Conecte-se agora

Clima de indefinição no PP faz Gladson ir até Ciro Nogueira: “Bocalom pode ser candidato, mas não mandem a conta pra mim”

Publicado

em

O governador Gladson Cameli deve viajar nos próximos dias para cumprir agenda oficial em Brasília e em São Paulo e na oportunidade se encontrará com o presidente nacional do partido Progressistas, senador Ciro Nogueira (PP-PI), para tratar de seu futuro e dos problemas em relação a sucessão municipal em 2020.

O chefe do Palácio Rio Branco afirmou ao ac24horas na manhã desta sexta-feira, 24, que não vê problema em Bocalom ser candidato, desde que a “fatura da conta” não chegue a ele. “Eu já disse e repito. Não tenho problema nenhum em ele ser candidato, mas que não mandem a conta pra mim. Se vão manter ele, sem problema. Acredito que a confiança foi quebrada e não tem clima para eu está na linha de frente”, disse o governador. reforçando a sua intenção de apoiar a prefeita de Rio Branco, Socorro Neri (PSB) no pleito deste ano e que o apoio a Bocalom estaria descartado.

Sobre a situação envolvendo a senadora Mailza Gomes, presidente da executiva estadual do PP, e o presidente municipal da sigla, em Rio Branco, pastor Reginaldo Ferrari que defendem a candidatura de Bocalom, Cameli afirmou que quer saber até onde essa “corda vai esticar”. “Eu sinceramente não entendo, mas esse tensionamento, essa corda esticada, sabe lá aonde vai isso. O fato é que a Mailza é de maior, o James Gomes é de maior e o pastor também é de maior”, frisou, dando a entender que não aprova a postura dos dirigentes Progressistas.

Cameli disse que durante a semana conversou com deputados e dirigentes do partido e foi definido que todos recuassem. “Não se sabe até que ponto recuaram. Então eu tenho que tratar a situação com paciência já que a senadora Mailza está grávida e não pode se chatear com essas questões políticas. Quando eu ter tempo lá fora, na agenda, eu ligo para o Ciro Nogueira e sento com ele”, disse.

Anúncios

Notícias

Pesquisadores estudam adaptação de caneta que detecta câncer para o coronavírus

Publicado

em

Objetivo é criar um teste rápido e com baixa detecção de erro do vírus

Um estudo desenvolvido pela Universidade Presbiteriana Mackenzie, em São Paulo, em conjunto com as Universidade São Francisco (USF), em Bragança Paulista, e do Texas, nos Estados Unidos, busca adaptar para o procedimento de detecção do vírus uma caneta que identifica tumores de forma imediata durante cirurgias de câncer, sem precisar de biópsia. 

Intitulado como “Validação multicêntrica de biomarcadores diagnósticos e prognósticos de COVID-19 utilizando a nova caneta analítica MasSpec Pen e espectrometria de massas”, o trabalho realizado pelos pesquisadores pretende criar um teste rápido, eficiente e com baixa margem de erro de detecção do vírus corona.

A cientista responsável pela invenção do equipamento, Lívia Eberlin, é professora da Universidade do Texas e uma das pesquisadoras do projeto. Nos EUA, ela testa a eficiência da caneta. As amostras usadas na pesquisa são coletadas em dois hospitais de Bragança Paulista e enviadas para os EUA.

“Em cirurgias de câncer, a caneta solta uma gota d’água ao entrar em contato com a superfície e identifica no espectrômetro de massas (material conectado à caneta que mostra as imagens) se o tecido está infectado, com uma luz vermelha, ou saudável, luz verde. O processo será o mesmo para o coronavírus”, explica Marcos Eberlin, coordenador do projeto e professor do Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Nanomateriais e Química Aplicada na Mackenzie.

Combate a epidemias

A pesquisa é um dos estudos que  integram o Programa de Combate a Epidemias da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES).  O programa conta com um conjunto de ações de apoio a projetos, pesquisas e formação de recursos humanos para enfrentar a pandemia da COVID-19 e temas relacionados a endemias e epidemias, a partir de pesquisas realizadas pelos programas de pós-graduação de mestrado e doutorado do País.

O Programa está estruturado em duas dimensões: Ações Estratégicas Emergenciais Imediatas e Ações Estratégicas Emergenciais Induzidas em Áreas Específicas. Foram selecionados 109 projetos de pesquisa, com mais de 1.300 pesquisadores de universidades brasileiras e estrangeiras. Os projetos vão estudar temas relacionados a Epidemias, Fármacos e Imunologia e Telemedicina e Análise de dados Médicos.

*Com informações da CCS/CAPES

Fonte Agência Educa Mais Brasil

Continuar lendo

Destaque 7

MPF quer punir responsáveis por danos a geoglifos no Acre

Publicado

em

O Ministério Público Federal (MPF) instaurou inquérito civil público e requisitou à Polícia Federal a instauração de inquérito policial para apurar os danos causados a um sítio arqueológico localizado na Fazenda Crichá (atual Fazenda Campo Grande), localizada no município de Capixaba, a 70km de Rio Branco, capital do Acre, bem como para buscar a responsabilização civil e criminal por tais danos.

As providências foram adotadas a partir do recebimento de um relatório de fiscalização do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e, posteriormente, de uma denúncia do pesquisador Alceu Ranzi, reforçando a gravidade do tema.

O inquérito civil tem por objetivo determinar os danos causados pela ação humana neste caso específico e à sua reparação ao final da apuração, o que pode ocorrer por meio judicial ou por composição extrajudicial.

Dentre as diligências iniciais determinadas pelo MPF no inquérito civil, está a requisição ao Iphan de informações sobre a caracterização e a extensão dos danos causados ao sítio arqueológico, as medidas que devem ser adotadas para eventual reparação ou mitigação dos danos, dentre outras.

O MPF também oficiou ao Instituto de Meio Ambiente do Acre (IMAC) a fim de que informe se, objetivando conferir proteção a sítios históricos ou arqueológicos, foram exigidos estudos prévios ou a anuência do Iphan no procedimento de licenciamento das atividades realizadas na área em que se encontra o sítio arqueológico denominado “Fazenda Crichá”.

Já o inquérito policial, cuja instauração foi requisitada, investigará eventual responsabilidade pelos crimes previstos na lei de crimes ambientais (Lei n. 9.605/1998), que tutela este tipo de sítio, especialmente protegido pela Lei n. 3.924/1961.

A finalização de ambos os inquéritos depende da realização de diligências e por essa razão não há previsão exata para seu encerramento.

Desde 2007, o MPF busca, junto aos órgãos responsáveis, a proteção dos geoglifos, tendo inclusive ajuizado ação civil pública na qual a Justiça Federal entendeu que a ação do Iphan era suficiente no caso. Desde então, dos mais de 500 geoglifos conhecidos, apenas um foi tombado, e o MPF continua cobrando e acompanhando estes processos, com a intenção de que a preservação dos sítios seja efetivada.

Continuar lendo

Acre 01

Acre tem mais 138 casos de Covid-19 e 3 mortes, totalizando 565 óbitos e 21.757 infectados

Publicado

em

O boletim epidemiológico parcial divulgado pela secretaria de Estado de Saúde (Sesacre) nesta terça-feira, 11, aponta que o Acre teve 138 novos casos confirmados de coronavírus nas últimas 24 horas.

O Departamento de Vigilância em Saúde salienta que, agora, o número de infectados saltou de 21.619 para 21.757 de um dia para o outro.

Além disso, mais 3 mortes foram registradas nesta terça. Entre as novas vítimas, estão três homens, todos moradores de Rio Branco, com idades entre 50 e 97 anos, fazendo com que o total de óbitos suba de 562 para 565 em todo o estado.

Mais informações estarão disponíveis no boletim completo, a partir das 16 horas.

Continuar lendo

Acre

Duarte diz que povo exige volta do atendimento presencial na OCA

Publicado

em

O deputado Roberto Duarte lembrou na sessão virtual da Aleac da passagem do Dia do Advogado nesta terça-feira (11).

Ele pediu o retorno das atividades presenciais na Central de Serviços Públicos do Acre (OCA) de Rio Branco. Duarte diz que devem ser respeitadas as regras sanitárias para isso. “A população necessita e muito desses serviços”, disse.

Há ainda, segundo ele, problemas na emissão de carteira de identidade. “Esse serviço não está sendo fornecido há mais de trinta dias”, disse.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas