Conecte-se agora

Cervejas, gados, charutos e amantes: as apostas nos bastidores da política acreana

Publicado

em

Estão abertas a temporada de apostas na política acreana. O imbróglio envolvendo o governador Gladson Cameli e o seu partido, o Progressista, rendeu uma série de apostas nos últimos dias que ganharam corpo e demandas inusitados. Tudo iniciou com caixinhas de cerveja da Skol na semana passada, mas em decorrência dos últimos acontecimentos, gado foi colocado na disputa, mas neste final de semana, charutos e as amantes entraram no páreo.

Existe um grupo de dirigentes que apostam cerveja de que o governador não vai sair do Progressistas. Contrariados, outro grupo dos mais abastados quis dar um “upgrade” e colocou gado na mesa. Outro ponto de aposta e se Gladson apoiará ou não socorro Neri: caixas de charutos foram colocadas na disputa, mas a mais curioso das apostas é se o governador, de última hora, vai abrir mão de tudo e não vai apoiar ninguém: nessa, os magnatas da política apostaram uma noite quente com suas amantes. Pelo menos três colocaram as “segundas esposas” na mesa.

LISTÃO DE EXONERAÇÕES

Independente de qualquer coisa, quem não ficar do lado do governador, trate de pedir demissão voluntária de seu cargo comissionado ou as convenções partidárias serão o prazo máximo para a caneta azul de Cameli ponha todas para fora do governo. O Progressista tem pelo menos 500 cargos. Dizem as más línguas que mais da metade deve rodar se não forem beijar a mão de Cameli e declararem lealdade.

DIVISÃO

O impasse dentro do Progressista acabou gerando uma divisão internada. De um lado o grupo de Camelistas composto pelo presidente da Assembleia Legislativa, Nicolau Junior, e o líder do governo, Gerlen Diniz. Do outro, o grupo liderado por José Bestene, a senadora Mailza Gomes e cia.

SEM CLIMA

O fato é que nem Gladson tem clima para ficar no Progressistas e, nem o Bocalom tem a harmonia para ser candidato, apesar de eu apostar que o “Velho Boca” será candidato, se derem a oportunidade, independente se fizeram beiço para ele ou não.

SINUCA DE BICO

O presidente nacional do Progressistas, senador Ciro Nogueira, está numa sinuca de bico pesada. Apesar de querer Cameli no partido, não pode destratar a senadora Mailza Gomes. Dizem que nas próximas horas ele vai tentar convencê-la a tirar o nome de Bocalom na disputa para chegar a um entendimento com o governador.

APESAR DISSO

Pelo que o Blog apurou, o governador não quer ser responsabilizado caso o Progressistas resolva retirar a candidatura de Bocalom, mas independente de ele não quer ou não o ônus, será responsabilizado sim. E se prepare, a língua de Bocalom está afiada caso seja necessário ser usada.

Anúncios

Acre

Grupo de venezuelanos no Acre está ameaçado de deportação

Publicado

em

Continuar lendo

Acre

Família de Jonhliane realiza manifestação para cobrar justiça

Publicado

em

Continuar lendo

Acre

Prefeitura de Rio Branco vai retirar site e redes sociais do ar

Publicado

em

Continuar lendo

Acre

Seca de rios na fronteira facilitam comércio ilegal no Acre

Publicado

em

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Leia Também

Mais lidas