Conecte-se agora

Família denuncia atendimento à paciente com “peito aberto” transferida para UPA

Publicado

em

Irineia da Silva Costa, de 50 anos, está com 17 dias que fez uma cirurgia cardíaca na Hospital Santa Juliana. No último sábado, 24, com cansaço foi levada e internada na UPA do 2º Distrito.

A partir daí, a filha, Mayza Costa, relata uma série de reclamações. Em uma rede social, denuncia a falta de informações sobre o estado de saúde da mãe, a demora para o resultado do teste da Covid-19 e a falta de azitromicina.

“Não se sabe porque o teste demora dias e dias para sair. Enquanto isso ela está cirurgiada de peito aberto com um corte grande no peito e outro na perna e fica lá sem poder entrar acompanhante com dificuldades. Ela tem dificuldades para subir e descer do leito quando vai e volta do banheiro porque não estão ajudando ela a subir. Está muito inchada. Disse que passou a noite com muita febre e muito frio e ficou muito tempo esperando que alguém viesse ajudar ela. Respeito muito o trabalho dos profissionais de saúde, mas algo precisa ser feito. Falta gestão. Se a pessoa não tem diagnóstico de covid, deveria ir para outro lugar. No caso dela, cirurgiada, cheia de dores, hipertensa, diabética, cardiopata, que está precisando de acompanhante, deveriam liberar alguém pra ajudar ela”, desabafa Mayza.

O outro lado

O ac24horas conversou com a diretora da UPA do 2º Distrito, Dora Vitorino. Ela confirmou o atraso nos resultados de exames e também a falta do medicamento. “Hoje mesmo falei com a pessoa da regulação. Houve um atraso na entrega dos exames, mas que não é de nossa responsabilidade. Aqui na UPA é feita apenas a coleta que vai para o laboratório que devolve o resultado para o paciente. Acredito que na tarde de hoje, provavelmente, já tenha o resultado do exame da paciente. A azitromicina não tem no estado há uma semana, mas a Sesacre informou a medicação já chegou”, afirma.

Em relação a falta de informações do pacientes, Dora afirma que não há nenhuma dificuldade. “Essa informação não procede. Existe o acolhimento que informa e nós estamos à disposição se acontecer alguma dificuldade com esse tipo de informação”, afirma Dora.

A declaração é contestada por Mayza. Ela conta que esteve na manhã desta terça-feira, 29, e voltou a sair sem informações precisas do estado de saúde de sua mãe. “Eu fui lá porque disseram que o médico dá informações na quarta-feira. Hoje, o médico que vinha falar com a gente teve um problema particular e não estava na unidade. Só me falaram que minha mãe tava melhor e não estava no oxigênio. Só que eu falei com ela pelo telefone e ela continua no oxigênio”, diz.

Anúncios

Cotidiano

Durante pandemia, Rio Branco já fez mais de 4 mil procedimentos médicos na zona rural

Publicado

em

Oito comunidades rurais receberam ação em saúde durante a pandemia do novo coronavírus na cidade de Rio Branco. Conforme dados coletados com o município, entre os dias 1° de julho e 8 de agosto, cerca de 1.000 pessoas foram atendidas e realizados 4.163 procedimentos médicos.

Os procedimentos médicos ofertados à comunidade rural neste período englobam: consulta de enfermagem, pré-natal, testes rápidos -HB, HC, SIFILIS, HIV- distribuição de medicamentos mediante receita, aferição de pressão arterial, e teste de glicemia capilar.

Além destas, outras atividades também foram realizadas. As comunidades atendidas são Cajazeira, Barro Alto, Moreno Maia, Ramal do Rodo, Ramal do Remansinho; Quixadá, Colibri; e Ramal do Riozinho.

Continuar lendo

Cotidiano

Governo diz que aumentou contratação de brigadistas contra queimadas na Amazônia

Publicado

em

Por

O Governo Federal autorizou e já iniciou a contratação de 3326 brigadistas pelo Ibama e pelo ICMBio esse ano, contra 2080 em 2016. São 1481 brigadistas contratados pelo Ibama e 1660 no ICMBio.

Este ano o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) aumentou em 44% o número de brigadistas contratados para as unidades de conservação (UCs) federais em relação a 2016.

Em 2016, foram 1.152 contratações, sendo 960 brigadistas e 192 chefes de esquadrão, para atuarem em 83 unidades de conservação. Esse ano, saltou para 1.660 profissionais, sendo 1.445 brigadistas e 215 chefes de esquadrão, para trabalharem em 154 unidades.

A cobertura nas unidades de conservação subiu 85% nos últimos 5 anos. Em relação ao ano passado, são 507 brigadistas a mais neste ano.

Com as contratações, o ICMBio abastece as unidades de conservação federais de mão de obra qualificada, além de deixá-las aptas a executarem as ações de prevenção e combate aos incêndios. Os contratos temporários variam de 6 a 24 meses e as contratações são de pessoas da comunidade do entorno onde a unidade de conservação está inserida.

Pelo Ibama esse ano, são 1.481 brigadistas florestais para prevenir e combater incêndios florestais durante a seca, de junho a outubro, em 17 estados e no Distrito Federal. Em 2016, foram contratados 928 brigadistas, um aumento de 59%. No total, serão 77 brigadas sendo 41 brigadas em terras indígenas, 15 em assentamentos e três em comunidades quilombolas, além de 13 especializadas em diferentes biomas e cinco de acionamento imediato, prontas para atuar em qualquer lugar do país em até 24 horas.

Os brigadistas contratados pelo Ibama vão atuar nos estados do Acre, Amapá, Amazonas, Bahia, Ceará, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rondônia, Roraima, Tocantins e no Distrito Federal.

Continuar lendo

Cotidiano

Reconhecimento internacional do Acre como zona livre de aftosa só em 2021

Publicado

em

O reconhecimento nacional do Acre como Zona Livre de Aftosa sem vacinação pelo Ministério da Agricultura e Pecuária é um dos passos para alcançar o reconhecimento internacional junto à Organização Mundial de Saúde Animal (OIE).

A expectativa é ter esse reconhecimento pela organização em maio de 2021, segundo o diretor do Departamento de Saúde Animal do Ministério da Agricultura, Geraldo Moraes.

A instrução normativa com o novo status do Acre –e Estados como Rio Grande do Sul, Rondônia, parte do Amazonas e Mato Grosso – foi publicada nesta sexta-feira (14) no Diário Oficial da União.

Continuar lendo

Cotidiano

Servidores de Cruzeiro do Sul recebem segunda parcela do 13° salário neste sábado

Publicado

em

Os servidores públicos municipais de Cruzeiro do Sul recebem neste sábado, 15, a segunda parcela do 13° salário. Foi a última ação do ex-prefeito Ilderlei Cordeiro, cassado pelo Tribunal Regional Eleitoral na última quarta-feira, 12.

Ao todo, são cerca de R$ 4 milhões para os servidores do município, que já haviam recebido a primeira parcela do 13° no dia 15 de julho. À época, Ilderlei Cordeiro disse que resolveu adiantar o pagamento porque não sabia como estaria a economia do município, estado e país por causa da pandemia do coronavírus.

O pagamento é feito, mas a cidade está sem prefeito desde essa sexta-feira, 14, quando a cassação de Cordeiro foi publicada no Diário Oficial da União. Por enquanto, nem a Justiça eleitoral, nem a Câmara Municipal, nem o então presidente da Câmara, vereador Clodoaldo Rodrigues, informaram a data da posse dele como prefeito.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas