Conecte-se agora

Em Xapuri, Educação faz enquete para saber opinião de pais sobre retorno às aulas

Publicado

em

A Secretaria de Educação de Xapuri (Semed) vai consultar pais e responsáveis de alunos da rede municipal de ensino sobre a hipótese de as aulas presenciais serem reiniciadas em setembro. A consulta será feita por meio de enquete disponibilizada no site oficial da prefeitura. Para participar, o interessado deve clicar no link https://www.xapuri.ac.gov.br/enquete.

A enquete estará disponível até o próximo dia 14 de agosto, para que pais, mães e responsáveis possam participar, votar e opinar sobre o retorno presencial das aulas no próximo mês. De acordo com a secretária municipal de Educação, Fernanda Pinheiro, o objetivo da consulta é inserir pais e responsáveis na discussão sobre se esse retorno é possível.

“O governo do estado, através da Secretaria Estadual de Educação, fez um anúncio na semana passada sobre o retorno das aulas da rede estadual no mês de setembro. Então, pensamos em conversar com todas as entidades e pessoas que fazem parte ou contribuem direta ou indiretamente com o ensino da rede municipal. E nada mais justo do que também escutar os pais ou responsáveis dos nossos alunos sobre toda essa situação”, explicou.

A secretária disse ainda que a ideia da enquete é saber de fato se os pais concordam ou não com esse retorno, pois, segundo ela, “não adianta a secretaria tomar nenhuma decisão se não for de comum acordo com todos os envolvidos”. Em outro momento, a secretaria também conversará com os servidores da rede municipal de ensino a respeito do assunto.

“Hoje pela manhã reunimos o Conselho Municipal de Educação, gestores, equipe da Saúde, presidente do Sinteac de Xapuri e equipe da Secretaria de Educação. Nossa maior preocupação agora é proteger a vida de nossos alunos e servidores. Com o resultado da enquete vamos poder traçar novas metas e estratégias para atender os alunos da rede municipal”, complementou.

Enquanto não há uma decisão sobre o retorno das aulas, a Semed vai continuar com as atividades não presenciais que tem a maioria dos alunos. A partir da próxima segunda-feira, 3, com o retorno do recesso do meio de ano, e durante todo o mês de agosto, será realizada mais uma etapa das atividades não presenciais. As escolas da zona rural não estão de recesso, e estão trabalhando com a entrega de atividades impressas.

Anúncios

Cotidiano

ANTT faz recomendações ao transporte interestadual e internacional de passageiros

Publicado

em

Foto: Rovena Rosa 

A Agência Nacional de Transporte Terrestre (ANTT) publicou nesta quinta-feira (26) portaria que dispõe sobre as medidas a serem adotadas, no âmbito dos serviços de transporte rodoviário interestadual e internacional de passageiros, para enfrentamento da emergência de saúde pública decorrente da Covid-19.

As empresas devem adotar cuidados para prevenção da propagação do vírus entre os passageiros no interior dos veículos, observadas normas de órgãos competentes.

Devem também instruir, a cada viagem, os passageiros acerca das medidas básicas sobre higienização e cuidados a serem adotadas para prevenção contra a Covid-19, disponíveis no site do Ministério da Saúde e da ANTT.

Entre outros pontos, as empresas operadoras poderão adotar estratégias de modo a minimizar o contato entre os passageiros no veículo.

https://www.in.gov.br/en/web/dou/-/resolucao-n-5.917-de-24-de-novembro-de-2020-290332234

Continuar lendo

Cotidiano

TSE se manifesta sobre vídeo em seção eleitoral no primeiro turno em Rio Branco

Publicado

em

O Tribunal Superior Eleitoral emitiu nota esclarecendo o conteúdo de um vídeo que mostra suposta divergência de dados ocorrida na seção eleitoral 386 no 1º turno das eleições em Rio Branco.

“No aplicativo Resultados, mostrado em um aparelho de celular, a zona eleitoral informada é a de número 9, mas o boletim de urna reflete dados da zona de número 1. Por isso, há a divergência de informações”, diz o TSE.

Assim, o que houve foi a comparação de dados obtidos em locais diferentes.

Veja a nota:

Nota de esclarecimento sobre vídeo que aponta divergência entre boletim de urna e aplicativo do TSE

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) informa que é falso o vídeo que circula nas redes sociais (Twitter, Facebook e Instagram) em que eleitores tentam demonstrar suposta fraude ocorrida na Seção Eleitoral 386, na cidade de Rio Branco (AC).

O vídeo faz uma comparação entre dados obtidos de zonas eleitorais diferentes. No aplicativo Resultados, mostrado em um aparelho de celular, a zona eleitoral informada é a de número 9, mas o boletim de urna reflete dados da zona de número 1. Por isso, há a divergência de informações. Houve, portanto, comparação de dados de locais diferentes de votação.

No vídeo, é feita comparação entre os dados do boletim de urna, documento que é impresso no final do dia das eleições em todas as seções eleitorais com todos os votos computados na urna eletrônica, e os números indicados por meio do aplicativo Resultados, do TSE. A alegação dos produtores do vídeo é de que o aplicativo não mostraria corretamente os votos recebidos por alguns candidatos, o que estaria explícito no boletim de urna.

É importante salientar que toda a apuração dos votos é conferível e auditável. Antes de iniciar a votação, o presidente da mesa receptora de votos liga a urna eletrônica, na frente dos mesários e fiscais de partidos políticos, e emite o relatório da zerésima, um documento que mostra que não houve nenhum voto computado naquele equipamento. Depois da votação, a urna emite um comprovante impresso chamado Boletim de Urna (BU), com a quantidade de votos a cada candidato. Os boletins são impressos em cinco vias e entregues a partidos. Além disso, é possível pedir acesso ao juiz da respectiva zona eleitoral. Os dados podem ser conferidos no site do TSE.

Continuar lendo

Cotidiano

Provas do Encceja serão aplicadas em Brasiléia, Rio Branco, Cruzeiro do Sul e Feijó

Publicado

em

O Exame Nacional Para Certificação de Competência de Jovens e Adultos (Encceja) 2020 será aplicado no Acre nos municípios de Rio Branco, Cruzeiro do Sul, Feijó e Brasiléia.

O edital com detalhes do processo está publicado na edição desta quinta-feira (26) do Diário Oficial da União. O local de prova do participante será informado no Cartão de Confirmação da Inscrição, que será disponibilizado no endereço <enccejanacional.inep.gov.br/Encceja>, em data a ser divulgada pelo Inep.

A inscrição no Encceja Nacional 2020 deverá ser feita das 10h do dia 11 de janeiro às 23h59 do dia 22 de janeiro de 2021 (horário de Brasília-DF), no endereço enccejanacional.inep.gov.br/encceja

O Instituto Federal de Educação (Ifac) e a Secretaria de Estado da Educação são no Acre as unidades certificadores do Enceja 2020.

A participação no Encceja Nacional 2020 é voluntária, gratuita e destinada a jovens e adultos que não concluíram seus estudos na idade apropriada para cada nível de ensino, desde que tenham no mínimo 15 (quinze) anos completos para o ensino fundamental e no mínimo 18 (dezoito) anos completos para o ensino médio, na data de realização do Exame

O edital completo está aqui:  https://www.in.gov.br/en/web/dou/-/edital-n-101-de-23-de-novembro-de-2020exame-nacional-para-certificacao-de-competencia-de-jovens-e-adultos-encceja-nacional-2020-290487427

Continuar lendo

Cotidiano

Sindicância vai apurar morte de detenta com problemas mentais no presídio feminino

Publicado

em

O Ministério Público do Estado do Acre (MPAC) quer saber em que circunstâncias ocorreu a morte da detenta Jamilly Ferreira Barbosa, 39 anos, encontrada morta em uma das celas do presídio feminino da capital no último domingo, 22.

Presa por furto simples, Jamilly, que tinha problemas mentais, foi assassinada por duas colegas de cela. Ana Clara Freitas de Sá, de 23 anos, e Waldereis de Souza Nascimento, de 40 anos, confessaram ter cometido o homicídio porque Jamilly por ter problema mental “perturbava” muito. A vítima foi encontrada na cela em que cumpria pena degolada e com os pulsos cortados.

De acordo com o MPAC, as autoras do crime eram problemáticas. “O que o MPAC quer saber se era viável a presença das três, com o histórico de vida dessas três reeducandas estarem juntas na mesma cela. O Estado é responsável em garantir a vida de quem está sob sua custódia”, afirma o Promotor de Justiça Tales Tranin.

O representante do Ministério Público enviou uma recomendação ao Corregedor Administrativo do Instituto de Administração Penitenciária (IAPEN) para que Fábio Menezes da Silva que seja aberta uma sindicância que apure a morte de Jamilly.

O curioso é que por pouco a morte não foi evitado. Pelo histórico das confessas assassinas, o IAPEN já tinha pedido a transferência das duas para o Presídio de Cruzeiro do Sul, o que já tinha sido também concordado pelo Ministério Público. “O MP já tinha dado um parecer favorável, o juiz já tinha autorizado e aguardávamos apenas a autorização do juízo de Cruzeiro do Sul, já que não pode acontecer transferência sem essa anuência”, afirma Tranin.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas