Conecte-se agora

Ninguém me ama…

Publicado

em

O deputado Roberto Duarte (MDB) enfrenta um dilema com a sua candidatura a prefeito de Rio Branco. Chegamos ao mês em que vão se iniciar as convenções municipais para a oficialização dos nomes a prefeito da capital, e não conseguiu um partido para compor uma aliança. Nem com as siglas da esquerda e nem com as siglas com as quais o seu partido, o MDB, esteve coligado na última eleição para o governo. Foi o deputado estadual mais votado na capital. Mas isso foi num cenário de eleições proporcionais, numa eleição majoritária, o quadro é completamente diferente. Ninguém é candidato a prefeito de si mesmo. Ter aliados é de fundamental importância, porque isso significa ter mais aspirantes a vereadores nos bairros pedindo votos para o candidato majoritário.  Sem falar no aumento do tempo de televisão no horário eleitoral. E não dá para vislumbrar muitos horizontes para uma parceria. Quase todos os partidos terão candidatos próprios à PMRB. E o MDB está naquela velha canção de fossa… Ninguém me ama/ninguém me quer/ ninguém me chama/de meu amor…

VIROU PESADELO

Deixem de sonhar! O Gladson não vai continuar filiado ao partido PROGRESSISTAS. E sonhar que possa a vir apoiar a candidatura do Tião Bocalom (PROGRESSISTAS) a prefeito de Rio Branco, não é mais sonho, virou pesadelo. Por um motivo bem simples: ele não quer. E, isso é um direito dele. Se é ou não lógico, já é outra discussão. E isso tem de ser respeitado. Estamos numa democracia. E, ponto final!

LEITURA ACERTADA

 O senador Sérgio Petecão (PSD) tem feito uma leitura pragmática do cenário político da capital. Diz que, se o governador quer apoiar a prefeita Socorro Neri a mais um mandato, tudo bem, ele tem este direito. “O Gladson vai com a Socorro, e nós vamos com o Velho Boca, sem nenhuma briga”, comenta de forma prática o senador. Isso também me parece página virada.

CAFÉ NO BULE

 O Gladson não quer apoiar o Bocalom, e por sua vez o PROGRESSISTAS não retira a candidatura do Velho Boca. E qual o problema nisso? Nenhum! Depois que acabou o bipartidarismo, o natural é que cada partido tenha o seu candidato majoritário próprio. Nem o Gladson estará cometendo uma heresia e tampouco a aliança que sustenta a candidatura do Bocalom. E vamos deixar para o eleitor decidir. É na eleição que se vê quem tem café no bule.   

OLHO DO FURACÃO

O governador Gladson Cameli retorna hoje à noite a Rio Branco. Se tiver um pouco de bom senso conduzirá a eleição municipal desligado de partido. Tentar entrar no PSDB é colocar fogueira no seu colo, é fake news que será bem recebido, vai para o olho do furacão.

TAMBÉM É FAKE NEWS

E também é fake news esta idéia sem nexo de que a direção nacional do PSDB entregará o partido em suas mãos, para escolher o candidato a prefeito da capital que bem entender. Para isso teria que haver intervenção na executiva municipal, e acabaria numa confusão judicial.

APOSTEM NESTA HIPÓTESE

Pelo que tenho ouvido de lideranças do MDB, PSD e PSDB, se só um destes partidos chegar ao segundo turno, irão todos se juntar numa aliança política. Podem apostar forte nesta hipótese.

DEDUÇÃO LÓGICA

Caso o PT não chegue ao segundo turno da eleição na capital, não deve apoiar nenhuma candidatura com viés bolsonarista ou que seja governista. E neste pacote se incluem Minoru Kinpara, Tião Bocalom e Socorro Neri.  Um candidato que os petistas poderiam apoiar sem problema seria a candidatura do Roberto Duarte (MDB). É o que ouço de vários petistas. 

PROJETO IMPORTANTE

Tive um amigo que morreu em Manaus após ter o seu pescoço ferido profundamente por uma linha com cerol. E na época não existia a chamada “linha chilena”, com um cerol mais cortante. Por isso, importante o projeto do vereador Marcos Luz (MDB) proibindo o uso desta linha.

MEDIDA ACERTADA

Foi uma medida acertada da comissão que decidiu pelo não retorno das aulas em setembro, num momento progressivo de casos da Covid-19 e de óbitos, notadamente, na capital. O que está ficando meio escuro é a SESACRE manter a capital na chamada “faixa laranja”, quando a pandemia continua numa crescente. No mapa da grande imprensa o Acre está no vermelho.

DEPOIS RECLAMAM DO MP

Depois reclamam quando o MPE e o MPF entram com questionamentos sobre estes critérios.

FORÇARAM NA MARRA

Os Pastores evangélicos impuseram mesmo ao estado uma virada de mesa, tirando as atividades religiosas, da faixa amarela para a faixa laranja, sem nenhuma base científica, apenas na ameaça de não votarem com os candidatos do governo a prefeito nesta eleição.

JEITINHO ACREANO

Existe o chamado “jeitinho brasileiro”, e aqui nós temos o chamado “jeitinho acreano”. Se é para burlar com a metodologia da comissão da Covid-19, então libera para todo mundo. Não se fique mais nesta hipocrisia de agir sob pressão política, numa seara que é da saúde pública. 

NÃO CABE MAIS

A hipótese do candidato do PSDB, Minoru Kinpara, ser vice da prefeita Socorro Neri está fora de esquadro. O Minoru já disse que não aceita, e tem o apoio partidário para disputar a PMRB. É outra discussão que não cabe mais, porque os seus projetos políticos são antagônicos.

PREGO BATIDO

Conversei ontem com figuras importantes do governo, e todas com a afirmação de que o apoio do Gladson a mais um mandato da prefeita Socorro Neri é assunto decidido na Côrte. E também defendem que, o governador toque a candidatura dela sem filiação partidária.

MAIS COMPETITIVA

Com o apoio do Gladson, a candidatura da prefeita Socorro Neri dobrará de competitividade.

NÃO PODE MAIS RETARDAR

Uma coisa é certa: enquanto o Gladson não anunciar sua decisão de forma oficial, numa coletiva à imprensa, mais seu nome vai ficar num desgastante disse e não disse. O rumo que vai tomar tem de ser anunciado agora, a lembrar: chegou o mês das convenções municipais. 

CIDADE LUZ

Depois os problemas para fechar a licitação, enfim vai começar o projeto da prefeitura de Rio Branco de iluminar a cidade toda à luz de led. Além de dar um melhor visual, o importante é que a prefeita Socorro Neri diminuirá os gastos do município com a energia elétrica.

QUESTÃO JUDICIAL

Não emito juízo de valor sobre a prisão do ex-presidente do DEPASA, Tião Fonseca, e da sua mulher, porque é um fato que ainda nem virou processo, está na fase de inquérito policial.

MOSTRAR O PROJETO

Tenho acompanhado algumas declarações políticas do ex-senador Jorge Viana (PT). Mas não notei agora nenhum discurso novo que não seja o do saudosismo do poder. O que se quer saber, é o que o seu partido pensa para colocar em prática caso ganhe a prefeitura da capital.

SE QUISEREM GANHAR

Volto a repetir no BLOG que, caso a oposição queira derrotar o prefeito de Feijó, Kiefer, terá que deixar o ego de lado e se unirem numa candidatura. O Kiefer não é a última bolacha do pacote, mas está no poder, e isso tem uma influência numa eleição num município pequeno.

PASSARÃO PELA MAILZA

Todas as coligações do PROGRESSISTAS para as prefeituras dos municípios passarão por uma discussão com a presidente do partido, senadora Mailza Gomes. Com a saída dada como certa do governador Gladson Cameli, ela passa ser o maior nome político do partido no estado.

PALANQUE ECLÉTICO

O prefeito de Sena Madureira, Mazinho Serafim (MDB), conseguiu montar uma aliança partidária eclética, que tem no pacote até partidos de esquerda como o PT e o PCdoB. O Mazinho sabe se mexer bem nos bastidores, por isso sua chance de reeleição é grande.

 NÃO CONSEGUE MEXER

Por mais que a GLOBO se esforce nos seus noticiários no ataque direto ao presidente Jair Bolsonaro, as pesquisas mostram que não conseguiu até aqui atingir a faixa do seu eleitorado. A crítica na imprensa quando é sistemática, acaba deixando o criticado como uma vítima,

E OLHE QUE FEZ CAGADAS!

E olhe que o presidente Jair Bolsonaro e os seus filhos, já fizeram um monte de cagada.

LEVAM VANTAGEM

Pelo menos seis vereadores têm uma chance muito grande de voltar à Câmara Municipal de Rio Branco, por dois motivos: terão estrutura de campanha sólida, e base eleitoral de outras eleições. Isso os deixa em hipotética vantagem. Mas eleição costuma causar muitas surpresas.

SEM MEL E NEM CABAÇA

Boa fonte de Rodrigues Alves informou ao BLOG que, com a morte do prefeito Sebastião Correia, o MDB ficou sem um nome à altura para disputar aquela prefeitura. O vice Jailson Amorim (PROS), que assumiu o mandato, passou a ser uma candidatura forte. O Burica (PT), não se sabe se passará na peneira jurídica. E ainda tem no cenário o professor Ralph Luís Fernandes (PSDB), que tem seu nome focado em várias ações sociais. O resto é com as urnas. 

FRASE MARCANTE

“A maior felicidade que uma pessoa pode possuir é a de ver, sem inveja, a felicidade alheia”. Bossuet.

Anúncios

Acre

Domingo tem apenas 18 novos casos e uma morte pela Covid-19

Publicado

em

Assim como em finais de semanas anterior, o número de registro de novos casos da Covid-19 despenca no Acre.

Foi o que aconteceu neste domingo, 20. De acordo com o boletim divulgado pela Secretaria Estadual de Saúde (Sesacre) houve o registro de apenas 18 novos casos de contaminação pelo novo coronavírus no estado. Assim, o número de infectados subiu de 27.061 para 27.079, nas últimas 24 horas.

O Acre, até o momento, registra 69.101 notificações de contaminação pelo novo coronavírus, sendo que 41.976 casos foram descartados. Ainda, 46 testes de RT-PCR seguem aguardando análise pelo Laboratório Central de Saúde Pública do Acre (Lacen) e pelo Centro de Infectologia Charles Mérieux. Pelo menos 24.298 pessoas já receberam alta médica da doença, enquanto 80 seguem hospitalizadas.

Mais 1 óbito foi registrado neste sábado, sendo uma mulher de 27 anos: J. Q. C., moradora de Sena Madureira que deu entrada no dia 5 de setembro no Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia do Acre (Into-AC), e faleceu neste sábado,19, fazendo com que o número oficial de mortos pela doença suba para 649 em todo Acre. 

Continuar lendo

Acre

Com gol aos 50 minutos, Rio Branco estreia com vitória na Série D

Publicado

em

Foi no sufoco, mas o Estrelão começou com o pé direito sua caminhada no Campeonato Brasileiro da Série D neste sábado, 19. A partida também marcou a estreia do técnico Celso Teixeira, que teve apenas dois dias para preparar a equipe.

Jogando contra o Independente do Pará no estádio Arena Acreana, o Rio Branco foi melhor durante toda a primeira etapa. Mesmo assim, teve dificuldades para abrir o placar. Somente aos 36 minutos e contando com a sorte foi que o time acreano saiu na frente. O azar foi do zagueiro do time paraense Natan que acabou marcando contra.

O Rio Branco poderia ter ido para o intervalo com o placar ainda maior. Aos 49 minutos, Marcos cobrou pênalti, mas parou no goleiro Renan Paredão do Independente.

Na segunda etapa, o sufoco. Aos 27 minutos, a arbitragem marcou pênalti para o time paraense. Raygol foi para cobrança e marcou gol de empate.

Quando tudo caminhava para o sentimento de frustração, já nos acréscimos, aos 50 minutos veio o alívio. Linyker, de cabeça, deu a vitória ao time estrelado, que fez uma enorme festa logo após o gol.

Com a vitória, o Rio Branco larga na frente do Grupo 1 do Campeonato Brasileiro da Série D. Os demais representantes do Acre na competição jogam neste domingo, 20. Enquanto o Galvez, campeão acreana, recebe o Fast do Amazonas, às 5 da tarde, na Arena Acreana, o Atlético estreia fora de casa contra o Ji-Paraná. A partida acontece às 2 da tarde, horário do Acre.

Crédito da foto: Alberto Casas

Continuar lendo

Acre

Gladson Cameli confere obras que vai inaugurar em Cruzeiro do Sul

Publicado

em

O governador Gladson Cameli conferiu neste sábado, 19, em Cruzeiro do Sul, as obras dos equipamentos de cultura e esportes que compõem a Avenida Cultural que ele vai inaugurar no dia 28 de setembro, aniversário da cidade. Trata-se do Teatro dos Nauas, Centro Cultural Corbélia Lima e Ginásio Alailton Negreiros. Na entrada da Avenida está sendo erguido um portal.

Outro compromisso de Cameli foi com o prefeito de Cruzeiro do Sul, Clodoaldo Rodrigues. Este é o primeiro encontro institucional do governador com o recém-empossado gestor do município . Eles firmaram parceria para melhorar a infraestrutura de Cruzeiro com ênfase nas melhoria de ruas. Segundo Cameli, a união entre Estado e prefeitura otimiza recursos, compartilhamento de projetos e definição de obras estratégicas para o município.

“Quando o governo e a prefeitura trabalham juntos, só quem ganha é a população. Desde o início da nossa gestão, firmamos parcerias com todas as prefeituras e aqui em Cruzeiro do Sul não foi diferente. Temos muitos projetos que queremos executar aqui e o apoio do prefeito Clodoaldo é muito importante para que possamos melhorar a vida das pessoas. Sabemos que o desafio é grande, mas com muito trabalho e seriedade, nossos objetivos de melhorar a vida da população, gerar mais emprego e renda serão alcançados”, declarou.

Clodoaldo Rodrigues destacou que só com a parceria do governo prosseguirá com os investimentos que Cruzeiro do Sul necessita para melhorar a área de infraestrutura.

“Saio muito satisfeito dessa reunião e com a garantia do governador de novas parcerias com a Prefeitura de Cruzeiro do Sul para que possamos dar continuidade aos serviços de melhoria de infraestrutura em nosso município. O governo é o nosso principal parceiro e o governador Gladson Cameli só reafirmou seu compromisso de ajudar a nossa gestão”, disse.

 

Continuar lendo

Acre

Deixados para trás: Belo Jardim, um bairro abandonado em Rio Branco

Publicado

em

O bairro Belo Jardim, formado a partir de invasão no fim dos anos 80, é um prato cheio para os oportunistas políticos que buscam se eleger na próxima eleição e nas outras seguintes no Acre. Com pouco mais de 8 mil famílias, de acordo com contagem da Associação de Moradores, vive dias de “esquecimento” pela atual gestão. Aliás, esquecimento foi a frase mais ouvida pela reportagem do ac24horas que percorreu as vielas da região por três dias.

Basicamente, segundo os moradores, o bairro tem uma lema até pejorativo: “no verão, poeira, no inverno, lama”. A pauta sugerida pela própria comunidade é uma forma de chamar a atenção das autoridades.

As reclamações são as mais variadas, desde a precariedade das ruas, à falta d’água, fato recorrente que atinge principalmente a parte mais afastada do bairro.

Durante o tempo que Kennedy Santos esteve pela região, conheceu a rua Tancredo Neves, que está sendo recuperada pelos próprios moradores. O dinheiro é fruto de vaquinha organizada entre eles. Confira a reportagem na íntegra:

video

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Leia Também

Mais lidas

Copyright © 2020 ac24Horas.com - Todos os direitos reservados.