Conecte-se agora

Durante inauguração de Hospital de Campanha, Nicolau Junior faz agradecimento aos deputados

Publicado

em

O presidente da Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), deputado Nicolau Júnior (Progressistas), participou no final da tarde de ontem (10), da inauguração do Hospital de Campanha do Juruá. A unidade de saúde que recebeu o nome do médico urologista João Luiz Angelim, vítima da Covid-19, conta com 10 leitos de UTI; 20 semi-intensivos; 60 leitos de enfermarias; 3 repousos médicos; 1 sala de emergência; 1 sala de triagem; 1 área de plantonista; 2 vestiários; 2 copas; 1 sala de prescrição médica e 3 depósitos de material de limpeza.

Os recursos das obras são provenientes da fonte-100 Covid-19 e do Financiamento à Infraestrutura e ao Saneamento (Finisa), no valor de R$ 4,1 milhões. Outros R$ 2,2 milhões foram investidos em equipamentos para o hospital.

O ato de inauguração contou ainda com a presença do governador Gladson Cameli (Progressistas), do vice-governador Major Rocha (PSDB), do presidente do Judiciário, Francisco Djalma, do presidente do Tribunal de Contas do Acre, Cristóvão Messias, da chefe do Ministério Público do Estado, Kátia Rejane e do prefeito da cidade, Ilderlei Cordeiro.

Durante a solenidade, Nicolau Júnior pediu licença ao governador para agradecer aos deputados estaduais pelo comprometimento com as ações de combate à pandemia no Estado.
O progressista destacou o projeto de lei que foi aprovado na Aleac autorizando o governo do Estado a abrir ao Orçamento vigente, crédito especial em favor do Fundo Estadual de Saúde do Estado do Acre para custear o “Plano de Enfrentamento à Propagação do novo coronavírus”.

“Agradeço primeiramente a Deus por este momento, estou muito feliz com a inauguração deste hospital. Gostaria também de pedir licença ao governador para agradecer a cada parlamentar pelo comprometimento com as ações de combate à Covid-19, e aprovação de projetos, o que resultou na construção dessa importante unidade de saúde. Minha eterna gratidão a todos”, disse.

O presidente da Aleac destacou ainda a união dos gestores do Estado no combate à Covid-19. “Estamos passando por um momento muito difícil, mas graças a Deus a união tem prevalecido. Vejo cada um dos gestores colaborando, fazendo a sua parte. Isso tem feito toda a diferença. Não poderia deixar de parabenizar também, neste momento especial, o nosso governador que tem sido exemplo de dedicação e comprometimento”, enfatizou o parlamentar.

O governador Gladson Cameli (Progressistas) frisou que o ponto principal do hospital é ter leitos disponíveis para atender a população. Reafirmou ainda que o hospital é de caráter definitivo e vai continuar atendendo mesmo depois da pandemia.

Emocionado, Gladson aproveitou o momento para agradecer a todos que fizeram o hospital de campanha se tornar realidade em tão pouco tempo. “Meu muito obrigado a nossa equipe de governo que trabalhou incansavelmente, aos secretários Alysson Bestene e Ítalo César, a prefeitura de Cruzeiro do Sul pelo apoio, ao governo federal, ao ministro da Saúde, general Eduardo Pazuello, aos deputados estaduais na pessoa do presidente da Assembleia Legislativa, deputado Nicolau Júnior. Agradeço ainda a empresa construtora e a todos os trabalhadores que estiveram aqui dentro e se doaram na construção desta estrutura. Tenho orgulho de ter multiplicado por 4 as Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) do Acre, mesmo pagando empréstimos e concluindo obras do governo passado”, disse.

Anúncios

Acre 01

Condutor que durante disputa de racha matou Jonhliane ainda não se apresentou à polícia

Publicado

em

O delegado Alex Danny, responsável pelo inquérito que apura a morte de Jonhliane Paiva de Souza, de 30 anos, afirmou ao ac24horas que a advogada, que não teve o nome mencionada, que representa o fisioterapeuta Ícaro José da Silva Pinto, de 33 anos, que é acusado de matar Jonhliane enquanto disputava um racha pretende se apresentar à polícia.

“O que posso adiantar é que a advogada nos procurou para tomar conhecimento das peças do inquérito e informou que ele deseja se apresentar. No entanto, não houve manifestação de quando isso vai acontecer. É o que posso informar no momento”, disse o delegado.

Ícaro José da Silva Pinto dirigia o carro de luxo que está no nome de seu pai, o advogado aposentado e ex-juiz eleitoral do Acre, José Teixeira Pinto. Uma das dúvidas da investigação é se o condutor estava bêbado no momento do acidente. Ícaro corre serio risco de ser denunciado por homicídio doloso, que é quanto há intenção de matar. De acordo com o Código Penal, a pena para um homicídio doloso simples pode chegar até 20 anos de detenção.

A polícia já sabe que havia outra pessoa no veículo BMW dirigido por Ícaro. O nome não foi divulgado, mas o delegado afirmou que espera ouvir seu depoimento em breve. A investigação também já sabe quem era o motorista que dirigia o new beetle branco, o outro veículo que disputava o racha.

Quem acompanha de perto as investigações é o delegado geral da Polícia Civil Josemar Portes. “O inquérito policial está bem avançado. Imediatamente ao evento equipes da Polícia Civil foram a campo colhendo todos os elementos necessários à comprovação da materialidade e autoria, com pleno sucesso neste aspecto. Apesar de identificado formalmente, o condutor do veículo causador ainda não foi localizado, nem se apresentou. Neste momento o foco é a materialização dos laudos, relativos aos trabalhos periciais. Dr. Alex Danny, Delegado responsável está analisando acerca da medida necessária para localização do referido condutor”.

Continuar lendo

Acre 01

Ex-miss Acre detalha problemas de visão que a fazem pedir vaga de candidatos com deficiência

Publicado

em

A ex-miss Acre Hyalina Lins Farias usou a ferramenta stories em seu perfil no Instagram para se posicionar acerca da polêmica de sua classificação na 3º chamada do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) para o curso de Medicina na modalidade L13, que reserva vagas a candidatos com deficiência, independente da renda, e que tenham cursado integralmente o ensino médio em escolas públicas.

Recitando o versículo de Mateus 7:3: “Por que é que você vê o cisco que está no olho do seu irmão e não repara na trave de madeira que está no seu próprio olho?”, a ex-miss se defendeu e pediu que “os interessados” buscassem saber dos dois problemas que ela sofre na visão.

“Baixa visão e ambliopia lateral são dois dos problemas que eu tenho. E isso está causando uma euforia grande porque as pessoas não estão aceitando. Eu não me orgulhei de ter nascido com isso, mas o foco não é esse! O foco é que vocês vão ficar mais esclarecimentos e informados. A trave do olho de vocês vai sair pelo menos 25%”, afirmou.

Em outro trecho, a Hyalina lamenta a repercussão do caso e pediu que Deus iluminasse todas as pessoas para que ninguém precise passar pelo que ela está passando. “Gente doente não aguentaria o que eu estou aguentando! É muito fácil eu colocar um filtro aqui e parece forte, mas você que tá do outro lado sabe que não é assim”, afirmou.

Entenda

No início do ano, a bela jovem, que já foi eleita a mulher bonita do estado em 2018, foi classificada em medicina através Sisu, por meio do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). À época, Hyalina se inscreveu na modalidade L9, que é destinada a candidatos com deficiência, que tenham renda bruta per capita igual ou inferior a 1,5 salário mínimo e que tenham cursado integralmente o Ensino Médio em escolas públicas.

Nessa ocasião, a Universidade Federal do Acre (Ufac) indeferiu a matrícula, afirmando que além da análise de laudos médicos, fez entrevista para identificar as características da deficiência alegada e que a decisão foi baseada em um parecer profissional.

Veja ao vídeo:

Continuar lendo

Acre 01

Gladson diz que não vai retirar a candidatura de Kinpara e pode se filiar ao PSDB após as eleições

Publicado

em

O governador Gladson Cameli afirmou na manhã desta quarta-feira, 5, no Palácio Rio Branco, que deve apresentar carta de afastamento do Progressistas e que existe a possibilidade de se filiar ao PSDB somente depois das eleições.

Evitando polemizar, o governador voltou a afirmar que recebeu todas as garantias da executiva nacional tucana que seria o mandatário tucano no Acre. “Já foi conversado. Sentarei com todos partidos. Minha decisão de apoio já está tomada [apoio a Socorro Neri] e não vou retirar candidatura de ninguém, fiquem tranquilos. Vou conversar com todos. Estou vendo datas e horários”, disse.

Cameli minimizou também as falas da deputada Mara Rocha dando a entender que governador seria bem vindo desde que respeitasse a ordem. “Eu não quero problema com a Mara. Quero que ela mande recursos para o Acre nas suas emendas só isso, pontuou.

Sobre sua situação no PP, Cameli confirmou que pedirá afastamento e deu um puxão de orelha no deputado José Bestene que afirmou que ele não deixaria o partido e pôs a culpa na imprensa. “A imprensa não mente. Não tem ninguém para falar por mim. Ninguém está autorizado a falar por mim”, disse.

Continuar lendo

Acre 01

Relatório mostra que Acre não reduziu gasto com pessoal e Sefaz pede revisão

Publicado

em

Uma portaria publicada pela Secretaria de Tesouro Nacional (STN) nessa segunda-feira, 3, aponta que o Acre deixou de cumprir a meta 3 do Programa de Ajuste Fiscal (PAF) da STN. Essa meta diz respeito à relação entre receita corrente líquida e gasto com pessoal, sendo que o Governo do Estado ultrapassou em 2,64% o limite de 60% estabelecido pela Lei de Responsabilidade Fiscal no ano de 2019.

A boa notícia é que das seis metas exigidas pela STN para garantir o refinanciamento das dívidas, apenas a 3 foi descumprida. As demais metas – endividamento, resultado primário, arrecadação própria, gestão pública e disponibilidade em caixa – todas estão ajustadas, segundo portaria do Diário Oficial da União e também com o Relatório de Execução do PAF, documento produzido pela Secretaria de Fazenda do Acre.

Esse relatório foi publicado dia 29 de maio deste ano e está assinado por Raymson Bragado, secretário-adjunto do Tesouro Estadual; Pedro Brilhante, diretor-geral de Contabilidade do Estado; e Eduardo Maia, da Divisão de Informações Contábeis Fiscais.

O relatório pede revisão das metas do PAF para o período de 2020 a 2022, “apesar do aumento da receita própria” e considerando o agravamento do quadro fiscal por causa da pandemia da Covid-19.

Confira aqui: http://www.sefaz.acre.gov.br/wp-content/uploads/RELAT%C3%93RIO-SOBRE-A-EXECU%C3%87%C3%83O-DO-PAF-2019.pdf

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas