Conecte-se agora

Juntos [e separados] no segundo turno

Publicado

em

Sérgio Petecão (PSD), Major Rocha (PSL) e Flaviano Melo (MDB) poderão estar no mesmo palanque no segundo turno da eleição na capital. Basta que apenas um dos candidatos que apoiam para a prefeitura da capital chegue o segundo turno. Este foi um dos pontos conversados entre Petecão e Rocha, e deverá também ser a pauta da discussão da conversa com o presidente do MDB, deputado federal Flaviano Melo, encontro a ser marcado. A conversa do Rocha com o Petecão era a mais difícil porque implicava em ataques sofridos pelo senador pelo grupo do vice-governador. “Mas deu tudo certo, estamos unidos”, falou um entusiasmado Rocha. Ficou deliberado também que não haverá troca de ataques pessoais entre os candidatos a prefeito pelo grupo. O fato de o governador Gladson declarar o seu apoio a prefeita Socorro Neri para mais um mandato, foi o fator principal que quebrou a espinha dorsal da unidade do grupo que esteve unido na campanha para o governo do estado. O que era para ser uma aliança a ser mantida até 2022, não alcançou a primeira eleição após a chegada ao poder. Quem apostar ser esta uma parceria política apenas para 2020, vai perder.

OUTRA MEXIDA

Outra mexida que pode redundar das conversas entre o senador Sérgio Petecão (PSD), o vice-governador Major Rocha (PSL) e o ex-prefeito Vagner Sales (MDB), é o do Petecão acabar se juntando à chapa do Fagner Sales (MDB) para a prefeitura de Cruzeiro do Sul.

A MAIS APROXIMADA

A pesquisa interna do PT é no meu entendimento a que trouxe uma melhor realidade do quadro eleitoral em Rio Branco. Com os integrantes do chamado “pelotão de largada,” separados por pequenos percentuais numéricos. Pena que não foi registrada. 

DECIDIDA NOS ERROS

A eleição para a prefeitura de Rio Branco vai começar sem um franco favorito e pode ser decidida em um erro de campanha. As redes sociais terão um papel fundamental em projetar as candidaturas, para o bem ou para o mal. A campanha na internet tende a ser virulenta.

DIFERENÇA DE PENSAMENTO

Sobre nota no BLOG de que o senador Márcio Bittar (MDB) não está tendo na sigla o protagonismo que merecia, um importante dirigente do MDB retrucou ontem em uma postagem a este colunista: “O que ele quer, não vamos fazer, paparicar o Gladson”.

VERDADE CRISTALINA

Sem discutir os motivos: o senador Márcio Bittar (MDB) não tem hoje nenhuma influência nas decisões dentro do partido. O MDB é um partido de dois grupos. O grupo do Vagner Sales, no Juruá; e, o grupo do Flaviano Melo (MDB) nas demais regiões do estado. O Bittar está isolado.

PROJEÇÃO PARA 2022

A projeção que faço – e é algo pessoal – é a de que, dificilmente, o senador Márcio Bittar (MDB) continuará no partido na eleição majoritária de 2022. Tudo mostra esta direção. 

PENSAR EM OUTRO NOME

O grupo palaciano precisa pensar em um nome forte para disputar a prefeitura de Cruzeiro do Sul. O julgamento do prefeito Ilderlei Cordeiro pelo TRE-AC pode entrar em pauta na próxima semana. E, nos meios jurídicos, o que se ouve é da tendência de se manter a sua cassação.

DUAS HIPÓTESES

Um advogado que acompanha o caso levantou duas hipóteses: a de mesmo condenado ficar no mandato por causa da pandemia, o que brecaria nova eleição. Mas mesmo assim não poderia ser candidato. E a outra hipótese é uma eleição na Câmara Municipal de Cruzeiro do Sul para escolher um vereador que cumprirá um mandato-tampão.

CABO-ELEITORAL

A tendência na eleição para a prefeitura de Cruzeiro do Sul  é a do prefeito Ilderlei Cordeiro vir a ser o mais forte cabo-eleitoral do candidato à sua sucessão escolhido dentro do seu grupo.

 VANDALISMO POLÍTICO

Não importa a quem for dirigido, o vandalismo político é condenável. As diferenças ideológicas se amparam nas discussões das idéias, e não agindo como os trogloditas, como no caso das pichações dos outdoors do Bolsonaro, montados por seus apoiadores pela cidade.

FALTA DE ARGUMENTO

Quando representantes de entidades evangélicas investem contra o MPE e o MPF, que pediram ao governo o fechamento dos templos religiosos, argumentando que os Promotores e Procuradores fazem o jogo da esquerda, mostra a total falta de argumentos contra a decisão.

COLOCAR NO PRATO

O MP deveria também colocar no prato a discussão com a comissão da Covid-19, para saber por qual razão os registros de pessoas contaminadas pela Covid-19 continuam crescendo na capital, assim como o número de óbitos, e Rio Branco saiu da faixa vermelho para a faixa laranja.

PERGUNTA QUE FICA

Natural o governador Gladson se afastar do PROGRESSISTAS, já tinha deixado a possibilidade em aberto na última conversa que tivemos sobre a eleição municipal, na capital. A sua relação no partido ficou desgastada, depois que não conseguiu levar a sigla de malas e cuia a apoiar a candidatura da prefeita Socorro Neri (PSB) para mais um mandato na PMRB. 

PESOU CONTRA

Um fator que pesou contra o PROGRESSISTAS virar um puxadinho do PSB foi o fato de que se isso ocorresse, seria um golpe fulminante na chapa de candidatos a vereadores do PP em Rio Branco. Perderiam por baixo 4 mil votos de legenda e o partido poderia não eleger ninguém.

GANHA IMPULSO

Na contabilidade dos petistas a candidatura do deputado Daniel Zen (PT) para a prefeitura de Rio Branco deve ganhar impulso ao longo da campanha. Acham que ainda mantêm um nicho de votos consideráveis na capital. E, principalmente se colarem o Zen ao Marcus Alexandre.

VOTO DE SILÊNCIO

Até aqui o prefeito ex- prefeito Marcus Alexandre (PT) está mantendo o seu voto de silêncio, desde a última derrota para o governo estadual. É o grande cabo-eleitoral do PT na capital.

ARGUMENTO PRINCIPAL

Podemos não eleger um vereador se não tivermos candidatura própria a prefeito de Rio Branco. Foi o argumento principal colocado pelos PROGRESSISTAS na mesa das discussões.

PACOTE FECHADO

O PROGRESSISTAS está com o pacote da chapa Tião Bocalom para prefeito e Marfisa Galvão fechado para discussão. É página virada. Bocalon e Marfisa estão direto na rua pedindo voto e articulando bases de apoio para as suas candidaturas.

PENSAR NUM VICE

O PSB precisa pensar num vice para a prefeita Socorro Neri que não venha das hostes dos PROGRESSISTAS. Esta hipótese, com Ney Amorim e companhia limitada foi para o espaço.

TORRANDO O SACO

Dois debates que já estão torrando o saco: o do abrem ou fecham os templos evangélicos e a chegada do goleiro Bruno ao Rio Branco Futebol Clube. Nos dois casos, não há unanimidade.

CLARAMENTE BOCALOM

Um amigo do meio evangélico comentou ontem numa troca de telefonema que nos grupos da internet de evangélicos que frequenta, o que ouve dos pastores mais influentes é uma tendência clara de apoio à candidatura do Tião Bocalom (PROGRESSISTAS) à PMRB.

BASTARIA UM TERÇO

Comentário de ontem de um dirigente do Rio Branco Futebol Clube, enviado ao BLOG: “se um terço dos que estão comentando nas redes sociais a contratação do goleiro Bruno fosse aos jogos do campeonato acreano, nosso futebol seria pujante. Quando dá 100 pessoas, é muito”.

FRASE MARCANTE

“Muitas vezes é a falta de caráter que decide uma partida. Não se faz literatura, política e futebol com bons sentimentos”. Jornalista e dramaturgo, Nelson Rodrigues.

Anúncios

Acre

Queimadas urbanas no Acre aumentam mais de 160% em julho

Publicado

em

O ano de 2020 não tem sido fácil. Além da pandemia da Covid-19 que fez com que o mundo mudasse hábitos, o acreano está enfrentando um ano complicado em relação as queimadas urbanas.

O problema é que a fumaça que invade casas complica exatamente a vida de parte de quem é do chamado grupo de risco, como idosos e pessoas com doenças respiratórias crônicas.

Números divulgados pelo Corpo de Bombeiros do Acre mostram como este ano o crescimento das queimadas urbanas no Acre tem sido assustador. No mês de julho, por exemplo, foram registradas em todo o estado 853 queimadas urbanas. Quando comparado ao ano passado, o aumento foi de mais de 160%, já que em 2019, no mesmo mês, o registro foi de 327 queimadas.

Já no acumulado do ano, os dados confirmam um grande aumento no número de registros de queimadas. Nos sete primeiros meses do ano são 2.644 queimadas, contra 1.228 em 2019. Um acréscimo de mais de 115%.

De acordo com o levantamento, a capital, Rio Branco, é responsável por 80% desses números. A prefeitura tem realizado campanhas de fiscalização e conscientização, mas que, infelizmente, não tem funcionado até o momento.

O cidadão pode e deve denunciar queimadas urbanas. As denúncias podem ser realizadas pelo 190 ou 193, além do contato da Semeia por meio dos números 3228-5765 ou 9 9227-1126.

Continuar lendo

Acre

Gladson deve ficar sem partido e apoiar Socorro Neri

Publicado

em

A posição acima é a endossada pelos principais assessores do governador Gladson Cameli,  capitaneada pelo chefe do gabinete civil, Ribamar Trindade, que reassumiu o cargo. A proposta deverá ser levada para aval do governador. O seu objetivo, explicam, é tirar de vez e o mais rápido possível o Gladson de uma nova pauta negativa no PSDB, como a que viveu recentemente no PROGRESSISTAS. Mesmo sem partido o governador poderá montar um arco de alianças em torno da candidatura da prefeita Socorro Neri a mais um mandato, o que lhe garantiria um bom tempo de televisão. Gladson ficou retornou na noite de ontem ao estado, e as ponderações que lhe serão feitas pelos seus assessores é a de que, ele faça este anúncio nesta semana. Sairia do PROGRESSISTAS e de imediato e não se filiaria a nenhum partido, tendo tempo de sobra para escolher por qual sigla disputará a sua reeleição em 2022.

DECISÃO AMADURECIDA

O chefe do gabinete civil, Ribamar Trindade, disse ao BLOG na última segunda-feira que o governador Gladson apoiar a candidatura da prefeita Socorro Neri a mais um mandato é uma decisão amadurecida. E na sua concepção, a aliança política será vitoriosa na disputa da PMRB.

BRINCANDO DE POLÍTICA

Não sei quem foi o tosco ligado ao governo que passou aos sites uma carta do presidente nacional do PSDB, Bruno Araújo, que não diz nada com nada, não tem garantia jurídica, afirmando que, caso o governador Gladson entre no PSDB terá voz na sucessão municipal.

DEPOIS RECLAMAM

Fornecem matéria à imprensa e depois reclamam quando a imprensa publica e comenta. No jornalismo não se pode brigar com a notícia. Rio Branco é uma cidade de muros baixos.

VALIDADE VENCIDA

Até o senador Márcio Bittar (MDB) entrou na história. Sobre a foto, na qual aparece na matéria, junto com o governador Dória, o Gladson Cameli, e o presidente Bruno Guimarães, Bittar mandou uma postagem ao Vice-governador Major Rocha citando ser esta foto antiga.

É PRECISO DESENHAR?

Para chegar dizendo que a Socorro Neri seria a candidata do PSDB teria que haver uma intervenção da nacional, o que seria derrubado na justiça porque a executiva municipal é eleita. E terminaria numa disputa bem mais belicosa do que foi no PP. É preciso desenhar?

CANDIDATURA CONSOLIDADA

O advogado Maria Paiva, que preside o diretório municipal do PSDB foi textual ontem ao BLOG, ao dizer que, a candidatura do Minoru está consolidada num debate que levou um ano e não será retirada. Também dá como zero a hipótese do Minoru vir a ser vice da Socorro Neri.

OPÇÃO EM ABERTO

A única opção que deixa em aberto é a do Gladson Cameli entrar no PSDB para apoiar a candidatura da do professor Minoru Kinpara a prefeito, e que neste caso seria bem recebido. Ou seja: teria de abandonar a idéia de apoiar a candidatura da prefeita Socorro. Não o fará.

IMPRESSÃO QUE PASSA

A impressão que está passando é a de que devem existir assessores do governador Gladson o incentivando a entrar no PSDB dando um chute na porta, criar uma confusão, ao invés de lhe conduzir por caminhos que fujam da discórdia e poupem a sua figura do desgaste político.

SEM OUTRO HORIZONTE

No cenário da sucessão municipal na capital, no campo dos partidos que apoiaram o Gladson ao governo, não vejo outro horizonte que não tenha as candidaturas à PMRB do Tião Bocalom (PROGRESSISTAS), do Roberto Duarte (MDB) e do Minoru Kinpara (PSDB). É o que se mostra.

 NÃO DESISTE DA LUTA

Ninguém mais do que o deputado federal Alan Rick (DEM) tem lutado nos ministérios da Saúde e Educação para que sejam marcadas datas do exame de mérito REVALIDA, para que os médicos formados no exterior possam fazer a prova de aferimento, pegar o CRM é trabalhar. 

COBRA DIRETO

O Alan Rick agora está cobrando do MEC que divulgue as datas para as provas do REVALIDA. Acabaria com um impasse: quem fosse aprovado pegaria o seu CRM e entrava no mercado de trabalho. Os reprovados iriam estudar para tentar passar no próximo exame. Fim de papo. 

ÚLTIMA TENTATIVA

O deputado José Bestene (PROGRESSISTAS) agendou uma conversa entre ele, o senador Sérgio Petecão (PSD) e o governador Gladson Cameli, quando fará a última tentativa de mantê-lo no PROGRESSISTAS, e apoiar a candidatura a prefeito do Tião Bocalom (PROGRESSISTAS) á PMRB.

JÁ DANÇOU

Acho que o Zeca Bestene, nesta dançou: o Gladson Cameli não quer apoiar o Bocalom. Ponto.

GOSTEI DE SER PREFEITO

O prefeito de Sena Madureira, Mazinho Serafim (MDB), foi enfático ontem na sua entrevista ao site O estado do Acre, do jornalista Brana, quando perguntado, por qual razão queria ser prefeito novamente: “gosto de ser prefeito para ajudar”. Disputa a reeleição como favorito. 

PINTA DE VEREADOR

Ontem, na reunião dos candidatos do PSD a vereador por Rio Branco, na residência do senador  Petecão (PSD), o orador mais inflamado foi o candidato Zé Buchim,  parecia um vereador na tribuna. O Zé Buchim é uma das pessoas mais generosas que conheço. E de boa qualificação.

USAR A PERÍCIA

Se o Zé Buchim tiver a mesma perícia de pescar votos como tem que de fisgar Jatuaranas no Igarapé São Sebastião, está feito na eleição. Não é Hilário Castro?

 NÃO SEI RESPONDER

Tudo que publico na coluna é baseado em declarações de lideranças políticas. Não me perguntem qual vai ser mesmo a decisão final do Gladson Cameli, que não saberei responder. As decisões do Gladson são por impulso do momento, fica difícil fazer alguma previsão.

 FALTA COM A VERDADE

Quem disser que conhece politicamente o Gladson está faltando com a verdade.

CONTAS DO GLORIOSO

Uma das lideranças do Glorioso do Dr. Ulysses Guimarães, o MDB, comentou ontem que, dos atuais candidatos a prefeito do partido acha que pelo menos seis têm ampla chance de vitória, e podendo emplacar mais dois, o que totalizam oito prefeitos eleitos. A conferir a previsão.

JURANDO COM FIGA

O senador Márcio Bittar (MDB) jura que não foca uma candidatura a 2022 para o governo. Há quem diga que faz esta jura com as mãos fazendo figas. Tucanos acreditam que nesta manobra de levar o Gladson para o partido tem o DNA do Bittar. Se eu duvido? Nem um pouco.

NEM UM CENTAVO FURADO

E não aposto um centavo furado contra o Bittar estar no partido do Bolsonaro, em 2022.

APOSTAS CORRENDO

Enquanto seu lobo não vem, as apostas estão correndo no meio político sobre qual será mesmo o futuro do governador Gladson. Fosse na Loteca, eu marcaria triplo.

ESPERANDO ADVERSÁRIO

Até agora o grupo palaciano não definiu quem vai apoiar para prefeito de Cruzeiro do Sul. E em meio a esta indefinição, o candidato Vagner Sales (MDB) vai consolidando a dianteira nas pesquisas. E nas pesquisas não entram nem os redutos mais fortes dos Sales, o Alto Juruá.

MAIS UM

Chegam a 11 os candidatos a prefeito de Rio Branco, com a decisão do CIDADANIA em ter candidato próprio à PMRB. Será o Bacharel em Direito e policial civil, Leandro Costa.

BATEU RECORDE

Não me lembro de nenhuma outra eleição para a prefeitura da capital que tivesse tantos candidatos disputando. Por um lado é bom, porque amplia o leque de escolha do eleitor.

FRASE MARCANTE

“A política tem a sua fonte na perversidade e não na grandeza do espírito humano”. Voltaire.

 

Continuar lendo

Acre

Rocha discute com associações aposentadorias de militares

Publicado

em

O vice-governador, Major Rocha, garantiu agilidade na conclusão de processos de aposentadoria de 29 policiais militares, após cumprirem 30 anos de serviço público, e também prometeu celeridade para que os pedidos sejam publicados no Diário Oficial do Estado (DOE), conforme os trâmites legais. O compromisso foi firmado durante reunião realizada nesta terça-feira, 4, com o presidente da Associação dos Praças da Polícia Militar do Estado do Acre (Aprapmac), sargento Igor Oliveira, e o diretor financeiro da Associação dos Militares do Acre (AME-AC), sargento Elton Fonseca.

Rocha enfatizou que o governo está sempre aberto ao diálogo e disposto a atender os anseios dos valorosos servidores públicos acreanos. Rocha explicou ainda que a finalização dos procedimentos de aposentadoria assegura a promoção, ainda neste mês, de 140 policiais militares que estão em atividade.

“Vamos tratar, junto à Casa Civil, para que esses processos corram no mais breve espaço de tempo possível para que, ainda em agosto, esses policiais entrem para a reserva remunerada e aqueles que estão na ativa sejam promovidos. Essa é mais uma demonstração de valorização do nosso governo com aqueles profissionais que estão empenhados na segurança da população”, afirmou.

Os representantes da associações comemoraram o anúncio feito por Major Rocha e destacaram a relevância da decisão em benefício aos policiais militares da ativa. Caso a demanda não fosse solucionada em agosto, os profissionais da Segurança Pública seriam promovidos somente em dezembro.

“Isso é muito importante para aqueles policiais que têm um certo tempo perdido, no quesito interstício, para a sua promoção e representa um momento importantíssimo na sua carreira militar dentro da instituição”, declarou Igor Oliveira, que também é vice-presidente da AME-AC.

“Acreditamos que esta é uma demonstração de respeito [do governo] e esperamos que as demais questões que estamos apresentando sejam também atendidas, em breve”, pontuou Elton Fonseca.

Continuar lendo

Acre

Duarte apresenta na OAB/AC plataforma para Plano de Governo

Publicado

em

O pré-candidato à prefeitura de Rio Branco Roberto Duarte (MDB) visitou o presidente da Ordem dos Advogados no Acre (OAB-AC), Érick Venâncio, no final da tarde desta terça-feira, 4, e apresentou a plataforma digital para a construção do Plano de Governo para os próximos quatro anos.

Durante a conversa, o presidente da OAB disse que a instituição faz questão de receber todos os pré-candidatos que queiram construir um projeto que pense no melhor para a população. “Nossa instituição é apartidária. Nunca vamos deixar de dialogar com quem sempre dialogou com a gente. Para nós, é motivo de honra receber o Roberto Duarte, que se coloca à disposição da nossa classe para ouvir as demandas e propostas da advocacia e da população”, comentou Érick Venâncio.

A visita à Ordem faz parte de uma série de ação liderada por Roberto Duarte para divulgar a plataforma digital. “Sabemos que a OAB não tem posição partidária e estamos aqui por reconhecer a importância dessa instituição para a manutenção da democracia. Esta ferramenta se faz necessária, especialmente neste momento de pandemia, pois não podemos realizar encontros para ouvir as demandas e propostas da população”, disse Roberto Duarte.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Leia Também

Mais lidas