Conecte-se agora

Polícia prende criminosos com sub-metralhadora, revólver e munições

Publicado

em

Policiais Militares do 2°Batalhão prenderam na noite desta segunda-feira (20) quatro homens, membros de uma facção, pelos pelos crimes de porte ilegal de arma de fogo. A prisão aconteceu na rua Beira Rio, no bairro Cidade Nova, em Rio Branco.

A polícia foi acionada via Ciosp para atender uma ocorrência de disparo de arma de fogo e no local,  encontraram quatro pessoas em atitude suspeita dentro de uma residência. Foi feito um cerco na casa e os homens foram abordados. Em posse dos criminosos, foram encontrados uma sub-metralhadora calibre 9mm, com um carregador alongado, um revólver calibre 38 com a numeração raspada, 25 munições intactas de calibre 9mm e 5 munições calibre 38.

Diante dos fatos foi dada voz de prisão e os quatros homens foram encaminhados, juntamente com as armas e munições à Delegacia de Flagrantes (Defla) para os devidos procedimentos.

Anúncios

Cotidiano

Serviço de aprendizagem rural avança para retomada 100% do trabalho presencial

Publicado

em

O Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) segue com o processo de encerramento gradual do trabalho home office que começou no mês de julho visando a retomada do atendimento presencial no Estado do Acre.

Desde o início das medidas de segurança sanitário no Estado há quatro meses, o Senar ficou apenas um mês com 100% das atividades paralisadas para replanejamento estratégico. Em seguida, teve início o atendimento virtual.

“O Senar está se adequando à nova realidade: conseguimos adquirir aparelho para medição de temperatura corporal, equipamentos de proteção individual (EPIs) para os funcionários e produtores rurais que participarem das ações, além de máscaras e álcool em gel para uso nas ações institucionais. Nosso horário na sede está reduzido para evitar exposição dentro do prédio, mas gradualmente, sempre com segurança”, disse o superintendente do Senar, Mauro Marcello.

Ilcilene Malini, gerente técnica da instituição, destacou também que os técnicos têm recebido capacitações para atuar dentro das medidas de segurança: “Além do número reduzido de participantes nas ofertas, para evitar aglomerações e aumento de exposição ao vírus, os agentes envolvidos nas ações estão sendo capacitados para instruir os produtores rurais, respeitando os cuidados e reforçando sempre o uso dos EPIs”.

Continuar lendo

Cotidiano

Gaeco e PM realizam operação para desarticular núcleo financeiro de facção no Acre

Publicado

em

Na manhã desta quarta-feira, 5, o Grupo de Atuação Especial no Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público do Estado do Acre e a Polícia Militar deflagraram a Operação Livro Caixa.

A operação tem por objetivo desarticular o núcleo financeiro, responsável por realizar a contabilidade do crime da facção Bonde dos Treze na Cidade de Povo e outras regiões, que praticava, inclusive, extorsão de comerciantes locais, obrigados a pagar contribuição para a organização criminosa. A ação também tem como foco o núcleo responsável pelo cadastro dos membros da facção.

Ao todo foram cumpridos dezoito mandados judiciais, sendo 13 mandados de prisão e cinco de busca e apreensão na Cidade do Povo, Taquari, Boa União, todos no município de Rio Branco – Acre, além de Porto Velho (RO) e nas Unidades Prisionais Francisco D’ Oliveira Conde e Drº Evaristo de Moraes, em Sena Madureira.

O efetivo empregado na ação foi de 50 policiais. O nome da operação faz referência à apreensão de registros da contabilidade da facção, que revelam o crime de extorsão contra comerciantes.

Logo mais, às 9h, o coordenador-adjunto do Gaeco, promotor Bernardo Albano, irá apresentar os resultados da operação, na sede do Batalhão de Operações Especiais (Bope).

Com informações da assessoria do MPAC

Continuar lendo

Cotidiano

Aplicativo vai identificar pessoas próximas que testaram positivo para a Covid-19

Publicado

em

Em até 24 horas, uma pessoa poderá saber, por meio de um alerta no celular, se alguém próximo esteve ou não infectado pelo novo coronavírus nos últimos 14 dias. É o que promete o aplicativo Coronavírus-SUS, anunciado pelo Ministério da Saúde, em parceria com o Google e a Apple, na última semana (31). Segundo a pasta, o monitoramento da doença é importante para o controle da pandemia e para a retomada segura das atividades.

A tecnologia utilizada no app é a “API Exposure Notification”, que já vem sendo usada em países como Alemanha, Itália e Uruguai. Essa técnica de rastreamento de casos positivos da Covid-19, segundo o Ministério da Saúde, será um fator essencial da transição da população para a rotina pós-isolamento social e, ao mesmo tempo, de gerenciar o risco de novos surtos.

“Antes de chegar ao Brasil, essa tecnologia amadureceu muito. Antes de adotá-la, nosso sistema passou por um crivo internacional, que fez uma série de alertas e ajustes necessários antes de o aplicativo ficar disponível para ser baixado”, explica o diretor do Departamento de Informática do SUS, Jacson Venâncio de Barros.

No Brasil, apenas o Ministério da Saúde terá licença para usar a funcionalidade desenvolvida pelo Google e pela Apple. Com o envio criptografado das informações de contágio, por meio do uso do bluetooth de baixa energia, o aplicativo reconhece contatos próximos a uma distância de 1,5 a dois metros e por um tempo mínimo de cinco minutos entre smartphones que possuam o aplicativo instalado. Nenhum dado de geolocalização, incluindo dados de GPS, é coletado.

O ministério esclarece, ainda, que para receber notificações de contato próximo com usuários positivos para Covid-19, é necessário que o interessado tenha o aplicativo e habilite a função de notificação de exposição no aparelho. O aplicativo funciona apenas com outras pessoas com o aplicativo oficial instalado. Se a pessoa optar por parar de receber as informações, basta desativar as configurações no aplicativo ou até mesmo excluí-lo, a qualquer momento.

Privacidade

Uma das preocupações relatadas por usuários era sobre a privacidade dos dados, já que é o próprio infectado que insere as informações no aplicativo. Funciona assim: a pessoa com resultado positivo para a doença informa no aplicativo Coronavírus-SUS, de forma voluntária e anônima, a validação do seu exame positivo para a doença (PCR ou sorológico). O dado é inserido a partir de um token (código de números) emitido pelo Ministério da Saúde.

Segundo a pasta, para evitar informações falsas, antes de gerar esse código, o órgão faz o cruzamento entre o exame informado pela pessoa e os registros integrados da plataforma de vigilância (e-SUS Notifica) e da Rede Nacional de Dados em Saúde (RNDS), ambos integrados e que reúnem informações dos pacientes com Covid-19 no Brasil.

“É importante destacar que a privacidade será garantida. Eu não vou saber quem foi a pessoa com a qual eu tive contato, e que possivelmente esteja doente. O usuário apenas vai tomar conhecimento de que teve contato com alguém infectado”, garante o secretário-executivo do Ministério da Saúde, Elcio Franco.

Em caso de alerta positivo da doença para os usuários do aplicativo, Elcio Franco detalha o procedimento. “A orientação é a mesma de quem teve algum sintoma. A pessoa deve tomar os cuidados, as medidas de higienização, de etiqueta respiratória – com o uso da máscara –, e, ao surgir algum sintoma, procurar a rede de atenção básica para buscar orientação médica.”

Fonte: Brasil 61

Continuar lendo

Cotidiano

Ifac em Tarauacá abre vagas para Curso Preparatório Pré-Enem 2020

Publicado

em

As inscrições serão nos dias 10 e 11 de agosto e deverão ser feitas com o envio de documentação por e-mail

Nos dias 10 e 11 de agosto, o Instituto Federal do Acre (Ifac) campus Tarauacá receberá inscrições para o curso preparatório para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). O projeto Pré-Enem 2020 será realizado de forma online em virtude da pandemia e da suspensão das atividades presenciais no Ifac por tempo indeterminado. O curso é aberto para participação da comunidade de Tarauacá, preferencialmente, alunos do 3º ano do ensino médio e os que já concluíram o ensino médio. As aulas estão previstas para iniciar no dia 15 de agosto.

No curso são contempladas as disciplinas de Biologia, Física, Química, Matemática, Geografia, Língua Inglesa, Artes e Português (Redação), com aulas ministradas por professores do Ifac campus Tarauacá. Ao final do curso, o aluno que tiver frequência igual ou superior a 75% terá direito a receber um certificado de participação no projeto.

Para participar, é necessário enviar a seguinte documentação, em arquivo único, para o e-mail [email protected]: RG, CPF, comprovante de residência, declaração que estuda o 3º ano do ensino médio, ou para aqueles que já concluíram, cópia do histórico escolar e, ainda, a ficha de inscrição preenchida.

Os candidatos com inscrições validadas serão incluídos no Google Classroom e também no grupo de Whatsapp do projeto. Assim, para que o alunos possam participar e acompanhar as aulas, além de possuir acesso à internet, é importante fornecer um número de telefone e conta de e-mail do google.

Conforme explica a coordenadora do projeto, professora Delma Andrade, “O curso Pré-Enem é um projeto que foi institucionalizado junto à Pró-Reitoria de Extensão (Proex) que deveria ocorrer de modo presencial no Ifac de Tarauacá. Contudo, devido a pandemia, o curso será ofertado de modo online pelo Google Sala de Aula e Google Meet.”

Os recursos necessários para a participação no projeto como equipamento com acesso à internet ou materiais impressos são de responsabilidade dos participantes.

Para mais informações, é possível entrar em contato com a coordenadora do projeto pelo e-mail [email protected]

Baixe aqui a ficha de inscrição.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas