Conecte-se agora

Após Acre reabrir comércio, clientes se aglomeram e formam enorme fila na Havan

Publicado

em

Prudência e cuidados para evitar aglomerações foram alguns dos pedidos repassados pelo Comitê de Acompanhamento Especial da Covid-19 à população.

Pelo jeito, pouca gente levou o recado à sério. Imagens da loja de departamentos Havan mostra uma verdadeira multidão em uma fila esperando para entrar no local. Como a loja, que chegou a ser lacrada por funcionar sem permissão no início de maio, desta vez cumpriu a orientação de funcionar apenas com parte da capacidade a extensão fila de clientes se formou.

É importante lembrar que as autoridades de saúde afirmam que a pandemia não tem previsão para acabar e que só nesta terça-feira, o Acre registrou 238 novos casos da doença e mais 4 mortes.

O Comitê deve acompanhar de perto o balanço dos próximos dias, já que em algumas regiões onde houve flexibilização, os casos da doença aumentaram.

Anúncios

Cotidiano

TSE abre crédito suplementar de R$ 1,4 milhão para Justiça Eleitoral do Acre

Publicado

em

O Tribunal Superior Eleitoral publicou nesta terça-feira (11), no Diário Oficial da União, a abertura de dois créditos suplementares para o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Acre, cada um no valor de R$ 700 mil.

Os créditos para o Acre são destinados ao julgamento de causas e gestão administrativa na Justiça Eleitoral no Estado, somando R$1,4 milhão.

No país, os créditos suplementares em favor de Tribunais Regionais Eleitorais somam R$ 20.722.616,00.

Saiba mais:  https://www.in.gov.br/en/web/dou/-/portaria-n-588-de-7-de-agosto-de-2020-271462638

Continuar lendo

Cotidiano

MP libera quase R$ 2 bilhões para produção de doses da vacina contra a Covid-19

Publicado

em

O presidente Jair Bolsonaro assinou Medida Provisória (MP) que abre crédito extraordinário de R$ 1,9 bilhão para a produção e distribuição de 100 milhões de doses de uma das vacinas testadas contra a Covid-19. Trata-se do imunizante produzido pelo laboratório AstraZeneca e a Universidade de Oxford e que está em fase de testes no Brasil sob a liderança da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

A expectativa do Ministério da Saúde é de que 30 milhões de doses sejam fabricadas entre dezembro e janeiro e 70 milhões nos dois primeiros trimestres de 2021. Segundo Bolsonaro, o governo tem se esforçado em encontrar soluções para o tratamento da Covid-19.

“Procuramos meios no mundo de buscar a vacina e assinamos esse protocolo no passado, passamos a fazer parte deste seleto grupo. A nossa contrapartida é financeira, no momento, de quase R$ 2 bilhões. Talvez em dezembro exista a possibilidade da vacina e daí esse problema estará vencido poucas semanas depois”, destacou.

O acordo firmado entre o governo brasileiro e as instituições britânicas prevê que se a eficácia e a segurança da vacina forem comprovadas nos testes, a Fiocruz vai poder incorporar a tecnologia necessária para a produção das doses, que seriam disponibilizadas ao Sistema Único de Saúde (SUS).

Estágio

A Medida Provisória editada pelo Executivo tem força de lei assim que publicada. No entanto, ela perde a validade caso não aprovada no Congresso Nacional em até 120 dias. De acordo com o Ministério da Saúde, R$ 1,3 bilhão são para os pagamentos previstos no contrato de Encomenda Tecnológica. Outros R$ 522,1 milhões serão destinados para a Bio-Manguinhos, unidade da Fiocruz responsável pela produção de imunobiológicos.

Atualmente, a vacina da Universidade de Oxford está no último estágio de estudo, que são os testes em humanos. Essa etapa é a última antes de uma possível produção em massa. No Brasil, cerca de cinco mil voluntários participam dos testes em três capitais: São Paulo, Rio de Janeiro e Salvador. Os dados preliminares mostram que a vacina induziu a produção de anticorpos contra o novo coronavírus. Na última semana, a presidente da Fiocruz, Nísia Trindade, afirmou que a eficácia do imunizante é próxima de 100% quando aplicado em duas doses.

O ministro da Saúde interino, Eduardo Pazuello, destacou que além da disponibilização da vacina, o Brasil poderá desenvolver a tecnologia nacional na área da saúde, com a incorporação do processo da AstraZeneca e da Universidade de Oxford.

“Estamos garantindo a aplicação de recursos em uma vacina que tem se mostrado uma das mais promissoras do mundo. Esse é um acordo de transferência de tecnologia [ao Brasil]. Isso significa que estamos garantindo a produção e entrega de 100 milhões de doses, além de trazer para o país a capacidade de utilizar essa nova tecnologia na indústria nacional e dar sustentabilidade ao Programa Nacional de Imunização”, disse.

Estratégia de vacinação

Já se sabe que a vacina produzida pela Fiocruz vai ser distribuída pelo Programa Nacional de Imunização (PNI), que atende o SUS. No entanto, o governo ainda não confirmou como seria a campanha de vacinação. Se seguir padrão semelhante ao que ocorre na imunização nacional contra a gripe, o Ministério da Saúde deve priorizar o grupo de risco que, no caso da Covid-19, é formado por idosos e pessoas com comorbidades e doenças crônicas, como diabetes e hipertensão arterial, por exemplo.

Outras vacinas

Em paralelo ao trabalho desenvolvido em Oxford, outros laboratórios também estão na fase de testes clínicos com novas vacinas. Uma delas, conhecida como CoronaVac, também está sendo testada em brasileiros. A vacina é produzida pela empresa chinesa Sinovac Biotech e está sob a responsabilidade do Instituto Butantan no país.

Segundo o governador de São Paulo, João Dória, se a vacina se mostrar segura e eficaz, a produção começaria em novembro. A expectativa é de que 120 milhões de doses desse imunizante sejam produzidos. Em todo o mundo, há seis vacinas que estão no estágio mais avançado, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS).

Fonte: Brasil 61

Continuar lendo

Cotidiano

Dupla em motocicleta ataca novamente e fere duas pessoas a tiros na BR-364

Publicado

em

Uma dupla tentativa de homicídio foi registrada na capital. Lucivaldo da Costa Freitas, de 28 anos e Weliton Nascimento Calvim, de 18 anos, foram ferido a tiros  na noite desta segunda-feira (10). Os crimes ocorreram na BR-364, próximo ao Escola Duque de Caxias, no bairro Belo Jardim, Segundo Distrito de Rio Branco.

De acordo com informações da polícia, Lucivaldo havia saído do trabalho e trafegava na sua bicicleta com destino a sua casa, quando dois homens não identificados, em uma motocicleta, se aproximaram e efetuaram vários tiros. Lucivaldo foi ferido com um tiro no abdômen. Já Weliton que também passava no local, a pé, foi atingido com um tiro no peito esquerdo. Após a ação os criminosos fugiram.

Duas ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foram acionadas, prestaram os primeiros atendimentos e conduziram as vítimas ao pronto socorro de Rio Branco, ambos em estado de saúde gravíssimo.

Policiais Militares estiveram no local, colheram informações a respeito da dupla na motocicleta e em seguida fizeram patrulhamento na região em busca de prendê-los, mas ninguém foi encontrado. A polícia acredita que a motivação do crime é a guerra entre organizações criminosas. Os crimes seguem sob investigação da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Continuar lendo

Cotidiano

Homem é atingido com duas facadas por desconhecido em rua do bairro da Paz

Publicado

em

José Orleilson Muniz da Silva, de 45 anos, foi ferido a golpes de faca no final da tarde desta segunda-feira (10). O crime aconteceu na rua Mâncio Lima, localizada no bairro da Paz, em Rio Branco.

De acordo com informações da polícia, José estava na rua quando foi abordado por um homem não identificado, que, com uma faca, desferiu dois golpes que atingiram o ombro da vítima. Após a ação, o criminoso fugiu do local.

Uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionada, prestou os primeiros atendimentos e conduziu a vítima ao Pronto-Socorro de Rio Branco. Segundo os paramédicos do Samu, o estado de saúde de Orleilson é estável.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas