Conecte-se agora

Pai de santo é preso acusado de estuprar menor de 14 anos no Acre

Publicado

em

O suspeito tem 45 anos da idade e foi preso na tarde da última terça-feira, 18, depois de ser acusado de estuprar uma garota de 14 anos durante um “trabalho espiritual”. De acordo com informações da polícia, ele está sendo investigado pela prática do crime de estupro de vulnerável – Lei 12.015/2009 (Artigo 217-A do CP).

Segundo foi apurado pela investigação, o suspeito convidou a vítima para ir até um local chamado “Casa de Exu”, que fica no fundo de uma residência onde eram feitas reuniões espíritas. Durante o procedimento, ele teria se aproveitado da situação e forçado a vítima à prática de relação sexual.

Ainda de acordo com a polícia, durante a sessão, o suspeito alegou que a vítima estaria com algum problema espiritual e que conseguia ver os maus espíritos ao seu redor, sendo que, para obter a cura, era necessário ser feito o tal trabalho espiritual, mediante banho de ervas, momento em que a violência ocorreu.

O delegado Bruno Coelho, titular da Delegacia Geral de Xapuri, não descarta que existam outras vítimas do suposto pai de santo. Ele orienta outras mulheres que tenham passado pela mesma situação a fazer denúncia na sede da delegacia ou ligar para o número 190 de sua cidade, com a garantia do sigilo de suas identidades.

Art. 217-A do Código Penal

Ter conjunção carnal ou praticar outro ato libidinoso com menor de 14 (catorze) anos. Pena – reclusão de 8 (oito) a 15 (quinze) anos.

Anúncios

Cotidiano

PM encontra cocaína em casa que tinha câmeras para monitorar chegada da polícia

Publicado

em

Os traficantes de uma casa do bairro do Remanso em Cruzeiro do Sul, mantinham um sistema de câmeras de monitoramento para acompanhar o movimento no local, bem como a chegada da polícia. Mas a presença dos equipamentos não impediu a prisão em flagrante de 3 pessoas da residência nesta terça-feira, 22, pela Polícia Militar.

Uma mulher e dois homens se dividiam entre o “preparo”, embalagem e a comercialização da cocaína. Na hora do flagrante, a mulher pesava e embalava o entorpecentes nos fundos da residência, que era utilizada como laboratório. Ela ainda tentou jogar fora uma certa quantidade de cocaína, mas o produto foi encontrado.

Os três presos, a droga e os equipamentos foram levados para a Delegacia Geral de Cruzeiro do Sul.

Continuar lendo

Cotidiano

Polícia recupera caminhão roubado por criminosos que se passaram por clientes

Publicado

em

Investigadores da Delegacia de Combate a Roubos e Extorsões (DCORE) recuperaram na noite desta terça-feira, 22, o caminhão baú modelo Agrale/7000D, de cor branca, Placa GXM-3099, do freteiro que havia sido amarrado em uma árvore no bairro São Francisco, após criminosos se passarem por clientes no portal de vendas OLX. O veículo havia sido levado para a Bolívia.

Os agentes conseguiram o apoio da polícia boliviana e lograram êxito em localizar o veículo que estava escondido em um ramal do país. Os assaltantes abandonaram o caminhão baú, após uma forte chuva na região, e atolar o veículo.

O caminhão foi removido e encaminhado à delegacia do município de Capixaba e, em seguida, foi restituído ao seu proprietário. As investigações vão continuar em busca de identificar e prender os criminosos.

ENTENDA O CASO

Um motorista que trabalha fazendo frete viveu momentos de terror na tarde de segunda-feira, 21, ao se deslocar com seu caminhão-baú, para fazer a mudança de um suposto ‘cliente’ que o havia solicitado para uma corrida do bairro Panorama ao Mocinha Magalhães, em Rio Branco.

A vítima relatou ao ac24horas que fez um anuncio no site OLX informando seus serviços e quando foi pela tarde dessa segunda-feira,  21, uma mulher entrou em contato pelo WhatsApp afirmando que precisaria do caminhão para fazer a mudança de sua casa.

Quando o motorista chegou ao local indicado pela mulher no bairro Panorama, um homem acenou com a mão e em seguida saiu do local. Quando o trabalhador percebeu que havia algo de errado, três homens não identificados, armados, entraram no caminhão e anunciaram o assalto.

A vítima foi colocada para banco detrás do caminhão e um dos criminosos assumiu a direção do veículo. Em seguida, os bandidos levaram a vítima até uma área de matagal, amarraram os pés e as pernas em uma árvore. Dois dos criminosos ficaram com o trabalhador e o terceiro assaltante levou o caminhão.

Segundo a vítima, ele ficou refém das 13h até às 16h, quando percebeu que os dois bandidos haviam ido embora. O trabalhador conseguiu se soltar e pedir ajuda em uma residência.

A Polícia Militar esteve no local e em seguida encaminhou a vítima a Delegacia de Flagrantes (Defla), onde foi registrado o boletim de ocorrência. O proprietário pede que quem encontrar o caminhão entre em contato com a polícia pelo número 190.

Continuar lendo

Cotidiano

PM realiza sorteio de ensaio fotográfico no canil do Bope para o Dia das Crianças

Publicado

em

Como forma de tentar passar uma imagem cada vez mais positiva à sociedade, a Polícia Militar do Acre desenvolve ações que aproximam as pessoas da corporação.

A aposta agora é para o Dia das Crianças, dia 12 de outubro. O perfil oficial da PM resolveu realizar um sorteio de um ensaio fotográfico aos seus seguidores na rede social Instagram.

Para participar é preciso seguir os perfis @pmacofical, do fotógrafo, que vai fazer o ensaio, @fotografojunioraguiar e o perfil @cpcaes_bope.

As regras do sorteio dizem ainda que é preciso curtir o foto oficial , marcar dois amigos e ter idade máxima de 14 anos. É preciso ainda que o perfil esteja público no dia do sorteio, previsto para acontecer no dia 7 de outubro.

Quem marcar perfis famosos, comerciais ou fakes será desclassificado.

A PM explica ainda que o sorteio é válido somente para o estado do Acre e as despesas de deslocamento até o local do ensaio, no canil do Bope, é por conta do vencedor.

Continuar lendo

Cotidiano

Após polêmica no Tardezinha, Saúde diz que vigilância atende todos de forma igual

Publicado

em

Nos últimos dias, a Vigilância Sanitária de Rio Branco, responsável pela fiscalização dos estabelecimentos que devem seguir as medidas adotadas pelo governo em decreto por conta da pandemia, recebeu diversas críticas nas redes sociais. O movimento contra a fiscalização se intensificou após a interdição do bar e restaurante “Tardezinha”. A partir de então, se iniciou uma campanha que afirma que o órgão do poder público age de forma diferente. Ou seja, o peso da caneta seria mais ou menos rigoroso dependendo do local.

As críticas se agravaram ao ponto da prefeitura de Rio Branco divulgar uma nota oficial defendendo o trabalho dos auditores fiscais sanitários. Na nota, assinada pela secretária de saúde, Jesuíta Arruda, o município afirma que o trabalho é pautado de forma técnica e científica no cumprimento estrito de seu ofício. Diz ainda que as agressões nas redes sociais ultrapassaram os limites do que se considera razoável e do “mundo civilizado”.

Leia a nota na íntegra: 

Nota de esclarecimento

A Ação da Vigilância Sanitária durante o período da pandemia de covid-19

Em decorrência dos recentes acontecimentos envolvendo o corpo de fiscalização do Departamento de Vigilância Sanitária Municipal – DEVISA, órgão ligado à Secretaria Municipal de Saúde da Prefeitura de Rio Branco, exposto em redes sociais por supostamente utilizar metodologias diferentes em estabelecimentos considerados similares no município de Rio Branco capital do Estado do Acre, esclarecemos que:

É de conhecimento público que o Estado brasileiro foi atingido de forma violenta pelo vírus Sars-CoV-2 causador da doença COVID-19;

Somente no município de Rio Branco, foram 10.437 casos confirmados da referida doença até a presente data, sendo 404 óbitos, o que representa mais de 50% do total de casos e de óbitos ocorridos em todo o Estado;

Por força do Decreto Estadual n° 5.496/2020 e de seus aditamentos, coube ao Município de Rio Branco, através do DEVISA, atuar fazendo prevalecer como princípio imperativo as normas atribuídas que foram designadas para resguardar o maior número de vidas possíveis, uma vez que, a não utilização dos meios capazes de evitar e diminuir os riscos poderia levar a milhares de indivíduos buscar os serviços de saúde públicos e privados, podendo assim, colapsá-los;

O papel desenvolvido pelo DEVISA sempre foi pautado de forma técnica e científica no cumprimento estrito de seu ofício, que é o cumprimento das leis e normas sanitárias que objetivam a promoção da saúde, a prevenção do risco sanitário decorrente do comércio de bens de consumo, da prestação de serviços, dos ambientes de trabalho e das situações de calamidade pública;

Por ocasião da abertura gradual e consciente do comércio rio-branquense estabelecida pelo Pacto Acre sem Covid (iniciativa de vários órgãos governamentais e do setor privado) o DEVISA participou ativamente da construção dos protocolos, incumbidos por lei da sua aplicação e fiscalização;

Curiosamente nos últimos dias, a fiscalização sanitária apesar do combate incessante à COVID-19, tem sofrido diversos ataques que objetivam atingir, inclusive a honra e a idoneidade de seus membros. É certo que a todo cidadão é assegurado pela Constituição Federal de 1988, o direito à crítica e à manifestação de sua opinião pessoal, entretanto, tais comentários não devem ultrapassar os limites do que se considera razoável e do “mundo civilizado”. Não foi difícil encontrar nas postagens, agressões aos Auditores Fiscais Sanitários com termos pejorativos, inclusive, fazendo referências de que este corpo técnico atuaria de forma pessoal, o que nem de longe é verdadeiro, uma calúnia desarrazoada;

A propósito, é de bom alvitre alinhavar, que todo o corpo técnico do DEVISA é composto por servidores de carreira, concursados e especialistas em Saúde Pública que atuam no exercício do poder de polícia a eles atribuído, orientando, notificando e em último recurso, interditando estabelecimentos que descumprem as normas. Vale ressaltar que as interdições que ocorreram até o presente momento foram em número diminuto, frente aos locais que foram orientados e notificados por força das restrições sanitárias impostas durante o período da pandemia;

Os comentários afetando a imagem destes Auditores Fiscais Sanitários, tendo seus nomes e imagem expostos amplamente, trouxe algum sofrimento e dor, inclusive a seus familiares, sobretudo pelo sentimento de injustiça, afinal coube, dentro da esfera municipal, a estes igualmente aos demais profissionais da saúde o protagonismo no enfrentamento da pandemia;

Destacamos ainda que, graças à junção de forças com o Governo do Estado do Acre, temos conseguido diminuir o número de óbitos e de casos, levando este, através do Comitê Acre sem Covid, a avançar na abertura do comércio, sempre obedecendo aos protocolos que foram legalmente instituídos e pactuados, com o objetivo de garantir segurança neste retorno.

Assim, manifestamo-nos, ressalvando que reabertura gradual e segura do comércio, é sim necessária e que o Departamento de Vigilância Sanitária, seus servidores e a Secretaria Municipal de Saúde continuarão a exercer o seu mister, mesmo a contragosto individual dos que põem à frente seus interesses, privados e/ou particulares, da incompreensão com os ritos de manutenção da segurança sanitária estabelecidos no período da pandemia de Covid-19 e sempre pautados pelas leis vigentes, pelas condições estabelecidas nos fóruns regulamentadores e pela seriedade que o momento nos impõe.

Façamo-nos ouvir livres de interesses pessoais e arrazoados pelo enfrentamento da pandemia mundial de Covid-19.

Haveremos, juntos, de vencer!

Rio Branco, 22 de setembro de 2020.

Jesuíta Arruda da Silva
Secretária Municipal de Saúde

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas