Conecte-se agora

Mailza já enviou mais de R$ 69 milhões para serem executados pelo governo do Acre

Publicado

em

Recursos destinados ao estado fazem parte de uma articulação da senadora com o presidente Jair Bolsonaro e visa promover o desenvolvimento econômico e social do Acre

Em um ano e meio de mandato no Senado Federal, a senadora Mailza Gomes (Progressistas-AC) já liberou mais de R$ 31 milhões para a Saúde no Acre e destinou mais de R$ 38 milhões em emendas para a agricultura, educação, segurança, assistência social e infraestrutura do Governo do Estado. Juntos, os valores totalizam R$ 69 milhões (sessenta e nove milhões de reais).

Nestes 18 meses de atuação, a senadora tem buscado promover bem-estar ao povo acreano. Mailza faz questão de destacar que suas emendas para o Governo é fruto do seu compromisso com a população dos 22 municípios acreanos.

“Meu compromisso com os acreanos e a minha lealdade com o governo do Acre são a tônica do meu mandato. Estamos fazendo um mandato de parceria com os governos federal e estadual com muitas atividades parlamentares, reuniões, encontros, audiências públicas e envio de recursos. Mesmo grávida, não parei. Tentamos sempre resolver as demandas que chegam para mim com muito empenho, priorizando o diálogo em busca do melhor para todos”, pontuou.

Na oportunidade, a senadora parabeniza a atuação do governador Gladson Cameli e ressalta os feitos da gestão, dentre eles a construção de dois hospitais de campanha, sendo um em Rio Branco e outro em Cruzeiro do Sul, este último concluído em pouco mais de um mês para a população do Juruá. “Gladson tem dado um exemplo de administração e nessa crise do coronavírus provou sua competência e compromisso com os acreanos”, disse.

E é isso que senadora Mailza tem feito pelo Acre: trazido recursos para promover qualidade de vida. Além disso, segue seu modelo de trabalho transparente, participativo e municipalista!

Preparamos um balanço das principais ações nesses 18 meses de mandato a favor do Acre e da população.

Saúde fortalecida em todo o estado

Para combate ao Covid, a senadora liberou mais de R$ 17,4 milhões, sendo R$ 15 milhões para a Secretaria Estadual de Saúde (Sesacre) usar na aquisição de Equipamentos de Proteção Individual e compra de medicamentos e também liberou R$ 350 mil para a Universidade Federal do Acre (Ufac) fabricar máscaras e EPIs.

A parlamentar garantiu ainda R$ 5,3 milhões (cinco milhões e trezentos mil) para humanização dos hospitais e maternidades em todo o estado, reforma de unidades de saúde em Marechal Thaumaturgo, Porto Walter, Rodrigues Alves e Xapuri, além de compra de ambulâncias. Mailza também liberou R$ 800 mil para o Hospital de Amor do Acre usar no custeio de serviços de assistência ambulatorial da unidade.

Recursos e parcerias que salvam vidas

A parlamentar se articulou junto a Fundação Itaú Unibanco por meio do projeto Todos Pela Saúde, uma parceria público-privada do Banco Itaú e Hospital Sírio-Libanês e conseguiu nove respiradores e Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) para o estado.

Por intermédio da senadora, a Vivo doou R$ 1 milhão de reais para ajudar o Governo do Acre no combate ao Covid-19. Em outra articulação novamente com a Vivo e o Banco Santander, Mailza conseguiu mais cinco respiradores e com a Coca-Cola do Brasil, 5 mil frascos de álcool em gel. O Instituto para o Desenvolvimento do Investimento Social (IDIS), após pedido da senadora, doou R$ 650 mil para o Hospital Santa Juliana.

A senadora do social e defesa das mulheres

Para a área social, Mailza garantiu cerca de R$ 5 milhões para construção de três unidades da Casa da Mulher Brasileira no Acre: uma em Cruzeiro do Sul para atender toda a região do Juruá, outra em Rio Branco e a terceira que será construída em Epitaciolândia para atender todos os municípios Alto Acre: Brasileia, Epitaciolândia e Assis Brasil. Mailza também pensou nas entidades sociais e casas terapêuticas que trabalham com pessoas em estado de vulnerabilidade. Para tanto, garantiu a destinação de mais de R$ 1,7 milhão (um milhão setecentos e trinta mil) para fortalecer o trabalho de acolhimento e tratamento. Os recursos passam de R$ 6,7 milhões.

Fortalecimento da agricultura

Para a senadora, o produtor rural é uma das principais bases da economia e está em busca de consolidar o desenvolvimento do setor produtivo no estado. Este ano, Mailza encaminhou mais de R$ 3,1 milhões (três milhões cento e noventa e dois mil) para compra de camionetes, implementos agrícolas, tratores, caminhões e construção de um galpão em Senador Guiomard para a fábrica de amendoim no valor de R$ 1 milhão de reais.

Melhorias na segurança pública

A Segurança Pública recebe investimentos de mais de R$ 2,6 milhões (dois milhões e seiscentos e dez mil). Desse valor, R$ 1 milhão vai monitoramento e segurança da fronteira. Já o Tribunal de Justiça do Acre foi contemplado com R$ 1,3 milhão (um milhão e trezentos e dez mil) para construção de um fórum em Brasiléia e compra de três camionetes. A Defensoria Pública do Estado do Acre (DPE) foi contemplada com R$ 300 mil para o projeto Defensores do Futuro.

Investir na educação é garantir um futuro com qualidade de vida

A senadora Mailza destinou mais de R$ 7,1 milhões (sete milhões e cento e cinquenta mil) para fortalecer a educação no estado. Estes recursos estão voltados para reformas e construção de escolas, transporte de alunos e investimentos no esporte e cultura, com a construção do complexo esportivo na Baixada do Sol, aquisição de um ônibus adaptado para pessoas com deficiência que praticam esporte e compra de equipamentos para espaços culturais da Fundação Elias Mansour (FEM).

“Nosso mandato tem conseguido destinar um grande volume de recursos para o Acre graças a parceria com o Governo Federal e o presidente Jair Bolsonaro, que não tem medido esforços para promover o desenvolvimento da Amazônia em especial nosso estado. O povo acreano e o Governo podem contar comigo e com meu mandato”, disse a parlamentar.

Anúncios

Coluna do Astério

O amigo da onça

Publicado

em

“A expressão “amigo da onça” se popularizou a partir da personagem “Amigo da Onça”, criada pelo cartunista Péricles Maranhão (1924 – 1961), em 1943. O Amigo da Onça era uma figura debochada e irônica, conhecida por colocar as pessoas em situações desagradáveis, com o objetivo de tirar proveito delas”. Quem será o amigo da onça que está tentando empurrar o governador Gladson Cameli para uma briga dentro do PSDB com a deputada federal Mara Rocha, filiados, pré-candidatos e lideranças tucanas em todo o estado? O objetivo é claro: impedir a candidatura de Minoru Kinpara a prefeitura de Rio Branco. Acontece que Gladson Cameli não tem a índole de perseguidor, de déspota. Se tivesse, teria mandado a pré-candidatura de Tião Bocalom para Marte na última nave da NASA que partiu da Terra semana passada. O que ganha o governador travando uma guerra com Mara e por tabela com o vice-governador major Rocha (PSL)? Talvez o amigo da onça possa explicar…pois é o que todo mundo quer saber. Principalmente quando as cabeças centradas do governo como Ribamar Trindade, Silvânia e Rosângela apontam em outra direção. O cômico de tudo isso é que essa lambança política trouxe Minoru Kinpara para o centro do debate. Era o que os tucanos queriam, que o transformassem em vítima. Se não deu certo no PROGRESSISTA, que ainda é o partido do governador, como pode dar certo com os tucanos? E agora, José?! A festa não acabou, está só começando.

“Os homens distinguem-se entre si também neste caso: alguns primeiro pensam, depois falam e, em seguida, agem; outros, ao contrário, primeiro falam, depois agem e, por fim, pensam”. (Leon Tolstói)

Nicolau e Gerlen

Com a saída praticamente definida do governador Gladson Cameli do PROGRESSISTAS, os deputados Nicolau Júnior e Gerlen Diniz não podem fazer o mesmo. Vão precisar esperar a janela no começo de 2022 para migrarem para outra sigla que Gladson esteja.

Alguém duvida?

Alguém duvida que a Márcia Bittar se eleger deputada federal em 2022? Quando ela tentou ser candidata já despontava em 3º lugar, mas foi removida para não causar prejuízos eleitorais a candidatura do marido, senador Márcio Bittar (MDB). Desta vez é para valer.

Comendo quieto

O PDT tem agido com sabedoria no diálogo com o governo do estado. Sem muito alarde o partido vai ocupando espaços estrategicamente. Trabalha para reeleger Jesus Sérgio em 2022 e eleger dois deputados estaduais. É factível.

Gladson vai falar

O governador Gladson Cameli deverá convocar a imprensa para uma coletiva e anunciar sua saída do PROGRESSISTA ainda essa semana. Quanto a se filiar ao PSDB a questão está sendo decidida na esfera correta.

Minoru sem poder

O reitor Minoru Kinpara está completamente fora de qualquer nível de poder como, por exemplo, a prefeitura de Rio Branco. Porém, subestimá-lo é um erro crasso. Ele é um forte candidato a ir para o 2º turno.

. É justo os parlamentares evangélicos reivindicarem pelas igrejas, porém, não podem bagunçar a legislação em tempos de pandemia da C-19.

. Pedir para abrir os templos com 100% de suas capacidades é levar o povo para o matadouro e não para os cultos.

. Duas passagens na história de Jesus narrada nos evangelhos são emblemáticas:

. No diálogo com a mulher samaritana, à beira do poço, na herdade de Jacó, bem como quando Ele disse sua última frase na Cruz:

. “Está consumado, Pai nas Tuas mãos entrego meu espirito”.

. Foi quando o véu do templo judeu se rasgou de cima para baixo.

. Tem outra:

. “Onde houver dois ou três reunidos em meu nome estarei no meio deles”, disse Jesus.

. São os argumentos de alguns irmãos que temem a volta aos cultos em plena pandemia da C-19.

. Em respeito a esses cristãos coloquei a opinião deles na coluna.

. As enquetes políticas mais fajutas são as divulgadas nas redes sociais, especialmente no Facebook, feitas por cargos comissionados.

. Enquanto uns ficam forjando pesquisas o adversário está de casa em casa pedindo votos, o resultado é óbvio.

. Bom dia!

Continuar lendo

Destaque 7

“Ano letivo de 2020 não está perdido”, diz Mauro Sérgio

Publicado

em

A secretaria de Estado da Educação garante que apesar do adiamento da reabertura das escolas públicas no Acre, o ano letivo de 2020 está preservado. “O ano letivo de 2020 não está perdido”, afirmou gestor da pasta, o secretário de Educação do Acre, Mauro Sergio, apontando o arcabouço legal do ensino à distância e as ações do governo como garantidores do ano letivo.

As redes pública e privada suspenderam as aulas presenciais no dia 17 de março, na semana em que o Acre confirmou os primeiros casos de Covid-19. A SEE elaborou um projeto de EAD e leva a cabo aulas pela internet, rádio e TV.

Um fórum realizado nessa segunda-feira, 3, definiu que aulas presenciais só serão retomadas no ano que vem, já que em setembro ou novembro não será possível reaver as atividades presenciais no Estado por conta da pandemia do coronavírus.

Continuar lendo

Destaque 7

Queimadas sobem no começo de agosto e Acre se torna o 6º estado com mais focos no período

Publicado

em

Tarauacá foi um dos 10 municípios do Brasil com mais registros de queimadas nas últimas 48 horas, segundo o Inpe

O Acre foi o sexto estado do Brasil em número de focos de queimadas nos três primeiros dias do mês de agosto deste ano – 183 no total. Considerando apenas as últimas 48 horas, o Satélite de Referência – AQUA Tarde identificou 142 registros no estado, o quinto maior volume, atrás de Amazonas, Pará, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul.

Se considerado o período anual, de 1º de janeiro a 3 de agosto, o estado acreano é o 17º entre todas as unidades da Federação em número de queimadas, com 649 focos registrados. Os municípios de Tarauacá, Feijó e Cruzeiro do Sul foram os que apresentaram o maior número de focos acumulados no período.

O município de Tarauacá, com 47 focos detectados pelo satélite de referência, apareceu entre os 10 municípios do Brasil com mais ocorrências de queimadas nas últimas 48 horas, de acordo com os dados divulgados na noite desta segunda-feira, 3, pelo Programa Queimadas, do Instituto de Pesquisas Espaciais – Inpe.

Apesar da elevação dos números anotados pelo Acre nos três primeiros dias de agosto, a quantidade de queimadas detectadas desde o começo do ano até 3 de agosto é menor do que a registrada no mesmo período do ano passado, quando o estado acumulou 789 focos, 17% a mais do que agora.

Risco de Fogo

Agosto é, naturalmente, um mês crítico em razão da estiagem e dos baixos níveis de umidade relativa do ar. No ano passado, o governador Gladson Cameli decretou estado de emergência no Acre no dia 23 de agosto por conta das queimadas e dos fatores climáticos que agravavam a situação.

O relatório do Monitoramento de Queimadas e Qualidade do Ar, da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema), divulgado nesta segunda-feira, 3, mostrou dados do acumulado de chuva do início do mês de agosto (01/08/2020 – 00h00m) até (03/08/2020 – 10h00min), mas não houve registro de precipitação acumulada.

O mesmo relatório previu risco de fogo Alto e Crítico com maior abrangência nas regionais do Alto Acre, Baixo Acre, Purus e Tarauacá/Envira, assim como em pontos isolados do oeste acreano. O princípio do Risco de Fogo, segundo o Inpe, é de que quanto mais dias seguidos sem chuva, maior o risco de queima da vegetação.

Continuar lendo

Destaque 7

Acre tem redução de 4,7% na ocupação de leitos para Covid-19

Publicado

em

Num período de sete dias, o Acre conseguiu reduzir em 4,7% o total de ocupação em leitos gerais destinados a pacientes infectados pelo novo coronavírus. Até essa quinta-feira, 30, havia 246 desses leitos ocupados, acarretando numa diferença percentual com baixa em relação à média de uma semana atrás. Quanto aos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), 43 pessoas estão internadas em todo o Estado.

Foi ontem também que o Acre teve o maior número de mortes decorrentes da Covid-19 em mais de 20 dias. Conforme boletim epidemiológico da secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre), foram 11 mortes ocorridas de um dia para o outro, fazendo com que o total de óbitos suba de 510 para 521, em todo o estado.

Além disso, 207 novos casos de contaminação por coronavírus foram confirmados, elevando o número de infectados no Acre de 19.366 para 19.573. Entre as novas vítimas fatais registradas, 8 pessoas do sexo masculino e 3 do sexo feminino, com idades entre 49 e 94 anos, sendo 8 de Rio Branco, 1 de Cruzeiro do Sul, 1 de Xapuri e 1 de Senador Guiomard.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas