da festa de uma formatura, material que faz parte da investigação policial.

Anúncios

Destaque 6

TSE orienta mesário a fazer treinamento via aplicativo

Publicado

em

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) orienta os mesários que vão trabalhar nas Eleições Municipais de novembro a realizarem o treinamento preparatório pelo aplicativo da Justiça Eleitoral. Por meio do aplicativo Mesário, o colaborador terá todas as informações sobre o funcionamento da eleição, antes e durante a votação.

A ideia de utilizar um aplicativo exclusivamente para ministrar aulas aos mesários ocorreu como medida de segurança sanitária, em virtude da pandemia causada pelo novo coronavírus.

As aulas são organizadas em blocos de assuntos, como a preparação da seção eleitoral, os materiais disponibilizados para cada local de votação e os documentos exigidos aos eleitores para o pleito. Cada etapa concluída desbloqueia as fases seguintes do treinamento. Ao final de cada bloco de aulas, o aluno testa os conhecimentos por meio de um conjunto de perguntas e respostas.

Mais de 325 mil downloads do aplicativo já foram feitos até o dia 22 de setembro. Os mesários têm até o dia 11 de novembro para concluir as aulas.

Continuar lendo

Destaque 6

Acre vai sediar novo programa itinerante de segurança em outubro

Publicado

em

O Acre sediará um encontro de gestores da segurança pública da Amazônia entre os dias 27 e 29 de outubro. A reunião se dará no âmbito do programa Senasp Itinerante (SI).

O SI será realizado em um estado de cada região do país, sendo que o Acre foi o escolhido nesta sexta-feira (25) para sediar o da região Norte.

“Entre os dias 27 e 29 de outubro, recepcionaremos 200 gestores de segurança da região. Na oportunidade, serão debatidas sete áreas temáticas e serão realizadas reuniões colegiadas dos gestores estaduais dos órgãos de segurança da região”, explicou o secretário de Segurança Pública do Acre, Paulo Cézar Santos, após encontro em Brasília.

Continuar lendo

Destaque 6

Gladson faz 25 mudanças na Sesacre com nomeações e exonerações de comissionados

Publicado

em

O governador Gladson Cameli amanheceu nesta sexta-feira, 25, com a ponta da caneta afiada. A edição do Diário Oficial do Estado (DOE) veio recheada de mudanças no governo. As principais envolvem nomeações e exonerações de cargos comissionados na Secretaria Estadual de Saúde (Sesacre).

Ao todo, foram 15 nomeações de CECs que vão da 1 a 7 e mudanças importantes em unidades de saúde. O Centro de Atenção Psicossocial (CAPs 9– Rio Branco) tem agora como gerente administrativo, Simone da Silva Prado.

Ao mesmo tempo em que acontecem as 15 nomeações, Gladson exonera 10 cargos comissionados da Secretaria Estadual de Saúde.

Outras exonerações publicadas no DOE atingiram cargos comissionados da Secretaria de Fazenda, Controladoria Geral do Estado, Secretaria de Educação e IMAC.

 

Continuar lendo

Destaque 6

Certidão do TSE chega no TRE e desembargadora diz que “não dá para tomar qualquer medida”

Publicado

em

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) comunicou a Corte Eleitoral do Acre na tarde desta quinta-feira, 24, a sua decisão da última terça-feira, 22, que cassou os mandatos dos deputados Manuel Marcos e Juliana Rodrigues, ambos do Republicanos, e também determinou o afastamento dos cargos independente da publicação do acórdão.

A questão foi tratada na sessão desta quinta na Corte Eleitoral, onde o procurador da república Vítor Teodoro, do Ministério Público Eleitoral levantou questão de ordem sobre o que o TRE do Acre faria já que o comunicado havia chegado.

Em resposta, a presidente do TRE/AC, desembargadora Denise Bonfim, afirmou que a corte apenas recebeu a certidão de julgamento. “Estou aguardando e vou aguardar o cumprimento desse decisor a partir do momento que fomos intimados. Eles só mandaram a certidão de julgamento acho que é impossível a gente tomar qualquer medida. Eu não me sinto segura de dá cumprimento só com a certidão de julgamento”, ponderou.

Denise ressaltou que aguarda apenas a comunicação pois a corte eleitoral ainda não tem em suas mãos o acórdão do julgamento. “Eu preciso desse comunicado, independente da publicação do acórdão”. A expectativa é que acórdão seja disponibilizado até sexta-feira, 25.

O ac24horas apurou que assim que a corte tiver em mãos o acórdão, mesmo sem está publicado no Diário Eletrônico, iniciará os trâmites de recálculo dos votos já que as votações de Marcus e Juliana foram anuladas para assim notificar a Assembleia Legislativa do Acre e da Câmara dos deputados para afastamento da dupla republicana ligada a Igreja Universal do Reino de Deus.

Autoridades consultados pelo ac24horas acreditam que Manuel e Juliana deverão ser afastado de seus cargos no início da próxima semana.

video

 

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas