Conecte-se agora

Queimadas urbanas no Acre aumentam mais de 160% em julho

Publicado

em

O ano de 2020 não tem sido fácil. Além da pandemia da Covid-19 que fez com que o mundo mudasse hábitos, o acreano está enfrentando um ano complicado em relação as queimadas urbanas.

O problema é que a fumaça que invade casas complica exatamente a vida de parte de quem é do chamado grupo de risco, como idosos e pessoas com doenças respiratórias crônicas.

Números divulgados pelo Corpo de Bombeiros do Acre mostram como este ano o crescimento das queimadas urbanas no Acre tem sido assustador. No mês de julho, por exemplo, foram registradas em todo o estado 853 queimadas urbanas. Quando comparado ao ano passado, o aumento foi de mais de 160%, já que em 2019, no mesmo mês, o registro foi de 327 queimadas.

Já no acumulado do ano, os dados confirmam um grande aumento no número de registros de queimadas. Nos sete primeiros meses do ano são 2.644 queimadas, contra 1.228 em 2019. Um acréscimo de mais de 115%.

De acordo com o levantamento, a capital, Rio Branco, é responsável por 80% desses números. A prefeitura tem realizado campanhas de fiscalização e conscientização, mas que, infelizmente, não tem funcionado até o momento.

O cidadão pode e deve denunciar queimadas urbanas. As denúncias podem ser realizadas pelo 190 ou 193, além do contato da Semeia por meio dos números 3228-5765 ou 9 9227-1126.

Anúncios

Acre

56 famílias recebem título de regularização fundiária na Capital

Publicado

em

Cinquenta e seis famílias do bairro Santa Inês, localizado em Rio Branco, receberam o título definitivo de regularização fundiária nesta quarta-feira, 30. O processo foi coordenado pelo Instituto de Terras do Acre (Iteracre) em parceria com a prefeitura de Rio Branco finalizou com a entrega do documento na Escola Estadual Antonia Fernandes.

Segundo o diretor-presidente do Iteracre, Alírio Wanderley, os títulos já estão registrados em cartório e aptos para serem utilizados por seus proprietários. O secretário municipal de Infraestrutura, Edson Rigaud, destacou a relevância da execução de políticas públicas como esta para melhorar a qualidade de vida das pessoas. “Mesmo diante dessa pandemia que estamos enfrentando, é muito bom celebrar a entrega desses títulos definitivos e proporcionar a mais de 50 famílias esse benefício, somente aqui no bairro Santa Inês”, disse.

Para o presidente da Associação dos Moradores da comunidade localizada no Segundo Distrito da capital, Francisco Sídio, todo investimento realizado no bairro é bem-vindo. “Como representante dos moradores, quero agradecer o governo por estar entregando esses títulos definitivos e dizer que aguardávamos muito por este momento. Esperamos que mais famílias recebam o documento”.

Continuar lendo

Acre

Acre volta a registrar mortes por Covid-19 e soma mais 192 casos

Publicado

em

Após passar mais dois dias seguidos sem registrar nenhuma morte decorrente de Covid-19, o Estado do Acre voltou a contabilizar óbitos por conta da doença nesta quarta-feira (30). Com mais duas mortes, o número oficial de mortes pelo vírus no Acre sobe para 659.

Além disso, a secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre) confirmou mais 192 novos casos de contaminação pelo novo coronavírus, fazendo com que o número de infectados passe agora para 28.222.

Os dois óbitos registrados nesta quarta-feira são do sexo feminino, sendo moradores de Feijó e Rio Branco, sendo F.O.F., de 65 anos. Moradora de Rio Branco, deu entrada no dia 23 de setembro, no Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia do Acre (Into-AC), e faleceu nesta terça-feira, 29. E a última F.P., de 74 anos. Moradora de Feijó, deu entrada no dia 25 de setembro, no Hospital Regional de Feijó, e faleceu na última sexta-feira, 25.

O Acre, até o momento, registra 72.428 notificações de contaminação pela doença, sendo que 44.153 casos foram descartados. Ainda, 53 testes de RT-PCR seguem aguardando análise pelo Laboratório Central de Saúde Pública do Acre (Lacen) e pelo Centro de Infectologia Charles Mérieux. Pelo menos 25.195 pessoas já receberam alta médica da doença, enquanto 79 seguem hospitalizadas.

Continuar lendo

Acre

Superior Tribunal de Justiça nega habeas corpus para Ícaro Pinto

Publicado

em

O Ministro Ribeiro Dantas, do Superior Tribunal de Justiça, (STJ), negou o pedido de habeas corpus impetrado pela defesa de Ícaro José da Silva Pinto, que atropelou e matou Jonhliane de Souza, de 30 anos, no último dia 6 de agosto. A decisão foi despachada nesta terça-feira, 29.

O magistrado ressaltou em sua decisão que a concessão de liminar em habeas corpus constitui medida excepcional, uma vez que somente pode ser deferida quando demonstrado, de modo claro e indiscutível, ilegalidade no ato judicial impugnado, mas que não vislumbrava a presença de qualquer pressuposto para concessão do pedido.

“Na espécie, sem qualquer adiantamento do mérito da demanda, não vislumbro, ao menos neste instante, a presença de pressuposto autorizativo da concessão da tutela de urgência pretendida. Assim, indefiro o pedido de liminar”, frisou o Ministro, que ainda pediu informações a 2ª Vara do Tribunal do Júri da Comarca de Rio Branco.

Ícaro está preso desde o 15 de agosto no Batalhão da Polícia Ambiental desde que o juiz Alesson Braz autorizou a sua prisão preventiva. Desde então, os advogados do fisioterapeuta já tentaram relaxar a prisão diversas vezes, tanto na Vara Criminal de origem quanto na Câmara Criminal do Tribunal de Justiça sem obter êxito. Ícaro e Alan foram denunciados pelo Ministério Público no início de setembro por vários crimes pela morte de Johnliane.

Seu comparsa, Alan, está preso no presídio estadual Francisco D’oliveira Conde e recentemente pediu que fosse transferido para o Batalhão Ambiental já que supostamente estaria sendo extorquido por membros de um facção criminosa em troca de proteção na penitenciária. O Ministério Público se do contra a transferência e destacou que o Sistema Penitenciário tem a obrigação de tomar as medidas necessárias para garantir a integridade do réu.

Continuar lendo

Acre

Acre compra helicóptero com seguro da aeronave danificada

Publicado

em

A frota do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer) recebe na próxima sexta-feira, 2, mais uma aeronave, um helicóptero Esquilo B2. Batizado de Hárpia 04, a aeronave foi adquirida pelo governo do Acre com o dinheiro do seguro do Hárpia 02, totalmente danificado em um acidente sem vítimas no início deste ano.

Desde a semana passada, a equipe do Ciopaer está em São Paulo agilizando a documentação e testando a aeronave para o voo até Rio Branco. O coordenador do Ciopaer, Naick Trindade, disse que na segunda e terça-feira, os pilotos fizeram voos para testes na aeronave e avaliaram todos os itens de segurança. Um mecânico também integra a equipe da Secretaria de Segurança na missão.

O governador Gladson Cameli afirmou que o transporte aéreo no Acre não é luxo, mas uma necessidade, principalmente para as populações que vivem nos lugares mais remotos e distantes das cidades. “A vinda desse helicóptero será muito importante para darmos continuidade aos serviços realizados com muita competência pelos nossos guerreiros do Ciopaer em todos os municípios acreanos. O nosso objetivo é fortalecer a frota de aeronaves do governo, para que possamos atender quem mais precisa e ajudar a salvar vidas”, afirmou Cameli.

O novo Harpia é do mesmo modelo do anterior, um Esquilo B2, porém mais novo, moderno e com menos horas de voo. Tem capacidade para transportar seis pessoas, incluindo a tripulação. O helicóptero, fabricado em 2013, possui cerca de 500 horas de voo.

Fonte: Notícias do Acre

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas