Conecte-se agora

Jovem reinfectada por coronavírus achou que estava imune ao 1º diagnóstico

Publicado

em

Infectada duas vezes com a Covid-19, a técnica de enfermagem Gabriela Carla da Silva, de 24 anos, relata ter vivido uma falsa sensação de segurança quando voltou a apresentar sintomas da doença.

Com o segundo diagnóstico em 50 dias, entre maio e julho, a jovem que atua na rede pública de saúde de Ribeirão Preto (SP) conta que não acreditava na possibilidade de voltar a ter o novo coronavírus até fazer o teste por recomendação de colegas de trabalho.

“Eu estava com bastante dor de garganta, o nariz bem congestionado, bastante coriza, muita dor de cabeça, até mais do que a primeira vez e aí falei: ‘mas não pode ser Covid, porque eu já tive Covid’. Continuei trabalhando porque eu já tinha tido, não pensava que poderia ser”, diz.

A reincidência do vírus na jovem, considerada rara pelos médicos, será investigada pela USP de Ribeirão Preto (SP) e será levada à comunidade científica internacional. Segundo os pesquisadores, há registro de apenas outro caso semelhante ao de Gabriela, em Boston, nos Estados Unidos.

O médico infectologista Marcos Boulos, chefe da Superintendência de Controle de Endemias de São Paulo e ex-diretor da Faculdade de Medicina da USP, acredita ser “difícil” uma reinfecção pelo novo coronavírus em tão pouco tempo.

Primeira infecção

Em 4 de maio, Gabriela entrou em contato com um colega de trabalho infectado. Dois dias depois, começou a sentir mal-estar, febre, congestão nasal, dores de cabeça e de garganta.

“Eu trabalho em uma unidade de saúde, então já estava tendo contato, mas tive contato confirmado com esse colega de trabalho em uma segunda-feira. Na quarta-feira eu comecei com os sintomas”, afirma.

No quarto dia após o surgimento dos sintomas, a técnica de enfermagem passou pelo exame RT-PCR, que identifica o Sars-Cov-2 no organismo por meio de materiais coletados no nariz e na garganta. O resultado do primeiro teste, em 8 de maio, foi negativo, mas, como os sintomas persistiram, a paciente repetiu o exame cinco dias depois, em 13 de maio, quando testou positivo e foi afastada por duas semanas.

“O que mais me marcou nesse primeiro quadro foi a dor de cabeça e um pouco da dor de garganta, mas principalmente a dor de cabeça que se manteve por uns dez dias”, lembra.

Segunda infecção

Gabriela afirma que se recuperou completamente e voltou ao trabalho, na Unidade Básica de Saúde (UBS) Ribeirão Verde, na zona Leste de Ribeirão Preto, segura de que estaria imune.

Ela voltou a apresentar os mesmos sintomas 38 dias depois e, em um primeiro momento, os associou a um quadro gripal, mas foi orientada por colegas a fazer um novo teste para a Covid-19, que deu positivo em 2 de julho.

“Conversei com a equipe do trabalho e falaram que, mesmo assim, era importante coletar o teste. Foi quando coletei novamente e fui afastada até sair o resultado e veio positivo novamente”.

De acordo com ela, o novo período de afastamento foi mais difícil que o primeiro, com perda do olfato, do paladar, sensação de febre, e uma dor de cabeça mais forte, embora não tenha ficado acamada. “Eu me senti mal nos 14 dias de afastamento.”

Gabriela se diz recuperada pela segunda vez e já voltou ao trabalho, com todos os equipamentos de segurança, e determinada a ajudar os médicos a compreender o comportamento do novo coronavírus. “Pretendo entender o que realmente aconteceu e realmente ajudar na pesquisa”.

Anúncios

Cotidiano

Amigas são atropeladas na Avenida Ceará; motorista fugiu do local

Publicado

em

 

Uma mulher identificada como Talia Rodrigues de Souza, de 23 anos e sua amiga, uma adolescente de 12 anos, foram atropeladas por um condutor de um veículo na manhã deste domingo, 20, na Avenida Ceará, próximo a quarta ponte no bairro Habitasa, em Rio Branco.

De acordo com informações de populares que presenciaram o acidente, Talia e adolescente trafegavam em uma bicicleta e ao tentarem atravessar a avenida já no início da ponte, um condutor de um veículo GM Prisma, de cor Branca, que trafegava no sentido centro-bairro colidiu na bicicleta. Com o impacto Talia foi arremessada e bateu a cabeça no solo e desmaiou, já a sua amiga sofreu um arranhão próximo ao olho. O motorista fugiu do local.

Duas ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foram acionadas, os paramédicos prestaram os primeiros atendimentos, e conduziram as vítimas ao Pronto Socorro de Rio Branco. (Huerb). Segundo o médico do SAMU, Talia deu entrada no hospital desacordada e seu estado de saúde é grave, a paciente sofreu um traumatismo craniano. Já a adolescente de 12 anos, está estável.

Policiais Militares do Batalhão de Trânsito (BPtrans) estiveram no local e isolaram a área para os trabalhos da perícia. O caso será investigado pela Polícia Civil.

 

 

Continuar lendo

Cotidiano

Esposa mata marido com facada no pescoço após discussão durante bebedeira em residência no Calafate

Publicado

em

Uma bebedeira entre família terminou com Adriano Magalhães do Nascimento, de 31 anos, morto com um golpe de faca no pescoço na madrugada deste domingo, 20, em uma residência localizada na rua Jerusalém, no Conjunto Laelia Alcântara na região do Calafate em Rio Branco. A autora do crime foi a própria esposa da vítima.
De acordo com informações da Polícia repassadas a reportagem do ac24horas, Adriano e sua esposa Rosilda Souza da Silva, de 31 anos, estavam em casa, numa bebedeira entre família, quando começaram uma briga. A mulher correu na para fugir do marido, tomou posse de uma faca e quando Adriano se aproximou ela desferiu um golpe que atingiu o pescoço do marido.
A ambulância do suporte avançado do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi acionada, os paramédicos prestaram os primeiros atendimentos e conduziram Adriano ao Pronto Socorro de Rio Branco, mas a vítima não resistiu ao ferimento e morreu no hospital.
A Polícia Militar esteve no local e prendeu Rosilda. A mulher foi encaminhada à Delegacia de Flagrantes (Defla) para os devidos procedimentos.
Continuar lendo

Cotidiano

Motociclista dorme na moto, colide contra palmeira e morre na Amadeo Barbosa

Publicado

em

Mulher que estava na garupa da moto também ficou ferida e foi levada ao Pronto Socorro. Informações foram repassadas pelo Batalhão de Trânsito da Polícia Militar (BPTrans).

Um grave acidente tirou a vida do motociclista, Jussan Costa Mendonça, de 23 anos e deixou uma mulher identificada como Juliane de Oliveira Sena, de 21 anos, gravemente ferida nas primeiras horas deste domingo, 20, na Avenida Amadeo Barbosa, no Segundo Distrito de Rio Branco.

De acordo com informações dos Policiais Militares do Batalhão de Trânsito (BPtrans), o condutor trafegava na sua motocicleta, modelo Honda NXR 160, de cor branca, na avenida, com uma passageira, quando dormiu na moto e acabou perdendo o controle da direção e colidiu contra uma palmeira. Após o impacto o jovem de 23 anos, desmaiou e a passageira ficou gravemente ferida.

Populares que passavam pelo local acionaram a ambulância do suporte avançado do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), mas quando os paramédicos chegaram ao local o condutor da moto já se encontrava sem vida. A moça Juliane de Oliveira Sena foi encaminhada ao Pronto Socorro de Rio Branco em estado de saúde grave.

A área foi isolada pelos Policiais Militares do (BPtrans) para os trabalhos dos peritos. O corpo do motociclista foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) para os exames cadavérico. A moto foi removida e encaminhada ao pátio do Departamento de Estadual de Trânsito (Detran).

 

Continuar lendo

Cotidiano

Hospital de Amor entra na segunda fase da retomada dos atendimentos

Publicado

em

A unidade de prevenção do Hospital de Amor de Rio Branco anunciou recentemente a entrada na segunda etapa do processo de retomada dos atendimentos presenciais, suspensos em razão da pandemia do novo coronavírus.

A primeira fase do retorno dos atendimentos, de acordo com a direção do hospital, foi a chamada das pacientes que realizaram exames antes da paralisação e que apresentaram alterações para a realização de novos exames e início dos tratamentos.

Agora, a unidade volta a realizar os exames de PCCU – preventivo do câncer do colo do útero – e Mamografia de Rastreamento. Com 20 vagas pela manhã e 20 vagas pela parte da tarde para cada uma das modalidades.

Para ter acesso aos exames, as pacientes devem se enquadrar nos critérios de idade, que são: PCCU (25 a 64 anos) e Mamografia (40 a 69 Anos). Para isso, é necessário apresentar cópias do RG, CPF, cartão SUS e comprovante de residência.

O endereço do Hospital de Amor em Rio Branco é rodovia Via Verde, N° 3013 , bairro Amapá. O funcionamento é de segunda à sexta-feira, das 7:00 às 17:00. Sem intervalo para almoço. Contato telefônico para informações é: 68-3213-5508.

Em virtude do quadro de pandemia, o hospital está adotando medidas extras de prevenção que se somam às condutas de biossegurança que a instituição já possui com o objetivo de proteger tanto os profissionais quanto as pacientes.

Algumas dessas medidas são:

✅ A paciente deve ir ao atendimento de máscara de sua casa (uso obrigatório, determinado pelo decreto 1.880/2020);

✅ Não levar acompanhante. Nos casos estritamente necessários, este deve estar de máscara e seguir os mesmos protocolos que a paciente, com relação às medidas de prevenção.

✅ Evitar cumprimentos como beijos, abraços e apertos de mãos.

✅ Evitar tocar as mãos em superfícies e depois tocar na boca, nariz e olhos;

✅ Quem estiver apresentando sintomas de gripe, como febre ou tosse, ou teve contato com pessoas com estes sintomas, deve remarcar o atendimento.

Queda nas arrecadações

Outro desafio que o Hospital de Amor enfrenta é a retomada das arrecadações, quase que totalmente inviabilizadas pela pandemia. De acordo com o analista de captação de recursos da instituição, Flávio Richetti, o déficit com relação ao que foi levantado no ano passado chega a R$ 9 milhões.

Grande parte do orçamento do HA é obtida nos leilões e shows que revertem o dinheiro para as unidades do hospital, mas que foram suspensos ou adiados por conta da quarentena. Neste domingo, 20, a partir das 14 horas, o hospital realiza um leilão virtual de gado por meio da internet, no canal da leiloeira Esteio Leilões no YouTube.

 

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas