Conecte-se agora

Cruzeiro do Sul ganha novos delegados e governo anuncia mais uma aeronave para o Acre

Publicado

em

O governador Gladson Cameli e o vice, Major Rocha, apresentaram neste sábado, 11, os 15 novos integrantes da Polícia Civil em Cruzeiro do Sul. São 2 delegados, 3 agentes de necropsia e 10 agentes. Gladson afirmou que a Polícia Civil terá mais autonomia e que até o final do ano deverá convocar mais 50 delegados e agentes para atender a todas as cidades do estado.

Cameli quer uma polícia cada vez mais efetiva no combate ao crime. “Aqui no Juruá é fronteira e não vou vacilar com quem não quer ser honesto. É para ser como diz o delegado José Obetânio, escreveu, não leu, o pau comeu. Os que assumiram agora já podem ir atuar porque tem muito criminoso aí merecendo cascudo. Os que não foram convocados e quiserem atuar no 0800 é bom porque já vão aprendendo”, disse.

Ainda com relação à segurança, o governador Gladson Cameli diz que está comprando 90 viaturas e 40 ficarão com a polícia civil. Anunciou também que o helicóptero que sofreu acidente foi reposto pelo seguro e o que estava manutenção está retornando. Cameli revelou que uma terceira aeronave chegará ao Acre, como resultado de um acerto com o estado do Amazonas. A nova aeronave que vai chegar ao Acre é um avião king air, com 9 lugares e vai se usada para transportar pacientes do Tratamento Fora do Domicílio – TFD para outros Estados. A economia mensal, segundo o governador, será de cerca de R$ 200 mil.

O vice-governador Major Rocha destacou que ” o governo segue demonstrado seu empenho com a segurança da população por meio de várias ações como essa por exemplo”. O delegado Geremias Ferreira, que assumiu a função, diz estar pronto para atuar em Cruzeiro do Sul e demais cidades do Vale do Juruá. “Já me sinto acreano e estou pronto para somar” , citou ele, que é de Minas Gerais. Uniforme, computadores e scanners e Equipamentos de Proteção Individual à Polícia local também foram entregues por Cameli e Rocha.

Anúncios

Na rede

TRE marca julgamento de Ilderlei para a próxima semana

Publicado

em

Está mercada para às 13 horas do próximo dia 10 de agosto a sessão virtual do julgamento do recurso do prefeito de Cruzeiro do Sul, Ilderlei Cordeiro, contra a cassação do mandato, determinada pelo juiz Erick Farhat em julho de 2019. Farhat, juiz eleitoral substituto da 4ª Zona de Cruzeiro do Sul, cassou o mandato de Ilderlei, que recorreu da decisão, no exercício do cargo. Agora, caberá ao pleno do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) confirmar ou negar a cassação.

A acusação é de corrupção eleitoral pela tentativa de compra de votos e desistência da candidatura do candidato a vereador Clebisson Silva Freire, do PSDB, durante as eleições de 2016. Toda a ação contou com a presença do então prefeito Vagner Sales, que estava no local e segundo os autos, teria ofertado R$5 mil mais dois empregos para o então candidato a vereador tucano.

O episódio, na sede da secretaria de Assistência Social, reuniu os dois candidatos a prefeito de Cruzeiro do Sul no pleito de novembro deste ano. Ilderlei Cordeiro chegou ao local acompanhando de Fagner Sales, filho de Vagner. Ilderelei repete que confia em Deus e na justiça e espera levar o mandato até o final. “Eu só passei pelo local e o próprio pretenso candidato confirmou isso. Não tentei comprar ninguém”.

Sessão virtual

A sessão será virtual e poderá ser acompanhada por meio da rede mundial de computadores, no canal do TRE-AC no YouTube: https://www.youtube.com/channel/UCufTvCKIKUESDGMTpg6NTKQ. Segundo a juíza Mirla Regina, as sustentações orais, se cabíveis, devem ocorrer por videoconferência, por meio da plataforma Zoom Video Communications.

Está habilitado a realizar sustentação oral por videoconferência o advogado devidamente constituído no processo, obedecidas, quanto à sua habilitação, as mesmas normas aplicáveis à sustentação oral realizada em sessão presencial. O pedido de sustentação oral deverá ser formulado até 24 (vinte e quatro) horas do início da sessão, por meio de petição eletrônica, nos próprios autos do processo a ser julgado, ou, sendo o processo ainda físico, por envio ao e-mail informado pela secretaria do Tribunal.

Nos bastidores do processo, as informações são de que os advogados do prefeito Ilderlei Cordeiro teriam tentado ao máximo protelar o julgamento. Já a defesa de Vagner Sales, mesmo ele sendo acusado de compra de votos, tem feito de tudo para acelerar o julgamento do Pleno do TRE.

Continuar lendo

Na rede

Vence o prazo e Gol não retoma voos para Cruzeiro do Sul mesmo com decisão judicial

Publicado

em

No último dia 27 de julho, o juiz Erik da Fonseca Farhat, determinou a retomada dos voos da Gol Linhas Aéreas para Cruzeiro do Sul a partir de hoje, 5 de agosto, sujeita a multa de R$ 300 mil em caso de descumprimento. Mas, o site da empresa, neste dia 5, data marcada pela justiça acreana, segue sem disponibilidade de voos para a segunda maior cidade do Acre. A possibilidade de marcação de voo é só para novembro.

A supervisora da Gol no Acre e Rondônia, identificada como Rosângela, avisou ao presidente do Conselho Municipal de Turismo de Cruzeiro do Sul, Cristiano Falcão, que mesmo ciente da decisão judicial e do valor da muita diária, a empresa não retomaria os voos para Cruzeiro do Sul em agosto. Ele diz que os empresários do setor esperam o pior: “É consenso aqui entre os donos de agência que a Gol quer ir nos acostumando e em meados de outubro anunciar a retirada dos voos de forma definitiva”, conta Falcão.

A empresa interrompeu os voos para a segunda maior cidade do Acre no final de março. Atualmente, para sair de Cruzeiro do Sul, mesmo as pessoas doentes, a única opção é pela BR-364 em carro próprio, ônibus ou lotação até Rio Branco e da capital pegar voos para o restante do Brasil.

O promotor de justiça, Iverson Bueno, que fez o pedido de retorno da Gol na justiça acreana e o juiz Erick Farhat, devem se pronunciar sobre o caso. A assessoria de comunicação da Gol Linhas Aéreas disse que a Gol não comenta decisões judiciais.

Continuar lendo

Na rede

Cruzeiro do Sul continua sem testes rápidos de Covid-19

Publicado

em

Desde o início de junho, Cruzeiro do Sul está sem teste rápido para exame de Covid-19, sem medicamentos do kit de combate à doença e agora também sem remédios para o tratamento de hipertensão e diabetes.

Com relação aos exames, a secretária de Saúde de Cruzeiro do Sul, Juliana Pereira, diz que o processo licitatório para a contratação de laboratório que fará sorologia do coronavírus está em fase final. “Em breve vamos publicar o processo licitatório”, explica.

Quanto aos medicamentos do kit Covid-19, ela diz que os municípios acreanos estão tentando uma compra conjunta de grande quantidade dos itens. Já sobre os remédios da Central de Medicamentos para atender pacientes hipertensos e diabéticos, a secretária relata que a compra foi suspensa após a Operação Off-Label, da Polícia Federal, que investiga a empresa que fornecia medicamentos para a prefeitura de Cruzeiro do Sul.

“Para colaborar com a investigação, suspendemos junto à empresa investigada e estamos fazendo licitação para voltar a fornecer os remédios, como vínhamos fazendo há 3 anos para hipertensos e diabéticos”, conclui a secretária.

A Operação da PF, desencadeada no dia 3 de junho deste ano, investiga o desvio de recursos. Cruzeiro do Sul está com 2.785 casos de Covid-19. 55 pacientes estão internados no Hospital se Campanha, sendo 7 na Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Continuar lendo

Na rede

Em um mês, PF apreendeu 132 quilos de drogas no Juruá

Publicado

em

Durante todo o mês de julho a Polícia Federal, em parceira com outras forças de segurança, apreendeu 117 quilos de maconha e 15 quilos de cocaína, além de duas armas de fogo em rios e ramais de municípios do Vale do Juruá. O balanço foi divulgado nesta terça-feira, 4.

Durante o mês, Polícia Federal, 6º Batalhão, COE, a ROTAM e o GEFRON atuaram no rio Juruá e nos ramais usando veículos e uma lancha do Grupo Especial de Polícia Marítima/GEPOM da Polícia Federal, que foi posicionada na foz do rio Paraná dos Mouras.

A equipe fluvial abordou mais de mil embarcações nas quatro semanas em que permaneceu no rio, enquanto equipes mistas de policiais militares, civis e federais realizaram patrulhas rurais diariamente na extensa malha de ramais que corta os municípios de Cruzeiro do Sul, Mâncio Lima e Rodrigues Alves.

A primeira apreensão foi realizada em Mâncio: 15 quilos de cocaína e 10 de maconha e 3 presos. A segunda foi de 78 quilos de maconha na boca do rio Juruá-Mirim, próximo de Porto Walter. Os traficantes haviam ocultado a droga em um esconderijo às margens do rio Juruá esperando o fim da operação para transportá-la para cidade.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas