Conecte-se agora

Depois de alta na última sexta, Xapuri não teve notificações de Covid-19 no fim de semana

Publicado

em

O número de casos do novo coronavírus em Xapuri se manteve estável durante o último fim de semana sem a ocorrência de nenhuma notificação pelo hospital Epaminondas Jácome (HEJ), responsável pelo atendimento relacionado à covid-19 nos sábados, domingos e feriados.

No último dia útil da semana passada, o município registrou 10 novos casos em apenas 24 horas, depois de não haver feito nenhuma confirmação no dia anterior, o que fez com que a coordenação da equipe de enfrentamento à pandemia no município passasse a crer na aproximação de uma situação de estabilidade da curva de contágios.

No entanto, a coordenação do centro de referência para a doença no município, a Unidade Básica de Saúde Dr. Félix Bestene Neto, informou que a procura por atendimento aumentou nesta segunda-feira, 20, o que, segundo o enfermeiro Francisco Andrade, é comum nos inícios de semana.

“Geralmente, as segundas são assim. Estão sendo feitos, até agora, poucos testes rápidos, mas muita coleta (RT-PCR). Os casos em análise deverão subir se não recebermos laudos hoje (do laboratório Lacen). O que define o critério para o tipo de exame que é feito é a quantidade de dias que o paciente está com sintomas. Acima de 8 dias é Teste Rápido e abaixo de 7 dias é preconizado que seja feito o PCR”, explicou.

De acordo com o último boletim da Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), o município tem 346 casos confirmado do novo coronavírus, 18 em análise, 572 monitorados, 1 hospitalização, 241 altas médicas e 5 óbitos registrados. Dos casos positivos, 90 continuam em tratamento domiciliar sob acompanhamento das equipes de saúde.

A Semusa informa também que nenhuma das mortes registradas por covid-19 em Xapuri passou pelo atendimento da unidade de referência local. Dos óbitos consignados para Xapuri, quatro deram entrada diretamente em Rio Branco e um no hospital Epaminondas Jácome, quando a paciente já chegou em estado gravíssimo.

Em razão disso, a equipe de referência pede que todos os pacientes que manifestam sintomas de gripe busquem uma unidade de saúde e não fiquem em casa esperando agravamento de sintomas.

“É sabido da dificuldade de testes em todas as cidades do Acre, bem como dos critérios de dias para realizá-los, mas na consulta a pessoa já pode sair com tratamento que pode evitar agravamento do caso clínico e assim salvar vidas”, diz o Boletim Municipal.

Fechamento de igrejas e academias

Na última sexta-feira, 17, a prefeitura editou o Decreto Municipal nº 665/2020, voltando a proibir o funcionamento de academias e a realização de eventos religiosos em adequação ao Decreto Estadual nº 6.206/2020 – Pacto Acre Sem Covid. A medida se deu após o Ministério Público fazer uma recomendação a todos os municípios sobre a necessidade de alinhamento com o governo no que diz respeito ao plano de retomada das atividades no estado.

O novo decreto tem a validade de apenas 7 dias. Isso porque o prefeito pretende entrar com uma representação junto ao governo do estado pedindo a alteração dos termos do decreto que instituiu o plano estadual de retomada das atividades.

Ao assinar documento, o prefeito Ubiracy Vasconcelos disse que iria se adequar ao decreto estadual, mas que iria buscar os meios adequados para que o seu município fosse avaliado individualmente e não pelo critério que considera os dados de toda a regional do Alto Acre. Segundo ele, a situação de Xapuri está controlada e não se assemelha com a dos vizinhos.

“Vou fazer um decreto de uma semana apenas, pois não vou desistir de reabrir as igrejas e as academias e de dizer que Xapuri está bem. Respondemos ao Ministério Público que vamos acatar a recomendação até que consigamos, junto ao Comitê de Acompanhamento ou à Justiça, o direito de nos desligarmos da regional nessa parte da covid-19”, afirmou.

O MP diz que no caso de discordância da classificação estabelecida pelo decreto estadual nº 6.206/2020 – Pacto Acre Sem Covid – e detalhada pela Resolução nº 02, de 3 de julho de 2020, o município precisa apresentar relatório com critérios técnico-científicos e com dados epidemiológicos que devem ser avaliados pelo Comitê de Acompanhamento Especial da Covid-19 (COE).

Para o prefeito, com base nos dados apresentados por sua equipe de enfrentamento à pandemia, o município de Xapuri, caso pudesse ser avaliado individualmente, não estaria classificado na fase vermelha, mas na amarela, com relação à curva de contágios. Por isso, anunciou que, junto com outros prefeitos, iria entrar com uma representação junto ao governo para a alteração dos termos do decreto que instituiu o Pacto Acre sem Covid.

Até o momento, quase todas as regionais do estado seguem na faixa vermelha, de emergência, com exceção da regional do Juruá, Tarauacá/Envira, que foi reclassificada no último dia 6 de julho para o nível laranja, que quer dizer alerta. Essa é a informação mais atualizada do Comitê de Acompanhamento Especial da Covid-19 sobre o plano de retomada.

Anúncios

Cidades

Prefeitura de Brasiléia e AMAC realizam visita técnica na futura instalação da Feira Livre 

Publicado

em

Na última quinta-feira (13), a prefeita Fernanda Hassem acompanhada da arquiteta Rosângela Dourado, da Associação dos Municípios do Acre (AMAC), realizaram uma visita para o levantamento técnico do projeto para a construção da futura instalação da Feira Livre do município de Brasiléia. 

Devido o grande fluxo de pessoas que semanalmente realizam suas compras na feirinha a prefeita Fernanda Hassem solicitou para sua equipe um projeto que garantisse conforto e comodidade aos feirantes e seus clientes. O novo local da feira livre de Brasileia será às margens da BR-317 em frente ao Frios Vilhena, o recurso é de emenda parlamentar do Deputado Federal Alan Rick no valor de R$ 600 mil financiado pela SUDAM.

A prefeita Fernanda Hassem falou a respeito da mudança de local. “A feirinha que é realizada na Avenida Ruy Lino infelizmente já não suporta mais a quantidade de produtores e clientela que lá frequentam. Esse é um sonho que está sendo concretizado e a equipe da AMAC já está aqui junto com a nossa equipe para realizar o levantamento técnico”, destacou Fernanda. 

Estiveram acompanhando a visito o vice-prefeito Carlinhos do Pelado, o secretário de planejamento Nevisson Tavares, o vereador Rozevet, gerente do setor de cadastro Silvio Cardoso e o secretário de obras Francisco Lima. 

Continuar lendo

Cidades

Fundação FCCV realiza serviços de melhoria e manutenção no Posto do Agricultor

Publicado

em

A Fundação FCCV está realizando uma série de serviços de melhoria e manutenção no posto de saúde Francisco Souza dos Santos Zinho Santos, conhecido como “Posto do Agricultor”, em parceria com a Prefeitura de Cruzeiro do Sul. As ações estão sendo realizadas nesta quarta (12) e quinta-feira (13).

Os serviços incluem drenagem da água dos aparelhos de ar condicionados, melhorias das calçadas, troca de lâmpadas queimadas e manutenção em pias. Também estão sendo realizadas ações de manutenção nos banheiros, nos trincos das portas e na estrutura física em geral da unidade de saúde.

Estas ações integram o Projeto Saúde em Foco, desenvolvido em parceria entre a FCCV e a prefeitura com o objetivo melhorar o atendimento à saúde da população de Cruzeiro do Sul.

Continuar lendo

Cidades

Alunos indígenas do Jordão recebem alimentos que seriam usados na merenda escolar

Publicado

em

Estudantes que moram em aldeias indígenas do povo Kaxinawá, no município de Jordão, receberam nesta semana a entrega de cestas básicas enviadas pelo Núcleo Estadual de Educação do município. As aldeias contempladas com a entrega foram a Mãe Biná e aldeia Flor da Mata, situadas no baixo Rio Tarauacá.

Com a suspensão das aulas presenciais, provocada pela pandemia do novo coronavírus, houve a necessidade de entregar os alimentos que seriam utilizados na merenda escolar às famílias dos alunos matriculados, principalmente se tratando do interior do Estado, onde a dificuldade de conseguir comida pode ser ainda mais evidente.

Apesar da dificuldade de acesso às aldeias, a Educação também tem distribuído os alimentos na zona rural. Segundo o coordenador Gleison Lima Daniel, “mesmo com a dificuldade de logística em virtude das secas dos rios, tanto Rio Tarauacá, como do Rio Jordão, iremos realizar a entrega das cestas básicas doadas pelo governo”, falou ao Portal Tarauacá.

Para ele, o que importa é saber que todas essas famílias terão o que comer. “É bastante valoroso em saber que muitas famílias não tinham de que se alimentar e passam a ter”, concluiu.

Foto: Portal Tarauacá

Continuar lendo

Cidades

Instituições públicas farão plano de ação conjunta contra pandemia em Xapuri

Publicado

em

Em reunião realizada na tarde desta quarta-feira, 12, no Fórum da Comarca de Xapuri, representantes de instituições públicas locais se comprometeram a elaborar, conjuntamente, um plano de novas medidas a serem somadas às que já estão em vigor no enfrentamento à pandemia de covid-19 no município, que vive o pior momento desde que os primeiros casos da doença começaram a ser registrados, em 27 de abril deste ano.

Convocado pela prefeitura, o encontro reuniu o juiz da cidade, Luís Alcalde Pinto, o promotor de justiça, Thiago Salomão, o delegado de Polícia Civil, Bruno Coelho Oliveira, os comandantes da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros no município, subtenente Carlos Novais e tenente Marcela Sopchaki, o pároco da igreja de São Sebastião, Francisco das Chagas, o diretor do hospital Epaminondas Jácome, Josimar dos Santos, além do prefeito Ubiracy Vasconcelos e sua equipe.

Depois de uma apresentação dos números da pandemia no município e das ações desenvolvidas no combate à doença, feita pelo coordenador da unidade de referência para a covid-19 em Xapuri, enfermeiro Francisco Andrade, o prefeito Ubiracy Vasconcelos disse que, apesar de todos os esforços e dos recursos enviados pelo governo federal para as ações de enfrentamento, o município se mantém com números altos de novos casos.

O gestor municipal chamou a atenção para o aumento de casos entre as pessoas situadas nos chamados grupos de risco, especialmente os idosos, com consequência no aumento de internações e de casos graves na cidade, assim como o crescimento do número de óbitos. O prefeito disse aos representantes presentes que “em determinados momentos se sente sozinho no combate à pandemia”.

Ubiracy Vasconcelos se refere à dificuldade que a fiscalização municipal está tendo em fazer com que a população cumpra os decretos. Têm sido comuns na cidade as aglomerações ilegais ocorridas em festas realizadas em residências, regadas a álcool e música alta, em propriedades rurais e até mesmo na tradicional Praia do Zaire, onde centenas de pessoas se juntam, principalmente nos fins de semana.

Por falta de contingente, a Polícia Militar não tem conseguido dar o suporte desejado pelo município nas ações de fiscalização. Nas ruas, é fácil perceber que já não há mais o mesmo nível de receio com relação à doença. Diariamente, tem sido grande a presença de pessoas nas ruas, muitas sem fazer o uso de máscaras, o que na cidade é passível de punição com multas que vão de R$ 100 a R$ 150 reais, mas a medida não saiu do papel.

Em razão de todas as dificuldades citadas na reunião, os representantes presentes acordaram construir até esta sexta-feira, 14, um novo plano de ação conjunta para ser colocado em prática a partir da próxima segunda-feira, 17 de agosto. “Nós vamos continuar unidos e juntando as forças policiais, da saúde, de justiça, empresários e população para combater esse problema com maior empenho e eficácia. Essa é a ideia”, disse o prefeito.

O coronavírus em Xapuri

O aumento dos números relacionados ao novo coronavírus já fez com que Xapuri subisse para o 5º lugar em incidência de covid-19 entre todos os municípios acreanos, com 3.053,4 casos por grupo de 100 mil habitantes, de acordo com os dados divulgados nesta quarta-feira, 12, no Boletim da Secretaria de Estado de Saúde.

De acordo com o último Boletim da Secretaria Municipal de Saúde, Xapuri acumula 627 casos positivos do novo coronavírus, com 34 exames aguardando resultado de análise laboratorial, 675 pessoas sendo monitoradas como casos suspeitos, 400 altas médicas, 12 internações hospitalares e 8 óbitos.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas