Conecte-se agora

Deputados federais acreanos apoiam o auxílio emergencial do governo

Publicado

em

Uma onda de Fake News com o objetivo de confundir e desinformar as pessoas está em curso nos últimos dias. A última é de que deputados da bancada federal do Acre votaram contra a prorrogação do auxílio emergencial até dezembro. Isso é mentira.

A verdade é que a bancada federal ajudou a aprovar por unanimidade, no dia 26 de março, a criação do auxílio emergencial em amplo debate com o Governo do presidente Bolsonaro para garantir o pagamento durante três meses o auxílio emergencial de R$ 600,00.

Inicialmente o Governo propôs apenas R$ 200,00 de auxílio. Porém, num esforço do Congresso e do Governo, o valor foi aumentado pra R$ 600 reais com o governo apresentando a previsão orçamentária para cumprir os pagamentos.

Em 16 de abril, os parlamentares acreanos ajudaram a estender, na Câmara e Senado, o auxílio emergencial para mais de 20 categorias que incluíram: Pescadores profissionais, artesanais e os aquicultores; Agricultores familiares; Arrendatários, extrativistas, silvicultores, beneficiários dos programas de crédito-fundiário, assentados da reforma agrária, quilombolas e demais povos e comunidades tradicionais; Técnicos agrícolas; Trabalhadores das artes e da cultura; Cooperados ou associados em cooperativa; Taxistas e mototaxistas; Motoristas de aplicativo; Motoristas de transporte escolar; Caminhoneiros; Entregadores de aplicativo; Diaristas; Agentes de turismo e guias de turismo; Seringueiros; Mineiros; Garimpeiros; Missionários de confissão religiosa e profissionais assemelhados.

Justamente por não ter previsão orçamentária o Governo vetou essas categorias.

No dia 30/06, mediante apelo de vários parlamentares, o governo prorrogou o auxílio emergencial, “por decreto”, por mais dois meses, julho e agosto, diante da permanência do fechamento do comércio na maioria das cidades brasileiras.

“Na quarta-feira, 15/07, os parlamentares acreanos ajudaram a aprovar o projeto de autoria do DEMOCRATAS que estabelece que o auxílio emergencial de R$ 600 não pode ser penhorado ou sofrer qualquer bloqueio judicial, exceto no caso de pensão alimentícia. Temos votado a ampliação e a proteção do auxílio”, afirma o deputado Alan Rick (DEM/AC).

Durante o debate desta matéria, a Oposição ao Governo tentou inserir uma “emenda jabuti” propondo a prorrogação do auxílio emergencial sem a apresentação pelo Governo da previsão orçamentária. Detalhe: tal emenda não precisava sequer ser votada no Plenário, uma vez que a Lei permite ao governo prorrogar por decreto.

O objetivo era claro: criar uma Fake News para atacar o Governo e os parlamentares que não caíssem na armadilha.

“Sou favorável a prorrogação do auxílio emergencial e seu pagamento por mais tempo pra quem mais precisa. É mentira que votei contra o pagamento de mais parcelas do benefício”, afirma o deputado Manuel Marcos (Republicanos/AC).

“Quem acompanha o trabalho sério que venho executando, sabe do meu compromisso e da minha responsabilidade para com o povo acreano e brasileiro. As mentiras e os ataques inescrupulosos virão, mas a verdade sempre prevalecerá”, afirmou Mara Rocha (PSDB/AC).

A deputada Jéssica Sales (MDB/AC) também comentou:
“matéria construída por um irresponsável, site espalhando notícias falsas e tentando manipular quem lê. Durmo e acordo belíssima, dando risada dessas fake news. Nossos acreanos são inteligentes e acompanham cada um de nós representantes. Nem gasto minhas rugas com isso”.

Anúncios

Cotidiano

Vigilante do Into se fere com tiro acidental ao manusear arma de fogo

Publicado

em

Um vigilante de 27 anos identificado como Erisson, que presta serviço a uma empresa de segurança, se feriu acidentalmente com um tiro no final da tarde desta quarta-feira, 5, nas dependência do Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia (Into) localizado na BR-364, em Rio Branco.

De acordo com informações de funcionários do Into, Erisson estava de serviço fazendo a segurança do prédio e ao tentar tirar a arma do coldre efetuou um tiro acidental que atingiu uma de suas pernas.

O vigilante foi socorrido pelos funcionários do hospital, que prestaram os primeiros atendimentos. Em seguida, uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi ao local e encaminhou o ferido ao pronto-socorro de Rio Branco em estado de saúde estável.

Segundo os paramédicos do Samu, o tiro atingiu a região entre a coxa e o joelho da vítima. Funcionários da empresa de segurança compareceram na Delegacia de Flagrantes (Defla) e registraram o boletim de ocorrência

Continuar lendo

Cotidiano

Mototaxista é preso ao entregar droga em cabos de vassoura no presídio de Rio Branco

Publicado

em

Um mototaxista recebeu voz de prisão de policiais penais do Instituto de Administração Penitenciária (Iapen) nesta quarta-feira, 5, após entregar entorpecentes na entrada do Complexo Penitenciário de Rio Branco. O material estava escondido dentro dos cabos de duas vassouras e seriam encaminhados a um detento da unidade.

Ao Iapen, o motorista informou ter sido abordado por um homem ainda no ponto de mototáxi. Este perguntou quem estava na vez e pediu para que o mototaxista deixasse duas vassouras na penitenciária.

Quando as vassouras chegaram ao presídio, o mototaxista as entregou para os policiais de plantão na guarda, juntamente com um papel constando o nome do preso que deveria receber. No equipamento de raio X, foi percebido que o cabo de alumínio estava totalmente preenchido. Haviam 173 gramas de um entorpecente aparentando ser maconha e 13 gramas de outra substância aparentando ser cocaína.

“O mototaxista recebeu voz de prisão e foi conduzido à Delegacia de Flagrantes de Rio Branco. No âmbito da unidade, um procedimento administrativo será aberto para verificar o real destino do material entorpecente”, informou o Iapen.

Continuar lendo

Cotidiano

Deputado pede prorrogação do auxílio insalubridade aos profissionais da segurança

Publicado

em

O deputado Cadmiel Bonfim pediu nesta quarta-feira, 5, ao governador Gladson Cameli, sensibilização maior para prorrogar o auxílio de insalubridade aos profissionais da segurança pública. “Perdemos o sargento F. Mendes recentemente e outros tantos estão contaminados pela Covid-19″, disse Bonfim.

O auxílio de insalubridade dever durar até o fim da pandemia, diz o deputado, mas ele quer que Gladson cumpra promessa de campanha e pague a titulação dos militares.

Há dinheiro em caixa, segundo ele. “Há condições sim de se continuar pagando. São merecedores desse auxílio”, afirmou.

Continuar lendo

Cotidiano

Unidades de saúde em Tarauacá passam a funcionar em horário reduzido

Publicado

em

A prefeitura de Tarauacá emitiu uma nota informativa alertando que os atendimentos nas Unidades Básicas de Saúde do município tiveram o horário reduzido. O novo horário especial de expediente nas repartições públicas municipais está valendo desde o dia 3 de agosto. Agora, o expediente nas unidades básicas de saúde funciona das 7h às 13h e na unidade referência no atendimento de Covid-19, Maria Francisca da Costa Cabral (Doquita), das 7h às 20h.

A Unidade Básica de Saúde Fluvial “Dezinho” (Balsa Hospitalar) retornará aos atendimentos normais na data e horário marcado pela prefeitura. Moradores do bairro Corcovado e que suspeitam de infecção do coronavírus, poderão ser atendidos na unidade do próprio bairro, Marília Vieira, das 7h às 13h.

Segundo a prefeitura, “não haverá prejuízos nos atendimentos em virtude do novo horário haja vista a comprovação da procura por atendimentos pelo período da tarde ser mínima”, diz. A secretaria municipal de saúde afirma que vem trabalhando para proteger a integridade física dos profissionais e ao mesmo tempo oferecer um atendimento digno ao cidadão.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas