Conecte-se agora

Bando do CV invade Cidade do Povo, atira contra moradores e crianças e fere três pessoas

Publicado

em

Membros da organização criminosa Comando Vermelho invadiram o Conjunto Habitacional Cidade do Povo, em Rio Branco, na noite desse domingo, 9, e feriram pessoas a tiros. Delmiro da Silva Pires, de 24 anos, Fernando Pires, de 25 anos, e um adolescente de 16 anos foram as vítimas.

De acordo com informações de populares, cerca de 10 homens da facção, fortemente armados, saíram de dentro de uma área de mata localizada na divisa da Cidade do Povo e o Residencial Rosalinda. Os criminosos seguiram até uma quadra de esporte e renderam vários moradores que estavam tomando refrigerante após um jogo de futebol, entre as vítimas havia crianças. Os criminosos ainda teriam dado ordem para ninguém correr.

Mesmo assim, moradores correram e foi então que os membros da facção começaram a efetuar vários tiros na região. Três pessoas ficaram feridas na ação dos criminosos, que fugiram pelo mesmo local que entraram na Cidade do Povo.

As vítimas foram atingidas pelos disparos na região das nádegas, costas e no pé. As três foram socorridas por terceiros e encaminhadas para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Cidade do Povo, e em seguida conduzidas por uma ambulância ao pronto-socorro de Rio Branco, todos em estado de saúde estável.

A Polícia Militar foi acionada e após colher as características dos membros da facção, fizeram patrulhamento nas regiões do conjunto habitacional e no Rosalinda, mas ninguém foi preso. As tentativas de homicídios serão investigadas pelos agentes de Polícia Civil da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

A polícia acredita que a motivação do crime pode ter sido causada pela guerra entre facções por disputa de território e domínio do tráfico de drogas.

Anúncios

Acre 01

Marcio Bittar envia mais R$ 45 milhões para recuperar e duplicar estradas no Acre

Publicado

em

O senador Márcio Bittar (MDB) anunciou nesta quinta-feira, 24, que irá enviar mais R$ 45 milhões ao Estado do Acre para que o governador Gladson Cameli possa realizar obras que vão beneficiar as cidades de Cruzeiro do Sul e Porto Acre. Cameli algumas contribuições para obras importantes ao Estado. O recurso deverá ser utilizado para duplicar a rodovia que liga o Centro de Cruzeiro do Sul ao aeroporto e na duplicação da rodovia que liga a capital acreana a Porto Acre.

“Desta vez, com apoio do presidente Jair Bolsonaro, estaremos amanhã (25) na presença dos ministros Rogério Marinho (Desenvolvimento Regional) e Ernesto Araújo (Relações Exteriores), anunciando e confirmando que conseguimos mais R$ 45 milhões”, explica Bittar. Segundo o senador, do total, R$ 15 milhões serão destinados para ajudar o Estado a fazer a duplicação da rodovia que liga a região central de Cruzeiro do Sul ao aeroporto e R$ 30 milhões para contribuir com o governador na recuperação da estrada estadual que liga Rio Branco a Porto Acre.

“Esta é uma ajuda importante num momento tão difícil quando esse. Uma ajuda boa e positiva. Quero agradecer mais uma vez ao presidente Jair Bolsonaro e ao governador Gladson Cameli que me fez essa demanda”, disse o parlamentar.

O ministro do Desenvolvimento, que estará em Cruzeiro do Sul nesta sexta-feira, falou sobre as duas obras importantes que serão realizadas com o auxílio de Bittar.

“O senador tem feito um extraordinário trabalho a favor do Brasil, com um olhar todo especial para o Estado do Acre. São demandas históricas dessa região que estão sendo viabilizadas graças à determinação e trabalho de Márcio Bittar e à sensibilidade do presidente Bolsonaro”, conclui Marinho.

Continuar lendo

Acre 01

Após prejuízo de R$ 150 mil, governo estuda fazer um ‘acerto’ com indústria de açaí no Acre

Publicado

em

Passado mais de uma semana da denúncia feita pela indústria de frutas Norte Hortifruti, sediada em Mâncio Lima, de que uma abordagem errada da Polícia Militar na BR-364, próximo à cidade de Tarauacá, resultou na perda de uma carga de 15 toneladas de açaí com um prejuízo de mais de R$ 100 mil, o comando da PM do Acre deu calado como resposta.

O ac24horas fez contato nesta quinta-feira, 24, com um representante da Norte Hortifruti, Janaldo Pinheiro, que afirmou, sem querer entrar em detalhes, que já há um indicativo de acerto com o governo do estado sobre o prejuízo. No entanto, a Polícia Militar não se pronunciou se foram corretos os procedimentos adotados durante a barreira policial que resultou na perda de 15 toneladas de açaí.

Leia também:  Empresa perde 15 toneladas de açaí avaliada em R$ 150 mil durante abordagem da PM

Por meio de uma carta endereçada ao Secretário de Segurança Pública do Acre (Sejusp), Paulo Cézar dos Santos, a empresa conta que o policial responsável pela abordagem, que não é identificado, sem justificativa, resolveu que toda a carga deveria ser revistada e ainda passar pelo equipamento de detecção de infravermelho que fica dentro presídio Moacir Prado, localizado em Tarauacá.

No documento, a empresa esclarece que o motorista explicou que o açaí é um produto extremamente delicado, não podendo ser manipulado de qualquer maneira, sem refrigeração, o que pode fazer com que fique inapto para o consumo.

Mesmo assim, de acordo com a denúncia, por volta de meio-dia, o policial obrigou o motorista a levar o caminhão até o presídio. Um trecho da carta detalha: “Ato contínuo, fez com que os detentos descarregassem toda a carga para ser vistoriada, que além de causar a ruptura das embalagens pelo manejo inadequado, pois os sacos eram jogados dentro de uma “carrocinha” e depois carregados pelos presos até o interior da penitenciária, fez com que a mesma ficasse por horas sem refrigeração adequada gerando a fermentação do produto e consequentemente perda total da carga!”. O prejuízo, de acordo com a empresa, foi de R$ 150 mil.

Continuar lendo

Acre 01

Ao lado de Bittar, Bolsonaro garante inauguração da ponte sobre Rio Madeira em dezembro

Publicado

em

O presidente da república Jair Messias Bolsonaro garantiu na manhã desta quarta-feira, 23, que a ponte sobre o Rio Madeira será inaugurada em dezembro e que ele e sua comitiva irá participar da inauguração cujo a data ainda será definida.

Acompanhado do senador Márcio Bittar (MDB), Bolsonaro enfatizou a importância da obra que liga o Acre por terra com o restante do país. “Temos uma ponte em Rondônia que será de extrema utilidade, em especial, para o comércio do Acre e o cronograma está mantido. Se Deus quiser, no final desse ano, agora em dezembro inauguraremos”, disse o presidente.

Ao ac24horas, Bittar afirmou que além de cumprir agenda na inauguração da ponte, o presidente cumprirá agenda no Acre.

No início deste ano, antes mesmo da pandemia de covid-19, a obra da ponte estava parada. A demora estava na dificuldade de fazer os acessos nas rampas dos dois lados. O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes do estado (DNIT-RO) deu um novo prazo para concluir o serviço.

A balsa continua sendo o único jeito de passar de um lado para o outro pelo Madeira em Abunã. Quem deseja ir ou voltar do Acre pela estrada, precisa fazer a travessia. Isso representa demora na viagem. Como consequência, carros e caminhões formam filas.

Com quase dois quilômetros de extensão, a estrutura está pronta. A obra começou em 2014 e o investimento até então foi de R$ 130 milhões. A estimativa é de que mais de dois mil veículos passem pela área diariamente.

Veja o vídeo:

Continuar lendo

Acre 01

Quadrilha do Maranhão clonou celulares e deu golpe em empresários e deputados do Acre

Publicado

em

A Polícia Civil do Acre identificou os integrantes da quadrilha especializada em clonar aplicativos de mensagens de aparelho celular que fizeram no Acre, ao menos três deputados estaduais e o sócio-proprietário da Uninorte, Fábio Ricardo Leite, vítimas de estelionato.

Em maio, quatro deputados do Acre, incluindo o presidente da Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), Nicolau Júnior, e até o governador do estado, Gladson Cameli, tiveram os números clonados.

Segundo a investigação, os criminosos clonavam o número do aplicativo de mensagens dos deputados e empresários e pediam dinheiro a amigos e que estavam em sua lista de contatos.

De acordo com informações obtidas por ac24horas, o dono da Uninorte, Ricardo Leite, o Rico como é mais conhecido, transferiu a Frederico Matta (estelionatário) R$ 4, 8 mil e José Mauri da Silva transferiu R$ 5 mil a Argentino Silva (estelionatário), e a outra vítima Ester Queiroz Silva (ligada ao deputado Luiz Gonzaga) transferiu à Pablo Silva (estelionatário) a quantia de R$ 10 mil, totalizando R$ 19.800,00.

Em depoimento, o empresário, Fábio Ricardo Leite afirmou que realizou a transferência a pedido da pessoa que se passava pelo deputado Jenilson Leite. Mauri e Ester acreditavam que estavam falando com o deputado Luiz Gonzaga (PSDB).

Após uma longa investigação, o delegado da Polícia Civil do Acre, Pedro Paulo Buzolin, identificou a quadrilha que operava no Maranhão, e teve acesso a câmera dos caixas eletrônicos em que os criminosos realizavam os saques, após o dinheiro cair na conta, em Nova Imperatriz (MA).

Os envolvidos Frederico Matta, Argentino Silva, Pablo Silva e Aldean Correa devem responder por estelionato e associação criminosa. Após o término das investigações, Buzolin encaminhou o inquérito à Justiça do Maranhão para o indiciamento dos envolvidos e adoção de medidas cabíveis.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas