Conecte-se agora

Teste de nivelamento de Inglês: para que serve e onde fazer? 

Publicado

em

Avaliação ajuda a otimizar tempo de aprendizagem

Dominar o idioma Inglês deixou de ser um diferencial no currículo, passando a ser essencial para conquistar melhores colocações no mercado de trabalho. O conhecimento no idioma possibilita mais oportunidades de crescimento profissional, bem como facilita a participação em intercâmbios, abrindo novas possibilidades para concorrer a bolsas de estudos internacionais. 

Nem todo mundo sabe, mas mesmo sem ter feito um curso de Inglês é possível saber o nível de habilidade e familiaridade que a pessoa tem com o idioma através do teste de nivelamento. O teste de nivelamento do Educa Mais Brasil, por exemplo, é disponibilizado on-line e gratuitamente no site da plataforma. Ao concluí-lo, o estudante, além de saber qual o nível de conhecimento da língua, tem acesso a descontos de até 70% em cursos de inglês online.

O teste de nivelamento do Educa Mais Brasil é composto por 25 questões que avaliam compreensão oral, escrita, gramatical e vocabulário. Em apenas 15 minutos, o estudante pode ter o resultado do teste na tela do computador.

A professora Gabriela De-Gino explica que os testes de nivelamento são como uma porta de entrada para quem pretende iniciar os estudos no idioma, otimizando a formação, tendo em vista que o candidato vai ser encaminhado para o nível que esteja mais adequado ao seu perfil. “O teste de nivelamento pode ser aplicado para observar quais são as habilidades que esse estudante já tem nessa língua, bem como quais são as necessidades de aprendizagem. Dessa forma, o tempo de estudo vai ser otimizado”, assegura.

 

De acordo com a professora, com o teste de nivelamento o estudante vai entender em qual nível de aprendizado da língua ele está, fator importante para saber em qual momento deve iniciar esse curso para que o seu processo de ensino-aprendizagem ocorra da melhor maneira possível e para que as habilidades linguísticas do estudante sejam potencializadas. 

O estudante do sexto período de Agronomia na Universidade Federal de Sergipe (UFS), Alisson Souza (23), já estuda há um tempo Inglês por conta própria pela internet, mas aumentou a frequência durante a pandemia do novo coronavírus, aproveitando o tempo maior em casa. “A maior dificuldade é que eu fico com preguiça. Às vezes tem alguma coisa que eu gostaria de perguntar a um professor, mas não tem como. Então, além da preguiça, tem essa falta de suporte de um profissional”, brinca o estudante.

A professora Gabriela não vê problemas em estudar pela internet, desde que os alunos prestem atenção em que tipo de conteúdo estão consumindo, além de buscar mais informações sobre quem está ministrando as aulas. Gabriela também sugere o estudo do idioma de modo mais afetivo, ou seja, a partir dos gostos dos alunos.

Fonte: Agência Educa Mais Brasil

Anúncios

Acre

Com coronavírus em alta, igrejas querem realizar Semana Evangélica

Publicado

em

Mesmo com os números indicando que não há uma trégua da pandemia do novo coronavírus no Acre, a Associação de Ministros Evangélicos de Xapuri (Amex) pretende realizar a 14ª Semana Evangélica, um dos maiores eventos religiosos e culturais do município, que costuma acontecer no começo de agosto.

Em reunião realizada na semana passada, envolvendo representantes das igrejas e da administração municipal, a prefeitura propôs que o evento ocorra de maneira virtual, ou seja, por meio das “lives” transmitidas via internet. Os pastores prometeram analisar a ideia, mas não gostaram da proposta.

O vice-presidente da Amex, pastor Moisés Madeira, da igreja Assembleia de Deus – Ministério de Madureira, considera que é possível que a Semana Evangélica seja realizada no mês de setembro, com base no decreto estadual que liberou o funcionamento dos templos com 20% de ocupação.

Normalmente realizado na Praça de Eventos de Xapuri, este ano, segundo Madeira, o evento ocorreria no ginásio de esportes do município, com o respeito à porcentagem de capacidade de público prevista no decreto, além da observância a todas as medidas de prevenção exigidas pelas autoridades em saúde.

A Assessoria de Divulgação Social da prefeitura afirmou que uma nova reunião sobre o assunto está marcada para o próximo dia 10, com os líderes religiosos, mas adiantou que a intenção do município é mesmo oferecer suporte técnico para que os eventos da festa evangélica ocorram por meio de lives diárias.

Igrejas podem voltar a fechar

É importante salientar que na última quarta-feira, 29 de julho, o Comitê do Pacto Acre sem Covid decidiu recomendar ao governo do estado que o funcionamento dos templos religiosos – com capacidade de até 20% do público – volte a ser liberado somente na bandeira amarela e não na fase laranja, como está vigorando há alguns dias.

Antes da recomendação do Comitê, os Ministérios Públicos Estadual e Federal já haviam feito a mesma orientação e dado prazo de 48 horas para que o governo se manifestasse. Ao que tudo indica, o governador Gladson Cameli está aguardando a nova avaliação do Pacto Acre sem Covid, que deve sair na próxima quarta-feira, 5, para tomar uma decisão a respeito do assunto.

Coronavírus em alta

Em Xapuri, os números divulgados diariamente pela Secretaria de Saúde não conspiram a favor da realização de eventos públicos. Com uma constante oscilação no registro de novos casos no decorrer dos meses de junho e julho, na última sexta-feira (31/7), o município voltou a apresentar uma nova elevação na curva de contágios.

Foram 76 novos casos apenas no último dia de julho, mês que terminou com um acúmulo de 223 confirmações para o novo coronavírus, quase a mesma quantidade (240), registrada no período anterior desde o início da pandemia – 27 de abril a 30 de junho. Até a última atualização do Boletim Municipal, Xapuri tinha 463 casos confirmados e 6 mortes por Covid-19.

Continuar lendo

Cotidiano

Motorista perde controle, colide contra poste e passageiro morre no Apolônio Sales

Publicado

em

Um grave acidente tirou a vida de Clever Madeira de Lima, de 27 anos, após a colisão de um carro com um poste de energia elétrica seguida de um capotamento. O acidente aconteceu na noite desse domingo, 2, na Estrada Jarbas Passarinho, situada no bairro Apolônio Sales, em Rio Branco.

De acordo com informações de populares que presenciaram a fatalidade, Clever estava com vários amigos trafegando em um veículo modelo Voyage com a velocidade acima do permitido para estrada, quando o motorista perdeu o controle da direção, invadiu a pista contrária e colidiu violentamente contra um poste de energia.

Com o impacto, o carro capotou várias vezes e Clever desmaiou. Os amigos da vítima ainda conseguiram colocar Clever para fora do carro e após perceberem que ele não reagia, o deixaram com o motorista do veículo e fugiram do local. A ambulância do suporte avançado do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) ainda chegou na ser acionada, mas quando os paramédicos chegaram ao local Clever que já estava sem vida.

Policiais Militares do Batalhão de Trânsito (BPtran) estiveram no local e isolaram a área para os trabalhos da perícia. O motorista que permaneceu no local e estava em estado visível de embriaguez, recusou-se a fazer o teste do bafômetro (etilômetro).

O corpo foi removido e encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) para os exames cadavéricos. O condutor do veículo foi encaminhado à Delegacia de Flagrantes (Defla) para os devidos procedimentos. O veículo foi removido e levado por um guincho ao pátio do Departamento de Trânsito (Detran).

Continuar lendo

Acre

Energia elétrica de inadimplentes pode ser cortada a partir de hoje

Publicado

em

A energia elétrica dos consumidores inadimplentes pode voltar a ser cortada a partir desta segunda-feira, dia 3, desde que os consumidores sejam avisados. As interrupções estavam suspensas por determinação da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) desde o dia 24 de março.

Como o prazo final para a isenção ocorreu no sábado, dia 1°, os cortes só estão autorizados a acontecer a partir de hoje porque o desligamento de serviços públicos não pode acontecer nas sextas-feiras, sábados, domingos e feriados.

Baixa renda

Segundo a Aneel, enquanto durar o estado de emergência da pandemia, continua proibido o corte para alguns grupos de consumidores. Conforme o Decreto Legislativo nº 6/2020, esse prazo atualmente vai até o final de 2020.

Neste grupo estão consumidores de baixa renda; unidades onde more pessoa que dependa de equipamentos elétricos essenciais à preservação da vida; unidades que deixaram de receber a fatura impressa sem autorização do consumidor, além daquelas cobradas em locais sem postos de arrecadação em funcionamento como bancos e lotéricas, por exemplo, ou nos quais a circulação de pessoas seja restringida por ato do poder público.

Agência Brasil

Continuar lendo

Acre 01

Além de prisões, Polícia Civil pediu bloqueio dos bens de envolvidos na investigação do Depasa

Publicado

em

A cúpula da Polícia Civil do Acre explicou em entrevista coletiva na manhã desta segunda-feira, 3, a operação que culminou com prisão do ex-presidente do Depasa, Tião Fonseca.

De acordo com o delegado-geral da Polícia Civil no Acre, Josemar Portes, as investigações iniciaram há cerca de 2 meses e as provas colhidas até o momento apontam para indícios muito fortes de desvios de recursos públicos. O ac24horas apurou que um pagamento na ordem de R$ 561.853,06, realizado em março deste ano, em favor da empresa Bucar Engenharia, de propriedade da esposa de Fonseca, Delba Nunes Bucar, é o principal ponto investigado. A investigação é conduzida pela Polícia Civil e conta com a parceria do Ministério Público e da Controladoria Geral do Estado.

“A ação de hoje é um afloramento dessa investigação que identificou indícios bastante eficientes de que efetivamente ocorreu um ilícito ou alguns ilícitos no Depasa”, afirma o delegado geral da Polícia Civil.

Josemar Portes afirmou que Polícia Civil deve concluir as investigações nos próximos dias. “Mais rápido possível teremos condições de concluir essa investigação, já que o inquérito está na fase final para que o Ministério Público possa fazer seu trabalho eventualmente apresentando a denúncia”.

O delegado responsável pelas investigações, Alcino Júnior, explicou que foi pedido o bloqueio de bens dos envolvidos e que os valores investigados que teriam sido pagos de forma criminosa superam os R$ 500 mil.

“A ideia é por meio do bloqueio de bens fazer com que o estado possa recuperar os valores que foram subtraídos no pagamento irregular para determinada empresa que tem vínculo com ex-gestor”, disse.

A operação nesta sexta cumpriu mandados de busca e apreensão e explicou que apenas um mandado de prisão contra o Tião Fonseca, ex-presidente do órgão foi cumprido até o momento. O mandado de prisão em nome da esposa do ex-gestor, Delba Nunes, ainda não tinha sido cumprido até o final da coletiva.

Veja a coletiva na íntegra:

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas