Conecte-se agora

Sindicato dos servidores do Ifac se posiciona contra o retorno às aulas no formato EAD

Publicado

em

O Sindicato dos Servidores do Instituto Federal do Acre (Sinasefe), emitiram nesta sexta-feira, 31, uma carta aberta à comunidade acadêmica manifestando preocupação acerca da possibilidade de volta às aulas no formato de Educação à Distância (EAD).

Na carta, o sindicato diz entender a preocupação dos colegas que querem voltar a ter contato com os alunos, mas destaca que essa vontade não pode resultar em romantizar o magistério, em meio a uma pandemia, nem colocar comprometimento com a educação como ato heroico.

“O cenário não é favorável para o ensino remoto. Vivemos num país sem inclusão digital. Consciente disso, queremos enveredar para este tipo de ensino? Infelizmente, poucos têm o privilégio de ter um computador exclusivo em casa. Já o celular, que até bem pouco tempo atrás era proibido aos nossos alunos de usarem em sala por muitos de nós, agora será a principal ferramenta pedagógica, isso quando o plano de dados estiver com o pagamento em dia”, afirmou.

O sindicato também alertou que partes das despesas, caso a adoção do EAD vire realidade recairá sobre o servidor público com o aumento de gasto de energia elétrica, internet e outros questões.

“Destacamos que nem todos os docentes possuem mobiliário adequado, o que pode gerar problemas na saúde do docente (questões ergonômicas). Também podemos destacar que a sobrecarga de trabalho e o excesso de atividades será uma realidade”, pontuou.

O sindicato também alertou que a saúde do servidor é outro ponto importante para ser pensando antes de uma decisão sobre uma possível volta as aulas em formato EAD.

“O atual contexto de isolamento social está gerando diversas doenças, principalmente as de origem emocional. Infelizmente, parece que o servidor é um ser fantasma neste processo. Falam em preocupação com os nossos alunos, o que é correto, mas na maioria das vezes esquecem de perguntar como estamos de saúde. Precisamos ouvir os problemas, as dificuldades, mas também necessitamos ser ouvidos! Não estamos em casa totalmente alheio à realidade. Estamos em meio a uma pandemia, cuidando de nossos filhos, de nossos pais e da não proliferação da Covid-19”, afirmou.

Anúncios

Destaque 3

Vagner Sales diz que o TRE atropelou a lei, mas que está feliz por queda de Ilderlei Cordeiro

Publicado

em

O ex-prefeito de Cruzeiro do Sul, Vagner Sales, que junto a Ilderlei Cordeiro está inelegível por 8 anos, por decisão do Tribunal Regional Eleitoral, comemora a cassação definitiva do mandato de Cordeiro, seu principal desafeto político, ocorrida nesta quarta-feira, 12.

“A justiça foi feita e eu estou feliz e tranquilo com esse resultado. Tenho 30 anos de mandato de vereador, deputado estadual e prefeito e não quero mesmo ser candidato a mais nada”, assegurou.

Mas Vagner esperava a volta ao poder na prefeitura de Cruzeiro do Sul. Acreditava que o presidente da Câmara assumiria por 30 dias e em seguida a Câmara Municipal faria eleição indireta escolhendo o novo prefeito. Como a bancada do MDB tem 7 dos 14 vereadores e o mais velho do grupo, Vagner achou que o MDB voltaria a dar as cartas em Cruzeiro do Sul.

Mas, a juíza Mirla Regina determinou a posse imediata do presidente da Câmara, Clodoaldo Rodrigues, que terminará o mandato de prefeito e Vagner reclamou. “O Tribunal Regional Eleitoral atropelou a lei. De acordo com a legislação eleitoral, se o mandato for cassado em definitivo a menos de 6 meses do término, a Câmara Municipal elege indiretamente o novo prefeito”, destacou ele.

Quanto à eleição municipal de novembro, que não terá mais Ilderlei no páreo contra o filho Fagner, o ex-prefeito Vagner Sales se diz confiante e que isso não altera em nada o resultado que ele acredita obter. “Ganharíamos de qualquer forma”, conclui.

Continuar lendo

Destaque 3

Vereador Clodoaldo, presidente da Câmara, vai assumir prefeitura de Cruzeiro do Sul

Publicado

em

Com a cassação de Ilderlei Cordeiro, o presidente da Câmara Municipal de Cruzeiro do Sul, o vereador Clodoaldo Rodrigues (PP), deverá assumir de imediato a cadeira de prefeito do município. A decisão é do Tribunal Regional Eleitoral.

Clodoaldo, que até então era candidato à reeleição do mandato de vereador, já havia adiantado ao ac24horas que vai assumir a gestão municipal com orgulho de ser prefeito de Cruzeiro do Sul. “Acho que é importante ser prefeito da minha cidade”, citou ele, que é policial civil aposentado.

Continuar lendo

Destaque 3

Inquérito que apura acidente na BR-364 que matou estudante ainda não foi concluído

Publicado

em

Faz exatamente um anos que um ônibus que levava três equipes de basquete para a disputa dos jogos escolares tomou na BR-364, a 110 km de Cruzeiro do Sul, interior do Acre.

O acidente provocou a morte da adolescente Kelly Pereira da Silva, de 15 anos. As causas da tragédia até hoje não estão devidamente explicadas. O que se sabe é que na época do acidente, o motorista que dirigia o ônibus, Antônio Marques da Costa, estava com a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) suspensa. Ele havia sido notificado três vezes pelo Departamental Estadual de Trânsito do Acre (Detran/AC) por dirigir sob efeito de álcool, conforme o artigo 165 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

Por conta da pandemia e a falta de servidores no setor, a corregedoria do Detran não conseguiu informar se Antônio continua com o direito de dirigir suspenso.

A Polícia Civil abriu um inquérito para apurar as causas do acidente. Um ano depois, as investigações ainda não foram concluídas. O delegado responsável pelo caso, Lindomar Ventura, afirmou que a pandemia da Covid-19 também atrapalhou a conclusão do inquérito. “O inquérito está em fase final, porém ainda tem algumas pessoas para serem ouvidas, mas a pandemia atrapalhou as oitivas. Essas pessoas que serão ouvidas são todas de Rio Branco, o que dificulta ainda mais as oitivas para que seja concluído o inquérito e enviado à justiça. Devido a essa situação, fica inviável no momento chegar ao real motivo do acidente, o que motivou ou a quem responsabilizar”, disse.

O delegado responsável pelo caso afirmou que pretende concluir o inquérito em 90 dias.

Continuar lendo

Destaque 3

Brasil investe em duas vacinas contra a Covid-19 que já apresentaram resultados

Publicado

em

O Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) investirá R$ 9 milhões para o desenvolvimento de vacinas nacionais contra o novo coronavírus. Os recursos serão utilizados em dois projetos de fármacos que, segundo o governo federal, já apresentaram resultados promissores e se encontram na fase pré-clínica de testes.

Na última semana, técnicos do ministério estiveram com os coordenadores dos projetos, que estão em andamento na Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e no Instituto Butantan, para discutirem a futura produção das vacinas no país. No encontro, os pesquisadores apresentaram detalhes sobre os produtos e afirmaram que o Brasil será capaz de exportar as vacinas para mais de 70 países.

O Brasil tem, atualmente, três vacinas contra a Covid-19 em estágio avançado de testes, sendo duas de laboratórios chineses e outra da Universidade de Oxford, no Reino Unido. Ontem, o governo do Paraná anunciou parceria com a Rússia para a realização de testes no estado de uma vacina produzida pelo governo daquele país.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas